Conectar-se
Os membros mais ativos do mês
1 Mensagem - 50%
1 Mensagem - 50%
Votação
Qual a técnica que você utiliza para ficar lúcido?
Teste de Realidade
45% / 15
Totem
15% / 5
Incubação
12% / 4
Gatilho
6% / 2
Gravador de Voz ou Sons Binaurais
6% / 2
Outros
15% / 5
Parceiros
 sonhos=
 sonhos=
 animes=

Compartilhe
Ver o tópico anteriorIr em baixoVer o tópico seguinte
avatar
Mensagens : 26
Pontos : 901
Honra : 14
Data de inscrição : 17/06/2015
Localização : Terra Média
Sonhos Lúcidos :
2 / 9992 / 999
Sonhos Comuns :
5 / 9995 / 999
Ver perfil do usuário

Diário dos Sonhos Lúcidos de Barbara Oliveira

em Sab Fev 27, 2016 1:07 am
Reputação da mensagem: 100% (2 votos)
Data do sonho: 26/02/2016
Meu primeiro sonho lúcido!
  Simplesmente fiquei lúcida no sonho, não me recordo o que aconteceu antes desse momento. Estava onde meu pai guarda as flores que vende, aqui em casa mesmo, dei uma olhada no local e comecei a andar. Saí pelo portão de casa, animada para ver a rua. Logo ao sair olhei para o céu, que se encontrava repleto de nuvens muito escuras. O clima era de que havia uma enorme tempestade a caminho, as nuvens se moviam com a forte corrente de vento. Normalmente eu sentiria medo, mas a primeira coisa que me veio à cabeça foi sair correndo pela rua batendo nos carros. Comecei a correr mas quando estava prestes a socar o vidro de um automóvel decidi fazer um RC para saber se estava mesmo sonhando. Olhei para as minhas mãos e elas estavam normais, então acabei desistindo da ideia. Pude notar que vestia uma blusa de frio cinza. Observei melhor a rua e vi que uma loja  de material de construção se encontrava aberta, e havia dois funcionários do lado de fora conversando, um estava encostado no muro e outro sentado em um pequeno degrau. Decidi voltar pra dentro de casa, pensando: '' Esse cenário está muito chato, quero mudar de lugar''. Me joguei de costas no chão, na esperança de ir pra outro local, mas apenas caí de forma desajeitada. Ri daquilo e quis sentir a a textura do chão, passei meus dedos pelo piso e era exatamente igual. Depois disso levantei e decidi ir para o andar de baixo. No meio do caminho vi que haviam nuvens negras extremamente baixas. Me questionei se conseguiria tocá-las caso fosse até lá, na laje. Elas começaram a subir, seus aspectos cinzentos sumiram, e se tornaram um conjunto de nuvens juntas e planas, branquinhas, cobrindo todo o céu. Depois, se dividiram em um formato de tabuleiro de Xadrez. Onde são as casas brancas não havia nuvens, então ficava apenas o azul do céu visível. As casas pretas tinham nuvens perfeitamente divididas e quadradas. Alguns desses quadrados começaram a ficar amarelos, e outros rosas. E então começou uma chuva colorida! Duas poças se formaram perto dos meus pés, uma rosada e outra amarela. Deduzi que fosse sorvete de creme e de morango derretidos, mas não cheguei a experimentar. Pude ouvir a voz da minha amiga, vinda da cozinha, gritar: - Está chovendo marshmallow!! Depois disso não me lembro de nada mais, apenas tive um pequeno sonho comum.


C:
avatar
Mensagens : 2531
Pontos : 5673
Honra : 1044
Data de inscrição : 12/06/2013
Localização : Bahia
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos Lúcidos de Barbara Oliveira

em Sab Fev 27, 2016 5:52 pm
Bárbara Oliveira escreveu:
Barbara Oliveira escreveu:Data do sonho: 26/02/2016
Meu primeiro sonho lúcido!
  Simplesmente fiquei lúcida no sonho, não me recordo o que aconteceu antes desse momento. Estava onde meu pai guarda as flores que vende, aqui em casa mesmo, dei uma olhada no local e comecei a andar. Saí pelo portão de casa, animada para ver a rua. Logo ao sair olhei para o céu, que se encontrava repleto de nuvens muito escuras. O clima era de que havia uma enorme tempestade a caminho, as nuvens se moviam com a forte corrente de vento. Normalmente eu sentiria medo, mas a primeira coisa que me veio à cabeça foi sair correndo pela rua batendo nos carros. Comecei a correr mas quando estava prestes a socar o vidro de um automóvel decidi fazer um RC para saber se estava mesmo sonhando. Olhei para as minhas mãos e elas estavam normais, então acabei desistindo da ideia. Pude notar que vestia uma blusa de frio cinza. Observei melhor a rua e vi que uma loja  de material de construção se encontrava aberta, e havia dois funcionários do lado de fora conversando, um estava encostado no muro e outro sentado em um pequeno degrau. Decidi voltar pra dentro de casa, pensando: '' Esse cenário está muito chato, quero mudar de lugar''. Me joguei de costas no chão, na esperança de ir pra outro local, mas apenas caí de forma desajeitada. Ri daquilo e quis sentir a a textura do chão, passei meus dedos pelo piso e era exatamente igual. Depois disso levantei e decidi ir para o andar de baixo. No meio do caminho vi que haviam nuvens negras extremamente baixas. Me questionei se conseguiria tocá-las caso fosse até lá, na laje. Elas começaram a subir, seus aspectos cinzentos sumiram, e se tornaram um conjunto de nuvens juntas e planas, branquinhas, cobrindo todo o céu. Depois, se dividiram em um formato de tabuleiro de Xadrez. Onde são as casas brancas não havia nuvens, então ficava apenas o azul do céu visível. As casas pretas tinham nuvens perfeitamente divididas e quadradas. Alguns desses quadrados começaram a ficar amarelos, e outros rosas. E então começou uma chuva colorida! Duas poças se formaram perto dos meus pés, uma rosada e outra amarela. Deduzi que fosse sorvete de creme e de morango derretidos, mas não cheguei a experimentar. Pude ouvir a voz da minha amiga, vinda da cozinha, gritar: - Está chovendo marshmallow!! Depois disso não me lembro de nada mais, apenas tive um pequeno sonho comum.
Oi, Barbara. Seja muito bem vinda de volta. E parabén pelo primeiro SL. certo

Adorei a parte que sua amiga fala: "Está chovendo marshmallow!!"

Imagina o estrago que uma chuva de marshmallow ia fazer se fosse na vida real. gargalhada

No sonho você fez o RC de olhar pras mãos e o RC falhou. Os RC's podem falhar na primeira tentativa. Quando isso acontecer, olhe de novo pra sua mão e conte seus dedos. Se for sonho, alguma coisa vai mudar na sua mão. piscar
avatar
Mensagens : 1273
Pontos : 3307
Honra : 657
Data de inscrição : 06/07/2015
Localização : Alemanha
Sonhos Lúcidos :
222 / 999222 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos Lúcidos de Barbara Oliveira

em Sab Fev 27, 2016 6:38 pm
Barbara:
Barbara Oliveira escreveu:Data do sonho: 26/02/2016
Meu primeiro sonho lúcido!
  Simplesmente fiquei lúcida no sonho, não me recordo o que aconteceu antes desse momento. Estava onde meu pai guarda as flores que vende, aqui em casa mesmo, dei uma olhada no local e comecei a andar. Saí pelo portão de casa, animada para ver a rua. Logo ao sair olhei para o céu, que se encontrava repleto de nuvens muito escuras. O clima era de que havia uma enorme tempestade a caminho, as nuvens se moviam com a forte corrente de vento. Normalmente eu sentiria medo, mas a primeira coisa que me veio à cabeça foi sair correndo pela rua batendo nos carros. Comecei a correr mas quando estava prestes a socar o vidro de um automóvel decidi fazer um RC para saber se estava mesmo sonhando. Olhei para as minhas mãos e elas estavam normais, então acabei desistindo da ideia. Pude notar que vestia uma blusa de frio cinza. Observei melhor a rua e vi que uma loja  de material de construção se encontrava aberta, e havia dois funcionários do lado de fora conversando, um estava encostado no muro e outro sentado em um pequeno degrau. Decidi voltar pra dentro de casa, pensando: '' Esse cenário está muito chato, quero mudar de lugar''. Me joguei de costas no chão, na esperança de ir pra outro local, mas apenas caí de forma desajeitada. Ri daquilo e quis sentir a a textura do chão, passei meus dedos pelo piso e era exatamente igual. Depois disso levantei e decidi ir para o andar de baixo. No meio do caminho vi que haviam nuvens negras extremamente baixas. Me questionei se conseguiria tocá-las caso fosse até lá, na laje. Elas começaram a subir, seus aspectos cinzentos sumiram, e se tornaram um conjunto de nuvens juntas e planas, branquinhas, cobrindo todo o céu. Depois, se dividiram em um formato de tabuleiro de Xadrez. Onde são as casas brancas não havia nuvens, então ficava apenas o azul do céu visível. As casas pretas tinham nuvens perfeitamente divididas e quadradas. Alguns desses quadrados começaram a ficar amarelos, e outros rosas. E então começou uma chuva colorida! Duas poças se formaram perto dos meus pés, uma rosada e outra amarela. Deduzi que fosse sorvete de creme e de morango derretidos, mas não cheguei a experimentar. Pude ouvir a voz da minha amiga, vinda da cozinha, gritar: - Está chovendo marshmallow!! Depois disso não me lembro de nada mais, apenas tive um pequeno sonho comum.

Parabéns pelo primeiro sonho lúcido, Barbara.dança
Você se saiu muito bem. Teve calma e dedicou-se em explorar o ambiente. Pena que não deu certo se jogar de costas no chão. gargalhada Da próxima vez, você consegue! Pode acreditar.
A melhor parte do sonho com certeza as poças de sorvetes. Eu teria experimentado. A chuva de marshmallow também foi interessante. Que delícia! lingua
avatar
Mensagens : 26
Pontos : 901
Honra : 14
Data de inscrição : 17/06/2015
Localização : Terra Média
Sonhos Lúcidos :
2 / 9992 / 999
Sonhos Comuns :
5 / 9995 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos Lúcidos de Barbara Oliveira

em Sab Fev 27, 2016 9:27 pm
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
Ramon escreveu:

Ramon escreveu:
Bárbara Oliveira escreveu:

Barbara Oliveira escreveu:Data do sonho: 26/02/2016
Meu primeiro sonho lúcido!
  Simplesmente fiquei lúcida no sonho, não me recordo o que aconteceu antes desse momento. Estava onde meu pai guarda as flores que vende, aqui em casa mesmo, dei uma olhada no local e comecei a andar. Saí pelo portão de casa, animada para ver a rua. Logo ao sair olhei para o céu, que se encontrava repleto de nuvens muito escuras. O clima era de que havia uma enorme tempestade a caminho, as nuvens se moviam com a forte corrente de vento. Normalmente eu sentiria medo, mas a primeira coisa que me veio à cabeça foi sair correndo pela rua batendo nos carros. Comecei a correr mas quando estava prestes a socar o vidro de um automóvel decidi fazer um RC para saber se estava mesmo sonhando. Olhei para as minhas mãos e elas estavam normais, então acabei desistindo da ideia. Pude notar que vestia uma blusa de frio cinza. Observei melhor a rua e vi que uma loja  de material de construção se encontrava aberta, e havia dois funcionários do lado de fora conversando, um estava encostado no muro e outro sentado em um pequeno degrau. Decidi voltar pra dentro de casa, pensando: '' Esse cenário está muito chato, quero mudar de lugar''. Me joguei de costas no chão, na esperança de ir pra outro local, mas apenas caí de forma desajeitada. Ri daquilo e quis sentir a a textura do chão, passei meus dedos pelo piso e era exatamente igual. Depois disso levantei e decidi ir para o andar de baixo. No meio do caminho vi que haviam nuvens negras extremamente baixas. Me questionei se conseguiria tocá-las caso fosse até lá, na laje. Elas começaram a subir, seus aspectos cinzentos sumiram, e se tornaram um conjunto de nuvens juntas e planas, branquinhas, cobrindo todo o céu. Depois, se dividiram em um formato de tabuleiro de Xadrez. Onde são as casas brancas não havia nuvens, então ficava apenas o azul do céu visível. As casas pretas tinham nuvens perfeitamente divididas e quadradas. Alguns desses quadrados começaram a ficar amarelos, e outros rosas. E então começou uma chuva colorida! Duas poças se formaram perto dos meus pés, uma rosada e outra amarela. Deduzi que fosse sorvete de creme e de morango derretidos, mas não cheguei a experimentar. Pude ouvir a voz da minha amiga, vinda da cozinha, gritar: - Está chovendo marshmallow!! Depois disso não me lembro de nada mais, apenas tive um pequeno sonho comum.
Oi, Barbara. Seja muito bem vinda de volta. E parabén pelo primeiro SL. certo

Adorei a parte que sua amiga fala: "Está chovendo marshmallow!!"

Imagina o estrago que uma chuva de marshmallow ia fazer se fosse na vida real.  gargalhada

No sonho você fez o RC de olhar pras mãos e o RC falhou. Os RC's podem falhar na primeira tentativa. Quando isso acontecer, olhe de novo pra sua mão e conte seus dedos. Se for sonho, alguma coisa vai mudar na sua mão.  piscar
Olá, Ramon! Obrigado feliz. Valeu pelas dicas, vou tentar caso falhe da próxima vez! Imagina  marshmallows para todo o lado? perplexo. Seria uma bagunça. Mas com toda certeza uma bagunça muito gostosa ressalto.


C:
avatar
Mensagens : 26
Pontos : 901
Honra : 14
Data de inscrição : 17/06/2015
Localização : Terra Média
Sonhos Lúcidos :
2 / 9992 / 999
Sonhos Comuns :
5 / 9995 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos Lúcidos de Barbara Oliveira

em Sab Fev 27, 2016 9:30 pm
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
Königin escreveu:

Königin escreveu:
Barbara:

Barbara Oliveira escreveu:Data do sonho: 26/02/2016
Meu primeiro sonho lúcido!
  Simplesmente fiquei lúcida no sonho, não me recordo o que aconteceu antes desse momento. Estava onde meu pai guarda as flores que vende, aqui em casa mesmo, dei uma olhada no local e comecei a andar. Saí pelo portão de casa, animada para ver a rua. Logo ao sair olhei para o céu, que se encontrava repleto de nuvens muito escuras. O clima era de que havia uma enorme tempestade a caminho, as nuvens se moviam com a forte corrente de vento. Normalmente eu sentiria medo, mas a primeira coisa que me veio à cabeça foi sair correndo pela rua batendo nos carros. Comecei a correr mas quando estava prestes a socar o vidro de um automóvel decidi fazer um RC para saber se estava mesmo sonhando. Olhei para as minhas mãos e elas estavam normais, então acabei desistindo da ideia. Pude notar que vestia uma blusa de frio cinza. Observei melhor a rua e vi que uma loja  de material de construção se encontrava aberta, e havia dois funcionários do lado de fora conversando, um estava encostado no muro e outro sentado em um pequeno degrau. Decidi voltar pra dentro de casa, pensando: '' Esse cenário está muito chato, quero mudar de lugar''. Me joguei de costas no chão, na esperança de ir pra outro local, mas apenas caí de forma desajeitada. Ri daquilo e quis sentir a a textura do chão, passei meus dedos pelo piso e era exatamente igual. Depois disso levantei e decidi ir para o andar de baixo. No meio do caminho vi que haviam nuvens negras extremamente baixas. Me questionei se conseguiria tocá-las caso fosse até lá, na laje. Elas começaram a subir, seus aspectos cinzentos sumiram, e se tornaram um conjunto de nuvens juntas e planas, branquinhas, cobrindo todo o céu. Depois, se dividiram em um formato de tabuleiro de Xadrez. Onde são as casas brancas não havia nuvens, então ficava apenas o azul do céu visível. As casas pretas tinham nuvens perfeitamente divididas e quadradas. Alguns desses quadrados começaram a ficar amarelos, e outros rosas. E então começou uma chuva colorida! Duas poças se formaram perto dos meus pés, uma rosada e outra amarela. Deduzi que fosse sorvete de creme e de morango derretidos, mas não cheguei a experimentar. Pude ouvir a voz da minha amiga, vinda da cozinha, gritar: - Está chovendo marshmallow!! Depois disso não me lembro de nada mais, apenas tive um pequeno sonho comum.

Parabéns pelo primeiro sonho lúcido, Barbara.dança
Você se saiu muito bem. Teve calma e dedicou-se em explorar o ambiente. Pena que não deu certo se jogar de costas no chão. gargalhada  Da próxima vez, você consegue! Pode acreditar.
A melhor parte do sonho com certeza as poças de sorvetes. Eu teria experimentado. A chuva de marshmallow também foi interessante. Que delícia! lingua

Obrigada! Ah... aquelas poças de sorvete foram mágicas! Me arrependo ter não ter experimentado lingua.


C:
avatar
Mensagens : 26
Pontos : 901
Honra : 14
Data de inscrição : 17/06/2015
Localização : Terra Média
Sonhos Lúcidos :
2 / 9992 / 999
Sonhos Comuns :
5 / 9995 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos Lúcidos de Barbara Oliveira

em Qua Mar 02, 2016 10:30 pm
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
Data dos sonhos: 02/03/2016
  -Paralisias do bem-
  Estava tentando dormir, pensando em coisas aleatórias, e de repente senti o corpo vibrar, o coração acelerar e ouvi um zumbido. Sabia que se tratava de uma PS, então me acalmei e me deixei levar. Pude ouvir barulhos, como se alguém estivesse no quarto, perto de mim. Prestei atenção por um momento, e pensei em como poderia sair dali ou interagir com o cenário. Tentei girar o corpo onírico, mover os braços, nada. Ia continuar tentando, porém o vento fez um barulho alto na porta e acabei acordando. Dormi e acordei às 2h30 da madrugada. Fiquei acordada um pouco e me deitei novamente. Fiquei parada, tentando a técnica WILD, e senti novamente o corpo vibrar. Eu ouvia pássaros cantando, e supus que estava em um campo de grama aberto. Acordei.
  Continuei parada na cama, novamente uma vibração percorreu meu corpo, e dessa vez eu podia ouvir grilos, como se fosse noite. Eu não via nada, mas de certa forma me  imaginava perto de uma árvore, no escuro. Havia uma grade ao meu lado, que dividia a área onde eu me encontrava, que eu julgava ser um passeio, e um condomínio. Novamente despertei e continuei ali parada, senti as mesmas sensações e fui para o mesmo ''cenário'', ainda sem conseguir ver de verdade o mesmo. Dessa vez, além dos grilos, eu podia ouvir crianças brincando. Tentei tocar algo, mesmo no escuro, mas não deu certo. Despertei.
  Novamente, continuei parada e senti o corpo vibrar. Dessa vez eu estava na água, não via nada, não consegui ver em nenhum momento, mas sabia que aquele era o cenário. Havia uma grande árvore na minha frente, parte de sua raiz ficava sob a água. Era uma árvore grande de raiz grossa. Tentei afundar o corpo e fui afundando na água. É uma boa sensação respirar debaixo dela.
  Enfim, estava me divertindo experimentando aquelas sensações. Mas quando vi as horas, decidi dormir mesmo para evitar ficar com sono de manhã. Foi um momento muito divertido, apesar de não conseguir interagir muito bem com o cenário. Lerei mais sobre isso, depois! dança


C:
avatar
Mensagens : 1273
Pontos : 3307
Honra : 657
Data de inscrição : 06/07/2015
Localização : Alemanha
Sonhos Lúcidos :
222 / 999222 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos Lúcidos de Barbara Oliveira

em Qui Mar 03, 2016 6:02 pm
Barbara, gostei muito das suas experiências com as sensações, principalmente da parte que você estava na água. Uma pena as alucinações não terem se transformado em sonhos lúcidos. Será que faltou fazer alguma técnica de aprofundamento?
Bom, o importante é que as PSs não foram com aqueles vultos sinistros que aparecem de vez em quando para nos assombrar, não é mesmo? piscar
Conteúdo patrocinado

Re: Diário dos Sonhos Lúcidos de Barbara Oliveira

Ver o tópico anteriorVoltar ao TopoVer o tópico seguinte
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum