Conectar-se
Os membros mais ativos do mês
8 Mensagens - 35%
6 Mensagens - 26%
4 Mensagens - 17%
3 Mensagens - 13%
1 Mensagem - 4%
1 Mensagem - 4%
Votação
Qual a técnica que você utiliza para ficar lúcido?
Teste de Realidade
45% / 15
Totem
15% / 5
Incubação
12% / 4
Gatilho
6% / 2
Gravador de Voz ou Sons Binaurais
6% / 2
Outros
15% / 5
Parceiros
 sonhos=
 sonhos=
 animes=

Compartilhe
Ver o tópico anteriorIr em baixoVer o tópico seguinte
avatar
Mensagens : 114
Pontos : 1464
Honra : 33
Data de inscrição : 09/03/2014
Idade : 18
Localização : Via Láctea
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Diário de Todos os Sonhos de Forsit

em Sex Mar 14, 2014 11:00 am
Reputação da mensagem: 100% (2 votos)
Diário de sonhos semi-lúcidos?
Nem sei se é possível chamar assim, mas é como eu classifico alguns sonhos que eu vejo  mais como lúcidos do que não lúcidos, mas não são exatamente percebidos.

Relatar um sonho lúcido (ou não) a alguém é uma das melhores coisas a se fazer relacionado ao assunto. Claro, não tem muita graça se muitas coisas ficam só com você e não é possível ouvir a opinião de alguém sobre o assunto. Eu não tenho muita criatividade com títulos de sonhos lúcidos, como podem ver.

6 dedos, pela primeira vez! [05/03/2014]
Eu, na verdade, estava deitado na minha cama, quando vi de lá, como se uma luz alaranjada iluminasse a sala e o corredor. Na sala tem uma luz mais fraca, que não ilumina muito, dessa cor. Estaria escuro se não fosse por essa luz porque estava de noite. Eu estava com sede, então saí para beber água, mas quando atravessei a sala, vi que a TV estava ligada, como um vídeo de um show pausado. Deveria ser Netflix, porque o controle do ps3 estava em cima do sofá. Eu ouvi a porta do banheiro se abrindo, que fica no corredor que liga a sala aos quartos da casa (e ao banheiro). Assim que olhei para trás, vi minha irmã saindo, mexendo no celular em quanto ia em direção do sofá. Eu achei isso estranho, porque deveria ser de madrugada, mesmo assim não confiava ser um sonho. Foi quando eu vi que tinha 6 dedos na mão direita! Mas na verdade, ao mesmo tempo que ansiedade e arrepio, senti uma agonia, então coloquei minhas mãos ligadas ao corpo novamente, e depois olhei de novo, lá estavam, 6 dedos. Depois fiz isso de novo e minhas mão estavam normais. Pensei "legal, melhor assim". Minha irmã estava me ignorando até aquele momento, mas eu percebi que ela estava congelada olhando para o celular e deitada de uma forma bem engraçada, eu queria falar com ela, mas como era um sonho, não sabia ao certo o que fazer. Subi no sofá e vi o rosto dela fazendo um sorriso bizarro. Não sei por quê, eu tentei gritar, de pé, no sofá. Minha voz não saía, fiquei com medo, ao tempo em que minha visão escurecia.
Tive um falso despertar, porém, sem lucidez. A luz da sala que iluminava o corredor ainda estava acesa. Eu ouvia um som familiar no violão, muito bonito, vinha da porta do quarto do meu pai, a última do corredor. Esse era o momento para eu ficar lúcido, porque o som que eu ouvi era bonito de mais para o meu pai gostar, e aparentemente difícil de mais para ele tocar. Não me lembro de ter feito um reality check, mas se fiz, minhas mãos estavam normais. Entrei no quarto do meu pai e ouvi, do quarto da minha irmã, ela reclamando. Meu pai via a TV do quarto dele, passava desfile de carnaval, sem som. Ele estava sentado na ponta da cama dele e assistia. Na cama, algumas coisas ocupavam espaço, não me lembro exatamente o que eram, mas uma parecia ser o violão e a outra, aquele negócio preto onde se guarda violão. O som tinha parado, meu pai havia dito alguma coisa que não prestei muita atenção, então vi na cama dele um celular que parecia um gravador que eu peguei e não sei por que eu perguntei:
_ O som vem daqui?
Ele concordou. Então saí e fui até a minha cama e me cobri. Fechei os olhos por pouco tempo e abri de novo. A luz do corredor estava apagada. Eu tinha acordado de verdade.

Observações: -Eu costumo acordar muito durante a noite para beber água e ir ao banheiro, é exatamente a luz fraca e laranja da sala que eu ligo para iluminar a escuridão sem dar aquela sensação desconfortável nos olhos.
-Foi engraçada essa história. É como se minha mente não quisesse ter um sonho lúcido, então tive o falso despertar. No meu diário de sonhos não lúcidos tem uma história em que aconteceu o contrário, minha mente fez um trocadilho imenso para eu perceber que tinha um sonho e eu não percebi.

Quase lúcido [14/03/2014]
Eu estava no meu quarto, tinha acabado de acordar. Foi quando, mesmo sem um reality check, percebi que estava sonhando. Olhei para as minhas mão e daí percebi, na verdade, que talvez não estaria. Elas estavam normais. Mas sempre que eu descubro que estou num sonho  (pelo menos nas últimas 2 vezes) acontece um problema.
Eu olhei para fora de minha janela (querendo pular pra voar, mas com medo, porque minhas mãos estavam normais), então me lembrei de que era possível se teletransportar fechando os olhos e girando, mas não li relato de alguém que fez isso.
Eu girei, com cuidado, mas foi quando o problema surgiu: Eu comecei a ficar com lag. Sim, sei lá, tava travando muito. Como eu abri os olhos e vi que ainda estava girando, comecei a olhar para o chão e parar. Assim que parei, esfreguei um pouco as mãos lembrando que tudo que eu havia feito serviria para prolongar o sonho, em quanto isso, eu saía do meu quarto. Encontrei meu pai, não sei se minha irmã também. Não me lembro exatamente da conversa que tivemos, mas ele me convenceu de que eu na verdade, não estava sonhando, e que era melhor eu não pular da janela, rs. Depois disso o lag parou e não me lembro exatamente o que aconteceu.

Conclusão: Eu devo  fazer outro reality check. Droga. :c
Observação:
Não anotei o sonho assim que eu acordei, talvez seja por isso que eu tenha esquecido tanto.
avatar
Mensagens : 361
Pontos : 1861
Honra : 100
Data de inscrição : 18/12/2013
Idade : 21
Localização : ES
Sonhos Lúcidos :
35 / 99935 / 999
Sonhos Comuns :
62 / 99962 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Todos os Sonhos de Forsit

em Sex Mar 14, 2014 4:23 pm
ahahahahahahahah
Nossa Cara seus sonhos me lembrarm o meu primeiro sonho lucido tive 3 falsos despertar mas fiz os rc e continuei .... nem imagino que tipo de sorriso que sua irmã deu usduashudhausdhuashdua

14/03
eu tambem ja tive sonhos não lucidos em que tudo indicava que estava em um sonho e não percebi
eu até vi uma das tcnicas no quadro na escola mas nem me liguei

to voltando aos poucos a ser mais frequente no forum depois dou uma passado no seu diraio não lucido ... até a proxima
Boa sorte.
avatar
Mensagens : 114
Pontos : 1464
Honra : 33
Data de inscrição : 09/03/2014
Idade : 18
Localização : Via Láctea
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Todos os Sonhos de Forsit

em Sex Mar 14, 2014 11:13 pm
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
Nossa Cara seus sonhos me lembrarm o meu primeiro sonho lucido tive 3 falsos despertar mas fiz os rc e continuei .... nem imagino que tipo de sorriso que sua irmã deu usduashudhausdhuashdu

Desde que comecei a ler sobre o assunto, sonhos na minha casa e até alguns em que eu acordo no meu quarto no início do sonho têm sido mais frequentes. São normalmente sonhos curtos.
O sorriso dela foi algo tipo assim: http://tinyurl.com/SorrisoBizarro .

14/03
eu tambem ja tive sonhos não lucidos em que tudo indicava que estava em um sonho e não percebi
eu até vi uma das tcnicas no quadro na escola mas nem me liguei

Comigo, pode cair meteoro que minha sonseira não percebe.

to voltando aos poucos a ser mais frequente no forum depois dou uma passado no seu diraio não lucido ... até a proxima
Boa sorte.

Ah, obrigado por ler! Assim que eu puder, também dou uma passada no seu diário dos sonhos.
avatar
Mensagens : 69
Pontos : 1406
Honra : 5
Data de inscrição : 14/02/2014
Sonhos Lúcidos :
50 / 99950 / 999
Sonhos Comuns :
600 / 999600 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Todos os Sonhos de Forsit

em Sab Mar 15, 2014 8:27 am
sim semi-lúcido também uso este termo quando um sonho esta mais do que obvio que não e real e não consigo ganhar lucidez nele mais sim um certo auto-controle que não sei explicar.

Bons sonhos interessante posta mais
avatar
Mensagens : 114
Pontos : 1464
Honra : 33
Data de inscrição : 09/03/2014
Idade : 18
Localização : Via Láctea
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Todos os Sonhos de Forsit

em Dom Mar 16, 2014 7:36 am
Praticamente os dois sonhos que eu tive não foram lúcidos, eu vejo uns relatos em que o pessoal começa a fazer umas mil e uma acrobacias no sonho...
Obrigado, niplucido!


Fugir da realidade não é ao mesmo tempo que interessante, deprimente?
avatar
Mensagens : 667
Pontos : 3243
Honra : 235
Data de inscrição : 25/02/2013
Idade : 18
Localização : Não sei, pergunta para o Zoro :V
Sonhos Lúcidos :
13 / 99913 / 999
Sonhos Comuns :
26 / 99926 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Todos os Sonhos de Forsit

em Dom Mar 16, 2014 1:04 pm
kkkkkkkk
O lag incomoda as pessoas até em sonhos XD




avatar
Mensagens : 114
Pontos : 1464
Honra : 33
Data de inscrição : 09/03/2014
Idade : 18
Localização : Via Láctea
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Todos os Sonhos de Forsit

em Dom Mar 16, 2014 9:59 pm
Hahahahaha, verdade. Foi muito irritante, ficou com lag assim que comecei a girar.


Fugir da realidade não é ao mesmo tempo que interessante, deprimente?
avatar
Mensagens : 114
Pontos : 1464
Honra : 33
Data de inscrição : 09/03/2014
Idade : 18
Localização : Via Láctea
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Todos os Sonhos de Forsit

em Seg Mar 17, 2014 6:34 am
17/03/2014 - Pelado e voando por aí


Chovia, eu não enxergava nada. Eu ouvi buzinadas de um carro perto de mim. Eu realmente sou meio fresco quando vou abrir os olhos molhados, com uma certa dificuldade, eu abri em quanto andava. Quando vi, estava já perto da calçada. Eu estava na rua, era noite e...
Eu estava pelado!
Foi muito constrangedor. Tinha uma esquina que virava para a minha casa (embora a rua em que eu andava era diferente de onde eu moro), quando eu olhava para trás, não via muitas coias. Talvez um vácuo preto, não me lembro ao certo. Mas eu estava pelado!
Foi quando deu a hora de fazer reality check, lá fui eu olhar para as minhas mãos.
Estavam normais. Eu ainda não conclui de que eu preciso de fazer outro reality check, cara. O das mãos é mais simples. De qualquer forma, eu estava sonhando, porque eu nunca ficaria pelado na rua em um dia de chuva (acho). Então pensei em algo para fazer, vi que era a oportunidade perfeita para voar, eu estava em ar livre e todas as construções eram baixas, não tinham muitos prédios altos.
Lá fui eu, com um método meu de voo em que eu tento fazer tipo nado borboleta (irônico é que eu não sei nadar), empurrando o ar da frente para os lados. Eu não voo faz muito tempo. Enfim, não funcionou, eu não voei. Passei a mão pelas paredes para as coisas ficarem nítidas, pela primeira vez. Funcionou! Sempre que li sobre isso imaginei paredes ásperas, e assim era a parede em que eu arrastava as minhas mãos. Quando cansei disso, quis voltar a voar, com um outro método, o salto. Então fiquei pulando! Lá estava o menino pelado e saltitante na chuva.
Os primeiros saltos não deram muito certo, mas alguns foram mais alto, não muito. O mais alto foi um pouco acima de uma casa. Às vezes passavam pessoas que eu conhecia na rua, às vezes até me cumprimentavam, porém não viam nada de estranho.
Tive um falso despertar, onde encontrei minha irmã e minha prima, então comecei a relatar para elas o meu sonho. Meu pai me chamava para tomar café. Eu não estava lúcido.
O meu despertador da sexta hora de sono tocou. Seis horas da manhã, estou aqui relatando meu sonho.
É o tempo com a mente ativa do WBTB.


Fugir da realidade não é ao mesmo tempo que interessante, deprimente?
avatar
Mensagens : 111
Pontos : 1444
Honra : 14
Data de inscrição : 05/03/2014
Idade : 18
Localização : Campo Grande
Sonhos Lúcidos :
4 / 9994 / 999
Sonhos Comuns :
28 / 99928 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Todos os Sonhos de Forsit

em Seg Mar 17, 2014 8:59 am
Que doideira esse sonho, mais não podemos esquecer que vc estava PELADO! uueuhehehueuue brincadeira.


.
. - Dialogo
. - Meu dialogo
. - Pensamentos
.
. O MARAVILHOSO MUNDO DE EDOAN
.
.
Convidado
Convidado

Re: Diário de Todos os Sonhos de Forsit

em Seg Mar 17, 2014 10:22 am
Não voa direito ? Tem certeza que você não é eu ?  18 
Hshuahsuahsua

Já tentou perguntar pra uma pessoa no sonho, aonde ela estava ?
avatar
Mensagens : 667
Pontos : 3243
Honra : 235
Data de inscrição : 25/02/2013
Idade : 18
Localização : Não sei, pergunta para o Zoro :V
Sonhos Lúcidos :
13 / 99913 / 999
Sonhos Comuns :
26 / 99926 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Todos os Sonhos de Forsit

em Seg Mar 17, 2014 12:00 pm
kkkkkkkk
Queria saber o por que de ser tão difícil de voar em sonhos, eu também não consigo, uma vez fiquei pulando igual a você, dava pulos altos, planava um pouco mais não voava XD




avatar
Mensagens : 114
Pontos : 1464
Honra : 33
Data de inscrição : 09/03/2014
Idade : 18
Localização : Via Láctea
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Todos os Sonhos de Forsit

em Seg Mar 17, 2014 12:29 pm
Edoan Rodrigues escreveu:Que doideira esse sonho, mais não podemos esquecer que vc estava PELADO! uueuhehehueuue brincadeira.

Hahahaha! Pelo menos no falso despertar, acordei com roupas.

Dellary escreveu:Já tentou perguntar pra uma pessoa no sonho, aonde ela estava ?

Cara... Bem pensado! Às vezes eu acho que os meus sonhos são um mundo só, mas eu não me lembro como eles são.
É bem comum que eu nunca pergunte à alguma pessoa alguma coisa sobre o sonho. Da próxima vez vou tentar lembrar disso, mas talvez acho que vou cair numa dessas conversas sem sentido.

Kei-chan escreveu:kkkkkkkk
Queria saber o por que de ser tão difícil de voar em sonhos, eu também não consigo, uma vez fiquei pulando igual a você, dava pulos altos, planava um pouco mais não voava XD

Pior que meus pulos nem eram tãããão altos :c
Pelo menos foi com esses pulos que eu de fato conclui que eu estava sonhando (ainda bem, andar pelado por aí não é a melhor coisa a se fazer).
avatar
Mensagens : 361
Pontos : 1861
Honra : 100
Data de inscrição : 18/12/2013
Idade : 21
Localização : ES
Sonhos Lúcidos :
35 / 99935 / 999
Sonhos Comuns :
62 / 99962 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Todos os Sonhos de Forsit

em Seg Mar 17, 2014 3:28 pm
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Nuss Bro que sonho
uma vez eu acordei nu em um sofa de uma casa que não conhecia peguei uma toalha de rosto na varanda tampei minhas indecencias e fui pra casa andando nu na rua era muito contragedor osrte a sua que ficou lucido eu nem me liguei kkkkkkkkkkkkkkk
as vezes meus voos dão fail tambem no meu ultimo SL lembrei do seu voo borboleta depois de estar no alto e começar a meio que cair tipo voando ao contrario eu bati as "asas'  iori tentando voar melhor me mantive no ar mas não subia então desci, boa sorte com os proximos ,abraços. 
avatar
Mensagens : 114
Pontos : 1464
Honra : 33
Data de inscrição : 09/03/2014
Idade : 18
Localização : Via Láctea
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Todos os Sonhos de Forsit

em Seg Mar 17, 2014 11:14 pm
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
Voos em sonhos são comprovadamente tragédias. Não me lembro de ter visto algum relato de voo que não acabou em queda. Ok, só alguns, bem poucos.


Fugir da realidade não é ao mesmo tempo que interessante, deprimente?
avatar
Mensagens : 114
Pontos : 1464
Honra : 33
Data de inscrição : 09/03/2014
Idade : 18
Localização : Via Láctea
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Todos os Sonhos de Forsit

em Qua Abr 30, 2014 8:04 am
Hoje eu estava triste por não ter tido nenhum sonho nem um resquício de sonho, tive alguns bem curtos e nonsense recentemente e fiquei com preguiça de relatar.
Hoje acordei cedo, lá pelas 5:30 com um barulho altíssimo de televisão vindo do quarto do meu pai - Era um chiado altíssimo, não consegui dormir depois. Eu tinha feito reality check, pensei que aquele chiado era de um sonho, haha.
Depois de tomar café, fui estudar para biologia, e acabei tirando um cochilo depois, fiquei feliz porque eu tive a minha primeira e comprovada paralisia do sono. Foi emocionante.

Risos [30/04/2014] - Paralisia do Sono

Eu na minha mente, estava acordado, pensando comigo mesmo. Sabe, às vezes, durante a noite, eu nem consigo dormir porque fico conversando comigo mesmo. E tentei me movimentar. Logo percebi que eu não estava me movendo, abri os olhos vagarosamente, com a visão um pouco borrada, nada parecia estar estranho. Eu não queria forçar muito os meus movimentos, mas eu estava maluco para ter alucinações. Assim que eu abri os olhos, não percebi nada de mais, parecia a vista clara e comum do meu quarto, mas eu ouvia coisas - eu ouvia risadas. Eram agudas, escandalosas e maléficas. Parecia ser mais de uma pessoa rindo, mas tinha uma que se destacava, de uma forma bizarra e medonha ao mesmo tempo, era assustador e engraçado, se não fosse pelo contexo.
Eu fechei meus olhos esperando estar sonhando, mas eu estava de fato em uma paralisia.
Comecei a sentir alguma coisa no meu pé, lembrei que a LadyCrow normalmente tem paralisias com duendes, e daí me veio a ideia de ter algum duende no pé, sei lá, com uma pena fazendo cócegas. Eu naquele momento estava mais maluco, ansioso e entusiasmado do que a paralisia. Assim que abri os olhos de novo, não havia sentido nada, só ouvi as risadas bizarras. Então tentei me mover. Fechei os olhos e comecei a sentir meu corpo sendo empurrado para frente, enquanto isso, eu pensava "Que legal!! ºuº", nesse momento comecei a sentir que eu iria acordar, e... é, eu acordei.


Fugir da realidade não é ao mesmo tempo que interessante, deprimente?
avatar
Mensagens : 1989
Pontos : 5641
Honra : 575
Data de inscrição : 10/03/2013
Idade : 17
Localização : Nippon, Namimori.
Sonhos Lúcidos :
50 / 99950 / 999
Sonhos Comuns :
300 / 999300 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Todos os Sonhos de Forsit

em Qua Abr 30, 2014 9:06 am
Kkkkkkkk. Essa paralisia foi "light". Agora imagina se tivesse mesmo um duende no seu pé. iori
avatar
Mensagens : 114
Pontos : 1464
Honra : 33
Data de inscrição : 09/03/2014
Idade : 18
Localização : Via Láctea
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Todos os Sonhos de Forsit

em Dom Maio 18, 2014 10:00 am
Nem sei se foi mesmo uma paralisia de tão boba que foi, mas foi bem divertido.
Dizem que as pessoas costumam ter uma ou duas paralisias na vida no mínimo, isso é péssimo, tenho certeza de que são mais legais que alguns sonhos lúcidos pelo simples fato de serem mais reais. Eu falo isso mas morro de medo de dormir de barriga pra cima.


Fugir da realidade não é ao mesmo tempo que interessante, deprimente?
avatar
Mensagens : 1989
Pontos : 5641
Honra : 575
Data de inscrição : 10/03/2013
Idade : 17
Localização : Nippon, Namimori.
Sonhos Lúcidos :
50 / 99950 / 999
Sonhos Comuns :
300 / 999300 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Todos os Sonhos de Forsit

em Dom Maio 18, 2014 10:05 am
Essa coisa de que se você dormir de barriga pra cima vai ter Paralisia pra mim é tudo papo furado. Eu durmo de barriga para cima desde que nasci e nunca tive uma paralisia. O_O
avatar
Mensagens : 114
Pontos : 1464
Honra : 33
Data de inscrição : 09/03/2014
Idade : 18
Localização : Via Láctea
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Todos os Sonhos de Forsit

em Dom Maio 18, 2014 10:51 am
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
Hoje percebi que tive dois sonhos lúcidos recentemente, e agora estou vendo que quase todos (se não todos) meus sonhos lúcidos têm algo péssimo em comum.

Resquício de um assalto lúcido [Data não especificada]

Neste sonho, tenho certeza de que aconteceram uma série de coisas que não me lembro que me levaram à rua, onde eu estava sendo assaltado (ou assassinado) por dois caras.
Quando eles me ameaçavam,  eu curiosamente (e por pura sorte) olhei para as minhas mãos, nem perdendo tempo para contar quantos dedos tinha. Eu tinha percebido aquilo e já pressenti que morreria naquele instante com uma bala na cabeça ou algo do tipo, daí eu comecei a flutuar e percebi que os dois caras não faziam nada, não posso afirmas que estavam congelados. A minha visão escureceu e o sonho acabou.

A tempestade de areia [18/05/2014]

Não sei ao certo onde estava, ou se eu estava na frente do meu apartamento em um tempo distante, talvez após o apocalipse, uma vez que as coisas ao meu redor, no contexto do sonho, me lembravam onde eu moro. A diferença é que o lugar estava coberto de areia, alguns prédios meio destruídos e cobertos de areia.
Eu estava saindo de casa com meu pai, a areia ventava e vinha aos olhos. Eu tinha perguntado ao porteiro do nosso condomínio como ele fazia para tirar a areia dos olhos, ele começou a falar umas coisas estranhas tipo, apertar em um canto do olho que faria lacrimejar e retirar todos os grãos de areia dos olhos, e começou a falar como que as lágrimas saiam com uma explicação científica... Àquele ponto eu já estava percebendo que estava em um sonho, mesmo assim, quis deixar a história fluir, acho que porque eu não tinha nenhum objetivo para realizar em um sonho lúcido, mas sim em um sonho comum. Eu havia saído para fora com o porteiro e meu pai em busca de alguma coisa (que eu não me lembro), e continuávamos andando, em alguns pontos sentindo aqueles beliscos da areia batendo no rosto, na perna e nos braços. Em um certo ponto no sonho (que estava parecendo longo), eu comecei a me questionar, automaticamente -Por que eu estou fazendo isso? Qual o meu objetivo neste sonho? Eu sei que neste momento, tenho que chegar em algum lugar, mas qual e por que?-. Enjoado de andar por aí e esperando que algo emocionante iria acontecer, olhei para as minhas mãos e percebi que estavam deformadas. Não durou muito tempo para a minha visão escurecer e o sonho acabar.

Conclusão: Em todos (ou quase todos) sonhos lúcidos que tive, principalmente depois que fiz reality check das mãos, o meu sonho acabou. Por que será? Isso foi muito mais comum nas vezes que fiz reality checks - especialmente o das mãos.
Talvez... Talvez seja porque quando entro em algum sonho lúcido, perco todos os meus objetivos, daí o sonho 'morre'?


Fugir da realidade não é ao mesmo tempo que interessante, deprimente?
avatar
Mensagens : 1989
Pontos : 5641
Honra : 575
Data de inscrição : 10/03/2013
Idade : 17
Localização : Nippon, Namimori.
Sonhos Lúcidos :
50 / 99950 / 999
Sonhos Comuns :
300 / 999300 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Todos os Sonhos de Forsit

em Dom Maio 18, 2014 4:44 pm
Forsit escreveu:
Hoje percebi que tive dois sonhos lúcidos recentemente, e agora estou vendo que quase todos (se não todos) meus sonhos lúcidos têm algo péssimo em comum.

Resquício de um assalto lúcido [Data não especificada]

Neste sonho, tenho certeza de que aconteceram uma série de coisas que não me lembro que me levaram à rua, onde eu estava sendo assaltado (ou assassinado) por dois caras.
Quando eles me ameaçavam,  eu curiosamente (e por pura sorte) olhei para as minhas mãos, nem perdendo tempo para contar quantos dedos tinha. Eu tinha percebido aquilo e já pressenti que morreria naquele instante com uma bala na cabeça ou algo do tipo, daí eu comecei a flutuar e percebi que os dois caras não faziam nada, não posso afirmas que estavam congelados. A minha visão escureceu e o sonho acabou.

Que sonho mais bizarro. E esse é o terceiro sonho que leio que tem um bandido nesse dia. O_O


Forsit escreveu:A tempestade de areia [18/05/2014]

Não sei ao certo onde estava, ou se eu estava na frente do meu apartamento em um tempo distante, talvez após o apocalipse, uma vez que as coisas ao meu redor, no contexto do sonho, me lembravam onde eu moro. A diferença é que o lugar estava coberto de areia, alguns prédios meio destruídos e cobertos de areia.
Eu estava saindo de casa com meu pai, a areia ventava e vinha aos olhos. Eu tinha perguntado ao porteiro do nosso condomínio como ele fazia para tirar a areia dos olhos, ele começou a falar umas coisas estranhas tipo, apertar em um canto do olho que faria lacrimejar e retirar todos os grãos de areia dos olhos, e começou a falar como que as lágrimas saiam com uma explicação científica... Àquele ponto eu já estava percebendo que estava em um sonho, mesmo assim, quis deixar a história fluir, acho que porque eu não tinha nenhum objetivo para realizar em um sonho lúcido, mas sim em um sonho comum. Eu havia saído para fora com o porteiro e meu pai em busca de alguma coisa (que eu não me lembro), e continuávamos andando, em alguns pontos sentindo aqueles beliscos da areia batendo no rosto, na perna e nos braços. Em um certo ponto no sonho (que estava parecendo longo), eu comecei a me questionar, automaticamente -Por que eu estou fazendo isso? Qual o meu objetivo neste sonho? Eu sei que neste momento, tenho que chegar em algum lugar, mas qual e por que?-. Enjoado de andar por aí e esperando que algo emocionante iria acontecer, olhei para as minhas mãos e percebi que estavam deformadas. Não durou muito tempo para a minha visão escurecer e o sonho acabar.

Humm, as vezes é até legal seguir o "roteiro" do sonho. Você fica tipo um telespectador. XD Mas no caso da explicação desse cara, nossa, foi realmente estranha. iori

Forsit escreveu:Conclusão: Em todos (ou quase todos) sonhos lúcidos que tive, principalmente depois que fiz reality check das mãos, o meu sonho acabou. Por que será? Isso foi muito mais comum nas vezes que fiz reality checks - especialmente o das mãos.
Talvez... Talvez seja porque quando entro em algum sonho lúcido, perco todos os meus objetivos, daí o sonho 'morre'?

Realmente muito curioso. Não entendo muito bem disso, mas será que esfregar as mãos não ajudaria em algo? De repente você andou ficando lúcido no final do sonho, daí talvez seja por isso que isso aconteça.
avatar
Mensagens : 114
Pontos : 1464
Honra : 33
Data de inscrição : 09/03/2014
Idade : 18
Localização : Via Láctea
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Todos os Sonhos de Forsit

em Dom Maio 18, 2014 5:57 pm
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
The Master escreveu:Realmente muito curioso. Não entendo muito bem disso, mas será que esfregar as mãos não ajudaria em algo? De repente você andou ficando lúcido no final do sonho, daí talvez seja por isso que isso aconteça.

Mas é estranho que eu só fique lúcido no final de um sonho!
Esfregar as mãos é uma boa dica, vou ver se lembro de fazer assim que percebo que minha mão está deformada. Valeu, Master (:


Fugir da realidade não é ao mesmo tempo que interessante, deprimente?
avatar
Mensagens : 114
Pontos : 1464
Honra : 33
Data de inscrição : 09/03/2014
Idade : 18
Localização : Via Láctea
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Todos os Sonhos de Forsit

em Seg Maio 26, 2014 11:38 am
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
Hoje tive um sonho muito longo e lúcido, só que eu não me lembro de quase nada.

Memória apagada [26/05/2014]

Era um sonho bem grande, mas eu não me lembro quando e como comecei a ficar lúcido. Eu estava dentro de uma área que parecia ser tipo uma tenda gigante, onde ocorria alguma espécie de feira ou festival, não sei exatamente. A única parte que eu me lembro foi que eu segui o conselho do TheMaster - esfregar as mãos para não acordar logo. Não sei exatamente se isso prolongou o meu sonho, mas não acordei 3seg depois de ter ficado lúcido. Depois de ter esfregado minhas mãos, passei as mãos nas paredes, eram ásperas. Depois esfreguei minhas mãos de novo e elas estavam ásperas também o_ô. Até aquele ponto, quando olhei para fora, a paisagem estava muito bonita, tudo parecia bem nítido. E como sempre que tenho um sonho lúcido esqueço da imensidade de coisas que eu posso fazer, me veio a cabeça que eu tentaria voar. É, não funcionou. Depois eu tentava pular em cima de umas caixas dentro da tenda gigante, mas não funcionava - claro, eu nem estava confiante de que conseguiria voar nem pular nas caixas. Essa foi a última parte que eu me lembro.

Também tive outro sonho curto e não lúcido que foi tão bobo que eu nem vou registrar no outro diário, vai aqui mesmo.

O outro sonho curto e não lúcido [26/05/2014]

Eu estava indo ao banheiro de um lugar aberto, parecia uma universidade, cheia de árvores, mas sem ninguém por perto. Eu entrei no banheiro, e a luz estava apagada, não acendia. Estava escuro, mas eu via um negócio preto no chão que parecia cocô de cachorro ou um lagarto morto. Estava na minha mente em pegar meu celular para iluminar e veio o que era direito, só que daí em diante, não me lembro mais o que aconteceu.


Fugir da realidade não é ao mesmo tempo que interessante, deprimente?
avatar
Mensagens : 1989
Pontos : 5641
Honra : 575
Data de inscrição : 10/03/2013
Idade : 17
Localização : Nippon, Namimori.
Sonhos Lúcidos :
50 / 99950 / 999
Sonhos Comuns :
300 / 999300 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Todos os Sonhos de Forsit

em Seg Maio 26, 2014 1:30 pm
Forsit:
Forsit escreveu:Hoje tive um sonho muito longo e lúcido, só que eu não me lembro de quase nada.

Memória apagada [26/05/2014]

Era um sonho bem grande, mas eu não me lembro quando e como comecei a ficar lúcido. Eu estava dentro de uma área que parecia ser tipo uma tenda gigante, onde ocorria alguma espécie de feira ou festival, não sei exatamente. A única parte que eu me lembro foi que eu segui o conselho do TheMaster - esfregar as mãos para não acordar logo. Não sei exatamente se isso prolongou o meu sonho, mas não acordei 3seg depois de ter ficado lúcido. Depois de ter esfregado minhas mãos, passei as mãos nas paredes, eram ásperas. Depois esfreguei minhas mãos de novo e elas estavam ásperas também o_ô. Até aquele ponto, quando olhei para fora, a paisagem estava muito bonita, tudo parecia bem nítido. E como sempre que tenho um sonho lúcido esqueço da imensidade de coisas que eu posso fazer, me veio a cabeça que eu tentaria voar. É, não funcionou. Depois eu tentava pular em cima de umas caixas dentro da tenda gigante, mas não funcionava - claro, eu nem estava confiante de que conseguiria voar nem pular nas caixas. Essa foi a última parte que eu me lembro.

Também tive outro sonho curto e não lúcido que foi tão bobo que eu nem vou registrar no outro diário, vai aqui mesmo.

O outro sonho curto e não lúcido [26/05/2014]

Eu estava indo ao banheiro de um lugar aberto, parecia uma universidade, cheia de árvores, mas sem ninguém por perto. Eu entrei no banheiro, e a luz estava apagada, não acendia. Estava escuro, mas eu via um negócio preto no chão que parecia cocô de cachorro ou um lagarto morto. Estava na minha mente em pegar meu celular para iluminar e veio o que era direito, só que daí em diante, não me lembro mais o que aconteceu.

Nuss, pelo menos cê não acordou depois de um segundo que ficou lúcido. iori

Foi uma boa passar a mão na parede. Sentir a texturas das coisas geralmente deixaram o meu Sonhos Lúcidos mais nítidos. :3
avatar
Mensagens : 114
Pontos : 1464
Honra : 33
Data de inscrição : 09/03/2014
Idade : 18
Localização : Via Láctea
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Todos os Sonhos de Forsit

em Dom Jun 01, 2014 10:48 am
Sim, eu li em alguns relatos que as pessoas passavam as mãos nas paredes e as coisas ficavam mais nítidas.
Então foi tipo terceira melhor experiência lúcida que eu já tive. Pra mim, o primeiro foi o melhor, mesmo sendo curto c: Eu tinha ficado muito empolgado. A segunda foi a que fiquei pelado na rua. Acho que lá era onde eu tava mais consciente, e.e


Fugir da realidade não é ao mesmo tempo que interessante, deprimente?
avatar
Mensagens : 286
Pontos : 1763
Honra : 102
Data de inscrição : 29/11/2013
Idade : 24
Sonhos Lúcidos :
999 / 999999 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Todos os Sonhos de Forsit

em Seg Jun 02, 2014 11:54 am
Pelado na rua kkkkkkkkkkkkkkk tive um sonho que eu estava pelado e eu sentia muita vergonha mesmo lúcido kkkkkk

Realmente passar a mão em paredes eesfregá-las ajuda a se manter e melhor o cenário... outra coisa muito boa que eu faço é usar um objeto de porte médio ou pequeno que você possa colocar no bolso no sonho... pegar ele e olhar para ele sentir a matéria e ver os pequenos detalhes.. e quando perceber que vai acordar pucha ele do bolso...

Ja usei uma xícara e um controle remoto... o controle aonde eu ia eu tinha ele na mão asuidhasiudhauisd =D


Se há silêncio, deixe-o aumentar...algo surgirá
Se há tempestade, deixe-a rugir, ela acalmara!
Conteúdo patrocinado

Re: Diário de Todos os Sonhos de Forsit

Ver o tópico anteriorVoltar ao TopoVer o tópico seguinte
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum