Conectar-se
Os membros mais ativos do mês
8 Mensagens - 35%
6 Mensagens - 26%
4 Mensagens - 17%
3 Mensagens - 13%
1 Mensagem - 4%
1 Mensagem - 4%
Votação
Qual a técnica que você utiliza para ficar lúcido?
Teste de Realidade
45% / 15
Totem
15% / 5
Incubação
12% / 4
Gatilho
6% / 2
Gravador de Voz ou Sons Binaurais
6% / 2
Outros
15% / 5
Parceiros
 sonhos=
 sonhos=
 animes=

Compartilhe
Ver o tópico anteriorIr em baixoVer o tópico seguinte
avatar
Mensagens : 11
Pontos : 658
Honra : 11
Data de inscrição : 07/01/2016
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Diário dos Sonhos Lúcidos de Futm

em Ter Jan 19, 2016 1:51 pm
Reputação da mensagem: 100% (2 votos)
Meu primeiro sonho lúcido.

19/01/2016.

Eu fiquei um dia sem dormir e me deitei por volta das 19:00 e logo adormeci, depois de várias horas de sono eu comecei acordar várias vezes durante a noite (beber água e ir ao banheiro). Eu dormia, tinha sonhos rápidos , acordava e isso se repetiu até que em uma das vezes que acordei eu falei "da próxima vez que eu sonhar saberei que estou sonhando" e voltei a dormir.

Sonho: Eu acordei mais 1 vez e me levantei para ir ao banheiro e quando passei em frente ao espelho eu abro um sorriso e percebo que eu estava de aparelho (eu tinha tirado o aparelho no dia) e logo penso "Estou sonhando" e abro outro sorriso e vejo que agora estou sem aparelho e olho para minha mão e os dedos estão estranhos e logo confirmo que estou sonhando. O ambiente começa a ficar estranho então começo a esfregar minhas mãos e apertar a língua contra o céu da boca para manter a lucidez no sonho e logo que consigo estabilizar saio do banheiro e percebo que o fogão esta pegando fogo e tento apagar com a força do pensamento pois estava fazendo um barulho que me incomodava mas logo desisto e resolvo sair da minha casa e decido atravessar o portão me jogando contra ele e mentalizando que vou atravessa-lo (deu certo, ainda bem). Do lado de fora da minha casa o céu estava escuro como se fosse umas 5:00 e não estava me sentindo bem com aquele ambiente e queria muda-lo. Comecei a pensar oque fazer já que estava lúcido então a primeira coisa que eu fiz foi dançar na frente de um carro para ver a reação do motorista mas ele nem prestou atenção em mim, então resolvo ir para uma antiga escola que eu estudava para encontrar uma antiga amiga mas desisto pois tinha outras coisas que eu poderia fazer já que era meu sonho. Resolvo mudar o céu e deixar um pouco mais de dia então fecho os olhos e mentalizo que atrás de mim teria uma porta e que ao atravessa-la sairia no mesmo lugar só que de dia e deu certo, ao me virar tinha uma porta como essa: (era realmente muito parecida com essa). Ao atravessar, o céu realmente estava mais claro e logo que eu iria começar a me divertir eu tive um falso despertar e acordei novamente na minha cama. (Tenho que acostumar a fazer RL ao acordar.)
avatar
Mensagens : 2531
Pontos : 5644
Honra : 1044
Data de inscrição : 12/06/2013
Localização : Bahia
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos Lúcidos de Futm

em Ter Jan 19, 2016 10:20 pm
Futm escreveu:
Futm escreveu:Meu primeiro sonho lúcido.

19/01/2016.

Eu fiquei um dia sem dormir e me deitei por volta das 19:00 e logo adormeci, depois de várias horas de sono eu comecei acordar várias vezes durante a noite (beber água e ir ao banheiro). Eu dormia, tinha sonhos rápidos , acordava e isso se repetiu até que em uma das vezes que acordei eu falei "da próxima vez que eu sonhar saberei que estou sonhando" e voltei a dormir.

Sonho: Eu acordei mais 1 vez e me levantei para ir ao banheiro e quando passei em frente ao espelho eu abro um sorriso e percebo que eu estava de aparelho (eu tinha tirado o aparelho no dia) e logo penso "Estou sonhando" e abro outro sorriso e vejo que agora estou sem aparelho e olho para minha mão e os dedos estão estranhos e logo confirmo que estou sonhando. O ambiente começa a ficar estranho então começo a esfregar minhas mãos e apertar a língua contra o céu da boca para manter a lucidez no sonho e logo que consigo estabilizar saio do banheiro e percebo que o fogão esta pegando fogo e tento apagar com a força do pensamento pois estava fazendo um barulho que me incomodava mas logo desisto e resolvo sair da minha casa e decido atravessar o portão me jogando contra ele e mentalizando que vou atravessa-lo (deu certo, ainda bem). Do lado de fora da minha casa o céu estava escuro como se fosse umas 5:00 e não estava me sentindo bem com aquele ambiente e queria muda-lo. Comecei a pensar oque fazer já que estava lúcido então a primeira coisa que eu fiz foi dançar na frente de um carro para ver a reação do motorista mas ele nem prestou atenção em mim, então resolvo ir para uma antiga escola que eu estudava para encontrar uma antiga amiga mas desisto pois tinha outras coisas que eu poderia fazer já que era meu sonho. Resolvo mudar o céu e deixar um pouco mais de dia então fecho os olhos e mentalizo que atrás de mim teria uma porta e que ao atravessa-la sairia no mesmo lugar só que de dia e deu certo, ao me virar tinha uma porta como essa: (era realmente muito parecida com essa). Ao atravessar, o céu realmente estava mais claro e logo que eu iria começar a me divertir eu tive um falso despertar e acordei novamente na minha cama. (Tenho que acostumar a fazer RL ao acordar.)
Fazer RL? O que isso quer dizer?

Futm, pra um primeiro sonho lúcido até que você se saiu bem, manteve a calma e conseguiu explorar um pouco o sl. Parabéns por consegui seu 1° SL. certo
avatar
Mensagens : 1273
Pontos : 3278
Honra : 657
Data de inscrição : 06/07/2015
Localização : Alemanha
Sonhos Lúcidos :
222 / 999222 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos Lúcidos de Futm

em Qua Jan 20, 2016 6:11 am
Gostei muito do seu relato, Futm. Você se comportou muito bem durante o sonho. Fez RC, técnicas de aprofundamento, tentou mudar cenário. Muito bom, mesmo!

Futm escreveu:
Comecei a pensar oque fazer já que estava lúcido então a primeira coisa que eu fiz foi dançar na frente de um carro para ver a reação do motorista mas ele nem prestou atenção em mim,...
Ri muito nesta parte do seu relato. Você dançou e o motorista nem notou... Que dó! hahahaha!
Parabéns pelo sonho! certo
avatar
Mensagens : 11
Pontos : 658
Honra : 11
Data de inscrição : 07/01/2016
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos Lúcidos de Futm

em Qua Jan 20, 2016 6:14 pm
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
Ramon escreveu:
Futm escreveu:

Futm escreveu:Meu primeiro sonho lúcido.

19/01/2016.

Eu fiquei um dia sem dormir e me deitei por volta das 19:00 e logo adormeci, depois de várias horas de sono eu comecei acordar várias vezes durante a noite (beber água e ir ao banheiro). Eu dormia, tinha sonhos rápidos , acordava e isso se repetiu até que em uma das vezes que acordei eu falei "da próxima vez que eu sonhar saberei que estou sonhando" e voltei a dormir.

Sonho: Eu acordei mais 1 vez e me levantei para ir ao banheiro e quando passei em frente ao espelho eu abro um sorriso e percebo que eu estava de aparelho (eu tinha tirado o aparelho no dia) e logo penso "Estou sonhando" e abro outro sorriso e vejo que agora estou sem aparelho e olho para minha mão e os dedos estão estranhos e logo confirmo que estou sonhando. O ambiente começa a ficar estranho então começo a esfregar minhas mãos e apertar a língua contra o céu da boca para manter a lucidez no sonho e logo que consigo estabilizar saio do banheiro e percebo que o fogão esta pegando fogo e tento apagar com a força do pensamento pois estava fazendo um barulho que me incomodava mas logo desisto e resolvo sair da minha casa e decido atravessar o portão me jogando contra ele e mentalizando que vou atravessa-lo (deu certo, ainda bem). Do lado de fora da minha casa o céu estava escuro como se fosse umas 5:00 e não estava me sentindo bem com aquele ambiente e queria muda-lo. Comecei a pensar oque fazer já que estava lúcido então a primeira coisa que eu fiz foi dançar na frente de um carro para ver a reação do motorista mas ele nem prestou atenção em mim, então resolvo ir para uma antiga escola que eu estudava para encontrar uma antiga amiga mas desisto pois tinha outras coisas que eu poderia fazer já que era meu sonho. Resolvo mudar o céu e deixar um pouco mais de dia então fecho os olhos e mentalizo que atrás de mim teria uma porta e que ao atravessa-la sairia no mesmo lugar só que de dia e deu certo, ao me virar tinha uma porta como essa: (era realmente muito parecida com essa). Ao atravessar, o céu realmente estava mais claro e logo que eu iria começar a me divertir eu tive um falso despertar e acordei novamente na minha cama. (Tenho que acostumar a fazer RL ao acordar.)
Fazer RL? O que isso quer dizer?

Futm, pra um primeiro sonho lúcido até que você se saiu bem, manteve a calma e conseguiu explorar um pouco o sl. Parabéns por consegui seu 1° SL. certo

Eu errei na hora de digitar rsrs, era RC. (Reality Check)

Que venham muitos sonhos lúcidos por ai. viva
avatar
Mensagens : 111
Pontos : 817
Honra : 48
Data de inscrição : 20/11/2015
Localização : Espírito Santo
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos Lúcidos de Futm

em Qua Jan 20, 2016 7:00 pm
Veio com facilidade esse SL.. você só mentalizou que ia saber que estava sonhando e pronto, conseguiu! muito feliz
Vejo também que já conhecia algumas técnicas... leitura
avatar
Mensagens : 11
Pontos : 658
Honra : 11
Data de inscrição : 07/01/2016
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos Lúcidos de Futm

em Qui Jan 21, 2016 6:27 am
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
21/01/16.


Bom, minhas aulas iniciou e não estava acostumado com o horário e fiquei muito cansado durante a tarde e resolvi me deitar muito cedo pois teria que acordar cedo para ir novamente para o colégio (3° Ano do ensino médio medo). Deitei por volta das 19:30 e acordei espontaneamente por volta das 1:00 para ir ao banheiro. Quando retornei para cama comecei a tentar colocar em pratica o método SSILD mas não consegui dormir facilmente. Quando dormi comecei a sonhar.

Sonho:
(Tinha momentos antes dessa parte porem não me recordo). Eu estava parado na garagem aqui de casa procurando sal grosso para me proteger de uma assombração que a empregada tinha visto. Começo a notar que aquilo estava errado e comecei a suspeitar que seria um sonho. Enquanto me dirigia a cozinha olhei para minha mão e percebi que estavam faltando alguns dedos e confirmo que estou sonhando. Eu estava andando descalço e quando percebi que estava sonhando comecei a sentir o chão (temperatura, textura) e fiquei surpreso pois nunca tinha sentido isso e com tanta realidade em um sonho (nem imaginava que isso iria me frustrar depois. neutro). Já que eu estava sentindo tudo ao meu redor resolvi sair de casa e ir procurar algo para comer, queria sentir o sabor de algo. Cheguei ate a cozinha pelo corredor dos fundos e pedi para minha mãe, que estava ao lado da empregada que via assombrações, se eu poderia ir até a casa de um amigo e ela autorizou. Abri o portão, antes de sair eu fico olhando para ele e lembro que no sonho lúcido anterior eu consigo atravessa-lo e resolvo me jogar contra ele para atravessar e dessa vez eu falho e sinto minhas costas batendo contra o portão (ainda bem que não me joguei com tanta força). Saio pelo portão e começo andar na rua e observo o clima, estava muito sol e eu estava sentindo o calor (fiquei feliz por estar sentindo a temperatura).Eu queria mudar e colocar um clima chuvoso para sentir a chuva, mas pensei que se eu não tinha conseguido atravessar um mero portão eu não conseguiria mudar o clima né.Vou a procura de um supermercado para achar uma barra de chocolate (eu estava com planos de me esconder no supermercado e comer o chocolate escondido pois enfiei a mão no bolso e não achei uma carteira ou dinheiro) e decido ir em um aqui perto de casa. No caminho fico observando o cenário e estava tudo muito real e começo a desconfiar se realmente estou sonhando e olho novamente para minha mão e estava normal susto. Ai eu penso ""censurado", ta de brincadeira comigo né? Tenho certeza que estou sonhando" e dou uma piscada de olhos longa e olho novamente para minha mão e os dedos estão todos estranhos novamente, decido esticar eles para ter a total certeza que estou sonhando e eles se esticam como se fosse uma liga. Fico andando meio desconfiado e tento voar para chegar logo no supermercado porem unica coisa que consigo é dar uns pulos muito altos e em um desses pulos eu perco o equilíbrio e caio no chão, senti a dor da queda (já começo a me arrepender de estar sentindo aquelas sensações no sonho). Quando percebo já tinha passado do supermercado e nem tinha notado e então resolvo voltar para ver se eu encontro. No meio do caminho eu vejo um homem com o uniforme da minha escola e ele carregava um TV e também fez uma graça comigo, no momento eu estava nervoso por estar dando algumas coisas erradas no meu sonho e penso "Esse cara da sorte de eu não estar conseguindo fazer nada se não eu explodia ele." Continuo andando naquele sol quente e imaginando que logo acordaria pra ir pro colégio e já tinha sonhado tudo aquilo mas não tinha feito nada que realmente valesse a pena. Enquanto andava eu ficava observando minha mão, uma hora ela estava normal e outras estavam estranhas e eu já nem ligava mais. Acordo na minha cama e faço um RC e percebo que realmente acordei.

Fiquei surpreso com outro sonho lúcido rápido assim mas esse nem deu para me divertir tanto, mas foi bom. Engraçado que os dois primeiros sonhos lúcidos que eu tive eu estava na minha casa olhos girando.
avatar
Mensagens : 2531
Pontos : 5644
Honra : 1044
Data de inscrição : 12/06/2013
Localização : Bahia
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos Lúcidos de Futm

em Sex Jan 22, 2016 12:35 pm
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
Futum escreveu:
Futm escreveu:21/01/16.


Bom, minhas aulas iniciou e não estava acostumado com o horário e fiquei muito cansado durante a tarde e resolvi me deitar muito cedo pois teria que acordar cedo para ir novamente para o colégio (3° Ano do ensino médio medo). Deitei por volta das 19:30 e acordei espontaneamente por volta das 1:00 para ir ao banheiro. Quando retornei para cama comecei a tentar colocar em pratica o método SSILD mas não consegui dormir facilmente. Quando dormi comecei a sonhar.

Sonho:
(Tinha momentos antes dessa parte porem não me recordo). Eu estava parado na garagem aqui de casa procurando sal grosso para me proteger de uma assombração que a empregada tinha visto. Começo a notar que aquilo estava errado e comecei a suspeitar que seria um sonho. Enquanto me dirigia a cozinha olhei para minha mão e percebi que estavam faltando alguns dedos e confirmo que estou sonhando. Eu estava andando descalço e quando percebi que estava sonhando comecei a sentir o chão (temperatura, textura) e fiquei surpreso pois nunca tinha sentido isso e com tanta realidade em um sonho (nem imaginava que isso iria me frustrar depois. neutro). Já que eu estava sentindo tudo ao meu redor resolvi sair de casa e ir procurar algo para comer, queria sentir o sabor de algo. Cheguei ate a cozinha pelo corredor dos fundos e pedi para minha mãe, que estava ao lado da empregada que via assombrações, se eu poderia ir até a casa de um amigo e ela autorizou. Abri o portão, antes de sair eu fico olhando para ele e lembro que no sonho lúcido anterior eu consigo atravessa-lo e resolvo me jogar contra ele para atravessar e dessa vez eu falho e sinto minhas costas batendo contra o portão (ainda bem que não me joguei com tanta força). Saio pelo portão e começo andar na rua e observo o clima, estava muito sol e eu estava sentindo o calor (fiquei feliz por estar sentindo a temperatura).Eu queria mudar e colocar um clima chuvoso para sentir a chuva, mas pensei que se eu não tinha conseguido atravessar um mero portão eu não conseguiria mudar o clima né.Vou a procura de um supermercado para achar uma barra de chocolate (eu estava com planos de me esconder no supermercado e comer o chocolate escondido pois enfiei a mão no bolso e não achei uma carteira ou dinheiro) e decido ir em um aqui perto de casa. No caminho fico observando o cenário e estava tudo muito real e começo a desconfiar se realmente estou sonhando e olho novamente para minha mão e estava normal susto. Ai eu penso ""censurado", ta de brincadeira comigo né? Tenho certeza que estou sonhando" e dou uma piscada de olhos longa e olho novamente para minha mão e os dedos estão todos estranhos novamente, decido esticar eles para ter a total certeza que estou sonhando e eles se esticam como se fosse uma liga. Fico andando meio desconfiado e tento voar para chegar logo no supermercado porem unica coisa que consigo é dar uns pulos muito altos e em um desses pulos eu perco o equilíbrio e caio no chão, senti a dor da queda (já começo a me arrepender de estar sentindo aquelas sensações no sonho). Quando percebo já tinha passado do supermercado e nem tinha notado e então resolvo voltar para ver se eu encontro. No meio do caminho eu vejo um homem com o uniforme da minha escola e ele carregava um TV e também fez uma graça comigo, no momento eu estava nervoso por estar dando algumas coisas erradas no meu sonho e penso "Esse cara da sorte de eu não estar conseguindo fazer nada se não eu explodia ele." Continuo andando naquele sol quente e imaginando que logo acordaria pra ir pro colégio e já tinha sonhado tudo aquilo mas não tinha feito nada que realmente valesse a pena. Enquanto andava eu ficava observando minha mão, uma hora ela estava normal e outras estavam estranhas e eu já nem ligava mais. Acordo na minha cama e faço um RC e percebo que realmente acordei.

Fiquei surpreso com outro sonho lúcido rápido assim mas esse nem deu para me divertir tanto, mas foi bom. Engraçado que os dois primeiros sonhos lúcidos que eu tive eu estava na minha casa olhos girando.
Quando você foi atravessar o portão e não deu certo, foi porque você duvidou da sua capacidade. No sonho você não deve alimentar esse tipo de dúvida, pois quando você duvida da sua capacidade de atravessar uma parede ou qualquer obstáculo no sonho lúcido, automaticamente, aquele objeto onírico se torna um obstáculo intransponível pra você. Porque você acreditou que não seria capaz de atravessar. Se você estiver consciente de que está sonhando, lembre-se de que é você que está no comando e não o sonho. piscar
avatar
Mensagens : 11
Pontos : 658
Honra : 11
Data de inscrição : 07/01/2016
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos Lúcidos de Futm

em Sab Jan 23, 2016 1:02 pm
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
Ramon escreveu:
Futum escreveu:

Futm escreveu:21/01/16.


Bom, minhas aulas iniciou e não estava acostumado com o horário e fiquei muito cansado durante a tarde e resolvi me deitar muito cedo pois teria que acordar cedo para ir novamente para o colégio (3° Ano do ensino médio medo). Deitei por volta das 19:30 e acordei espontaneamente por volta das 1:00 para ir ao banheiro. Quando retornei para cama comecei a tentar colocar em pratica o método SSILD mas não consegui dormir facilmente. Quando dormi comecei a sonhar.

Sonho:
(Tinha momentos antes dessa parte porem não me recordo). Eu estava parado na garagem aqui de casa procurando sal grosso para me proteger de uma assombração que a empregada tinha visto. Começo a notar que aquilo estava errado e comecei a suspeitar que seria um sonho. Enquanto me dirigia a cozinha olhei para minha mão e percebi que estavam faltando alguns dedos e confirmo que estou sonhando. Eu estava andando descalço e quando percebi que estava sonhando comecei a sentir o chão (temperatura, textura) e fiquei surpreso pois nunca tinha sentido isso e com tanta realidade em um sonho (nem imaginava que isso iria me frustrar depois. neutro). Já que eu estava sentindo tudo ao meu redor resolvi sair de casa e ir procurar algo para comer, queria sentir o sabor de algo. Cheguei ate a cozinha pelo corredor dos fundos e pedi para minha mãe, que estava ao lado da empregada que via assombrações, se eu poderia ir até a casa de um amigo e ela autorizou. Abri o portão, antes de sair eu fico olhando para ele e lembro que no sonho lúcido anterior eu consigo atravessa-lo e resolvo me jogar contra ele para atravessar e dessa vez eu falho e sinto minhas costas batendo contra o portão (ainda bem que não me joguei com tanta força). Saio pelo portão e começo andar na rua e observo o clima, estava muito sol e eu estava sentindo o calor (fiquei feliz por estar sentindo a temperatura).Eu queria mudar e colocar um clima chuvoso para sentir a chuva, mas pensei que se eu não tinha conseguido atravessar um mero portão eu não conseguiria mudar o clima né.Vou a procura de um supermercado para achar uma barra de chocolate (eu estava com planos de me esconder no supermercado e comer o chocolate escondido pois enfiei a mão no bolso e não achei uma carteira ou dinheiro) e decido ir em um aqui perto de casa. No caminho fico observando o cenário e estava tudo muito real e começo a desconfiar se realmente estou sonhando e olho novamente para minha mão e estava normal susto. Ai eu penso ""censurado", ta de brincadeira comigo né? Tenho certeza que estou sonhando" e dou uma piscada de olhos longa e olho novamente para minha mão e os dedos estão todos estranhos novamente, decido esticar eles para ter a total certeza que estou sonhando e eles se esticam como se fosse uma liga. Fico andando meio desconfiado e tento voar para chegar logo no supermercado porem unica coisa que consigo é dar uns pulos muito altos e em um desses pulos eu perco o equilíbrio e caio no chão, senti a dor da queda (já começo a me arrepender de estar sentindo aquelas sensações no sonho). Quando percebo já tinha passado do supermercado e nem tinha notado e então resolvo voltar para ver se eu encontro. No meio do caminho eu vejo um homem com o uniforme da minha escola e ele carregava um TV e também fez uma graça comigo, no momento eu estava nervoso por estar dando algumas coisas erradas no meu sonho e penso "Esse cara da sorte de eu não estar conseguindo fazer nada se não eu explodia ele." Continuo andando naquele sol quente e imaginando que logo acordaria pra ir pro colégio e já tinha sonhado tudo aquilo mas não tinha feito nada que realmente valesse a pena. Enquanto andava eu ficava observando minha mão, uma hora ela estava normal e outras estavam estranhas e eu já nem ligava mais. Acordo na minha cama e faço um RC e percebo que realmente acordei.

Fiquei surpreso com outro sonho lúcido rápido assim mas esse nem deu para me divertir tanto, mas foi bom. Engraçado que os dois primeiros sonhos lúcidos que eu tive eu estava na minha casa olhos girando.
Quando você foi atravessar o portão e não deu certo, foi porque você duvidou da sua capacidade. No sonho você não deve alimentar esse tipo de dúvida, pois quando você duvida da sua capacidade de atravessar uma parede ou qualquer obstáculo no sonho lúcido, automaticamente, aquele objeto onírico se torna um obstáculo intransponível pra você. Porque você acreditou que não seria capaz de atravessar. Se você estiver consciente de que está sonhando, lembre-se de que é você que está no comando e não o sonho. piscar

Verdade, na hora eu pensei "será que vai da certo?" e não fui com total certeza de atravessa-lo e senti a dor então nem passou por minha cabeça me jogar contra o portão novamente.

Hoje tive uma breve experiência com um sonho lucido mas com muitos poucos detalhes para postar aqui. Estou surpreso por estar tendo essas experiências com tanta frequência e espero que continue assim. viva

Essas experiências com sonhos lúcidos só ocorrem em momentos do cotidianos e normal. Tipo, os dois sonhos lúcidos que relatei foi através de RC e os dois ocorreram aqui em casa. A experiência de hoje foi quando eu estava no carro com meu pai e fiz um RC. Será que é por que eu faço muitos RC em momentos normais? Sem nada ter ocorrido eu vou la e faço um RC. (Estou conseguindo ter esses sonhos lúcidos por fazer esses RC.)

Queria ficar lúcido em um sonho com uma historia e em um lugar diferente do que já conheço pois as experiências até agora só foi em lugares que já fui e em situações normais. Quero seguir a historia do sonho e explorar os locais. Bancar o detetive. HAHA
avatar
Mensagens : 11
Pontos : 658
Honra : 11
Data de inscrição : 07/01/2016
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos Lúcidos de Futm

em Seg Fev 08, 2016 7:40 pm
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
05/02/16.

Foi apenas uma experiência bem rápida mas vou anotar aqui para eu me recordar depois.

Eu estava um pouco gripado e com o nariz entupido. Fui me deitar 1:30/2:00 e acordei 9:30 para ir ao banheiro e também por estar me sentindo desconfortável com aquele nariz quase impossível de respirar. Deite-me novamente e com agonia por não conseguir respirar. Fechei os olhos e comecei a imaginar uma contagem "regressiva" no teto e disse que quando chegasse ao fim eu conseguiria dormir.

"Sonho": Imagino os números no teto começando pelo 30 e com a intenção de fazer uma contagem regressiva mas eu estava cansado e os números no teto começam assim: 30, 1,2,3,4,5.. (Os números estavam coloridos). Abro o olho e sinto duas pessoas se aproximando de mim e uma delas era uma mulher que usava uma blusa parecida com uma que minha mãe tem. Fico com o olho entreaberto observando a mulher que fica parada ao meu lado (Não consigo visualizar seu rosto apenas parte de sua blusa). Com meu corpo paralisado eu faço uma força enorme para rolar da cama e quando caio no chão de bruços, caio com o rosto direto em uma cobra amarela:

Nesse momento eu tinha certeza que eu estava tendo um sonho lúcido. A cobra estava enrolada como a da foto acima e se deslizava pelo meu rosto não triste. Eu sentia uma textura estranha e meu corpo ainda estava pesado, com movimentos limitados e necessitando muito esforço para realiza-los. Por instinto mordi a cobra mas nada aconteceu e fiquei com medo dela me atacar e eu sentir dor, não consegui pensar em nada para mudar o cenário do sonho e tentando me movimentar  eu acabei despertando.

Apesar de achar cobra um animal do sim maligno não senti tanta aflição como eu achei que sentiria.
Foi uma experiência estranha, não sei se é uma paralisia do sono ou coisa do tipo. E se eu conseguisse me mover ali seria um sonho lúcido da hora dança.
avatar
Mensagens : 11
Pontos : 658
Honra : 11
Data de inscrição : 07/01/2016
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos Lúcidos de Futm

em Qua Fev 10, 2016 1:24 pm
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
10/02/16.

Estava bastante cansado e fui me deitar por volta das 3:00. Arrumei a cama a antes de me deitar fiz um Reality Check. Acordei como sempre, para ir ao banheiro e voltei a dormir.


Sonho: [Parte Não Lúcida] Eu era uma espécie de "anjo" do bem mas vivia na terra normalmente como se fosse uma pessoa qualquer. Eu e minha família morava em uma rua comum e ao lado morava uma família um pouco suspeita. Estava a noite e eu estava parado ao lado da casa com meu primo e a filha do vizinho namorava encostada em um carro preto.Eu passei perto do casal e a menina veio em minha direção e puxou com força um colar que eu usava, sem entender aquilo me deu uma raiva e eu fui recuperar o colar, comecei a lutar com a menina, o namorado dela estava calmo, falando coisas para tentar acalmar a situação. De repente a menina vira um gato laranja, ela babava e fazia barulhos. Eu começo a puxar o seu rabo e o gato fica cada vez mais louco, parecia que ia sair uma criatura mais raivosa de dentro do gato e então meu primo me avisa que aquela era uma criatura demoníaca que tinha vindo a terra para tentar acabar comigo. Começo a ter memórias e lembro que toda vez que aquela menina passava em frente a um cachorro, o animal latia loucamente para ela. Recordando disso eu começo a xingar aquela criatura e o seu pai. Quando a luta chega ao seu ápice e esta prestes a terminar muda o cenário e eu estou na antiga casa da minha avó, vestindo uma roupa toda branca, e todos os meus familiares e amigos estão lá,eles estão chorando, me abraçando e se despedindo de mim (todos me enxergam como um "anjo"). Eu saio pela rua observando as ações de amigos e vejo uma menina que eu era afim terminando com seu namorado, fico com vontade de ouvir a conversa mas sigo em frente. A rua estava quase vazia e as poucas pessoas que estavam ali andavam com um semblante triste. Eu me aproximei de um e era como se ele não me enxergasse mas ele mudou sua  expressão com minha presença, parecia ter ficado seguro, protegido. Achei estranho aquilo, será que eu tinha morrido? Eu resolvo voltar para a casa da minha avó e no caminho ninguém me enxergava, eu me aproximava e as pessoas mudavam as expressões e os sentimentos para melhor, mas ninguém me enxergava ou ouvia. Decido me conformar com aquela situação e vou me aproximando das pessoas que pareciam tristes para melhorar a situação delas. Chego em casa e vejo uma colega que estudou comigo conversando com minha irmã sobre um menino que ela gostava e que iria se declarar pra ele. Como ninguém me enxergava, escuto aquela conversa parado na frente das duas e elas nem notam e então tenho a ideia de sair observando as pessoas e ouvindo oque elas falavam para as outras em segredos. Decido ir ver aquela menina que eu vi terminando com o namorado e saber se talvez seria por minha causa ou coisa do tipo.[Parte Lúcida] Andando em direção ao portão da minha casa eu paro no meio da sala e analiso tudo que acabou de acontecer e chego a conclusão que aquilo tudo era um sonho. Começo a pensar em relatar esse sonho ao acordar, começo a pensar que eu poderia começar a modificar o sonho afinal eu estava bem lúcido parado na sala da minha casa. Decido tentar me manter no roteiro do sonho pois eu ainda queria ver os segredos das pessoas escondido mas como eu estava lúcido o sonho começou a ficar estranho, eu comecei a andar esfregando as mãos para tentar manter o sonho. Saio da minha casa com o mesmo plano, procurar a casa da menina e ouvir os segredos dela, porém não faço mínima ideia onde ela mora. Começo a pensar como eu faria para achar a casa da moça, pergunto pra um homem que trabalhava em uma distribuidora de bebidas mas ele me ignora e eu nem insisto em perguntar novamente pois sei como os personagens dos sonhos são ignorantes. Penso também que eu poderia mentalizar que a casa dela seria na próxima esquina mas também acho que não daria certo, como eu saberia qual casa seria a dela naquela rua? Continuo andando e encontro uma feira de roupas:


Passo pelas barracas de roupas observando ate que vejo uma jovem linda, seios fartos, usava uma regata com malha fina que realçava seu corpo. Me interessei pela garota e fui em direção a ela pra conversarmos melhor. Era como se ela não me enxergasse. Fiquei olhando para ela e pensando no que eu faria já que ela não me enxerga e resolvo encostar em seu braço. Ela sentiu eu encostando em seu braço e olhou para mim sorrindo como se já soubesse oque eu queria. Começamos a divertir e ela falou: "Tem certeza que quer continuar isso aqui? No meio da feira?" Eu respondi que não tinha problema pois era um sonho e o pessoal nem ligaria. No meio da diversão o sonho começa a se desfazer e eu tento manter a concentração no sonho, esfregando os olhos, mas devido a situação que eu estava era difícil me manter concentrado. Sinto que vou acordar e acabo acordando, levanto e vou ate a cozinha e pergunto para a empregada quantas horas, ela me diz que é 14:00 e então vou ao banheiro e volto para minha cama, fico alguns minutos deitado e decido levantar. Olho no relógio era 11:00 e percebo que tinha sido um falso despertar e se eu tivesse feito um Reality Check eu poderia ter continuado no sonho.


Curti bastante esse sonho, foi bem longo e teve um roteiro. Os outros relatos ai em cima sempre começam em minha casa e em situações "comum". Esse pelo menos teve uma história antes e eu queria ter continuado aquela história. lol Mas a parte com a garota também valeu a pena.
Mensagens : 2
Pontos : 596
Honra : 2
Data de inscrição : 10/02/2016
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos Lúcidos de Futm

em Qua Fev 10, 2016 5:30 pm
Você joga Habbo?
avatar
Mensagens : 11
Pontos : 658
Honra : 11
Data de inscrição : 07/01/2016
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos Lúcidos de Futm

em Qua Fev 10, 2016 6:06 pm
Explorador escreveu:Você joga Habbo?
??  

Não. kk
avatar
Mensagens : 2531
Pontos : 5644
Honra : 1044
Data de inscrição : 12/06/2013
Localização : Bahia
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos Lúcidos de Futm

em Qui Fev 11, 2016 9:40 pm
Futm escreveu:

Futm escreveu:
Ramon escreveu:
Futum escreveu:

Futm escreveu:21/01/16.


Bom, minhas aulas iniciou e não estava acostumado com o horário e fiquei muito cansado durante a tarde e resolvi me deitar muito cedo pois teria que acordar cedo para ir novamente para o colégio (3° Ano do ensino médio medo). Deitei por volta das 19:30 e acordei espontaneamente por volta das 1:00 para ir ao banheiro. Quando retornei para cama comecei a tentar colocar em pratica o método SSILD mas não consegui dormir facilmente. Quando dormi comecei a sonhar.

Sonho:
(Tinha momentos antes dessa parte porem não me recordo). Eu estava parado na garagem aqui de casa procurando sal grosso para me proteger de uma assombração que a empregada tinha visto. Começo a notar que aquilo estava errado e comecei a suspeitar que seria um sonho. Enquanto me dirigia a cozinha olhei para minha mão e percebi que estavam faltando alguns dedos e confirmo que estou sonhando. Eu estava andando descalço e quando percebi que estava sonhando comecei a sentir o chão (temperatura, textura) e fiquei surpreso pois nunca tinha sentido isso e com tanta realidade em um sonho (nem imaginava que isso iria me frustrar depois. neutro). Já que eu estava sentindo tudo ao meu redor resolvi sair de casa e ir procurar algo para comer, queria sentir o sabor de algo. Cheguei ate a cozinha pelo corredor dos fundos e pedi para minha mãe, que estava ao lado da empregada que via assombrações, se eu poderia ir até a casa de um amigo e ela autorizou. Abri o portão, antes de sair eu fico olhando para ele e lembro que no sonho lúcido anterior eu consigo atravessa-lo e resolvo me jogar contra ele para atravessar e dessa vez eu falho e sinto minhas costas batendo contra o portão (ainda bem que não me joguei com tanta força). Saio pelo portão e começo andar na rua e observo o clima, estava muito sol e eu estava sentindo o calor (fiquei feliz por estar sentindo a temperatura).Eu queria mudar e colocar um clima chuvoso para sentir a chuva, mas pensei que se eu não tinha conseguido atravessar um mero portão eu não conseguiria mudar o clima né.Vou a procura de um supermercado para achar uma barra de chocolate (eu estava com planos de me esconder no supermercado e comer o chocolate escondido pois enfiei a mão no bolso e não achei uma carteira ou dinheiro) e decido ir em um aqui perto de casa. No caminho fico observando o cenário e estava tudo muito real e começo a desconfiar se realmente estou sonhando e olho novamente para minha mão e estava normal susto. Ai eu penso ""censurado", ta de brincadeira comigo né? Tenho certeza que estou sonhando" e dou uma piscada de olhos longa e olho novamente para minha mão e os dedos estão todos estranhos novamente, decido esticar eles para ter a total certeza que estou sonhando e eles se esticam como se fosse uma liga. Fico andando meio desconfiado e tento voar para chegar logo no supermercado porem unica coisa que consigo é dar uns pulos muito altos e em um desses pulos eu perco o equilíbrio e caio no chão, senti a dor da queda (já começo a me arrepender de estar sentindo aquelas sensações no sonho). Quando percebo já tinha passado do supermercado e nem tinha notado e então resolvo voltar para ver se eu encontro. No meio do caminho eu vejo um homem com o uniforme da minha escola e ele carregava um TV e também fez uma graça comigo, no momento eu estava nervoso por estar dando algumas coisas erradas no meu sonho e penso "Esse cara da sorte de eu não estar conseguindo fazer nada se não eu explodia ele." Continuo andando naquele sol quente e imaginando que logo acordaria pra ir pro colégio e já tinha sonhado tudo aquilo mas não tinha feito nada que realmente valesse a pena. Enquanto andava eu ficava observando minha mão, uma hora ela estava normal e outras estavam estranhas e eu já nem ligava mais. Acordo na minha cama e faço um RC e percebo que realmente acordei.

Fiquei surpreso com outro sonho lúcido rápido assim mas esse nem deu para me divertir tanto, mas foi bom. Engraçado que os dois primeiros sonhos lúcidos que eu tive eu estava na minha casa olhos girando.
Quando você foi atravessar o portão e não deu certo, foi porque você duvidou da sua capacidade. No sonho você não deve alimentar esse tipo de dúvida, pois quando você duvida da sua capacidade de atravessar uma parede ou qualquer obstáculo no sonho lúcido, automaticamente, aquele objeto onírico se torna um obstáculo intransponível pra você. Porque você acreditou que não seria capaz de atravessar. Se você estiver consciente de que está sonhando, lembre-se de que é você que está no comando e não o sonho. piscar

Verdade, na hora eu pensei "será que vai da certo?" e não fui com total certeza de atravessa-lo e senti a dor então nem passou por minha cabeça me jogar contra o portão novamente.

Hoje tive uma breve experiência com um sonho lucido mas com muitos poucos detalhes para postar aqui. Estou surpreso por estar tendo essas experiências com tanta frequência e espero que continue assim. viva

Essas experiências com sonhos lúcidos só ocorrem em momentos do cotidianos e normal. Tipo, os dois sonhos lúcidos que relatei foi através de RC e os dois ocorreram aqui em casa. A experiência de hoje foi quando eu estava no carro com meu pai e fiz um RC. Será que é por que eu faço muitos RC em momentos normais? Sem nada ter ocorrido eu vou la e faço um RC. (Estou conseguindo ter esses sonhos lúcidos por fazer esses RC.)

Queria ficar lúcido em um sonho com uma historia e em um lugar diferente do que já conheço pois as experiências até agora só foi em lugares que já fui e em situações normais. Quero seguir a historia do sonho e explorar os locais. Bancar o detetive. HAHA
Oi, Futm

Desculpa aí pela minha demora pra responder. Fiquei um tempo fora do ar aqui no fórum e acabei esquecido dessa nossa conversa aqui. Foi mal, me desculpe. vergonha

Então, respondendo sua pergunta.

Sim, acredito que sim, Futm. À medida que você vai se habituando a fazer muitos RCs todos os dias, com certeza, vai aumentar as suas chances de repetir um desses RCs no sonho. Então continue praticando seus RCs favoritos, que vai te ajudar a aumentar as chances de lembrar de usá-los nos sonhos. certo

Outro exército muito bom também é o poder da auto-sugestão. Sempre que você deitar pra dormir, diga pra você mesmo "hoje eu vou sonhar lúcido". Diga isso acreditando mesmo que vai ter um SL e depois vá dormir normalmente. E se nao der certo na primeira tentativa, não tem problema, continue repetindo essa auto-sugestão sempre que for dormir. Isso vai te ajudar a sempre dormir pensando em sonhos lúcidos, aumentando as suas chances de conseguir um SL em pouco tempo de espera. piscar

Futm escreveu:

Futm escreveu:05/02/16.

Foi apenas uma experiência bem rápida mas vou anotar aqui para eu me recordar depois.

Eu estava um pouco gripado e com o nariz entupido. Fui me deitar 1:30/2:00 e acordei 9:30 para ir ao banheiro e também por estar me sentindo desconfortável com aquele nariz quase impossível de respirar. Deite-me novamente e com agonia por não conseguir respirar. Fechei os olhos e comecei a imaginar uma contagem "regressiva" no teto e disse que quando chegasse ao fim eu conseguiria dormir.

"Sonho": Imagino os números no teto começando pelo 30 e com a intenção de fazer uma contagem regressiva mas eu estava cansado e os números no teto começam assim: 30, 1,2,3,4,5.. (Os números estavam coloridos). Abro o olho e sinto duas pessoas se aproximando de mim e uma delas era uma mulher que usava uma blusa parecida com uma que minha mãe tem. Fico com o olho entreaberto observando a mulher que fica parada ao meu lado (Não consigo visualizar seu rosto apenas parte de sua blusa). Com meu corpo paralisado eu faço uma força enorme para rolar da cama e quando caio no chão de bruços, caio com o rosto direto em uma cobra amarela:

Nesse momento eu tinha certeza que eu estava tendo um sonho lúcido. A cobra estava enrolada como a da foto acima e se deslizava pelo meu rosto não triste. Eu sentia uma textura estranha e meu corpo ainda estava pesado, com movimentos limitados e necessitando muito esforço para realiza-los. Por instinto mordi a cobra mas nada aconteceu e fiquei com medo dela me atacar e eu sentir dor, não consegui pensar em nada para mudar o cenário do sonho e tentando me movimentar  eu acabei despertando.

Apesar de achar cobra um animal do sim maligno não senti tanta aflição como eu achei que sentiria.
Foi uma experiência estranha, não sei se é uma paralisia do sono ou coisa do tipo. E se eu conseguisse me mover ali seria um sonho lúcido da hora dança.
Sim, com certeza, pela descrição que você deu no seu relato, teve uma paralisia do sono. certo

Foi essa técnica da contagem que te ajudou a chegar na PS.  gargalhada

Futm escreveu :

Futm escreveu:10/02/16.

Estava bastante cansado e fui me deitar por volta das 3:00. Arrumei a cama a antes de me deitar fiz um Reality Check. Acordei como sempre, para ir ao banheiro e voltei a dormir.


Sonho: [Parte Não Lúcida] Eu era uma espécie de "anjo" do bem mas vivia na terra normalmente como se fosse uma pessoa qualquer. Eu e minha família morava em uma rua comum e ao lado morava uma família um pouco suspeita. Estava a noite e eu estava parado ao lado da casa com meu primo e a filha do vizinho namorava encostada em um carro preto.Eu passei perto do casal e a menina veio em minha direção e puxou com força um colar que eu usava, sem entender aquilo me deu uma raiva e eu fui recuperar o colar, comecei a lutar com a menina, o namorado dela estava calmo, falando coisas para tentar acalmar a situação. De repente a menina vira um gato laranja, ela babava e fazia barulhos. Eu começo a puxar o seu rabo e o gato fica cada vez mais louco, parecia que ia sair uma criatura mais raivosa de dentro do gato e então meu primo me avisa que aquela era uma criatura demoníaca que tinha vindo a terra para tentar acabar comigo. Começo a ter memórias e lembro que toda vez que aquela menina passava em frente a um cachorro, o animal latia loucamente para ela. Recordando disso eu começo a xingar aquela criatura e o seu pai. Quando a luta chega ao seu ápice e esta prestes a terminar muda o cenário e eu estou na antiga casa da minha avó, vestindo uma roupa toda branca, e todos os meus familiares e amigos estão lá,eles estão chorando, me abraçando e se despedindo de mim (todos me enxergam como um "anjo"). Eu saio pela rua observando as ações de amigos e vejo uma menina que eu era afim terminando com seu namorado, fico com vontade de ouvir a conversa mas sigo em frente. A rua estava quase vazia e as poucas pessoas que estavam ali andavam com um semblante triste. Eu me aproximei de um e era como se ele não me enxergasse mas ele mudou sua  expressão com minha presença, parecia ter ficado seguro, protegido. Achei estranho aquilo, será que eu tinha morrido? Eu resolvo voltar para a casa da minha avó e no caminho ninguém me enxergava, eu me aproximava e as pessoas mudavam as expressões e os sentimentos para melhor, mas ninguém me enxergava ou ouvia. Decido me conformar com aquela situação e vou me aproximando das pessoas que pareciam tristes para melhorar a situação delas. Chego em casa e vejo uma colega que estudou comigo conversando com minha irmã sobre um menino que ela gostava e que iria se declarar pra ele. Como ninguém me enxergava, escuto aquela conversa parado na frente das duas e elas nem notam e então tenho a ideia de sair observando as pessoas e ouvindo oque elas falavam para as outras em segredos. Decido ir ver aquela menina que eu vi terminando com o namorado e saber se talvez seria por minha causa ou coisa do tipo.[Parte Lúcida] Andando em direção ao portão da minha casa eu paro no meio da sala e analiso tudo que acabou de acontecer e chego a conclusão que aquilo tudo era um sonho. Começo a pensar em relatar esse sonho ao acordar, começo a pensar que eu poderia começar a modificar o sonho afinal eu estava bem lúcido parado na sala da minha casa. Decido tentar me manter no roteiro do sonho pois eu ainda queria ver os segredos das pessoas escondido mas como eu estava lúcido o sonho começou a ficar estranho, eu comecei a andar esfregando as mãos para tentar manter o sonho. Saio da minha casa com o mesmo plano, procurar a casa da menina e ouvir os segredos dela, porém não faço mínima ideia onde ela mora. Começo a pensar como eu faria para achar a casa da moça, pergunto pra um homem que trabalhava em uma distribuidora de bebidas mas ele me ignora e eu nem insisto em perguntar novamente pois sei como os personagens dos sonhos são ignorantes. Penso também que eu poderia mentalizar que a casa dela seria na próxima esquina mas também acho que não daria certo, como eu saberia qual casa seria a dela naquela rua? Continuo andando e encontro uma feira de roupas:


Passo pelas barracas de roupas observando ate que vejo uma jovem linda, seios fartos, usava uma regata com malha fina que realçava seu corpo. Me interessei pela garota e fui em direção a ela pra conversarmos melhor. Era como se ela não me enxergasse. Fiquei olhando para ela e pensando no que eu faria já que ela não me enxerga e resolvo encostar em seu braço. Ela sentiu eu encostando em seu braço e olhou para mim sorrindo como se já soubesse oque eu queria. Começamos a divertir e ela falou: "Tem certeza que quer continuar isso aqui? No meio da feira?" Eu respondi que não tinha problema pois era um sonho e o pessoal nem ligaria. No meio da diversão o sonho começa a se desfazer e eu tento manter a concentração no sonho, esfregando os olhos, mas devido a situação que eu estava era difícil me manter concentrado. Sinto que vou acordar e acabo acordando, levanto e vou ate a cozinha e pergunto para a empregada quantas horas, ela me diz que é 14:00 e então vou ao banheiro e volto para minha cama, fico alguns minutos deitado e decido levantar. Olho no relógio era 11:00 e percebo que tinha sido um falso despertar e se eu tivesse feito um Reality Check eu poderia ter continuado no sonho.


Curti bastante esse sonho, foi bem longo e teve um roteiro. Os outros relatos ai em cima sempre começam em minha casa e em situações "comum". Esse pelo menos teve uma história antes e eu queria ter continuado aquela história. lol Mas a parte com a garota também valeu a pena.
Ótimo relato, Futm. Bem interessante.  certo

A primeira parte do sonho, lembro o filme ghost. E no final do sonho quase rolou um love com a garota. Achei bem legal, pena que o sonho acabou na melhor parte. gargalhada
Conteúdo patrocinado

Re: Diário dos Sonhos Lúcidos de Futm

Ver o tópico anteriorVoltar ao TopoVer o tópico seguinte
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum