Conectar-se
Os membros mais ativos do mês
2 Mensagens - 29%
2 Mensagens - 29%
1 Mensagem - 14%
1 Mensagem - 14%
1 Mensagem - 14%
Votação
Qual a técnica que você utiliza para ficar lúcido?
Teste de Realidade
45% / 15
Totem
15% / 5
Incubação
12% / 4
Gatilho
6% / 2
Gravador de Voz ou Sons Binaurais
6% / 2
Outros
15% / 5
Parceiros
 sonhos=
 sonhos=
 animes=

Compartilhe
Ir em baixo
avatar
Mensagens : 1213
Pontos : 4306
Honra : 675
Data de inscrição : 25/03/2013
Idade : 23
Localização : Morretes/ PR
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuáriohttp://naturezaevolutiva.blogspot.com.br/

Re: Diário dos Sonhos Lúcidos de Emerson Pawoski

em Qui Jan 11, 2018 10:29 am
A pirâmide o Sol


Método: DEILD

Me imagino andando de bicicleta (imitando o sonho anterior não lúcido). Lembro que vou seguindo pela rua, que vai até minha casa, sem controle e estou muito rápido. Quando o sonho se faz já passei muito de onde fica minha casa.
Saio da bicicleta e começo a voar, enquanto ouço uma música:


Não há mais cidade e sim apenas floresta. Na verdade há uma cidade, mas, é asteca e há uma grande pirâmide dourada no centro. Voo até lá e vejo uma placa com o nome da cidade: El Cizen (imagino que tenha algo haver com citizen=cidadão em inglês).
Desço aos pés da pirâmide, pois algumas inscrições chamam minha atenção.

Estão todas em uma escrita que não entendo e parecem desenhos ideográficos. Tenho uma ideia: passo a mão sobre a inscrição imaginando mudar o idioma e assim ocorre, mas, muda para o inglês e não português como eu queria.
Leio mesmo assim, diz algo como que a flor de uma arvore celeste cai do ramo e como cai lentamente age como uma estrela, pois, suas cores são brilhantes, que é para nós o Sol. A inscrição também falava da Lua e que ela vinha da lama, não entendi ao certo. Acordo.

avatar
Mensagens : 1213
Pontos : 4306
Honra : 675
Data de inscrição : 25/03/2013
Idade : 23
Localização : Morretes/ PR
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuáriohttp://naturezaevolutiva.blogspot.com.br/

Re: Diário dos Sonhos Lúcidos de Emerson Pawoski

em Qui Jan 25, 2018 9:47 am
Escapando do castelo


Método: nenhum

Parte não lúcida:

Estou em minha cidade com a família de minha namorada. Lembro de estar ensinando ilustração para minha sogra. O desenho que fazia de exemplo era uma janela de um segundo andar de uma casa e ao longe o mar (era uma casa de praia).

Por alguma razão devíamos ir embora e eu estava terminando ainda o desenho. Quando termino eles já haviam seguido para uma estação de embarque (não sei se ônibus ou avião [não há esse último em minha cidade]). Corro até a estação e está cheia de alunos e presidiários.

Parte lúcida:

Aquilo tudo é muito estranho e fico lúcido. A estação tinha dois andares e embaixo é que ocorriam os embarques. Estranhamente, a entrada e saída de veículos estavam fechadas e só se viam pessoas gritando e pulando. Vou até a escada que vai para o andar debaixo e digo para as pessoas se afastarem que eu ia pular.
Está louco cara, você não é desse mundo. eles gritam
Não sou mesmo. respondo

Pulo e saio voando. As portas e janelas da estação estão fechadas, parece mesmo uma prisão. Vejo um duto de ar e voo por ele.

O duto segue para dentro de um castelo e esse também tem tudo fechado, e além... As paredes começam a me espremer lá dentro.
Hora do super poder. Imagino que teria superforça e quebro uma das paredes do castelo, finalmente me livrando desses lugares. Lá fora há um lindo jardim ornamentado com pedras. Coloco a língua no céu da boca para ver mais detalhes e erradamente havia nervuras peninérveas nas cycas.

Vejo uma amiga da graduação (também bióloga) no jardim. Quando me aproximo para conversar, acordo.
avatar
Mensagens : 1213
Pontos : 4306
Honra : 675
Data de inscrição : 25/03/2013
Idade : 23
Localização : Morretes/ PR
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuáriohttp://naturezaevolutiva.blogspot.com.br/

Re: Diário dos Sonhos Lúcidos de Emerson Pawoski

em Qui Jul 19, 2018 9:09 am
Encontro com Ulmo


Método: CAT

Depois de 2 noites seguidas tendo sonhos lúcidos muito curtos, onde eu procurava o Vala Ulmo, que nos livros do Tolkien é o Senhor das Águas, finalmente consegui (dessa vez eu quis encontrá-lo porque queria me basear em sua forma para criar uma aventura de RPG)...

Acordo e me levanto. Ao sair do quarto vejo dois de meus tio e tia por parte de mãe, mas, aquilo era estranho. Eles moram em outra cidade e porque estariam ali logo cedo?! Olho para minhas mãos e estão disformes... Estou sonhando e parece que nesse momento eles percebem e começam a sair da casa. Vou até meu tio e o levo até a lavanderia.
Fecho a porta e abro a torneira do tanque para que se encha de água o cômodo. Lhe ordeno/ peço que se transforme em Ulmo ou Nodens, uma entidade de Lovecraft também ligada ao oceano (eu queria ver algum monstro aquático para desenhar quando acordado, independente da mitologia). A pele da cabeça dele começa a se rasgar e saem longos cabelos brancos brancos, com uma barba grande (era a forma de Nodens num desenho que vi na internet).

A cena muda, começa uma música.


Estou num trapiche ao lado de um oceano escuro e revolto. A minha frente está o ator Michael Fassbender, com uma jaqueta azul, calça preta e bota (parecia um pescador do mar... daqueles barcos grandes).

Você é Ulmo?- pergunto.
Sim, e também Nodens e todos esses do mar. - ele confirma.
E aquela forma que vi em minha casa?- questiono.
Você pode escolher a forma que quiser, desde que faça sentido.-ele responde.
Ulmo, nos testes que fiz na internet para ver com qual Valar mais me pareço caia bastante você. Por que meu inconsciente, nos sonhos diz que sou parecido com Manwe (que é o senhor do ar)?
-continuo.
Assim como as vezes caia Orome. -ele acrescenta.

Ele se aproxima, se agacha e coloca uma mão em meu peito.
Seu coração é do mar, mas, sua cabeça é de vento. O vento dispersa as coisas, equilibra a quantidade de fumaça de uma fogueira ao espalha-la. O vento leva as nuvens para todos os lugares e vê as coisas num conjunto. O mar toma para si, ele devora... E é mais contido que ar, tem menor liberdade. É por isso se parece com Manwe.-ele explica.
Aproveitando que você está aqui, pareceu uma boa ideia ter entrado nesse curso que estou fazendo? Isso faz sentido?- falo.
Agora faz. Você se dedicou muito para outras areas que agora ve serem dificeis para trabalhar. Agora ve que esse curso pode te abrir portas, mas, quem sabe no futuro veja e descubra outras coisas. Quem atribui sentido as coisas da vida é você e não os eventos em si.- ele conclui.

Sinto que estou acordando e Ulmo pula na água do mar.
--------------------------------

Curiosamente, mesmo no sonho, porém com maior intensidade ao acordar, lembrei do livro Lobo do Mar de Jack London. A personalidade e forma de Ulmo (humana) eram idênticas ao personagem Wolf Larsen. Wolf é capitão do navio, onde o livro se passa, e ele fala coisas assim que somos como espumas das ondas, umas maiores, outras menores e que devoramos uns aos outros nas situações do cotidiano (ele filosofa bastante comparando pensamentos com natureza). Parece que o livro influenciou fortemente, o sonho.
Tem o filme baseado no livro, mas, nunca vi e não sei se faz justiça a obra.
Conteúdo patrocinado

Re: Diário dos Sonhos Lúcidos de Emerson Pawoski

Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum