Conectar-se
Últimos assuntos
Os membros mais ativos do mês
1 Mensagem - 100%
Votação
Qual a técnica que você utiliza para ficar lúcido?
Teste de Realidade
45% / 15
Totem
15% / 5
Incubação
12% / 4
Gatilho
6% / 2
Gravador de Voz ou Sons Binaurais
6% / 2
Outros
15% / 5
Parceiros
 sonhos=
 sonhos=
 animes=

Compartilhe
Ir em baixo
avatar
Mensagens : 642
Pontos : 2635
Honra : 310
Data de inscrição : 20/10/2013
Idade : 29
Sonhos Lúcidos :
38 / 99938 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Sonhos lucidos e nao lucidos (ideias e pensamentos) - Hiriu

em Seg Mar 17, 2014 4:23 pm
Reputação da mensagem: 100% (2 votos)
Sonhos - Consciente x subconsciente

Os sonhos não lúcidos (onde nossa consciência esta adormecida), são sonhos guiados pelo subconsciência, este trata de criar o cenário e os objetos oníricos tanto de todos os tipos de sonhos. Nos sonhos não lúcidos, o consciente esta sob ação do inconsciente, e talvez isso explicaria a ideia da memoria dos sonhos, mantida num consciente inócuo, e neste caso toda a ação dentro do sonho e comandada exclusivamente pelo subconsciente, num reflexo de tudo que aconteceu na vida do sonhador e manteve-se na memoria ate o momento da criação do sonho.

Na figura abaixo, o subconsciente esta guiando o consciente inócuo, o circulo representando o subconsciente esta contendo o consciente, que não realiza ações, mas sofre ações que ficam na memoria onírica.


A criação do cenário e feita de forma passiva pelo inconsciente, numa afloração de pensamentos reflexivos onde os sentimentos, memorias e sentidos. Nesta fase o sonho sofre ação tanto dos estímulos produzidos pela mente quando por estímulos externos, produzidos pelo meio, e e por isso que um um podemos sonhar com o tema de um filme que esta passando na tv devido a captação do som enquanto dormimos. Isto engloba todos os tipos de sonhos.


No sonho lúcido o consciente pratica as ações sob o subconsciente, que produziu o cenário e os objetos oníricos que compõe o sonho lúcido, ainda que estes possam ser criados por um gatilho consciente, tem que estar dentro das "normas" do subconsciente, pois a mente tratara de forma "incomum" sob eventos que não possuem lógica dentro do próprio cenário do sonho, apesar de isto ser possível de acontecer levando em conta que a possibilidade dentro do mundo onírico e infinita.
Como dizia Freud: "Um charuto pode ser apenas um charuto", sob a ideia de algo dentro dos sonhos pode não ter um significado profundo além que esta representado.

O fato e que o conjunto de regras que regem o sonho são reflexos das mesmas regras que regem a realidade do sonhador, e dentro do sonho, mesmo que elas estejam sem uma lógica, ainda assim define o conceito de "surreal", e por isso não e possível traçar o que e possível e impossível, mas aceitar as possibilidades de acordo com a credibilidade dos atos praticados. Isto ainda se aplica a incubação dos sonhos, que demonstra de forma mais clara a ação dos reflexos das ideias do sonhador da realidade para dentro do sonho, e a confirmação neste caso e a concretização da mesma.

Você consegue desenhar uma cidade e todas as pessoas e detalhes que compõe a mesma? Imagine como seria criar todo o cenário do sonho a partir da consciência, tento que resgatar cada pedaço de memoria. Parece que isto e tarefa fácil para o subconsciente!

Ainda no que tange o resultado do consciente x subconsciente nos sonhos, podemos entrar no nível de lucidez/consciente, que com base nas figuras, e a distancia em que o consciente esta do subconsciente onde um esta contendo. Assim, a ideia de sonhos semi-lúcidos, pode ser expressa em dois círculos que podemos colocar como o circulo do consciente e dos inconsciente, onde os mesmos estão juntos, sem uma distancia um do outro. Neste caso o sonhador esta ciente de que esta sonhando, mais e guiado pelo subconsciente, pois o consciente não esta contendo o subconsciente, e por isso não pode executar alguma ação dentro do sonho a não ser observar. Porem, o consciente ainda pode tomar medidas para "interiorizar" o subconsciente, e assim ganhar poder sobre o mesmo, assim como devido a eventos que causam no sonhador sentimentos que podem causar um desequilíbrio emocional, e por sua vez a perca da consciência dentro do sonho, ou ainda como consequência, acabar por acordar o sonhador. E neste caso... Vitoria do subconsciente!

Proximos conteudos
Sonhos - Visão desperta

Vamos conversar agora de um modo com que despertamos a consciência dentro de um sonho. Isso pode ser visto como uma saída de uma teia que nos mantêm fazendo as atividades de maneira quase senão passiva. Assim como andamos pela rua apenas olhando para o caminho, e não em tudo que esta acontecendo durante o percurso ao nosso redor.

E mais ou menos assim que acontece no sonho, vou colocar uma imagem pra ilustrar um sonho não lúcido.


Tanto na realidade quanto no sonho nos prendemos ao todo e esquecemos dos detalhes, quando passamos a ser observadores ativos de tudo que acontece a nosso redor passamos a ter uma visão desperta, e como se esperássemos por receber algum aviso no que compõe o cenário real ou onírico. A partir daqui fica fácil analisar e executar algum reality check para verificar se esta sonhando ou não, e dentro da realidade passamos a sair desse "ciclo robótico", enquanto no sonhos ficamos lúcidos.


O reality check ou a observação e analise e o ponto de partida para tornar-nos sujeitos ativos de nossa própria vida, tanto física quanto onírica. Vai sair da Matrix?


Sonhos - Ancoras oníricas

O sentido de ancora mental parece forçar para segurar um pensamento, e na verdade se trata mais de mantê-lo constante. Para manter o pensamento constante e bem simples, basta se concentrar e manter uma linha, isto e mais difícil em teoria do que em pratica. Pense no sentido de manter o pensamento como equilibrar-se em uma corda bamba, onde o equilibrista representa você seguindo o pensamento, que por sua vez e a corda por onde o equilibrista caminha. Se ele sai da corda, perde a linha de pensamento (desconcentrar-se). E para simplificar digamos que para manter uma linha de pensamento constante basta manter-se focado naquilo e ignorar ou bloquear os demais.


E meu amigo...ate aqui já deu pra ter uma noção do sentido que e empregado ao foco mental.

Tiu... E daí? Pra que isso?

E ai e começa a ancora mental, que e por sua vez o objeto do foco. Ancorar-se numa imagem para entrar no sonho significa mantê-la tornando-a cenário do sonho. Sabe quando você esta com tanto sono que quando fecha os olhos já começam a aparecer algumas imagens? E nessas imagens, ou durante a meditação ou uso de algum método que você tem que “ancorar”, e para ancorar basta focar-se e manter os pensamentos constantes estando lúcido. Sendo assim... Você entrara no sonho lúcido usando a “ancora mental”. Então a ancorar significar prender-se em algum ponto a partir do qual vai se formar o sonho, o foco significa colocar sua atenção neste ponto, neste caso, uma imagem formada na mente.

Colocamos entao uma imagem para tentar descrever isso.  gargalhada 


Sonhos -Memoria

Para que a gente continue a aprender coisas novas. Esquecer é fisiológico. "Não seria saudável guardar todos os detalhes de todas as nossas experiências", diz o geriatra Weyler Galvão Pôrto, da Unifesp. O cérebro faz uma seleção do que devemos ou não guardar. Assim, impressões que não têm nenhuma importância deixam de ser armazenadas para dar lugar a outras mais relevantes. O problema é quando esquecemos o que gostaríamos de lembrar. Quanto mais concentrada e emocionalmente envolvida a pessoa estiver na hora de receber uma informação nova, maior é a chance de ela resgatá-la depois. Por isso, a falta de atenção tem estreita relação com a falta de memória. Quando a pessoa está dispersa, fazendo muitas coisas ao mesmo tempo e com preocupações demais, pode simplesmente desligar ao ter contato com um dado novo, deixando de armazená-lo. Há também os famosos brancos.

"A pessoa sabe que tem a informação, mas por estar cansada, emocionalmente desgastada ou sobrecarregada não se lembra", diz a fonoaudióloga Ana Maria Alvarez, autora de um livro sobre o tema chamado Deu Branco. Alimentação ruim, atividade física inadequada, falta de sono, uso de álcool ou drogas e algumas doenças neurológicas degenerativas, como o Alzheimer, também podem afetar a capacidade de memorização.

texto do site: http://mundoestranho.abril.com.br/materia/por-que-esquecemos-as-coisas

E em sonhos?

Acordamos com a memoria de um sonho, e seguimos a fazer as coisas normalmente, depois esquecemos do que sonhamos. Isso e muito frequente, e como passar por cima de uma lembrança, pois o cérebro guarda o que damos importância e atenção. Neste caso, continuar a seguir o dia normalmente significa dispensar a memoria do sonho da noite, porem não generalizando.

Alguns exercícios simples podem ajudar a manter o sonho na memoria, e uma das formas mais conhecidas de se fazer isso e manter o diário dos sonhos.
Para manter as lembranças de um sonho, sem precisar escreve-lo, basta que, quando acordar, busque as memorias do sonho e as veja mentalmente como num filme, lembrando de casa sensação, cada objeto, cada som, cada face, e todos os demais detalhes possíveis.


Quando fazemos isso, além de exercitar nossa memoria, estamos a associando aos sentidos, a imagens e símbolos, e essa associação facilita a busca da mesma, como por exemplo: Vejo um sombrinha na rua, lembrei que sonhei que estava chovendo.
E importante associar o sonho a eventos externos, como que hora era quando acordou, quando e onde dormiu, com o que acordou, etc. As palavras chaves ou elementos principais do nosso sonho também podem ser usados para guarda-lo na memoria.

Sonhos - Fundamentos das ações oniricas

Ah sim... As vezes me pergunto porque nao consegui fazer algo dentro do sonho! A resposta e simples, porque para tudo que fazemos exigimos fundamentos, e todo conjunto de regras existentes no mundo real, como por exemplo (gravidade, tempo, espaço, peso) PODEM refletir no sonho. Sendo assim, a execução de uma ação poderá resultar em nada, se não há nenhum fundamento lógico, e isso e uma espécie de bloqueio mental levando em conta que e difícil lutar contra o que achamos possível ou impossível. Criar algo diferente e dar vida significa um exercício de criatividade, assim como faz um artista, ou um musico, mais estes ainda usam instrumentos para criar suas obras. Que obra e mais linda do que um mundo inteiro criado pela mente?

Podemos transformar um posto em borracha, criar uma pessoa, voar, e para isto bastar ter ciência da possibilidade e desejar, pois apesar de saber que na realidade isto seria impossível, nos sonhos sabe-se que elementos surreais são aqueles que fogem da realidade.

Vamos sair um pouco das possibilidades e regras, e viajar em nossas criações, pois pode ter uma espada enterrada debaixo dos meus pés, e posso desenterra-la dentro do sonho. Talvez eu achei um avião voando e ele pouse na minha frente, ou mastigar uma planta me de superpoderes, talvez num piscar de olhos e me teleporte onde minha vista alcança, e porque nao? Se eu direcionar energia para as mãos posso soltar um poder... E porque não?

Quando tomamos ciência de um objeto onírico por meio da mente, isto se reflete para dentro do sonho, materializando-o após passar pelo filtro que nos impede de fazer o que achamos possível ou impossível, e assim também e nossas interações com os objetos oníricos (pessoas, animais), com dão resposta com base nos conhecimentos culturais, sociais entre outras coisas que definem o certo e o errado diante algumas situações.

Quanto a estruturas físicas, nao precisa conhecer as pequenas partes para gerar uma dentro do sonho, mais sim gera-las como um todo. Mais quando criamos as pequenas partes, ou tomamos ciência delas, em se tratando de estruturas como maquinas, organismos e obras de engenharia, tornamos elas mais "fisicas", a ponto de nao conseguir diferencia-las da realidade. Predefinir detalhes, como por exemplo olhar de perto a tintura da parede esperando que seja como uma real, faz os detalhes enriquecerem com base em todo conhecimento que temos.

Quando um objeto onírico se encontra defeituoso, ainda podemos conserta-lo, por exemplo, pensando em como ele seria caso fosse de outro modo, e impondo tomando ciência disso a partir do mesmo. (incompleto)

Sonhos - Fundamentos das ações oniricas

Sonhos - Tempo nos sonhos


Última edição por Hiriu em Qua Abr 16, 2014 12:14 pm, editado 5 vez(es)


CORES DOS MEUS RELATOS:

  • Analise ou pensamento/observação.
  • Dialogo, titulo
  • Descrição de um cenário/objeto/pessoa.
  • Realidade ou fato importante.

Orvalho do sonhar:
Fantasiar me conforta
Deslumbrado a imaginar
Sera que e so eu?
Ou alguem se importa?


para nao se desesperar
Sucumbir em expectativas
pois se nao suprir
Posso pelo menos sonhar

Sair desse lugar imundo
Fingir que nao e isso
Tornar tudo intenso
Criar o próprio mundo


Injetar alegria
Olhar fixo para o nada
Rir sozinho
Ate o final do dia


Sentir a liberdade ao voar
Observar o próprio reflexo
E fechar os olhos
Para voltar a sonhar

(Hiriu)
avatar
Mensagens : 1989
Pontos : 5854
Honra : 575
Data de inscrição : 10/03/2013
Idade : 17
Localização : Nippon, Namimori.
Sonhos Lúcidos :
50 / 99950 / 999
Sonhos Comuns :
300 / 999300 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Sonhos lucidos e nao lucidos (ideias e pensamentos) - Hiriu

em Seg Mar 17, 2014 5:01 pm
O.O Texto excelente Hiriu! Agora eu entendi o porque do meu último sonho lúcido eu saber que estou sonhando mas não ter controle sobre minhas ações. Ficou realmente muito bom.
avatar
Mensagens : 361
Pontos : 2074
Honra : 100
Data de inscrição : 18/12/2013
Idade : 21
Localização : ES
Sonhos Lúcidos :
35 / 99935 / 999
Sonhos Comuns :
62 / 99962 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Sonhos lucidos e nao lucidos (ideias e pensamentos) - Hiriu

em Seg Mar 17, 2014 7:02 pm
Realmente interessante o Seu post fazia tempo que eu não via um post assim Seu ..... se bem que eu não estou aqui a tanto tempo vou ficar na espera dos proximos quando você das montanhas apos meditar .
avatar
Mensagens : 51
Pontos : 1712
Honra : 30
Data de inscrição : 23/11/2013
Idade : 24
Sonhos Lúcidos :
23 / 99923 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Sonhos lucidos e nao lucidos (ideias e pensamentos) - Hiriu

em Seg Mar 17, 2014 7:13 pm
Reputação da mensagem: 100% (2 votos)
Muito bom o texto Hiriu...
Agora apenas uma reflexão cientifica(já q minha vida nos últimos meses tem sido apenas para a neurociência  feliz  )

O processo da memória está diretamente ligado ao nosso inconsciente, e esse processamento da memória ocorre por reverberação de sinais nervosos tálamo-cortical. O mesmo tálamo q processa algumas informações ligadas ao comportamento emocional. Quando temos um aumento da serotonina( o hormônio responsável por nossa felicidade- entre outros processos) na rafe entramos no sono REM e o núcleo cerúleo libera noradrenalina, se o núcleo da rafe perde serotonina enfrentamos a insonia!
A região do Sistema Nervoso Autônoma(SNA) trabalha de uma maneira bem peculiar,  as respostas autonômicas do SNA, sejam elas endócrinas, vegetativas ou motoras trabalham através de comandos subcorticais como a Amígdala, o Hipotálamo e o tronco cerebral... essas áreas desenvolvem funções do dia a dia nas quais fazemos sem perceber, como reflexos motores, andar, andar de bicicleta, dirigir um carro etc... tudo isso fazemos sem precisar pensar pra fazer de imediato, porque já está "gravado" em nosso inconsciente, a chamada memória implícita!
Então o inconsciente guarda informações de nosso dia a dia, coisas que fizemos a 10 15 anos atrás ficam armazenadas como um mecanismo que salva a informação
(já pensou ter que reaprender a dirigir um carro toda vez que pega no volante porque não salvou as informações!?  gargalhada )
Isso não se aplica somente a funções motoras, mas até a sentimentos, mesmo porque existe uma relação complexa entre o tronco encefálico e as áreas q mencionei antes como a rafe q produz a serotonina para podermos dormir, logo áreas como o hipotálamo e tálamo responsáveis por comportamento emocional e sentimental, sexual e comportamento social(endorfina, serotonina, dopamina, oxitocina, adrenalina etc) trabalham junto ao sono, o inconsciente recicla informação, é por isso q temos uma alta carga emocional nos sonhos, temos sentimentos a flor da pele porque estamos em contato direto com o processo de todos esses hormônios... Imagina q essa área "absorva" as informações de seu dia a dia constantemente, por isso existe um processo de reciclagem de informação enquanto sonhamos, é muuuuita coisa em constante processo, por isso nosso inconsciente é tão grande e cheio de memórias variadas...

Fonte:
[http://www.sistemanervoso.com/index.php]
avatar
Mensagens : 642
Pontos : 2635
Honra : 310
Data de inscrição : 20/10/2013
Idade : 29
Sonhos Lúcidos :
38 / 99938 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Sonhos lucidos e nao lucidos (ideias e pensamentos) - Hiriu

em Ter Mar 18, 2014 11:31 am
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
(já pensou ter que reaprender a dirigir um carro toda vez que pega no volante porque não salvou as informações!? gargalhada )

Por um lado algumas informações seriam melhor esquecidas  gargalhada .

Pág 154: Percebeu que os sonhos, e as experiências reais do inconsciente levavam a compreender que os “vestígios” estudados por Freud, não são apenas conteúdos mortos, nem formas gastas da vida, mas, pelo contrário, são pertencentes a psique viva. Tal compreensão ajudou Jung a formular a teoria dos arquétipos.

Pág 158: Percebeu que na medida que conseguia traduzir suas emoções em imagens, readquiria a paz interior, tornando assim, consciente as imagens que residem por traz das emoções. Começou então a anotar suas fantasias, na maioria das vezes em uma linguagem enfática, que corresponde o estilo dos arquétipos. No começo, acreditou que seu confronto com o inconsciente tinha haver com a experiência cientifica efetuada sobre si-mesmo, no entanto percebeu que tratava-se também de uma experiência consigo mesmo, onde confrontava, com dificuldade, seus sentimentos negativos.

Pág 166: A ambigüidade da anima, mensageira do inconsciente, pode aniquilar um homem de uma vez por todas. Mas o decisivo, é sempre o consciente, pois é ele que deve compreender as manifestações do inconsciente e tomar posição frente a elas.


Parece que, nos sonhos, o "domínio" de uma área do pensamento ou do cérebro, em se tratando de consciente e subconsciente, e não levando em conta que alguns filósofos não acreditavam na existência se "outros níveis de consciência", não toma o espaço do outro, e não exerce sozinho tarefas dentro do sonho, ainda que ambos fiquem ligados.

Uma ideia que, apesar de parecer um tanto óbvia, da a nos um sentido de proporção e domínio sob as habilidades oníricas na medida que, passamos a observar isso a partir da perspectiva onírica (dentro do sonho), e passamos a questionar todo o trabalho do cérebro, identificando o que acontece (estímulos resultantes) com base do desfecho dos sonhos, e trazendo o resultado para fora dos sonhos.

O conceito central da psicologia analítica é a individuação - o processo psicológico de integração dos opostos, incluindo o consciente com o inconsciente, mantendo a sua autonomia relativa. Jung considerou a individuação como o processo central do desenvolvimento humano.

Não isolando os processos neurológicos, mais a parte psíquica parece um barco a deriva nos processos químicos durante o sono, enquanto o consciente e o subconsciente lutam para guiar o barco, ambos exercendo suas tarefas.


CORES DOS MEUS RELATOS:

  • Analise ou pensamento/observação.
  • Dialogo, titulo
  • Descrição de um cenário/objeto/pessoa.
  • Realidade ou fato importante.

Orvalho do sonhar:
Fantasiar me conforta
Deslumbrado a imaginar
Sera que e so eu?
Ou alguem se importa?


para nao se desesperar
Sucumbir em expectativas
pois se nao suprir
Posso pelo menos sonhar

Sair desse lugar imundo
Fingir que nao e isso
Tornar tudo intenso
Criar o próprio mundo


Injetar alegria
Olhar fixo para o nada
Rir sozinho
Ate o final do dia


Sentir a liberdade ao voar
Observar o próprio reflexo
E fechar os olhos
Para voltar a sonhar

(Hiriu)
avatar
Mensagens : 361
Pontos : 2074
Honra : 100
Data de inscrição : 18/12/2013
Idade : 21
Localização : ES
Sonhos Lúcidos :
35 / 99935 / 999
Sonhos Comuns :
62 / 99962 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Sonhos lucidos e nao lucidos (ideias e pensamentos) - Hiriu

em Dom Abr 13, 2014 8:48 pm
CAra muito bom eu nunca tentei pra valer usar uma ancora ja tentei uma vez mas acho que ainda não manjava do paranaue ou ainda não manjo mas vou tentar isso quem sabe não viro um almirante
Conteúdo patrocinado

Re: Sonhos lucidos e nao lucidos (ideias e pensamentos) - Hiriu

Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum