Conectar-se
Últimos assuntos
Os membros mais ativos do mês
9 Mensagens - 60%
5 Mensagens - 33%
1 Mensagem - 7%
Votação
Qual a técnica que você utiliza para ficar lúcido?
Teste de Realidade
45% / 15
Totem
15% / 5
Incubação
12% / 4
Gatilho
6% / 2
Gravador de Voz ou Sons Binaurais
6% / 2
Outros
15% / 5
Parceiros
 sonhos=
 sonhos=
 animes=

Compartilhe
Ver o tópico anteriorIr em baixoVer o tópico seguinte
avatar
Mensagens : 25
Pontos : 1533
Honra : 21
Data de inscrição : 21/11/2013
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
5 / 9995 / 999
Ver perfil do usuário

Diário dos Sonhos de Yuri Ramos

em Qui Nov 21, 2013 2:48 pm
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
Dia 21/11/2013

Acho que tudo já começou dando errado por causa da soneca que tive no dia anterior. O alarme estava programado para tocar 5 horas após eu dormir, porém eu acordei naturalmente bem antes dele tocar, lembrando de um sonho gigantesco e outros dois pequenos, isso já demonstra que não seria possivel eu ter todos esses sonhos apenas no período de primeiras 5 horas, por isso acredito que o leve cochilo atrapalhou.
Anotei os 3 sonhos, levou 1 HORA para anotar o primeiro e os 2 restantes foram rápido de anotar, isso também atrapalhou. Desativei o alarme que tocaria em 5h e que estava em 30 minutos para tocar. Coloquei outro alarme para 1:30 junto com a minha auto gravação de voz que tocaria 3x durante essas 1:30. Quando acordei lembrava cerca de dois sonhos, porém desmotivado acabei dormindo novamente sem anotar eles, apenas lembro um micro fragmento de 2 por ter decorado os títulos.

Primeiro sonho: Chuva longa e pesada (Influenciado no meu dia anterior)

Era cerca de 17:00, caia uma chuva muito forte e pesada (Choveu ontem aqui), caiam vários trovões das nuvens negras, enquanto fazia o som do trovão eu imitava-os sincronizando meus lábios para fazer o som ao mesmo tempo. Eu estava na varanda do prédio 201, segundo andar, de lá era possível ver uma estrada, enquanto olhava para ela, dois carros iam de colisão um ao outro, porém um desviou no ultimo segundo e acabou caindo no lago que havia lá próximo.

Fui onde estaria o telefone para ligar para os bombeiros, porém o telefone fixo não estava lá, fui então diretamente para o quarto do meu irmão, talvez desse para chamar os bombeiros por celular. Meu irmão estava sentado frente ao computador no quarto dele, quando eu disse par ele sobre o acidente, ele apenas indicou para mim olhar pela janela. Ao olhar pela janela vejo que o carro já foi resgatado, e que muitos homens de quimono vermelho estavam lá, esses deviam ser os bombeiros, e haviam muitas velas com eles.

O dia amanheceu.

Desci do prédio.

Em direção ao pé de manga estava um guarda junto a cerca, ele cortou os dois arames farpados mais de baixo para que as crianças possam passar por ali. Enquanto as crianças passam, uma delas acaba tendo a testa arranhada por um arame que fica na terceira fileira de baixo para cima.

Continuo andando em direção ao bloco 6, em baixo dele haviam várias pessoas conversando, incluindo Borges e Arthur Vale (Colegas do colégio) que estavam sentados em uma mesa, eu não conseguia entender o que falavam.

Vejo ao longe uma Kombi estilizada como a da foto a baixo, com a diferença que era toda personalizada para ser de Pokémon (Ontem no chat do SonhosLucidos.com estávamos falando de Pokémon).



Fui logo correndo para o portão que tem entre o bloco 10 (o meu) e o bloco 11. De lá eu consegui alcançar a Kombi, e dentro dela haviam cerca de quatro loiras, então cumprimentei elas pela esquerda com um "hi!", (Todas falavam em inglês, isso se deve ao meu troll básico no chat da SonhosLucidos.com), a motorista disse para mim dar a volta e ir sentar ao lado dela. A Kombi vai andando e eu conto em inglês que não vinha por esse caminha há 4 ou 5 anos. Certa parte do caminho tinha uma parte da estrada que saia do chão, ia até cerca de 10 metros do chão, fazia uma curva para a esquerda bem acentuada e voltava para o chão. A motorista deveria ser bem experiente, por ela foi por essa curva que saia do chão com sucesso.

Em cima de uma construção toda destruída, eis que vejo a figura de um adolescente um pouco gordo, mas não obeso. Eu então jogo uma pedra para ele como algum sinal secreto entre nós, porém ele considerou essa pedra uma ameaça e resolveu jogar novamente outra pedra em mim. No momento que ele jogou a pedra, ela ficou bem próxima de mim e parou o tempo (Influencia sobre eu ter perguntado para o Raizen se era possível distorcer o tempo em um sonho lúcido) e ficou azul, possibilitando que eu pegasse ela no ar. O gordinho percebeu isso e então jogou muitas pedras assim como uma espingarda, porém o mesmo aconteceu e eu consegui pegar, a diferença é que dessa vez foi muito arriscado, então disse para a motorista loira entrar em um prédio logo a nossa frente.

Entrando no prédio pude ver que o gordinho já estava lá, droga, corri em direção dele empurrando um carrinho de super mercado, e ele também estava com um carrinho. Chegamos juntos ao mesmo tempo em 2 elevadores, eu no da esquerda ele no da direita, quando o elevado abriu, coloquei o meu carrinho dentro e ele colocou o dele, o elevado fechou, fui para o lado dele e ele foi para o meu lado. Quando a porta se abre novamente, percebemos que os dois carrinhos foram roubados.

Sinto a energia do meu carrinho próximo a mim, atrás de uma porta, quando abro a porta, percebo que ele estava lá mesmo. O gordinho fica triste e chateado por eu ter encontrado o meu carrinho mas ele ter ficado sem o dele, então eu resolvo ajudar. Sigo em direção a uma escada próximo a onde estávamos, depois do elevador, e após vários degraus para baixos, chego em um pequeno quarto onde havia uma bola roxa/azul flutuando e brilhando, que me disse onde estava o carrinho dele, então subi as escadas diferentes da que eu desci.

Dei de cara com um apartamento, quando entro a força vejo que é o atual apartamento que moro. Vejo atrás de um computador e um balde de frango grande uma pessoa, certamente seria quem roubou o carrinho do gordinho. Vejo o carrinho todo quebrado em cima de uma cadeira. Então nesse momento uso um chicote ou estendo meus dedos (não ficou claro para mim o que eram) e atinjo o balde de frango, que estava cheio de baratas, elas se espalham para todos os lados da casa.

Vou em direção a cozinha, pego um frasco de vinagre e começo a rodar jogando o vinagre na cozinha (Influencia de eu ter perguntado sobre girar antes do sonho acabar para continuar lá, e o sonho realmente estava acabando), então o sonho acaba, mas esse foi só o primeiro de três.


Segundo sonho: Espadas no elevador (Influenciado por Chaotic)

Lembro de ter visto na Tv que os jovens atualmente vem jogando muito um jogo em que se pode utilizar seu movimentos porém utilizando o corpo de um campeão.

Não lembro perfeitamente a ordem cronológica e esqueci bastante coisas.

Fui correndo em direção a duas portas de elevador (novamente elevadores) então finquei duas espadas em cada um deles, espadas de verdade, uma muito branca e outra laranja.



Espadas como essa (influenciado pelo Man At Arms que vi no dia anterior), então os dois elevadores se abrem e começam a sugar tudo, eu vou para o elevador da espada branca e um amigo desmaiado vai para o da laranja.

Entramos no jogo, não lembro das coisas dentro do jogo, só lembro de estar usando um campeão como esse, só que com armadura dourada:



Então no mundo real não real pq é real mas tá no sonho que foi dividido em dois mundos eu conversando com meu amigo sobre como é chato ter que esperar a partida acabar para ter a memoria de como foi a batalha, assim no CHAOTIC.

Outra parte que lembro mas não sei onde se encaixa é várias pessoas juntas com seus portáteis cinzas (No chaotic é vermelho) jogando juntos.

Excursão espiritual (Influenciado por Yu Yu Hakusho)

Estava procurando um ônibus com pessoas com alto poder espiritual, eu tinha uma excursão ou viagem para fazer. Entrei em um ônibus que senti nele uma alta concentração de energia espiritual, porém era o ônibus errado.



Sai do ônibus, e junto a mim uma figura humana escura (Não quer dizer que é negro, e sim que é escuro mesmo como uma sombra.) também saiu. Essa figura humana andava pela cidade de forma aleatória e descontrolada, apresentando um risco para as pessoas.



No momento em que ele iria bater em uma linda garota eu pulei e segurei ela abraçando todo o seu corpo, logo após isso começamos a andar de mãos dadas e ela me contou que aquela sombra na verdade era um garoto rico frustrado que acabou matando seu próprio pai.

Vou junto com a garota para outro ônibus, que dessa vez de pessoas que aparentam ser legais então esse certamente era o ônibus certo.


Última edição por yurik44 em Qui Nov 21, 2013 7:19 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Mensagens : 646
Pontos : 2514
Honra : 310
Data de inscrição : 20/10/2013
Idade : 28
Sonhos Lúcidos :
38 / 99938 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Yuri Ramos

em Qui Nov 21, 2013 3:09 pm
dois carros iam de colisão um ao outro, dava para fazer um RC na hora KKKKK. Legal voce ter interpretado a parte da kombi e associado a um evento, como o bate papo que tivemos no chat XD. As vezes os significados estao mais proximo e sao mais simples do que imaginamos.
O que seria aquela bola azul flutuando?

Parece muito um relato de viagem astral, exatamente o que falam que acontecem com pessoas que ficam vagando por um tempo no limbo por terem feito algo errado, ou estar passano por um momento dificil.

Relatos bem detalhados. Parabens.


Última edição por Hiriu em Qui Nov 21, 2013 3:24 pm, editado 2 vez(es)


CORES DOS MEUS RELATOS:

  • Analise ou pensamento/observação.
  • Dialogo, titulo
  • Descrição de um cenário/objeto/pessoa.
  • Realidade ou fato importante.

Orvalho do sonhar:
Fantasiar me conforta
Deslumbrado a imaginar
Sera que e so eu?
Ou alguem se importa?


para nao se desesperar
Sucumbir em expectativas
pois se nao suprir
Posso pelo menos sonhar

Sair desse lugar imundo
Fingir que nao e isso
Tornar tudo intenso
Criar o próprio mundo


Injetar alegria
Olhar fixo para o nada
Rir sozinho
Ate o final do dia


Sentir a liberdade ao voar
Observar o próprio reflexo
E fechar os olhos
Para voltar a sonhar

(Hiriu)
avatar
Mensagens : 27
Pontos : 1569
Honra : 20
Data de inscrição : 20/10/2013
Sonhos Lúcidos :
60 / 99960 / 999
Sonhos Comuns :
150 / 999150 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Yuri Ramos

em Qui Nov 21, 2013 3:13 pm
Caramba em cara, que legal! Chei legal na hora do slow motion porque eu também tive um sonho lúcido assim kkk. Quatro loiras numa kombi estilizada deve ser gangue hein kkk cuidado


"Meus sonhos são uma piada de mal gosto. Eles debocham de mim. Até nos meus sonhos sou um idiota que sabe que vai acordar para a realidade" (Vanilla Sky)

O tempo é nosso inimigo, sonhos lúcidos que o diga lol

“Já teve um sonho, Neo, que você tinha a certeza de que era real? E se você não conseguisse acordar desse sonho? Como saberia a diferença entre o sonho e o mundo real? “
(Morpheus)
neutro penso nisso até hoje
avatar
Mensagens : 146
Pontos : 1879
Honra : 86
Data de inscrição : 16/06/2013
Idade : 23
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Yuri Ramos

em Qui Nov 21, 2013 3:14 pm
Bem interessantes os relatos, gostei principalmente do terceiro, parece que você já entrou no sonho com um objetivo, entrar procurando poder espiritual, peculiar ^^


avatar
Mensagens : 25
Pontos : 1533
Honra : 21
Data de inscrição : 21/11/2013
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
5 / 9995 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Yuri Ramos

em Qui Nov 21, 2013 7:18 pm
Hiriu escreveu:dois carros iam de colisão um ao outro, dava para fazer um RC na hora KKKKK. Legal voce ter interpretado a parte da kombi e associado a um evento, como o bate papo que tivemos no chat XD. As vezes os significados estao mais proximo e sao mais simples do que imaginamos.
O que seria aquela bola azul flutuando?

Parece muito um relato de viagem astral, exatamente o que falam que acontecem com pessoas que ficam vagando por um tempo no limbo por terem feito algo errado, ou estar passano por um momento dificil.

Relatos bem detalhados. Parabens.
Acho que seria uma especie de bola de cristal mágica, que me conta as coisas que eu não sei, afim de me ajudar em alguma jornada.

Mensagens : 1017
Pontos : 3499
Honra : 749
Data de inscrição : 06/08/2013
Idade : 28
Localização : São Paulo/Santo André
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Yuri Ramos

em Sex Nov 22, 2013 3:10 am
Yuri brother aqui estou eu e esse seu relato cara foi muito bem detalhado, está de parabéns certo

Agora me perdi em quais sonhos e partes você teve lucidez ou maior índice de lucidez, creio que você não mencionou a respeito, seja um grau alto, médio ou até oscilações seguidas da continuação do enrendo em si em certas partes. Houve muitos acontecimentos sem plano de ação então não entendi muito bem se você estava lúcido em certas partes ou não, talvez queria seguir o contexto do sonho ou criar seu próprio sonho lúcido? Há uma diferença entre sonhos vividos, controlexconsciência que seriam os famosos sonhos lúcidos sem controle. Aguardo seu comentário certo

Gostei muito da forma que você escreve o seu sonho e particularmente me identifiquei, pois o estilo é parecido com o meu até a parte do arame você mencionou "arranhou na terceira fileira" achei muito interessante a observação.

Quanto a Kombi... quatro loiras? vish eu não sairia mais da Komi iori

Outra parte enigmática a da esfera roxa/azul que respondeu a sua pergunta ajudando-o a achar o carrinho do gordinho.

E o gordinho era ninguém mais ninguém menos do que seu subconsciente causando geral com você ahsuahHUAHSHuhsauhshua iori

Parabéns, continue postando certo
avatar
Mensagens : 25
Pontos : 1533
Honra : 21
Data de inscrição : 21/11/2013
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
5 / 9995 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Yuri Ramos

em Sex Nov 22, 2013 10:09 am
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
Reizen Endler escreveu:
Yuri brother aqui estou eu e esse seu relato cara foi muito bem detalhado, está de parabéns certo

Agora me perdi em quais sonhos e partes você teve lucidez ou maior índice de lucidez, creio que você não mencionou a respeito, seja um grau alto, médio ou até oscilações seguidas da continuação do enrendo em si em certas partes. Houve muitos acontecimentos sem plano de ação então não entendi muito bem se você estava lúcido em certas partes ou não, talvez queria seguir o contexto do sonho ou criar seu próprio sonho lúcido? Há uma diferença entre sonhos vividos, controlexconsciência que seriam os famosos sonhos lúcidos sem controle. Aguardo seu comentário certo

Gostei muito da forma que você escreve o seu sonho e particularmente me identifiquei, pois o estilo é parecido com o meu até a parte do arame você mencionou "arranhou na terceira fileira" achei muito interessante a observação.

Quanto a Kombi... quatro loiras? vish eu não sairia mais da Komi iori

Outra parte enigmática a da esfera roxa/azul que respondeu a sua pergunta ajudando-o a achar o carrinho do gordinho.

E o gordinho era ninguém mais ninguém menos do que seu subconsciente causando geral com você ahsuahHUAHSHuhsauhshua iori

Parabéns, continue postando certo
Em nenhum deles eu estava lúcido, infelizmente...
avatar
Mensagens : 297
Pontos : 1949
Honra : 90
Data de inscrição : 03/10/2013
Idade : 21
Localização : pernambuco
Sonhos Lúcidos :
26 / 99926 / 999
Sonhos Comuns :
29 / 99929 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Yuri Ramos

em Sex Nov 22, 2013 6:39 pm
gostei mais do 2° relato, adoro sonhos com ligações há jogos. feliz


NÃO É ILUSÃO SIM EU VOLTEI O LORDES DAS TREVAS HAHAHAHAHA. #lol#
avatar
Mensagens : 2531
Pontos : 5726
Honra : 1044
Data de inscrição : 12/06/2013
Localização : Bahia
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Yuri Ramos

em Sex Nov 22, 2013 11:53 pm
Gostei de ler seus sonhos yurik44. Muito bem escritos e detalhados.certo 
Continua anotando seus sonhos, que seu diário está ótimo. Logo logo você vai ter um sonho lúcido bem bacana pra contar pra gente aqui no fórum.certo
avatar
Mensagens : 25
Pontos : 1533
Honra : 21
Data de inscrição : 21/11/2013
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
5 / 9995 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Yuri Ramos

em Sab Nov 23, 2013 1:11 am
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
Dia 22/11/2013
Primeiro sonho: Passeio de carro
Desci o prédio do apartamento que morava no 201, em baixo dele podia ouvir duas meninas conversando, mas não ver, nada de espíritos, podia claramente ouvir que estavam atrás do prédio, mas elas não eram meu interesse. Vi em um mural que existia em baixo do prédio vários papeis cortados em formatos de pergaminhos abertos com uma margem vermelha e neles uma letra similar a um A no meio.
Fui andando em direção a saída do condominio, encontrei Gabriel D. andando de Skate, ele me perguntou se eu gostaria de jogar futebol, eu disse que não, pós ficaria apenas correndo atrás da bola.
Continuei o meu caminho para a saída, onde estava ocorrendo um jogo de futebol improvisado com chinelos como trave, o jogo havia sido interrompido por um carro passando, a buzina do carro era o som do ligamento do PS1.

Nesse momento reparei que eu havia trocado de chinelos, meus chinelos anteriores estavam em minhas mãos, e os que seriam a trave estavam em meus pés. Deixeis os chinelos lá, não no lugar certo, mas deixei, e continuei meu caminho.
Futuramente esse chinelo iria ser tema de alguma conversa, mas n lembro que parte foi.
Continuei a sair do condomínio, havia vários carros estacionados, então eu fui pulando todos eles, PS1, PS2, PS3, PS4, PS5, PS6, PS7, PS8, foram ao todo 8 carros, para cada carro que eu pulava eu fazia essa estranha contagem.
Já chegando ao final da saída do condomínio (ela é longa na vida real mesmo) me oferecem uma carona, parece ser uma pessoa de confiança então eu aceito a carona e entro no carro, mas junto a mim também havia outra pessoa que eu não havia percebido que também entra no carro, Igor.
Algum tempo depois, sendo possibilitado pelo amplo espaço interno do carro prateado, eu sento virado para traseira do carro, tendo uma vista das coisas que acontecem atrás e na janela ao lado. O jovem que estava atrás do carro me perguntou se eu conhecia o Igor, já que eu falei algo com ele.
Durante o trajeto que eu não sabia para onde era, vi um carro estranho, estilizado chinês antigo e dentro dele 4 chinesas vestidas de modo tradicional portando leques com o rosto branco por causa do pó de arroz.
Após isso, passou um carro muito elegante e futurista preto, com uma marca BM(alguma letra que n lembro), muito sofisticado e rebaixado.
Parecido com esse só que mais alto e coberto, com traços futuristas que seriam bem curvos e com leves relevos para parecer futurista.

Segundo sonho: Invasão alienina!!
Estava eu e mais uma pessoa vestida com roupas similares a de Tokusatsu, porém metálicas e cheia de armas e parecendo bem robusta e resistente.
Um pouco parecida com essa, porem como disse, Tokusatsu, Powe Ranger, a roupa fica bem justa ao meu corpo e ao do meu parceiro.
Nós estávamos sabendo que em um longo campo onde a grama já estava roxa por ser fim de tarde, haveria uma invasão alienígena.
Uma espécie de meteoro caiu próximo ao local. Eu falei para não atacar o que sair dele, porém meu parceiro insistia em querer atacar o  que sair do meteoro e eliminar por completo, nós começamos a discutir isso e então elevamos apenas a armadura, a armadura fica com 5 metros quando se faz isso, parecendo um Boneco de Olinda, porém com uma aparência ameaçadora e forte.
Desativamos o modo extenso da armadura, havia um computador que recebia informações da central, decidimos consultar ele e segundo ele nenhuma ameaça foi detectada. Porém nossos olhos podiam ver claramente um robô do tamanho de um quadriciclo com uma viseira na frente junto a uma espécie de canhão na parte da frente.
Acho que essa carta foi ativada no sonho sem haver nenhuma menção a ela.
O sonho agora se tornou em um estilo de desenho animado japonês ao estilo chibi (cabeção), enquanto eu podia ver toda a cena de modo panorâmico. Nesse momento apareceu uma menininha apenas de calças e tênis, isso mesmo, sem camisa, porém utilizava as mãos para tampar os seios, ela andou entre nós e deu algum aviso importante que não me recordo.
O estilo do sonho volta ao normal.
Eu e o meu parceiro elevamos nossa armadura novamente a 5 metros, só que dessa vez junto com o corpo, agora parecia 2x mais ameaçador.
Sonho Bônus: Super Mordida Banguela
Minha cadela.
Me morde muito forte com sua banguela (por causa da elevada idade dela) porém essa mordida foi muito forte, tive que pedir ajuda da minha mãe para me livrar da mordida que ela deu no meu dedo indicador direito, a circulação sanguínea do dedo era nula, o dedo estava roxo.
Essa parte é bônus pq eu não me lembro do resto do sonho, era longo e não tem como anotar se eu não lembro do resto.
avatar
Mensagens : 2531
Pontos : 5726
Honra : 1044
Data de inscrição : 12/06/2013
Localização : Bahia
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Yuri Ramos

em Sab Nov 23, 2013 2:02 am
yurik44:

yurik44 escreveu:
Dia 22/11/2013
Primeiro sonho: Passeio de carro
Desci o prédio do apartamento que morava no 201, em baixo dele podia ouvir duas meninas conversando, mas não ver, nada de espíritos, podia claramente ouvir que estavam atrás do prédio, mas elas não eram meu interesse. Vi em um mural que existia em baixo do prédio vários papeis cortados em formatos de pergaminhos abertos com uma margem vermelha e neles uma letra similar a um A no meio.
Fui andando em direção a saída do condominio, encontrei Gabriel D. andando de Skate, ele me perguntou se eu gostaria de jogar futebol, eu disse que não, pós ficaria apenas correndo atrás da bola.
Continuei o meu caminho para a saída, onde estava ocorrendo um jogo de futebol improvisado com chinelos como trave, o jogo havia sido interrompido por um carro passando, a buzina do carro era o som do ligamento do PS1.

Nesse momento reparei que eu havia trocado de chinelos, meus chinelos anteriores estavam em minhas mãos, e os que seriam a trave estavam em meus pés. Deixeis os chinelos lá, não no lugar certo, mas deixei, e continuei meu caminho.
Futuramente esse chinelo iria ser tema de alguma conversa, mas n lembro que parte foi.
Continuei a sair do condomínio, havia vários carros estacionados, então eu fui pulando todos eles, PS1, PS2, PS3, PS4, PS5, PS6, PS7, PS8, foram ao todo 8 carros, para cada carro que eu pulava eu fazia essa estranha contagem.
Já chegando ao final da saída do condomínio (ela é longa na vida real mesmo) me oferecem uma carona, parece ser uma pessoa de confiança então eu aceito a carona e entro no carro, mas junto a mim também havia outra pessoa que eu não havia percebido que também entra no carro, Igor.
Algum tempo depois, sendo possibilitado pelo amplo espaço interno do carro prateado, eu sento virado para traseira do carro, tendo uma vista das coisas que acontecem atrás e na janela ao lado. O jovem que estava atrás do carro me perguntou se eu conhecia o Igor, já que eu falei algo com ele.
Durante o trajeto que eu não sabia para onde era, vi um carro estranho, estilizado chinês antigo e dentro dele 4 chinesas vestidas de modo tradicional portando leques com o rosto branco por causa do pó de arroz.
Após isso, passou um carro muito elegante e futurista preto, com uma marca BM(alguma letra que n lembro), muito sofisticado e rebaixado.
Parecido com esse só que mais alto e coberto, com traços futuristas que seriam bem curvos e com leves relevos para parecer futurista.

Segundo sonho: Invasão alienina!!
Estava eu e mais uma pessoa vestida com roupas similares a de Tokusatsu, porém metálicas e cheia de armas e parecendo bem robusta e resistente.
Um pouco parecida com essa, porem como disse, Tokusatsu, Powe Ranger, a roupa fica bem justa ao meu corpo e ao do meu parceiro.
Nós estávamos sabendo que em um longo campo onde a grama já estava roxa por ser fim de tarde, haveria uma invasão alienígena.
Uma espécie de meteoro caiu próximo ao local. Eu falei para não atacar o que sair dele, porém meu parceiro insistia em querer atacar o  que sair do meteoro e eliminar por completo, nós começamos a discutir isso e então elevamos apenas a armadura, a armadura fica com 5 metros quando se faz isso, parecendo um Boneco de Olinda, porém com uma aparência ameaçadora e forte.
Desativamos o modo extenso da armadura, havia um computador que recebia informações da central, decidimos consultar ele e segundo ele nenhuma ameaça foi detectada. Porém nossos olhos podiam ver claramente um robô do tamanho de um quadriciclo com uma viseira na frente junto a uma espécie de canhão na parte da frente.
Acho que essa carta foi ativada no sonho sem haver nenhuma menção a ela.
O sonho agora se tornou em um estilo de desenho animado japonês ao estilo chibi (cabeção), enquanto eu podia ver toda a cena de modo panorâmico. Nesse momento apareceu uma menininha apenas de calças e tênis, isso mesmo, sem camisa, porém utilizava as mãos para tampar os seios, ela andou entre nós e deu algum aviso importante que não me recordo.
O estilo do sonho volta ao normal.
Eu e o meu parceiro elevamos nossa armadura novamente a 5 metros, só que dessa vez junto com o corpo, agora parecia 2x mais ameaçador.
Sonho Bônus: Super Mordida Banguela
Minha cadela.
Me morde muito forte com sua banguela (por causa da elevada idade dela) porém essa mordida foi muito forte, tive que pedir ajuda da minha mãe para me livrar da mordida que ela deu no meu dedo indicador direito, a circulação sanguínea do dedo era nula, o dedo estava roxo.
Essa parte é bônus pq eu não me lembro do resto do sonho, era longo e não tem como anotar se eu não lembro do resto.
kkkkk As mulheres chinesas com pó de arroz no rosto e vestindo quimonos tradicionais, são chamadas de gueixas. Na verdade, você sonhou com japonesas.gargalhada 

Sua cadelinha está banguelinha mesmo. Tá faltando uns dentes inferiores. kkkkkkk

Ela está com catarata nos olhos ou é o reflexo do flash na foto?
avatar
Mensagens : 25
Pontos : 1533
Honra : 21
Data de inscrição : 21/11/2013
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
5 / 9995 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Yuri Ramos

em Sab Nov 23, 2013 2:19 am
Ramon escreveu:
yurik44:

yurik44 escreveu:
Dia 22/11/2013
Primeiro sonho: Passeio de carro
Desci o prédio do apartamento que morava no 201, em baixo dele podia ouvir duas meninas conversando, mas não ver, nada de espíritos, podia claramente ouvir que estavam atrás do prédio, mas elas não eram meu interesse. Vi em um mural que existia em baixo do prédio vários papeis cortados em formatos de pergaminhos abertos com uma margem vermelha e neles uma letra similar a um A no meio.
Fui andando em direção a saída do condominio, encontrei Gabriel D. andando de Skate, ele me perguntou se eu gostaria de jogar futebol, eu disse que não, pós ficaria apenas correndo atrás da bola.
Continuei o meu caminho para a saída, onde estava ocorrendo um jogo de futebol improvisado com chinelos como trave, o jogo havia sido interrompido por um carro passando, a buzina do carro era o som do ligamento do PS1.

Nesse momento reparei que eu havia trocado de chinelos, meus chinelos anteriores estavam em minhas mãos, e os que seriam a trave estavam em meus pés. Deixeis os chinelos lá, não no lugar certo, mas deixei, e continuei meu caminho.
Futuramente esse chinelo iria ser tema de alguma conversa, mas n lembro que parte foi.
Continuei a sair do condomínio, havia vários carros estacionados, então eu fui pulando todos eles, PS1, PS2, PS3, PS4, PS5, PS6, PS7, PS8, foram ao todo 8 carros, para cada carro que eu pulava eu fazia essa estranha contagem.
Já chegando ao final da saída do condomínio (ela é longa na vida real mesmo) me oferecem uma carona, parece ser uma pessoa de confiança então eu aceito a carona e entro no carro, mas junto a mim também havia outra pessoa que eu não havia percebido que também entra no carro, Igor.
Algum tempo depois, sendo possibilitado pelo amplo espaço interno do carro prateado, eu sento virado para traseira do carro, tendo uma vista das coisas que acontecem atrás e na janela ao lado. O jovem que estava atrás do carro me perguntou se eu conhecia o Igor, já que eu falei algo com ele.
Durante o trajeto que eu não sabia para onde era, vi um carro estranho, estilizado chinês antigo e dentro dele 4 chinesas vestidas de modo tradicional portando leques com o rosto branco por causa do pó de arroz.
Após isso, passou um carro muito elegante e futurista preto, com uma marca BM(alguma letra que n lembro), muito sofisticado e rebaixado.
Parecido com esse só que mais alto e coberto, com traços futuristas que seriam bem curvos e com leves relevos para parecer futurista.

Segundo sonho: Invasão alienina!!
Estava eu e mais uma pessoa vestida com roupas similares a de Tokusatsu, porém metálicas e cheia de armas e parecendo bem robusta e resistente.
Um pouco parecida com essa, porem como disse, Tokusatsu, Powe Ranger, a roupa fica bem justa ao meu corpo e ao do meu parceiro.
Nós estávamos sabendo que em um longo campo onde a grama já estava roxa por ser fim de tarde, haveria uma invasão alienígena.
Uma espécie de meteoro caiu próximo ao local. Eu falei para não atacar o que sair dele, porém meu parceiro insistia em querer atacar o  que sair do meteoro e eliminar por completo, nós começamos a discutir isso e então elevamos apenas a armadura, a armadura fica com 5 metros quando se faz isso, parecendo um Boneco de Olinda, porém com uma aparência ameaçadora e forte.
Desativamos o modo extenso da armadura, havia um computador que recebia informações da central, decidimos consultar ele e segundo ele nenhuma ameaça foi detectada. Porém nossos olhos podiam ver claramente um robô do tamanho de um quadriciclo com uma viseira na frente junto a uma espécie de canhão na parte da frente.
Acho que essa carta foi ativada no sonho sem haver nenhuma menção a ela.
O sonho agora se tornou em um estilo de desenho animado japonês ao estilo chibi (cabeção), enquanto eu podia ver toda a cena de modo panorâmico. Nesse momento apareceu uma menininha apenas de calças e tênis, isso mesmo, sem camisa, porém utilizava as mãos para tampar os seios, ela andou entre nós e deu algum aviso importante que não me recordo.
O estilo do sonho volta ao normal.
Eu e o meu parceiro elevamos nossa armadura novamente a 5 metros, só que dessa vez junto com o corpo, agora parecia 2x mais ameaçador.
Sonho Bônus: Super Mordida Banguela
Minha cadela.
Me morde muito forte com sua banguela (por causa da elevada idade dela) porém essa mordida foi muito forte, tive que pedir ajuda da minha mãe para me livrar da mordida que ela deu no meu dedo indicador direito, a circulação sanguínea do dedo era nula, o dedo estava roxo.
Essa parte é bônus pq eu não me lembro do resto do sonho, era longo e não tem como anotar se eu não lembro do resto.
kkkkk As mulheres chinesas com pó de arroz no rosto e vestindo quimonos tradicionais, são chamadas de gueixas. Na verdade, você sonhou com japonesas.gargalhada 

Sua cadelinha está banguelinha mesmo. Tá faltando uns dentes inferiores. kkkkkkk

Ela está com catarata nos olhos ou é o reflexo do flash na foto?
Sou uma pessoa com cultura, meu caro Ramon.

"Depois os chineses inventaram o pó-de-arroz, na idade Média, os japoneses tiveram a idéia de usá-lo para uniformizar o rosto das mulheres, obter a aparência extremamente clara. Pois com todas iguais evitava-se confrontos e ciúmes entre os homens. Aplicava-se no rosto, um pó espesso e argiloso feito de farinha de arroz, chamado oshiroi muito visto na maquiagem da gueixa até nos dias atuais."


Sei o que é uma gueixa, e como eu estava no meu sonho vendo um carro motorizado e sabendo que pó de arroz é uma invenção chinesa associando também ao carro motorizado porém parecendo um Rikisha, poderia dizer com toda a certeza que eram chinesas e ainda mais que a china importou muitos leques da europa. A cadela tem acho que 14 anos quase.
avatar
Mensagens : 2531
Pontos : 5726
Honra : 1044
Data de inscrição : 12/06/2013
Localização : Bahia
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Yuri Ramos

em Sab Nov 23, 2013 2:50 am
yurik44:

yurik44 escreveu:
Ramon escreveu:
yurik44:

yurik44 escreveu:
Dia 22/11/2013
Primeiro sonho: Passeio de carro
Desci o prédio do apartamento que morava no 201, em baixo dele podia ouvir duas meninas conversando, mas não ver, nada de espíritos, podia claramente ouvir que estavam atrás do prédio, mas elas não eram meu interesse. Vi em um mural que existia em baixo do prédio vários papeis cortados em formatos de pergaminhos abertos com uma margem vermelha e neles uma letra similar a um A no meio.
Fui andando em direção a saída do condominio, encontrei Gabriel D. andando de Skate, ele me perguntou se eu gostaria de jogar futebol, eu disse que não, pós ficaria apenas correndo atrás da bola.
Continuei o meu caminho para a saída, onde estava ocorrendo um jogo de futebol improvisado com chinelos como trave, o jogo havia sido interrompido por um carro passando, a buzina do carro era o som do ligamento do PS1.

Nesse momento reparei que eu havia trocado de chinelos, meus chinelos anteriores estavam em minhas mãos, e os que seriam a trave estavam em meus pés. Deixeis os chinelos lá, não no lugar certo, mas deixei, e continuei meu caminho.
Futuramente esse chinelo iria ser tema de alguma conversa, mas n lembro que parte foi.
Continuei a sair do condomínio, havia vários carros estacionados, então eu fui pulando todos eles, PS1, PS2, PS3, PS4, PS5, PS6, PS7, PS8, foram ao todo 8 carros, para cada carro que eu pulava eu fazia essa estranha contagem.
Já chegando ao final da saída do condomínio (ela é longa na vida real mesmo) me oferecem uma carona, parece ser uma pessoa de confiança então eu aceito a carona e entro no carro, mas junto a mim também havia outra pessoa que eu não havia percebido que também entra no carro, Igor.
Algum tempo depois, sendo possibilitado pelo amplo espaço interno do carro prateado, eu sento virado para traseira do carro, tendo uma vista das coisas que acontecem atrás e na janela ao lado. O jovem que estava atrás do carro me perguntou se eu conhecia o Igor, já que eu falei algo com ele.
Durante o trajeto que eu não sabia para onde era, vi um carro estranho, estilizado chinês antigo e dentro dele 4 chinesas vestidas de modo tradicional portando leques com o rosto branco por causa do pó de arroz.
Após isso, passou um carro muito elegante e futurista preto, com uma marca BM(alguma letra que n lembro), muito sofisticado e rebaixado.
Parecido com esse só que mais alto e coberto, com traços futuristas que seriam bem curvos e com leves relevos para parecer futurista.

Segundo sonho: Invasão alienina!!
Estava eu e mais uma pessoa vestida com roupas similares a de Tokusatsu, porém metálicas e cheia de armas e parecendo bem robusta e resistente.
Um pouco parecida com essa, porem como disse, Tokusatsu, Powe Ranger, a roupa fica bem justa ao meu corpo e ao do meu parceiro.
Nós estávamos sabendo que em um longo campo onde a grama já estava roxa por ser fim de tarde, haveria uma invasão alienígena.
Uma espécie de meteoro caiu próximo ao local. Eu falei para não atacar o que sair dele, porém meu parceiro insistia em querer atacar o  que sair do meteoro e eliminar por completo, nós começamos a discutir isso e então elevamos apenas a armadura, a armadura fica com 5 metros quando se faz isso, parecendo um Boneco de Olinda, porém com uma aparência ameaçadora e forte.
Desativamos o modo extenso da armadura, havia um computador que recebia informações da central, decidimos consultar ele e segundo ele nenhuma ameaça foi detectada. Porém nossos olhos podiam ver claramente um robô do tamanho de um quadriciclo com uma viseira na frente junto a uma espécie de canhão na parte da frente.
Acho que essa carta foi ativada no sonho sem haver nenhuma menção a ela.
O sonho agora se tornou em um estilo de desenho animado japonês ao estilo chibi (cabeção), enquanto eu podia ver toda a cena de modo panorâmico. Nesse momento apareceu uma menininha apenas de calças e tênis, isso mesmo, sem camisa, porém utilizava as mãos para tampar os seios, ela andou entre nós e deu algum aviso importante que não me recordo.
O estilo do sonho volta ao normal.
Eu e o meu parceiro elevamos nossa armadura novamente a 5 metros, só que dessa vez junto com o corpo, agora parecia 2x mais ameaçador.
Sonho Bônus: Super Mordida Banguela
Minha cadela.
Me morde muito forte com sua banguela (por causa da elevada idade dela) porém essa mordida foi muito forte, tive que pedir ajuda da minha mãe para me livrar da mordida que ela deu no meu dedo indicador direito, a circulação sanguínea do dedo era nula, o dedo estava roxo.
Essa parte é bônus pq eu não me lembro do resto do sonho, era longo e não tem como anotar se eu não lembro do resto.
kkkkk As mulheres chinesas com pó de arroz no rosto e vestindo quimonos tradicionais, são chamadas de gueixas. Na verdade, você sonhou com japonesas.gargalhada 

Sua cadelinha está banguelinha mesmo. Tá faltando uns dentes inferiores. kkkkkkk

Ela está com catarata nos olhos ou é o reflexo do flash na foto?
Sou uma pessoa com cultura, meu caro Ramon.

"Depois os chineses inventaram o pó-de-arroz, na idade Média, os japoneses tiveram a idéia de usá-lo para uniformizar o rosto das mulheres, obter a aparência extremamente clara. Pois com todas iguais evitava-se confrontos e ciúmes entre os homens. Aplicava-se no rosto, um pó espesso e argiloso feito de farinha de arroz, chamado oshiroi muito visto na maquiagem da gueixa até nos dias atuais."


Sei o que é uma gueixa, e como eu estava no meu sonho vendo um carro motorizado e sabendo que pó de arroz é uma invenção chinesa associando também ao carro motorizado porém parecendo um Rikisha, poderia dizer com toda a certeza que eram chinesas e ainda mais que a china importou muitos leques da europa. A cadela tem acho que 14 anos quase.
Calma! O sonho é seu, então se você viu chinesas, quem sou eu pra dizer que foram japonesas disfarçadas de chinesas.gargalhada

Sua cadelinha já é uma senhorinha de idade. Parabéns pra ela. certo  E parabéns pra você, por criar ela tão bem, que ela está aí firme e forte com 14 anos. Parabéns!certo
avatar
Mensagens : 25
Pontos : 1533
Honra : 21
Data de inscrição : 21/11/2013
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
5 / 9995 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Yuri Ramos

em Sab Nov 23, 2013 2:47 pm
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
Dia 22/11/2013
Primeiro e único sonho: Velhas memórias confrontando o presente enquanto a noite cai

Eu não era eu mesmo, Yuri Ramos, estava no corpo de Keitaro (Love Hina).



Eu estava com a Naru Narusegawa fazendo um passeio/viagem.



Justos estamos em um trem, antes de estarmos em um trem estavamos em um ônibus. O trem estava bem vazio, porém em uma determinada estação entrou muitas pessoas e então ficamos separados um do outro.

Ouve uma briga entre passageiros de trás do trem, então eu fui no meio e separei a briga.

Logo chegou a estão em que iriamos descer, muitas pessoas desceram nela também deixando o trem novamente quase vazio. Fiquei vendo se a Naru iria descer do trem, porém ela não desceu, ela se esqueceu. Fui correndo pela janela que se encontrava aberta, ela também foi para essa janela.

Esse momento parecia a cena da garota da promessa partindo no episódio 1.



Me aproximei da janela correndo e pus minhas mãos nos cantos para segurar ela enquanto corria no mesmo ritmo do trem que ia acelerando aos poucos, logo seria impossível de acompanhar ele. Então a Naru me deu um beijo de repente.



E diz: "Aproveite o passeio sem mim."

Perco o ritmo da corrida e então o trem me deixa para trás, então ||eu fico louco e a energia e o poder vão crescer, e bate de repente um desejo latente de romper limites||
(O que está entre || é por culpa da música que estou ouvindo agora) então começo a correr mais rápido e consigo outros beijos antes acabar o sonho.

Parte oculta do sonho, O Real Propósito:

O Real Propósito:

Isso se encaixa diretamente no final do sonho, Naru na verdade não se esqueceu de descer comigo, na verdade estava descendo em outra estação para enfrentar um inimigo muito poderoso. Ao chegar em uma parte subterranea com o teto ameaçando desabar, ela encontrou um inimigo muito forte e então disse que estava lá para lutar por mim que não queria que eu me machucasse, então isso significaria que eu desci na estação errada. A Naru cerrou os punhos e começou a emanar uma forte energia espiritual/cósmica/chacra/Ki que fazia todo o local estremecer, e toda essa energia era muito comprimida em um circulo em volta de sua mão, podendo ser liberado com um dos super ultra socos da naru.











avatar
Mensagens : 297
Pontos : 1949
Honra : 90
Data de inscrição : 03/10/2013
Idade : 21
Localização : pernambuco
Sonhos Lúcidos :
26 / 99926 / 999
Sonhos Comuns :
29 / 99929 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Yuri Ramos

em Sab Nov 23, 2013 4:45 pm
legal sem muitos comentários preciso ver esse anime U.U


NÃO É ILUSÃO SIM EU VOLTEI O LORDES DAS TREVAS HAHAHAHAHA. #lol#
avatar
Mensagens : 2531
Pontos : 5726
Honra : 1044
Data de inscrição : 12/06/2013
Localização : Bahia
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Yuri Ramos

em Sab Nov 23, 2013 9:27 pm
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
yurik44:

yurik44 escreveu:
Dia 22/11/2013
Primeiro e único sonho: Velhas memórias confrontando o presente enquanto a noite cai

Eu não era eu mesmo, Yuri Ramos, estava no corpo de Keitaro (Love Hina).



Eu estava com a Naru Narusegawa fazendo um passeio/viagem.



Justos estamos em um trem, antes de estarmos em um trem estavamos em um ônibus. O trem estava bem vazio, porém em uma determinada estação entrou muitas pessoas e então ficamos separados um do outro.

Ouve uma briga entre passageiros de trás do trem, então eu fui no meio e separei a briga.

Logo chegou a estão em que iriamos descer, muitas pessoas desceram nela também deixando o trem novamente quase vazio. Fiquei vendo se a Naru iria descer do trem, porém ela não desceu, ela se esqueceu. Fui correndo pela janela que se encontrava aberta, ela também foi para essa janela.

Esse momento parecia a cena da garota da promessa partindo no episódio 1.



Me aproximei da janela correndo e pus minhas mãos nos cantos para segurar ela enquanto corria no mesmo ritmo do trem que ia acelerando aos poucos, logo seria impossível de acompanhar ele. Então a Naru me deu um beijo de repente.



E diz: "Aproveite o passeio sem mim."

Perco o ritmo da corrida e então o trem me deixa para trás, então ||eu fico louco e a energia e o poder vão crescer, e bate de repente um desejo latente de romper limites||
(O que está entre || é por culpa da música que estou ouvindo agora) então começo a correr mais rápido e consigo outros beijos antes acabar o sonho.

Parte oculta do sonho, O Real Propósito:

O Real Propósito:

Isso se encaixa diretamente no final do sonho, Naru na verdade não se esqueceu de descer comigo, na verdade estava descendo em outra estação para enfrentar um inimigo muito poderoso. Ao chegar em uma parte subterranea com o teto ameaçando desabar, ela encontrou um inimigo muito forte e então disse que estava lá para lutar por mim que não queria que eu me machucasse, então isso significaria que eu desci na estação errada. A Naru cerrou os punhos e começou a emanar uma forte energia espiritual/cósmica/chacra/Ki que fazia todo o local estremecer, e toda essa energia era muito comprimida em um circulo em volta de sua mão, podendo ser liberado com um dos super ultra socos da naru.











Eu ainda me perco lendo sonhos que tem personagens de animes. Pois eu não conheço os personagens. Mas senti que rolou um clima de Love da Naru com você nesse sonho.gargalhada
avatar
Mensagens : 25
Pontos : 1533
Honra : 21
Data de inscrição : 21/11/2013
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
5 / 9995 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Yuri Ramos

em Sab Nov 23, 2013 9:49 pm
Reputação da mensagem: 100% (2 votos)
Ramon escreveu:
yurik44:

yurik44 escreveu:
Dia 22/11/2013
Primeiro e único sonho: Velhas memórias confrontando o presente enquanto a noite cai

Eu não era eu mesmo, Yuri Ramos, estava no corpo de Keitaro (Love Hina).



Eu estava com a Naru Narusegawa fazendo um passeio/viagem.



Justos estamos em um trem, antes de estarmos em um trem estavamos em um ônibus. O trem estava bem vazio, porém em uma determinada estação entrou muitas pessoas e então ficamos separados um do outro.

Ouve uma briga entre passageiros de trás do trem, então eu fui no meio e separei a briga.

Logo chegou a estão em que iriamos descer, muitas pessoas desceram nela também deixando o trem novamente quase vazio. Fiquei vendo se a Naru iria descer do trem, porém ela não desceu, ela se esqueceu. Fui correndo pela janela que se encontrava aberta, ela também foi para essa janela.

Esse momento parecia a cena da garota da promessa partindo no episódio 1.



Me aproximei da janela correndo e pus minhas mãos nos cantos para segurar ela enquanto corria no mesmo ritmo do trem que ia acelerando aos poucos, logo seria impossível de acompanhar ele. Então a Naru me deu um beijo de repente.



E diz: "Aproveite o passeio sem mim."

Perco o ritmo da corrida e então o trem me deixa para trás, então ||eu fico louco e a energia e o poder vão crescer, e bate de repente um desejo latente de romper limites||
(O que está entre || é por culpa da música que estou ouvindo agora) então começo a correr mais rápido e consigo outros beijos antes acabar o sonho.

Parte oculta do sonho, O Real Propósito:

O Real Propósito:

Isso se encaixa diretamente no final do sonho, Naru na verdade não se esqueceu de descer comigo, na verdade estava descendo em outra estação para enfrentar um inimigo muito poderoso. Ao chegar em uma parte subterranea com o teto ameaçando desabar, ela encontrou um inimigo muito forte e então disse que estava lá para lutar por mim que não queria que eu me machucasse, então isso significaria que eu desci na estação errada. A Naru cerrou os punhos e começou a emanar uma forte energia espiritual/cósmica/chacra/Ki que fazia todo o local estremecer, e toda essa energia era muito comprimida em um circulo em volta de sua mão, podendo ser liberado com um dos super ultra socos da naru.











Eu ainda me perco lendo sonhos que tem personagens de animes. Pois eu não conheço os personagens. Mas senti que rolou um clima de Love da Naru com você nesse sonho.gargalhada
Na história original eles até se casam, já que não conhece vc pode conhecer, é um ótimo anime até mesmo para quem nunca viu um outro. Ele fala sobre a importancia de uma promessa (O keitaro e a garota da promessa se encontrarem na mesma faculdade, a Todai) e também tem muita comédia.
avatar
Mensagens : 2531
Pontos : 5726
Honra : 1044
Data de inscrição : 12/06/2013
Localização : Bahia
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Yuri Ramos

em Sab Nov 23, 2013 9:58 pm
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
yurik44:
yurik44 escreveu:
Ramon escreveu:
yurik44:

yurik44 escreveu:
Dia 22/11/2013
Primeiro e único sonho: Velhas memórias confrontando o presente enquanto a noite cai

Eu não era eu mesmo, Yuri Ramos, estava no corpo de Keitaro (Love Hina).



Eu estava com a Naru Narusegawa fazendo um passeio/viagem.



Justos estamos em um trem, antes de estarmos em um trem estavamos em um ônibus. O trem estava bem vazio, porém em uma determinada estação entrou muitas pessoas e então ficamos separados um do outro.

Ouve uma briga entre passageiros de trás do trem, então eu fui no meio e separei a briga.

Logo chegou a estão em que iriamos descer, muitas pessoas desceram nela também deixando o trem novamente quase vazio. Fiquei vendo se a Naru iria descer do trem, porém ela não desceu, ela se esqueceu. Fui correndo pela janela que se encontrava aberta, ela também foi para essa janela.

Esse momento parecia a cena da garota da promessa partindo no episódio 1.



Me aproximei da janela correndo e pus minhas mãos nos cantos para segurar ela enquanto corria no mesmo ritmo do trem que ia acelerando aos poucos, logo seria impossível de acompanhar ele. Então a Naru me deu um beijo de repente.



E diz: "Aproveite o passeio sem mim."

Perco o ritmo da corrida e então o trem me deixa para trás, então ||eu fico louco e a energia e o poder vão crescer, e bate de repente um desejo latente de romper limites||
(O que está entre || é por culpa da música que estou ouvindo agora) então começo a correr mais rápido e consigo outros beijos antes acabar o sonho.

Parte oculta do sonho, O Real Propósito:

O Real Propósito:

Isso se encaixa diretamente no final do sonho, Naru na verdade não se esqueceu de descer comigo, na verdade estava descendo em outra estação para enfrentar um inimigo muito poderoso. Ao chegar em uma parte subterranea com o teto ameaçando desabar, ela encontrou um inimigo muito forte e então disse que estava lá para lutar por mim que não queria que eu me machucasse, então isso significaria que eu desci na estação errada. A Naru cerrou os punhos e começou a emanar uma forte energia espiritual/cósmica/chacra/Ki que fazia todo o local estremecer, e toda essa energia era muito comprimida em um circulo em volta de sua mão, podendo ser liberado com um dos super ultra socos da naru.











Eu ainda me perco lendo sonhos que tem personagens de animes. Pois eu não conheço os personagens. Mas senti que rolou um clima de Love da Naru com você nesse sonho.gargalhada
Na história original eles até se casam, já que não conhece vc pode conhecer, é um ótimo anime até mesmo para quem nunca viu um outro. Ele fala sobre a importancia de uma promessa (O keitaro e a garota da promessa se encontrarem na mesma faculdade, a Todai) e também tem muita comédia.
Valeu pela dica, Yuri. Depois eu vou dar uma olhada nesse anime no youtube. Parece ser muito bom mesmo. Valeu!certo 
Mensagens : 1017
Pontos : 3499
Honra : 749
Data de inscrição : 06/08/2013
Idade : 28
Localização : São Paulo/Santo André
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Yuri Ramos

em Dom Nov 24, 2013 12:30 am
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
Muito bom Yuri sonhos cheio de detalhes, gostei do segundo sonho bem romantico, bacana e o promeiro a parte do playstation one foi uma brisa rsrs, muita informação aí hein, cultura japonesa, power rangers, yu-gi-oh!, gostei dos relatos certo
avatar
Mensagens : 25
Pontos : 1533
Honra : 21
Data de inscrição : 21/11/2013
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
5 / 9995 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Yuri Ramos

em Dom Nov 24, 2013 8:30 pm
Reputação da mensagem: 100% (2 votos)
Dia 24/11/13

Foram vários sonhos, dessa vez não consegui em riqueza de detalhes, além de que eu dormir além do limite.


  • Eu estava criando uma mini baleia dentro de um pote de vidro com a ajuda de alguma professora que eu não lembro qual era.
  • Estava no corpo do Hiei (Yu Yu Hakusho) e estava dentro de uma cápsula parecida com a que os saiyajins se locomovem no espaço, porém era toda de metal e parecia ter desenhos maias. Cai em uma ilha em formato de lula junto com outras pessoas, sabia que éramos um time, do outro lado da ilha também caíram um time inimigo, então lutamos por sobrevivência, tínhamos que destruir torres inimiga em que quanto mais alto fosse o dano, maior o dano seria (Vermelho até o verde). Ganhamos a batalha e rendemos os últimos dois inimigos que se recusaram a batalhar tendo em mente nossa força.
  • Dentro de uma casa de jogos abandonada, tipo um fliperama. Haviam brinquedos quebrados que funcionavam de forma macabra e faziam sons assustadores. Crianças também visitavam essa casa de jogos.
  • Jatos norte americanos que estavam fazendo ultra rasantes a ponto de quase tocar no teto de uma casa de teste, isso iria acontecer duas vezes, eu consegui ver as duas vezes, sempre que passava pela casa de teste ela ficava em pedaços. Depois passou na tv sobre o Brasil estar investigando isso e tinham imagens gravadas por drones em formato de helicóptero pequeno cromado.
  • Eu tinha uma caixa e dentro dela eu misturava seletores de champions do League of Legends para fazer um sorteio, coloquei um pó para ajudar a não trapacearem na hora do sorteio.
  • Estava fazendo um amigo secreto, no sentido de preparar, talvez fosse o sonho acima, mas não tenho certeza de nada.
  • Estava dentro de um clube onde várias crianças se divertiam, vi uma espécie de parque temático aquático só que na terra, e do lado disso havia um campo de futebol onde meninas brincavam com uma bola grande cheia de ar, a bola saiu do campo em minha direção, peguei ela e mandei de volta, enquanto ia em uma outra direção agora, outra bola menor passa ao meu lado, e antes que eu tivesse intenção de pegar, vi um garoto negro correndo em minha direção, estalei os dedos próximo a ele como sinal dele pegar a bola, ele entendeu e pegou a bola pequena e mandou de volta para o campo.
  • No hotel de transito do condomínio onde eu morava, vou tentando ver os quartos, que são no solo, não consigo ver nada e enquanto ando, vejo uma porta aberta, dou uma entrada nessa porta, e logo observo uma pedra com relevo igual a de uma akuma no mi, então seguro a pedra que estava no chão com os dedos médio, indicado e polegar, imediatamente esses dedos começam a coçar e eu derrubo a pedra. Nesse mesmo sonho a tia da biblioteca diz que também tocou na pedra.
avatar
Mensagens : 2531
Pontos : 5726
Honra : 1044
Data de inscrição : 12/06/2013
Localização : Bahia
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Yuri Ramos

em Dom Nov 24, 2013 11:04 pm
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
yurik44:
yurik44 escreveu:Dia 24/11/13

Foram vários sonhos, dessa vez não consegui em riqueza de detalhes, além de que eu dormir além do limite.


  • Eu estava criando uma mini baleia dentro de um pote de vidro com a ajuda de alguma professora que eu não lembro qual era.
  • Estava no corpo do Hiei (Yu Yu Hakusho) e estava dentro de uma cápsula parecida com a que os saiyajins se locomovem no espaço, porém era toda de metal e parecia ter desenhos maias. Cai em uma ilha em formato de lula junto com outras pessoas, sabia que éramos um time, do outro lado da ilha também caíram um time inimigo, então lutamos por sobrevivência, tínhamos que destruir torres inimiga em que quanto mais alto fosse o dano, maior o dano seria (Vermelho até o verde). Ganhamos a batalha e rendemos os últimos dois inimigos que se recusaram a batalhar tendo em mente nossa força.
  • Dentro de uma casa de jogos abandonada, tipo um fliperama. Haviam brinquedos quebrados que funcionavam de forma macabra e faziam sons assustadores. Crianças também visitavam essa casa de jogos.
  • Jatos norte americanos que estavam fazendo ultra rasantes a ponto de quase tocar no teto de uma casa de teste, isso iria acontecer duas vezes, eu consegui ver as duas vezes, sempre que passava pela casa de teste ela ficava em pedaços. Depois passou na tv sobre o Brasil estar investigando isso e tinham imagens gravadas por drones em formato de helicóptero pequeno cromado.
  • Eu tinha uma caixa e dentro dela eu misturava seletores de champions do League of Legends para fazer um sorteio, coloquei um pó para ajudar a não trapacearem na hora do sorteio.
  • Estava fazendo um amigo secreto, no sentido de preparar, talvez fosse o sonho acima, mas não tenho certeza de nada.
  • Estava dentro de um clube onde várias crianças se divertiam, vi uma espécie de parque temático aquático só que na terra, e do lado disso havia um campo de futebol onde meninas brincavam com uma bola grande cheia de ar, a bola saiu do campo em minha direção, peguei ela e mandei de volta, enquanto ia em uma outra direção agora, outra bola menor passa ao meu lado, e antes que eu tivesse intenção de pegar, vi um garoto negro correndo em minha direção, estalei os dedos próximo a ele como sinal dele pegar a bola, ele entendeu e pegou a bola pequena e mandou de volta para o campo.
  • No hotel de transito do condomínio onde eu morava, vou tentando ver os quartos, que são no solo, não consigo ver nada e enquanto ando, vejo uma porta aberta, dou uma entrada nessa porta, e logo observo uma pedra com relevo igual a de uma akuma no mi, então seguro a pedra que estava no chão com os dedos médio, indicado e polegar, imediatamente esses dedos começam a coçar e eu derrubo a pedra. Nesse mesmo sonho a tia da biblioteca diz que também tocou na pedra.
Você fez um resumão de todos os sonhos de ontem pra hoje. Mas, ficou legal também.gargalhada 

Deu pra ter uma noção dos sonhos que você teve.certo
avatar
Mensagens : 25
Pontos : 1533
Honra : 21
Data de inscrição : 21/11/2013
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
5 / 9995 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Yuri Ramos

em Dom Nov 24, 2013 11:21 pm
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
Ramon escreveu:
yurik44:

yurik44 escreveu:Dia 24/11/13

Foram vários sonhos, dessa vez não consegui em riqueza de detalhes, além de que eu dormir além do limite.


  • Eu estava criando uma mini baleia dentro de um pote de vidro com a ajuda de alguma professora que eu não lembro qual era.
  • Estava no corpo do Hiei (Yu Yu Hakusho) e estava dentro de uma cápsula parecida com a que os saiyajins se locomovem no espaço, porém era toda de metal e parecia ter desenhos maias. Cai em uma ilha em formato de lula junto com outras pessoas, sabia que éramos um time, do outro lado da ilha também caíram um time inimigo, então lutamos por sobrevivência, tínhamos que destruir torres inimiga em que quanto mais alto fosse o dano, maior o dano seria (Vermelho até o verde). Ganhamos a batalha e rendemos os últimos dois inimigos que se recusaram a batalhar tendo em mente nossa força.
  • Dentro de uma casa de jogos abandonada, tipo um fliperama. Haviam brinquedos quebrados que funcionavam de forma macabra e faziam sons assustadores. Crianças também visitavam essa casa de jogos.
  • Jatos norte americanos que estavam fazendo ultra rasantes a ponto de quase tocar no teto de uma casa de teste, isso iria acontecer duas vezes, eu consegui ver as duas vezes, sempre que passava pela casa de teste ela ficava em pedaços. Depois passou na tv sobre o Brasil estar investigando isso e tinham imagens gravadas por drones em formato de helicóptero pequeno cromado.
  • Eu tinha uma caixa e dentro dela eu misturava seletores de champions do League of Legends para fazer um sorteio, coloquei um pó para ajudar a não trapacearem na hora do sorteio.
  • Estava fazendo um amigo secreto, no sentido de preparar, talvez fosse o sonho acima, mas não tenho certeza de nada.
  • Estava dentro de um clube onde várias crianças se divertiam, vi uma espécie de parque temático aquático só que na terra, e do lado disso havia um campo de futebol onde meninas brincavam com uma bola grande cheia de ar, a bola saiu do campo em minha direção, peguei ela e mandei de volta, enquanto ia em uma outra direção agora, outra bola menor passa ao meu lado, e antes que eu tivesse intenção de pegar, vi um garoto negro correndo em minha direção, estalei os dedos próximo a ele como sinal dele pegar a bola, ele entendeu e pegou a bola pequena e mandou de volta para o campo.
  • No hotel de transito do condomínio onde eu morava, vou tentando ver os quartos, que são no solo, não consigo ver nada e enquanto ando, vejo uma porta aberta, dou uma entrada nessa porta, e logo observo uma pedra com relevo igual a de uma akuma no mi, então seguro a pedra que estava no chão com os dedos médio, indicado e polegar, imediatamente esses dedos começam a coçar e eu derrubo a pedra. Nesse mesmo sonho a tia da biblioteca diz que também tocou na pedra.
Você fez um resumão de todos os sonhos de ontem pra hoje. Mas, ficou legal também.gargalhada 

Deu pra ter uma noção dos sonhos que você teve.certo
N foi resumão, foi o que eu anotei depois de ter tido todos eles, não conseguia lembrar direito, dormir umas 12h ai afeta muita coisa. Mas como tenho boa memoria de sonhos, consegui 9 (eu tirei 1 dai) sonhos para anotar.
avatar
Mensagens : 25
Pontos : 1533
Honra : 21
Data de inscrição : 21/11/2013
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
5 / 9995 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Yuri Ramos

em Ter Nov 26, 2013 11:13 pm
Reputação da mensagem: 100% (3 votos)
Dia 25/11/2013
(Do dia 26 não lembro e não consegui anotar)


Foi um sonho bem longo, estimaria o tempo de 35~50 minutos, estava testando um método de acordar a cada 1h de sono.

Primeiro sonho: O Mundo Surreal De Fiora (Influenciado pelo meu desejo de ter um Sonho Lúcido)

Se me permite dizer, acho que esse sonho foi um sonho em que sonhei ter um sonho lúcido mas não tive.

Ouve algum acidente com alguma pessoa importante para mim, nesse acidente a pessoa perdeu um braço, eu estava indo de ponte em ponte tentando recuperar o braço na esperança dele ser implantado. Pulando de ponte em ponte com os poderes do Homem Aranha e tentando alcançar usando a teia, até que tentei pela ultima vez um tiro de teia a uma distancia olímpica. Infelizmente a pessoa morreu e eu fiquei com uma séria lesão na perna e comecei a usar uma muleta.

Pensando na vida, descobri que eu podia me teletransportar para 10 km de altura (Mesma distancia de Skypiea, One Piece), porém eram apenas nuvens, um lugar vazio e eu estava apenas em cima de blocos parecidos com os de minecraft, eles surgiam aos montes conforme minha vontade. Criei uma estreita ponte de 1 bloco de grossura e no final da ponte um quadrado. Dentro do quadrado, coloquei um amigo e depois aprisionei ele com outros blocos, formando um quarto minúsculo quarto, mas antes acho que discuti com ele sobre esse novo mundo paralelo.

Futuramente, cerca de semanas ou meses, consegui uma utilização bem básica para esse mundo paralelo. A porta real da minha sala de aula estava conectada com uma sala idêntica mas com uma série de melhorias que eu havia criado. Quem entrar na porta comum, vai direto para Fiora, porém em um só ponto restringido de tudo. A sala que criei era muito semelhante, tirando o fato de que os escaninhos na parte traseira estavam cheios de guloseimas, doces, batata chips e palha, doritos etc, juntamente com suas respectivas receitas e modo de preparo.

Haviam pessoas na sala, algumas reclamavam do calor, então eu podia utilizar o projetor como uma espécie de controle da sala, mudando quaisquer propriedade, como largura, altura, comprimento e temperatura, mudei a temperatura para agradar os incomodados com o calor.

Essa coisa de criar uma sala igual era uma utilização bem boba e simples do meu mundo particular. Me exilei novamente em Fiora, porém dessa vez foram a ser meses.

Criando um filhote de gato:
Entrei em Fiora, era apenas uma cidade cinza, sem vida e parada. Tinha que começar a criar coisa, decidi então criar um gato laranja assim como o Garfield, só que magro e quadrúpede, esse gato era regido pelo código básico de A.I. que seria o padrão para um animal passivo, então copiei (Ctrl + C) e colei (Ctrl + V) esse gato criando uma duplicata, diminui seu tamanho, mudei sua cor para marrom e adicionei duas funções ao seu código, fazer Miau de tempo em tempo e também seguir o gato laranja como se fosse sua mãe.

Testando os Gatos:
Havia em minha mente a intenção de testar os gatos, minha primeira criação. Passaram próximos a mim vários professores juntos alinhados em formação com roupas de pratica de esportes e surgiu a mim a ideia de jogar os gatos neles, então quando joguei 1 eles apenas se desviaram andando para outro canto, joguei vários e apenas davam a volta por eles. Os professores pararam de correr, vi um grupo de garotas, joguei um gato para essas garotas então elas começaram a acariciar o gato fofinho.

Flostas de Fiora:
Havia criado uma floresta bem simples, e para me ajudar a fazer os detalhes, criei um lenhador/pedreiro que me ajudava a fazer as coisas para a floresta parecer o mais natural possível, colocando pedras, serrando árvores, abrindo trilhas, etc. Me cansei de ajudar, me teletransportei para dentro de um hotel, guardei um celular bem antigo dentro da bolsa e então fui deitar para descansar do trabalho pesado.

Acabo de chegar no colégio, encontro um amigo indo copiar as respostas de uma outra pessoa, eu vou junto, ele copia, vamos entregar para professora o exercício dele, então pergunto se posso entregar em breve, já que eu fiquei bastante tempo sem aparecer no colégio, e ela nega a chance, tento novamente e ela recusa novamente e então digo "Que se f@d4, já estou passado mesmo." e vou em bora.

Encontro com um professor de física, ele está com minhas muletas.
"Acho que isso é seu."
"Está um pouco desajustado."

"Eu acho que não vou mais precisar delas, obrigado."


Na sala que eu havia criado, todos entraram para se sentar e não tinha cadeiras o suficiente para todos, então eu arredei as pernas e prolonguei minha cadeira para que a outra pessoa sentasse lá (Não podia criar uma cadeira lá pq estava restringido a apenas alterar dentro dessa sala) tendo espaço para duas pessoas agora, logo a cima, em um monitor, iam passando armaduras zodiacais como a dos cavaleiros do zodíaco, algumas eram baratas e outras cara, eram propagandas do que se podia ser comprado em Fiora, o mundo que eu anunciaria em breve, alguns se mostraram interessados nas armaduras.

Tem inicio a formatura matinal do colégio (militar), então durante a formatura reservo um tempo para falar de Fiora, e que apenas pessoas convidadas poderiam entrar nela, mas para criar um nome digno, convidaria algumas pessoas para fazer um "Beta test", convido algumas pessoas através de um menu ao estilo de Sword Art Online e então vou para sala de aula, dentro da sala uma garota me aborda e me pergunta se eu não posso invitar ela, digo que sem problemas e convido ela, ela que disse o nome do mundo, Fiora, sem ela não saberia o nome do meu mundo paralelo que se encontra a 10 km de altura, além das nuvens, porém agora era uma cidade repleta de vida, bem arborizada, com bastante vida e do lado dela uma intensa floresta.




avatar
Mensagens : 2531
Pontos : 5726
Honra : 1044
Data de inscrição : 12/06/2013
Localização : Bahia
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Yuri Ramos

em Qua Nov 27, 2013 2:48 am
yurik44:
yurik44 escreveu:Dia 25/11/2013
(Do dia 26 não lembro e não consegui anotar)


Foi um sonho bem longo, estimaria o tempo de 35~50 minutos, estava testando um método de acordar a cada 1h de sono.

Primeiro sonho: O Mundo Surreal De Fiora (Influenciado pelo meu desejo de ter um Sonho Lúcido)

Se me permite dizer, acho que esse sonho foi um sonho em que sonhei ter um sonho lúcido mas não tive.

Ouve algum acidente com alguma pessoa importante para mim, nesse acidente a pessoa perdeu um braço, eu estava indo de ponte em ponte tentando recuperar o braço na esperança dele ser implantado. Pulando de ponte em ponte com os poderes do Homem Aranha e tentando alcançar usando a teia, até que tentei pela ultima vez um tiro de teia a uma distancia olímpica. Infelizmente a pessoa morreu e eu fiquei com uma séria lesão na perna e comecei a usar uma muleta.

Pensando na vida, descobri que eu podia me teletransportar para 10 km de altura (Mesma distancia de Skypiea, One Piece), porém eram apenas nuvens, um lugar vazio e eu estava apenas em cima de blocos parecidos com os de minecraft, eles surgiam aos montes conforme minha vontade. Criei uma estreita ponte de 1 bloco de grossura e no final da ponte um quadrado. Dentro do quadrado, coloquei um amigo e depois aprisionei ele com outros blocos, formando um quarto minúsculo quarto, mas antes acho que discuti com ele sobre esse novo mundo paralelo.

Futuramente, cerca de semanas ou meses, consegui uma utilização bem básica para esse mundo paralelo. A porta real da minha sala de aula estava conectada com uma sala idêntica mas com uma série de melhorias que eu havia criado. Quem entrar na porta comum, vai direto para Fiora, porém em um só ponto restringido de tudo. A sala que criei era muito semelhante, tirando o fato de que os escaninhos na parte traseira estavam cheios de guloseimas, doces, batata chips e palha, doritos etc, juntamente com suas respectivas receitas e modo de preparo.

Haviam pessoas na sala, algumas reclamavam do calor, então eu podia utilizar o projetor como uma espécie de controle da sala, mudando quaisquer propriedade, como largura, altura, comprimento e temperatura, mudei a temperatura para agradar os incomodados com o calor.

Essa coisa de criar uma sala igual era uma utilização bem boba e simples do meu mundo particular. Me exilei novamente em Fiora, porém dessa vez foram a ser meses.

Criando um filhote de gato:
Entrei em Fiora, era apenas uma cidade cinza, sem vida e parada. Tinha que começar a criar coisa, decidi então criar um gato laranja assim como o Garfield, só que magro e quadrúpede, esse gato era regido pelo código básico de A.I. que seria o padrão para um animal passivo, então copiei (Ctrl + C) e colei (Ctrl + V) esse gato criando uma duplicata, diminui seu tamanho, mudei sua cor para marrom e adicionei duas funções ao seu código, fazer Miau de tempo em tempo e também seguir o gato laranja como se fosse sua mãe.

Testando os Gatos:
Havia em minha mente a intenção de testar os gatos, minha primeira criação. Passaram próximos a mim vários professores juntos alinhados em formação com roupas de pratica de esportes e surgiu a mim a ideia de jogar os gatos neles, então quando joguei 1 eles apenas se desviaram andando para outro canto, joguei vários e apenas davam a volta por eles. Os professores pararam de correr, vi um grupo de garotas, joguei um gato para essas garotas então elas começaram a acariciar o gato fofinho.

Flostas de Fiora:
Havia criado uma floresta bem simples, e para me ajudar a fazer os detalhes, criei um lenhador/pedreiro que me ajudava a fazer as coisas para a floresta parecer o mais natural possível, colocando pedras, serrando árvores, abrindo trilhas, etc. Me cansei de ajudar, me teletransportei para dentro de um hotel, guardei um celular bem antigo dentro da bolsa e então fui deitar para descansar do trabalho pesado.

Acabo de chegar no colégio, encontro um amigo indo copiar as respostas de uma outra pessoa, eu vou junto, ele copia, vamos entregar para professora o exercício dele, então pergunto se posso entregar em breve, já que eu fiquei bastante tempo sem aparecer no colégio, e ela nega a chance, tento novamente e ela recusa novamente e então digo "Que se f@d4, já estou passado mesmo." e vou em bora.

Encontro com um professor de física, ele está com minhas muletas.
"Acho que isso é seu."
"Está um pouco desajustado."

"Eu acho que não vou mais precisar delas, obrigado."


Na sala que eu havia criado, todos entraram para se sentar e não tinha cadeiras o suficiente para todos, então eu arredei as pernas e prolonguei minha cadeira para que a outra pessoa sentasse lá (Não podia criar uma cadeira lá pq estava restringido a apenas alterar dentro dessa sala) tendo espaço para duas pessoas agora, logo a cima, em um monitor, iam passando armaduras zodiacais como a dos cavaleiros do zodíaco, algumas eram baratas e outras cara, eram propagandas do que se podia ser comprado em Fiora, o mundo que eu anunciaria em breve, alguns se mostraram interessados nas armaduras.

Tem inicio a formatura matinal do colégio (militar), então durante a formatura reservo um tempo para falar de Fiora, e que apenas pessoas convidadas poderiam entrar nela, mas para criar um nome digno, convidaria algumas pessoas para fazer um "Beta test", convido algumas pessoas através de um menu ao estilo de Sword Art Online e então vou para sala de aula, dentro da sala uma garota me aborda e me pergunta se eu não posso invitar ela, digo que sem problemas e convido ela, ela que disse o nome do mundo, Fiora, sem ela não saberia o nome do meu mundo paralelo que se encontra a 10 km de altura, além das nuvens, porém agora era uma cidade repleta de vida, bem arborizada, com bastante vida e do lado dela uma intensa floresta.




Sonho muito legal. certo 

Só não entendi uma coisa. Quem é Fiora?
avatar
Mensagens : 25
Pontos : 1533
Honra : 21
Data de inscrição : 21/11/2013
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
5 / 9995 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Yuri Ramos

em Qui Nov 28, 2013 12:55 pm
Reputação da mensagem: 100% (2 votos)
Fiora era o nome do Mundo dos Céus, Ramon.


28/11/2013


Pequeno fragmento de sonho - Marcos Feliciano

Abri um porta e então dava para um grande auditório, lá estava Marcos Feliciano palestrando, então fiquei de costas para ele logo na porta, me cansei disso e fui para uma piscina que havia em uma aresta do auditório. Mas tarde vinham falar comigo sobre minha ação.

Sonho - Batata Cortada Test (BCT [huehuehueh])

Eu comprei um livro muito bom sobre sonhos lúcidos, e nele havia um grande cartaz, tirei o cartaz de dentro e estendi ele por todo o chão, na coluna do meio havia ensinando como fazer A FENIX DOS SONHOS, e na coluna da esquerda várias dicas e funcionamento, atrás do cartaz havia um origami que bastaria dobrar nos pontos certos conforme o manual, montei tudo, saiu uma Fênix preta, o próximo passo para acender o fogo dela seria colocar em um balde com várias frutas iguais. Coloquei a Fênix em um pote com várias mangas amarelas, até que a Fênix sumiu e o efeito estava ativado, sai da cozinha e voltei em 20 minutos, lá estava ela, uma Batata Descascada com um Smile no rosto, eu acho que era para ser uma manga descascada mas era mesmo uma batata, peguei ela e guardei junto a minha cama, esse Reality Check consistia em você sempre encontrar a batata descascada sorridente em qualquer lugar onde fosse, porém nos sonhos não encontraria ou ela estaria diferente, fui a cozinha, ela não estava lá, abri a geladeira e encontrei ela lá, ela estava na sala, não adiantava jogar ela fora, ela voltaria de qualquer lugar (das cinzas) assim como uma Fênix, por isso que se coloca uma Fênix de origami nela.

Fui dormir, não lembro se tive algum sonho dentro do sonho antes do sonho que lembro que foi dentro do sonho.

Falso despertar falso (Dentro do sonho no sonho)

Acordei, fui para o banheiro para mijar, então a batata estava lá a batata, só que dessa vez ela se transformou em um Fada Fênix, e me alertou sobre as Chimera Ants (Formigas muito fortes e com habilidades especiais biológicas da ficção) ela usava sua varinha de cordão para matar algumas, mas eram muitas, enquanto eu tentava mijar, então a batata que estava no meu quarto rolou até o banheiro do meu quarto e também começou a ajudar em forma de fada, também era muito trabalho para as duas fadas então eu comecei a mijar nas formigas também para ajudar.
Conteúdo patrocinado

Re: Diário dos Sonhos de Yuri Ramos

Ver o tópico anteriorVoltar ao TopoVer o tópico seguinte
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum