Conectar-se
Os membros mais ativos do mês
1 Mensagem - 50%
1 Mensagem - 50%
Votação
Qual a técnica que você utiliza para ficar lúcido?
Teste de Realidade
45% / 15
Totem
15% / 5
Incubação
12% / 4
Gatilho
6% / 2
Gravador de Voz ou Sons Binaurais
6% / 2
Outros
15% / 5
Parceiros
 sonhos=
 sonhos=
 animes=

Compartilhe
Ver o tópico anteriorIr em baixoVer o tópico seguinte
avatar
Mensagens : 646
Pontos : 2463
Honra : 310
Data de inscrição : 20/10/2013
Idade : 28
Sonhos Lúcidos :
38 / 99938 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos do Hiriu

em Sab Nov 23, 2013 3:16 pm
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
Sonhos [ 23-11-2013]

1 - MEDO DE ALTURA

Dava para ver a cidade inteira, eu estava sob um predio muito alto. Por sei meio estreito, me dava medo de por acaso cair em alguma borda. Uma casinha em mio a laje dava acesso ao elevador, dentro da porta do elevador havia uma pessoa me chamando.

Havia tambem um predio a frente, em cima dele um caminho cacamba, que por algum motivo funcionava como uma para raio. Quando um raio caia nesse caminhao, o choque eletrico fazia ele levantar a cacamba, eu via alguns raios cairem frame po frame, como se fosse uma foto.

Deitei no chao por causa da altura e comentei com o cara que estava no elevador. "Eu nao sei porque tenho tanto meedo assim de altura".

2 - ANDANDO DE MOTO EM...TELHADOS?

Em meio a uma floresta havia algumas casas, longas, com um telhado de eternite, porem bem resistente. Digo isso porque eu estava andando de moto em cima delas, e assim eu pulava de um telhado para outro, seguindo a diente.

Cheguei a uma parte que os telhados acabavam, e entao se seguia um caminho. Olhei para minha direita, em meio a floresta de bambus pinheiros e outras arvores, e la estava uma menina com uma bicicleta eletrica. Olhando para a ltura do telhado e para ela pensei : "Como essa guria vai descer, acho que vou ter que ajuda-la". Entao ela se afastou um pouco, colocar a mao no acelerador, E CARAMBAAAAAAAAAAAAAA, PULOU DE CIMA DO TELHADO COM A BICICLETA. perplexo  Nao parece muita coisa para um sonho, mais imagine voce de bicicleta de cima do telhado.

Entao, como eu tenho um pouco de medo de altura, olhando o que essa menina fez, tomei tambem uma atitute. Peguei no acelerador da minha moto, acelerei, engatei a primeira e... JOGUEI A MOTO DE LA DE CIMA. muito feliz depois que ela se espatifou um pouco la no chao, eu desci pela borda. kkkkkkkkkkkkkkk

Quando terminei de descer, havia uma policia ja aplicando a multa. Ela era muito bonita, eu tinha algum afeto por ela, nao sei porque. Entao fiquei questionando a multa, ela disse que so estava fazendo o trabalho dela. Olhei para a cara dela e ela era muito bonita, entao eu disse: "-Ja que e assim, entao eu posso pelo menos ter um pouquinho de felicidade" Coloquei a mao no rosto dela, puxei para perto de mim, levei minha face para a lado da dela e dei um beijinho na sua boxexa.
Ela correspondeu... Com um tapa, que se eu estivesse de oculos ele havia caido. Eu fiquei meio triste, e acabei fazendo a cara do gato de botas. Bem assim:


Entao ela ficou com do e me deu um abraco bem demorado. Eu podia sentir o perfume dela, mais nao posso descreve-li. Eu me sentia muito confortavel, mais triste por ela estar fazendo aquilo so poroque eu tinha me sentido mau.

3 - FESTA NAO MUITO ALEGRE

Estava tendo uma festa, tinha muita gente, todos servindo seus pratos de comida. Entre as pessoas haviam algumas conhecida. A irma de um amigo In... e minha prima qu.. Eu conversava com elas em um quarto, sobre o ex namorado dela. Ela me contava desesperada que ele batia nela, que fazia coisas ruins. A irma de me amigo as vezes questinava e fazia algumas perguntas tambem, enquanto eu tentava entender e ajudar.

Me dirigi ate o churrasqueiro, pedi se tinha ainda picanha. Ele disse que sim e colocou um pedacinho nem pequeno no meu prato, depois colocou uma costinha de porco assada que parecia deliciosa. Um Senhor veio a meu lado e perguntou se havia alguma carne macia. Eu falei a respeito da costelinha, que parecia muito macia. Tirei um pedaco com o garfo, pois ela estava ja desfiando, e disse se ele queria provar. Disse que nao, mais pediu uma para o churrasqueiro.

Meu prato tinha arroz, costela, picanha e mais algumas carnas, parecia tudo muito saboroso, dava para sentir o gosto so de olhar.


Fui para a sala, me sentei no braco do sofa, perto da minha prima. Atraz do sofa tinha uma janela. Ela falou entao que o namorado dela dela era meio louco, porque tinha saido a pouco tempo da prisao. Foi ela terminar de falar e uma cara aparece na janela, era o namorado dela que tinha escutado tudo.

Chamou ela para conversar la fora em tom de raiva, mas como havia muita gente, todos comecaram a olhar. Os dois foram ate o quinta e conversaram, minha prima expressava uma cara de preocupada e medo. Depois ela voltou chorando, porem nao foi agredida. Pois todos iam defende-la. Eu podia imagina o que aconteceria quando ela chegasse em casa.

O interessante e que eu tenho toda certeza que nunca vi aquele cara, e posso desenha-lo, pois tenho a lembranca nitida da afeicao dele. E como se eu pudesse ver uma foto.

4 - VISAO FUTURA 2

Sao pelo quintal de casa, olhei para o predio a minha esquerda e pensei em subir. Eu estava semi lucido. O cenario estava diferente da realidade, parecia que haviam construido mais algumas estruturas em cima da laje de cimento. E tinha virado um alojamento grande.

Fique pensando na possibilidade de escalar ou subir la para ver uma pequena parte da cidade de cima. Quando tenho a oportunidade adoro fazer isso. Pensei que por ser um sonho eu poderia criar uma forma de sebir la, mais nao estava tao lucido para fazer isso, nao estava controlando muito bem o pensamento.

Abri o portao de casa, sai e ao reparar que tinha muitas pessoas naquele lugar, dirigi a visao para o predio a frente. No segundo andar (so tem 2 kkkkkk) Tinha sido construida uma academia, e algumas pessoas ja estavam la fazendo exercicio. Todos ali estavam comentando a respeito. Dava para ver alguams esteiras, anilhas e outros parelhos.

Quando olhei o novo negocio deles, fique pensando no que eu faria da vida. No que eu iria trabalhar. O sonho acabou nesse pensamento.


CORES DOS MEUS RELATOS:

  • Analise ou pensamento/observação.
  • Dialogo, titulo
  • Descrição de um cenário/objeto/pessoa.
  • Realidade ou fato importante.

Orvalho do sonhar:
Fantasiar me conforta
Deslumbrado a imaginar
Sera que e so eu?
Ou alguem se importa?


para nao se desesperar
Sucumbir em expectativas
pois se nao suprir
Posso pelo menos sonhar

Sair desse lugar imundo
Fingir que nao e isso
Tornar tudo intenso
Criar o próprio mundo


Injetar alegria
Olhar fixo para o nada
Rir sozinho
Ate o final do dia


Sentir a liberdade ao voar
Observar o próprio reflexo
E fechar os olhos
Para voltar a sonhar

(Hiriu)
Mensagens : 1017
Pontos : 3448
Honra : 749
Data de inscrição : 06/08/2013
Idade : 27
Localização : São Paulo/Santo André
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos do Hiriu

em Sab Nov 23, 2013 8:32 pm
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
2. Andando de moto em telhados

Caramba perplexo achei que o sub corresponderia calientemente, mas depois do bofetão fiquei perplexo com a agressividade da policial.

"Ela correspondeu... Com um tapa, que se eu estivesse de oculos ele havia caido". sahuhUSHUAHUhsuhas iori

Caramba todos os sonhos muito bem detalhados, sempre surpreendente, parabéns Mestre Hiriu certo
avatar
Mensagens : 2531
Pontos : 5675
Honra : 1044
Data de inscrição : 12/06/2013
Localização : Bahia
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos do Hiriu

em Dom Nov 24, 2013 9:21 pm
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
Sonhos [ 23-11-2013] :

Hiriu escreveu:Sonhos [ 23-11-2013]

1 - MEDO DE ALTURA

Dava para ver a cidade inteira, eu estava sob um predio muito alto. Por sei meio estreito, me dava medo de por acaso cair em alguma borda. Uma casinha em mio a laje dava acesso ao elevador, dentro da porta do elevador havia uma pessoa me chamando.

Havia tambem um predio a frente, em cima dele um caminho cacamba, que por algum motivo funcionava como uma para raio. Quando um raio caia nesse caminhao, o choque eletrico fazia ele levantar a cacamba, eu via alguns raios cairem frame po frame, como se fosse uma foto.

Deitei no chao por causa da altura e comentei com o cara que estava no elevador. "Eu nao sei porque tenho tanto meedo assim de altura".

2 - ANDANDO DE MOTO EM...TELHADOS?

Em meio a uma floresta havia algumas casas, longas, com um telhado de eternite, porem bem resistente. Digo isso porque eu estava andando de moto em cima delas, e assim eu pulava de um telhado para outro, seguindo a diente.

Cheguei a uma parte que os telhados acabavam, e entao se seguia um caminho. Olhei para minha direita, em meio a floresta de bambus pinheiros e outras arvores, e la estava uma menina com uma bicicleta eletrica. Olhando para a ltura do telhado e para ela pensei : "Como essa guria vai descer, acho que vou ter que ajuda-la". Entao ela se afastou um pouco, colocar a mao no acelerador, E CARAMBAAAAAAAAAAAAAA, PULOU DE CIMA DO TELHADO COM A BICICLETA. perplexo  Nao parece muita coisa para um sonho, mais imagine voce de bicicleta de cima do telhado.

Entao, como eu tenho um pouco de medo de altura, olhando o que essa menina fez, tomei tambem uma atitute. Peguei no acelerador da minha moto, acelerei, engatei a primeira e... JOGUEI A MOTO DE LA DE CIMA. muito feliz depois que ela se espatifou um pouco la no chao, eu desci pela borda. kkkkkkkkkkkkkkk

Quando terminei de descer, havia uma policia ja aplicando a multa. Ela era muito bonita, eu tinha algum afeto por ela, nao sei porque. Entao fiquei questionando a multa, ela disse que so estava fazendo o trabalho dela. Olhei para a cara dela e ela era muito bonita, entao eu disse: "-Ja que e assim, entao eu posso pelo menos ter um pouquinho de felicidade" Coloquei a mao no rosto dela, puxei para perto de mim, levei minha face para a lado da dela e dei um beijinho na sua boxexa.
Ela correspondeu... Com um tapa, que se eu estivesse de oculos ele havia caido. Eu fiquei meio triste, e acabei fazendo a cara do gato de botas. Bem assim:


Entao ela ficou com do e me deu um abraco bem demorado. Eu podia sentir o perfume dela, mais nao posso descreve-li. Eu me sentia muito confortavel, mais triste por ela estar fazendo aquilo so poroque eu tinha me sentido mau.

3 - FESTA NAO MUITO ALEGRE

Estava tendo uma festa, tinha muita gente, todos servindo seus pratos de comida. Entre as pessoas haviam algumas conhecida. A irma de um amigo In... e minha prima qu.. Eu conversava com elas em um quarto, sobre o ex namorado dela. Ela me contava desesperada que ele batia nela, que fazia coisas ruins. A irma de me amigo as vezes questinava e fazia algumas perguntas tambem, enquanto eu tentava entender e ajudar.

Me dirigi ate o churrasqueiro, pedi se tinha ainda picanha. Ele disse que sim e colocou um pedacinho nem pequeno no meu prato, depois colocou uma costinha de porco assada que parecia deliciosa. Um Senhor veio a meu lado e perguntou se havia alguma carne macia. Eu falei a respeito da costelinha, que parecia muito macia. Tirei um pedaco com o garfo, pois ela estava ja desfiando, e disse se ele queria provar. Disse que nao, mais pediu uma para o churrasqueiro.

Meu prato tinha arroz, costela, picanha e mais algumas carnas, parecia tudo muito saboroso, dava para sentir o gosto so de olhar.


Fui para a sala, me sentei no braco do sofa, perto da minha prima. Atraz do sofa tinha uma janela. Ela falou entao que o namorado dela dela era meio louco, porque tinha saido a pouco tempo da prisao. Foi ela terminar de falar e uma cara aparece na janela, era o namorado dela que tinha escutado tudo.

Chamou ela para conversar la fora em tom de raiva, mas como havia muita gente, todos comecaram a olhar. Os dois foram ate o quinta e conversaram, minha prima expressava uma cara de preocupada e medo. Depois ela voltou chorando, porem nao foi agredida. Pois todos iam defende-la. Eu podia imagina o que aconteceria quando ela chegasse em casa.

O interessante e que eu tenho toda certeza que nunca vi aquele cara, e posso desenha-lo, pois tenho a lembranca nitida da afeicao dele. E como se eu pudesse ver uma foto.

4 - VISAO FUTURA 2

Sao pelo quintal de casa, olhei para o predio a minha esquerda e pensei em subir. Eu estava semi lucido. O cenario estava diferente da realidade, parecia que haviam construido mais algumas estruturas em cima da laje de cimento. E tinha virado um alojamento grande.

Fique pensando na possibilidade de escalar ou subir la para ver uma pequena parte da cidade de cima. Quando tenho a oportunidade adoro fazer isso. Pensei que por ser um sonho eu poderia criar uma forma de sebir la, mais nao estava tao lucido para fazer isso, nao estava controlando muito bem o pensamento.

Abri o portao de casa, sai e ao reparar que tinha muitas pessoas naquele lugar, dirigi a visao para o predio a frente. No segundo andar (so tem 2 kkkkkk) Tinha sido construida uma academia, e algumas pessoas ja estavam la fazendo exercicio. Todos ali estavam comentando a respeito. Dava para ver alguams esteiras, anilhas e outros parelhos.

Quando olhei o novo negocio deles, fique pensando no que eu faria da vida. No que eu iria trabalhar. O sonho acabou nesse pensamento.
Também tenho medo de altura. Mas, só daqueles lugares altos que eu sei que se eu cair, já era.kkkkkkk

Agora que viagem. No primeiro sonho você tem medo de altura e no segundo sonho está de moto pulando sobre as casas de telhado em telhado.gargalhada 

A garota foi cruel, hein. Corresponder um beijo com um tapa? Ainda bem que foi um sonho.kkkkkk

Esse prato de picanha com costelinha de porco assado deu água na boca só de ler.gargalhada 

Legal os sonhos. Continua postando mais, que o diário está ficando muito bom.certo


Última edição por Ramon em Seg Nov 25, 2013 12:22 am, editado 1 vez(es)
avatar
Mensagens : 230
Pontos : 1849
Honra : 138
Data de inscrição : 20/09/2013
Idade : 23
Localização : São Sebastião
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos do Hiriu

em Seg Nov 25, 2013 12:13 am
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
Peguei no acelerador da minha moto, acelerei, engatei a primeira e... JOGUEI A MOTO DE LA DE CIM
Que isso cara, pensei que tu ia soltar um super mortal combando um um ''superman'' depois dar um chutinho pro lado e mandar um beijinho pra garota da bike, dai tu vem e me manda uma dessas? iori

Mas eu te entendo,é f@d4 quando se tem medo de alguma coisa,principalmente quando é de altura.


Só se vive bem ao ar livre e a luz do Sol. Tudo aquilo a que tiram a liberdade,perde a identidade e logo morre.
avatar
Mensagens : 646
Pontos : 2463
Honra : 310
Data de inscrição : 20/10/2013
Idade : 28
Sonhos Lúcidos :
38 / 99938 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos do Hiriu

em Qua Nov 27, 2013 1:11 am
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
Reizen Acho que NEM EM SONHOS vou entender as mulheres kkkkkkkkk

Ramon A carasa era baixa, nao tinha outro andar. Ja o predio devia ter uns 300 andares. Dava pra ver o globo derrestre de la de cima. Se eu caisse, nao ia dar tempo de chegar ao chao, ia acordar antes de tao alto. Deve ser algum trauma que carrego de medo de altura, voce ja pensou nisso?

Junin Rapaz num dava nao em. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk, ainda mais que ela estava de bicicleta. Que vergonha... Que vergonha kkkkkkkkkkkk


CORES DOS MEUS RELATOS:

  • Analise ou pensamento/observação.
  • Dialogo, titulo
  • Descrição de um cenário/objeto/pessoa.
  • Realidade ou fato importante.

Orvalho do sonhar:
Fantasiar me conforta
Deslumbrado a imaginar
Sera que e so eu?
Ou alguem se importa?


para nao se desesperar
Sucumbir em expectativas
pois se nao suprir
Posso pelo menos sonhar

Sair desse lugar imundo
Fingir que nao e isso
Tornar tudo intenso
Criar o próprio mundo


Injetar alegria
Olhar fixo para o nada
Rir sozinho
Ate o final do dia


Sentir a liberdade ao voar
Observar o próprio reflexo
E fechar os olhos
Para voltar a sonhar

(Hiriu)
avatar
Mensagens : 2531
Pontos : 5675
Honra : 1044
Data de inscrição : 12/06/2013
Localização : Bahia
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos do Hiriu

em Qua Nov 27, 2013 1:39 am
Hiriu escreveu:Ramon A carasa era baixa, nao tinha outro andar. Ja o predio devia ter uns 300 andares. Dava pra ver o globo derrestre de la de cima. Se eu caisse, nao ia dar tempo de chegar ao chao, ia acordar antes de tao alto. Deve ser algum trauma que carrego de medo de altura, voce ja pensou nisso?
Também tenho medo de altura. medo 

Uma vez eu subi com uns amigos numa torre de celular. Mas, chegando no topo, fiquei com muito medo. Era tão alto que dava pra ver 1 cidade vizinha lááááá atrás das montanhas. Ventava tanto lá em cima da torre que o vento balançava a torre. Dava pra ouvir o vento assoviando. Fiquei com muito medo de caminhar na plataforma junto com os caras e o vento me derrubar. Fiquei deitado no chão da plataforma só admirando a belíssima paisagem. Mas, a altura era tão assustadora, que eu fui o primeiro a descer da torre. Kkkkkkkk
avatar
Mensagens : 646
Pontos : 2463
Honra : 310
Data de inscrição : 20/10/2013
Idade : 28
Sonhos Lúcidos :
38 / 99938 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos do Hiriu

em Sex Nov 29, 2013 5:25 pm
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
Ramon escreveu:
Hiriu escreveu:Ramon A carasa era baixa, nao tinha outro andar. Ja o predio devia ter uns 300 andares. Dava pra ver o globo derrestre de la de cima. Se eu caisse, nao ia dar tempo de chegar ao chao, ia acordar antes de tao alto. Deve ser algum trauma que carrego de medo de altura, voce ja pensou nisso?
Também tenho medo de altura. medo 

Uma vez eu subi com uns amigos numa torre de celular. Mas, chegando no topo, fiquei com muito medo. Era tão alto que dava pra ver 1 cidade vizinha lááááá atrás das montanhas. Ventava tanto lá em cima da torre que o vento balançava a torre. Dava pra ouvir o vento assoviando. Fiquei com muito medo de caminhar na plataforma junto com os caras e o vento me derrubar. Fiquei deitado no chão da plataforma só admirando a belíssima paisagem. Mas, a altura era tão assustadora, que eu fui o primeiro a descer da torre. Kkkkkkkk

E loco... Eu sube se estiver com barriga vazia e olha la ainda. kkkkkkkkkk
Ja imaginou a torre cair com voce em cima Oo, ou embaixo, o que seria pior kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk


CORES DOS MEUS RELATOS:

  • Analise ou pensamento/observação.
  • Dialogo, titulo
  • Descrição de um cenário/objeto/pessoa.
  • Realidade ou fato importante.

Orvalho do sonhar:
Fantasiar me conforta
Deslumbrado a imaginar
Sera que e so eu?
Ou alguem se importa?


para nao se desesperar
Sucumbir em expectativas
pois se nao suprir
Posso pelo menos sonhar

Sair desse lugar imundo
Fingir que nao e isso
Tornar tudo intenso
Criar o próprio mundo


Injetar alegria
Olhar fixo para o nada
Rir sozinho
Ate o final do dia


Sentir a liberdade ao voar
Observar o próprio reflexo
E fechar os olhos
Para voltar a sonhar

(Hiriu)
avatar
Mensagens : 646
Pontos : 2463
Honra : 310
Data de inscrição : 20/10/2013
Idade : 28
Sonhos Lúcidos :
38 / 99938 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos do Hiriu

em Sex Nov 29, 2013 11:07 pm
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
SONHO LUCIDO [27/11/2013] - VISITANDO UM AMIGO

Eu estava numa cidade desconhecida, de moto, quando de repente dicido ir visitar um amigo. Entao pego a moto e ando por uns 300 KM. Demorou muito para eu chegar ate a cidade que ele morava. O mais interessante e que na realidade eu nao faco a minima ideia de como chegar ate la. suspeito

Chegando la, dei de cara com a irma dele preparando comida em uma especie de lanchonete. Perguntei a ela se ele estava, entao ela disse que era para abrir o portao. Assim fiz, e logo encontrei ele ja saindo de casa. Disse que ia jogar futebol. Dei um aperto de mao e um tapinha nas costas kkkkkkkkkkkk. Disse tambem que tinha que sair porque a irma dele havia me mandado comprar algo (nao me lembro o que era exatamente, acho que um pacote de trigo).

A moca tinha me explicado exatamente o lugar que era para eu ir, mais eu havia dito que nao conhecia a cidade, sendo assim seria dificil encontrar. Alem disso... No sonho era Sabado e acho que feriado ainda, tudo estava fechado. Eu sai voando e observei um lugar no meio de todos. Era uma farmacia bem grande, e nao sei porque pensei que la teria algum artigo encontrado em supermercados, mais la dentro tinha uma loja de conveniencia grande.

Fui ate o balcao e conversei com o farmaceutico. Ele me disse que seria dificil encontrar o que eu procurava nesse dia, e que havia um mercado ali perto. A farmacia era um predio branco muito bonito, e em meio a algumas prateleiras tinnha uma mulher que aparentemente era secretaria ou antendente ali. Ela disse algo como se desejasse boa sorte na minha procura.

Sai voando dali e passei por cima da farmacia. Era uma cidade bonita vista de cima. Desci em uma contrucao que parecia abandonada. Meu voo ja estava ficando dificil, eu tinha me perdido naquela cidade. Tentei achar alguem para pedir informacao, mais ja estava muito longe de onde tinha vindo. Eu podia fazer um mapa dos lugares que tinha passado e da rota que tomei.

Esse sonho demorou muito. Eu fiquei vagando pela cidade ainda por algum tempo, ate acordar.


CORES DOS MEUS RELATOS:

  • Analise ou pensamento/observação.
  • Dialogo, titulo
  • Descrição de um cenário/objeto/pessoa.
  • Realidade ou fato importante.

Orvalho do sonhar:
Fantasiar me conforta
Deslumbrado a imaginar
Sera que e so eu?
Ou alguem se importa?


para nao se desesperar
Sucumbir em expectativas
pois se nao suprir
Posso pelo menos sonhar

Sair desse lugar imundo
Fingir que nao e isso
Tornar tudo intenso
Criar o próprio mundo


Injetar alegria
Olhar fixo para o nada
Rir sozinho
Ate o final do dia


Sentir a liberdade ao voar
Observar o próprio reflexo
E fechar os olhos
Para voltar a sonhar

(Hiriu)
avatar
Mensagens : 2531
Pontos : 5675
Honra : 1044
Data de inscrição : 12/06/2013
Localização : Bahia
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos do Hiriu

em Dom Dez 01, 2013 1:58 am
Hiriu:
E loco... Eu sube se estiver com barriga vazia e olha la ainda. kkkkkkkkkk
Ja imaginou a torre cair com voce em cima Oo, ou embaixo, o que seria pior kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Ave Maria! Só de imaginar, já me dar calafrios.iori 

avatar
Mensagens : 646
Pontos : 2463
Honra : 310
Data de inscrição : 20/10/2013
Idade : 28
Sonhos Lúcidos :
38 / 99938 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos do Hiriu

em Sab Dez 07, 2013 5:53 pm
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
Sonho [ 07-12-2013 ] - Jornada sem fim???

Essa noite tive um sonho estranho, aqueles bem vividos. Alem disso ele foi muito longo, acompanhado de vários outros sonhos menores. Fui dormir as 10 horas e acordei as 8, esse sonho acho que foi a maior que já tive quanto a tempo onírico. Vou tentar resumir ao Maximo para que tenham paciência para ler kkkkkkk.Vou comecar cortando alguns dialogos de como chegaos ao ponto de incio do relato que vou postar.


Era uma mata fechada, eu tentava achar o caminho. Haviam mais algumas pessoas me acompanhando, ou talvez eu e que estivesse acompanhando ela. Já sabíamos o destino, que era chegar a um local de praia próximo ali, porem eu pelo menos não sabia o que íamos fazer. Saímos dessa floresta e demos de cara com um campo de mato baixo, que ia próximo a barriga, fiquei com medo de pisar em alguma cobra ou outro animal por não enxergar onde estava pisando. Avistamos dali um bosque grande e longe, um pedaço de mata que parecia um oasis no meio daquele mato baixo, nem vou comentar que já e muito estranho ter uma floresta assim no meio de um campo baixo, e eu realmente senti que aquele lugar tinha um propósito. Uma das pessoas que estavam comigo disse: -Corram todos o Maximo que puderem, ha coisas aqui e precisamos fugir delas, estamos expostos a céu aberto, e quando anoitecer isso aqui vai virar um inferno. Quase me caguei, já que estava para escurecer, então não pensei duas vezes e sai correndo. Eram umas 5 a 10 pessoas junto comigo, e eu fui o ultimo a chegar, seguido por um cachorro branco que parecia um guardião ou coisa do tipo, ele estava acompanhado de mais alguns.
Chegando ao bosque, eu olhei pra cima e vi que as arvores eram tão altas quanto a vista alcançava, eu já estava respirando ofegante da corrida. Eu fui ate uma casa velha ali perto, e ela estava meio quebrada. Parecia que alguém não vinha ali a anos, então alguém em disse: -Esse lugar não e seguro, não podemos ficar no chão, vamos contruir uma daquelas barracas que sempre construímos... Fulano... Suba em uma arvore e construa uma para passar a noite. E então um cara subiu correndo, com algumas cordas amarradas nos pés para ajudar, e dobrou alguns galhos ali em cima fazendo uma armação. Era tão engenhoso que nem dava para acredita, aquele cara poderia ganhar a vida fazendo aquilo kkkkkk. Apos algum tempo ele havia feito uma armação de falhos amarrados e coberto com folhas secas de coqueiro, todas muito bem encaixadas, e o chão também era forrado com folhas secas de coqueiro e de outras arvores.
Estava trovejando a algum tempo, e logo começou a chover. Tudo ficou escuro e só dava para ver vultos a medida que caia raios. Eu subi rápido na arvore, e para minha surpresa, não caia uma gota de água dentro da cabana. Alguém disse: -Vamos dormir aqui e amanha continuamos. Como se tivesse algum lugar para ir, cheio de sei la o que fora daquela mata, só fava para escutar alguns rugidos, vi poucos animais ali. Então fechei os olhos e dormir.

Acordei mais cedo, dormi um pouco mau, mais estava quentinho. Descemos a cabana da arvore e seguimos em direção a mais uma floresta, desta vez calmamente. Era muito longe não chegava nunca. Quando chegamos o sol estava forte, e era provavelmente meio dia. Entramos por uma abertura na floresta densa e seguimos um caminho. Eu olhava pra cima alguns macaquinhos enquanto me alertava que eles modem se você invadir o território deles. Fizemos algumas curvas e dobramos a direita, e a vista encheu meus olhos. Era uma praia de área branca, ao lado dela, em meio a arvores, as ondas chegavam por um buraco que dava a uma piscina construída pelo homem, algo surpreendente mesmo.

Eles falaram em descansar um pouco e tomar banho, então tirei a roupa e entrei na piscina. Não havia mar para levar as ondas ate ali, era uma lagoa gigante em meio a mata. Eu perguntei então: -Isso aqui não e natural! Será que alguém construiu?
Então me responderam: -Isso e fruto da ação do homem, que quer tomar posse de tudo. Vamos destruir o que construíram e dar lugar para represas. Eu nem perguntei o porque mais fiquei com do de destruírem aquilo. Pois era muito bonito. Logo chegaram algumas maquinas seguindo nossa localização, e começaram a escavar e dividir a represa em varias. Eu não quis ajudar, somente observava. No entanto, como o estrago tinha sido feito, fui ajudar um cara que me pediu uma manguei para drenar a água da vertente. Sai dali e me dirigi ate uma barraca que tinham feito para guardar ferramentas.  Tentei desenrolar uma mangueira verde de uma branca, pensei que não era longa o suficiente e não havia outra.Quando consegui tirar a manguei e trouxe para um cara de barba ele riu. -Essa e muito pequena e curta, já achamos uma aqui. E então vi uma mangueira laranja parecia com aquelas de bombeiro drenando a água para outra represa. O homem riu da minha cara. Era um senhor de bigode, com o queixo raspado.

Quando terminamos o serviço, estavam feitas 4 represas triangulares, uma grande a esquerda, 3 menores a direita, e uma grande mais para baixo, onde a mangueira chegava para escoar a água. Pisei no meio da divisão das represas e notei que havia uma fenda, como se elas tivessem sido construídas com armação de ferro, mais não pude entender como aquilo funcionava, e se fosse ferro provavelmente oxidaria em pouco com a ação da água.

Eles disseram que era hora de ir, sob que dessa vez tivemos que dormir dentro de uma cabana que tinha dentro dessa floresta. Pois a noite haviam aqueles demônios, e assim fizemos. Depois atravessamos o campo chegando ao bosque, eu pude ver novamente a cabana na arvore que tínhamos dormido no dia anterior, e então corremos novamente do pasto para o floresta, seguidos pelos cães de guarda novamente, dessa vez eu quase não consegui chegar. Minhas pernas estavam travando, como acontece nos sonhos quando você não consegue correr. -Corra, venha logo. Gritou uma das pessoas que me esperavam. Eu cheguei ate a floresta de onde saímos no inicio do sonho e então todos agradeceram felizes, eu não tinha a mínima idéia do que eu tinha feito, e o sonho acabou por ai, apesar de eu ter cortado algumas partes.

Eu sempre pensei que ao dormir dentro do sonho voce cai num falso despertar, vai para outro sonho ou cai numa imensidao mental escura. Nesse sonho aconteceu diferente e me deixou um pouco confuso.


CORES DOS MEUS RELATOS:

  • Analise ou pensamento/observação.
  • Dialogo, titulo
  • Descrição de um cenário/objeto/pessoa.
  • Realidade ou fato importante.

Orvalho do sonhar:
Fantasiar me conforta
Deslumbrado a imaginar
Sera que e so eu?
Ou alguem se importa?


para nao se desesperar
Sucumbir em expectativas
pois se nao suprir
Posso pelo menos sonhar

Sair desse lugar imundo
Fingir que nao e isso
Tornar tudo intenso
Criar o próprio mundo


Injetar alegria
Olhar fixo para o nada
Rir sozinho
Ate o final do dia


Sentir a liberdade ao voar
Observar o próprio reflexo
E fechar os olhos
Para voltar a sonhar

(Hiriu)
Mensagens : 1017
Pontos : 3448
Honra : 749
Data de inscrição : 06/08/2013
Idade : 27
Localização : São Paulo/Santo André
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos do Hiriu

em Sab Dez 07, 2013 8:32 pm
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
Háh em fim postou, ah, mas este seu sonho eu vou ter que deixar para ler com muita calma assim que voltar do trabalho e só pela formatação e descrições, imagens já da até água na boca de ler! certo
avatar
Mensagens : 848
Pontos : 3024
Honra : 347
Data de inscrição : 25/02/2013
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos do Hiriu

em Sab Dez 07, 2013 9:00 pm
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
Caramba hiriu, que sonho longo hein! perplexo Como vc faz pra lembrar de tantos detalhes assim kkkkk
O sonho ta muito bem descrito cara, lendo dá até pra se imaginar vivenciando as cenas!


Wyrd bið ful aræd
avatar
Mensagens : 118
Pontos : 1586
Honra : 22
Data de inscrição : 30/11/2013
Idade : 17
Localização : Campo Grande Mato grosso do sul
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos do Hiriu

em Dom Dez 08, 2013 12:53 am
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
Pior que tá mesmo em killer eu mal consigo me lembrar do meu


Spoiler:



"Apenas não olhe pra trás"


avatar
Mensagens : 2531
Pontos : 5675
Honra : 1044
Data de inscrição : 12/06/2013
Localização : Bahia
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos do Hiriu

em Dom Dez 08, 2013 1:44 am
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
Hiriu:
Hiriu escreveu:Sonho [ 07-12-2013 ] - Jornada sem fim???

Essa noite tive um sonho estranho, aqueles bem vividos. Alem disso ele foi muito longo, acompanhado de vários outros sonhos menores. Fui dormir as 10 horas e acordei as 8, esse sonho acho que foi a maior que já tive quanto a tempo onírico. Vou tentar resumir ao Maximo para que tenham paciência para ler kkkkkkk.Vou comecar cortando alguns dialogos de como chegaos ao ponto de incio do relato que vou postar.


Era uma mata fechada, eu tentava achar o caminho. Haviam mais algumas pessoas me acompanhando, ou talvez eu e que estivesse acompanhando ela. Já sabíamos o destino, que era chegar a um local de praia próximo ali, porem eu pelo menos não sabia o que íamos fazer. Saímos dessa floresta e demos de cara com um campo de mato baixo, que ia próximo a barriga, fiquei com medo de pisar em alguma cobra ou outro animal por não enxergar onde estava pisando. Avistamos dali um bosque grande e longe, um pedaço de mata que parecia um oasis no meio daquele mato baixo, nem vou comentar que já e muito estranho ter uma floresta assim no meio de um campo baixo, e eu realmente senti que aquele lugar tinha um propósito. Uma das pessoas que estavam comigo disse: -Corram todos o Maximo que puderem, ha coisas aqui e precisamos fugir delas, estamos expostos a céu aberto, e quando anoitecer isso aqui vai virar um inferno. Quase me caguei, já que estava para escurecer, então não pensei duas vezes e sai correndo. Eram umas 5 a 10 pessoas junto comigo, e eu fui o ultimo a chegar, seguido por um cachorro branco que parecia um guardião ou coisa do tipo, ele estava acompanhado de mais alguns.
Chegando ao bosque, eu olhei pra cima e vi que as arvores eram tão altas quanto a vista alcançava, eu já estava respirando ofegante da corrida. Eu fui ate uma casa velha ali perto, e ela estava meio quebrada. Parecia que alguém não vinha ali a anos, então alguém em disse: -Esse lugar não e seguro, não podemos ficar no chão, vamos contruir uma daquelas barracas que sempre construímos... Fulano... Suba em uma arvore e construa uma para passar a noite. E então um cara subiu correndo, com algumas cordas amarradas nos pés para ajudar, e dobrou alguns galhos ali em cima fazendo uma armação. Era tão engenhoso que nem dava para acredita, aquele cara poderia ganhar a vida fazendo aquilo kkkkkk. Apos algum tempo ele havia feito uma armação de falhos amarrados e coberto com folhas secas de coqueiro, todas muito bem encaixadas, e o chão também era forrado com folhas secas de coqueiro e de outras arvores.
Estava trovejando a algum tempo, e logo começou a chover. Tudo ficou escuro e só dava para ver vultos a medida que caia raios. Eu subi rápido na arvore, e para minha surpresa, não caia uma gota de água dentro da cabana. Alguém disse: -Vamos dormir aqui e amanha continuamos. Como se tivesse algum lugar para ir, cheio de sei la o que fora daquela mata, só fava para escutar alguns rugidos, vi poucos animais ali. Então fechei os olhos e dormir.

Acordei mais cedo, dormi um pouco mau, mais estava quentinho. Descemos a cabana da arvore e seguimos em direção a mais uma floresta, desta vez calmamente. Era muito longe não chegava nunca. Quando chegamos o sol estava forte, e era provavelmente meio dia. Entramos por uma abertura na floresta densa e seguimos um caminho. Eu olhava pra cima alguns macaquinhos enquanto me alertava que eles modem se você invadir o território deles. Fizemos algumas curvas e dobramos a direita, e a vista encheu meus olhos. Era uma praia de área branca, ao lado dela, em meio a arvores, as ondas chegavam por um buraco que dava a uma piscina construída pelo homem, algo surpreendente mesmo.

Eles falaram em descansar um pouco e tomar banho, então tirei a roupa e entrei na piscina. Não havia mar para levar as ondas ate ali, era uma lagoa gigante em meio a mata. Eu perguntei então: -Isso aqui não e natural! Será que alguém construiu?
Então me responderam: -Isso e fruto da ação do homem, que quer tomar posse de tudo. Vamos destruir o que construíram e dar lugar para represas. Eu nem perguntei o porque mais fiquei com do de destruírem aquilo. Pois era muito bonito. Logo chegaram algumas maquinas seguindo nossa localização, e começaram a escavar e dividir a represa em varias. Eu não quis ajudar, somente observava. No entanto, como o estrago tinha sido feito, fui ajudar um cara que me pediu uma manguei para drenar a água da vertente. Sai dali e me dirigi ate uma barraca que tinham feito para guardar ferramentas.  Tentei desenrolar uma mangueira verde de uma branca, pensei que não era longa o suficiente e não havia outra.Quando consegui tirar a manguei e trouxe para um cara de barba ele riu. -Essa e muito pequena e curta, já achamos uma aqui. E então vi uma mangueira laranja parecia com aquelas de bombeiro drenando a água para outra represa. O homem riu da minha cara. Era um senhor de bigode, com o queixo raspado.

Quando terminamos o serviço, estavam feitas 4 represas triangulares, uma grande a esquerda, 3 menores a direita, e uma grande mais para baixo, onde a mangueira chegava para escoar a água. Pisei no meio da divisão das represas e notei que havia uma fenda, como se elas tivessem sido construídas com armação de ferro, mais não pude entender como aquilo funcionava, e se fosse ferro provavelmente oxidaria em pouco com a ação da água.

Eles disseram que era hora de ir, sob que dessa vez tivemos que dormir dentro de uma cabana que tinha dentro dessa floresta. Pois a noite haviam aqueles demônios, e assim fizemos. Depois atravessamos o campo chegando ao bosque, eu pude ver novamente a cabana na arvore que tínhamos dormido no dia anterior, e então corremos novamente do pasto para o floresta, seguidos pelos cães de guarda novamente, dessa vez eu quase não consegui chegar. Minhas pernas estavam travando, como acontece nos sonhos quando você não consegue correr. -Corra, venha logo. Gritou uma das pessoas que me esperavam. Eu cheguei ate a floresta de onde saímos no inicio do sonho e então todos agradeceram felizes, eu não tinha a mínima idéia do que eu tinha feito, e o sonho acabou por ai, apesar de eu ter cortado algumas partes.

Eu sempre pensei que ao dormir dentro do sonho voce cai num falso despertar, vai para outro sonho ou cai numa imensidao mental escura. Nesse sonho aconteceu diferente e me deixou um pouco confuso.
Que sonho bacana, Hiriu! Deve ter sido muito bonito o lago que você viu no sonho.

Agora o que chamou a atenção foi você dormir na barraca dentro do sonho. Isso é bem curioso. E depois você voltou pelo mesmo caminho e voltou a dormir de novo dentro do sonho.

Nunca dormir dentro de um sonho. Bom, pelo menos não me lembro de ter dormido dentro de um sonho ainda.certo 
avatar
Mensagens : 646
Pontos : 2463
Honra : 310
Data de inscrição : 20/10/2013
Idade : 28
Sonhos Lúcidos :
38 / 99938 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos do Hiriu

em Ter Dez 10, 2013 12:13 am
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
Reizen Endler escreveu:
Háh em fim postou, ah, mas este seu sonho eu vou ter que deixar para ler com muita calma assim que voltar do trabalho e só pela formatação e descrições, imagens já da até água na boca de ler! certo

Ficou meio massante ainda. Eu escrevi rapido. Sabe quando voce faz uma prova, e o tempo vai acabando e entao comeca a responder tudo rapido. Foi desse jeito XD. Perdi muitos detalhes.

killer escreveu:Caramba hiriu, que sonho longo hein! perplexo Como vc faz pra lembrar de tantos detalhes assim kkkkk
O sonho ta muito bem descrito cara, lendo dá até pra se imaginar vivenciando as cenas!

Eu perdi quase a metade das coisas que fiz nele, e cortei alguns pedacos ao escrever o relato, se nao fica massante. Mais tudo era muito real, ate dormir cara. Me deixou meio confuso.  nao3 parece que vivi dentro do sonho memso.

Crono escreveu:Pior que tá mesmo em killer eu mal consigo me lembrar do meu

KKKKKKKKKKK acontece comigo tambem Sr.

Ramon escreveu:
Hiriu:

Hiriu escreveu:Sonho [ 07-12-2013 ] - Jornada sem fim???

Essa noite tive um sonho estranho, aqueles bem vividos. Alem disso ele foi muito longo, acompanhado de vários outros sonhos menores. Fui dormir as 10 horas e acordei as 8, esse sonho acho que foi a maior que já tive quanto a tempo onírico. Vou tentar resumir ao Maximo para que tenham paciência para ler kkkkkkk.Vou comecar cortando alguns dialogos de como chegaos ao ponto de incio do relato que vou postar.


Era uma mata fechada, eu tentava achar o caminho. Haviam mais algumas pessoas me acompanhando, ou talvez eu e que estivesse acompanhando ela. Já sabíamos o destino, que era chegar a um local de praia próximo ali, porem eu pelo menos não sabia o que íamos fazer. Saímos dessa floresta e demos de cara com um campo de mato baixo, que ia próximo a barriga, fiquei com medo de pisar em alguma cobra ou outro animal por não enxergar onde estava pisando. Avistamos dali um bosque grande e longe, um pedaço de mata que parecia um oasis no meio daquele mato baixo, nem vou comentar que já e muito estranho ter uma floresta assim no meio de um campo baixo, e eu realmente senti que aquele lugar tinha um propósito. Uma das pessoas que estavam comigo disse: -Corram todos o Maximo que puderem, ha coisas aqui e precisamos fugir delas, estamos expostos a céu aberto, e quando anoitecer isso aqui vai virar um inferno. Quase me caguei, já que estava para escurecer, então não pensei duas vezes e sai correndo. Eram umas 5 a 10 pessoas junto comigo, e eu fui o ultimo a chegar, seguido por um cachorro branco que parecia um guardião ou coisa do tipo, ele estava acompanhado de mais alguns.
Chegando ao bosque, eu olhei pra cima e vi que as arvores eram tão altas quanto a vista alcançava, eu já estava respirando ofegante da corrida. Eu fui ate uma casa velha ali perto, e ela estava meio quebrada. Parecia que alguém não vinha ali a anos, então alguém em disse: -Esse lugar não e seguro, não podemos ficar no chão, vamos contruir uma daquelas barracas que sempre construímos... Fulano... Suba em uma arvore e construa uma para passar a noite. E então um cara subiu correndo, com algumas cordas amarradas nos pés para ajudar, e dobrou alguns galhos ali em cima fazendo uma armação. Era tão engenhoso que nem dava para acredita, aquele cara poderia ganhar a vida fazendo aquilo kkkkkk. Apos algum tempo ele havia feito uma armação de falhos amarrados e coberto com folhas secas de coqueiro, todas muito bem encaixadas, e o chão também era forrado com folhas secas de coqueiro e de outras arvores.
Estava trovejando a algum tempo, e logo começou a chover. Tudo ficou escuro e só dava para ver vultos a medida que caia raios. Eu subi rápido na arvore, e para minha surpresa, não caia uma gota de água dentro da cabana. Alguém disse: -Vamos dormir aqui e amanha continuamos. Como se tivesse algum lugar para ir, cheio de sei la o que fora daquela mata, só fava para escutar alguns rugidos, vi poucos animais ali. Então fechei os olhos e dormir.

Acordei mais cedo, dormi um pouco mau, mais estava quentinho. Descemos a cabana da arvore e seguimos em direção a mais uma floresta, desta vez calmamente. Era muito longe não chegava nunca. Quando chegamos o sol estava forte, e era provavelmente meio dia. Entramos por uma abertura na floresta densa e seguimos um caminho. Eu olhava pra cima alguns macaquinhos enquanto me alertava que eles modem se você invadir o território deles. Fizemos algumas curvas e dobramos a direita, e a vista encheu meus olhos. Era uma praia de área branca, ao lado dela, em meio a arvores, as ondas chegavam por um buraco que dava a uma piscina construída pelo homem, algo surpreendente mesmo.

Eles falaram em descansar um pouco e tomar banho, então tirei a roupa e entrei na piscina. Não havia mar para levar as ondas ate ali, era uma lagoa gigante em meio a mata. Eu perguntei então: -Isso aqui não e natural! Será que alguém construiu?
Então me responderam: -Isso e fruto da ação do homem, que quer tomar posse de tudo. Vamos destruir o que construíram e dar lugar para represas. Eu nem perguntei o porque mais fiquei com do de destruírem aquilo. Pois era muito bonito. Logo chegaram algumas maquinas seguindo nossa localização, e começaram a escavar e dividir a represa em varias. Eu não quis ajudar, somente observava. No entanto, como o estrago tinha sido feito, fui ajudar um cara que me pediu uma manguei para drenar a água da vertente. Sai dali e me dirigi ate uma barraca que tinham feito para guardar ferramentas. Tentei desenrolar uma mangueira verde de uma branca, pensei que não era longa o suficiente e não havia outra.Quando consegui tirar a manguei e trouxe para um cara de barba ele riu. -Essa e muito pequena e curta, já achamos uma aqui. E então vi uma mangueira laranja parecia com aquelas de bombeiro drenando a água para outra represa. O homem riu da minha cara. Era um senhor de bigode, com o queixo raspado.

Quando terminamos o serviço, estavam feitas 4 represas triangulares, uma grande a esquerda, 3 menores a direita, e uma grande mais para baixo, onde a mangueira chegava para escoar a água. Pisei no meio da divisão das represas e notei que havia uma fenda, como se elas tivessem sido construídas com armação de ferro, mais não pude entender como aquilo funcionava, e se fosse ferro provavelmente oxidaria em pouco com a ação da água.

Eles disseram que era hora de ir, sob que dessa vez tivemos que dormir dentro de uma cabana que tinha dentro dessa floresta. Pois a noite haviam aqueles demônios, e assim fizemos. Depois atravessamos o campo chegando ao bosque, eu pude ver novamente a cabana na arvore que tínhamos dormido no dia anterior, e então corremos novamente do pasto para o floresta, seguidos pelos cães de guarda novamente, dessa vez eu quase não consegui chegar. Minhas pernas estavam travando, como acontece nos sonhos quando você não consegue correr. -Corra, venha logo. Gritou uma das pessoas que me esperavam. Eu cheguei ate a floresta de onde saímos no inicio do sonho e então todos agradeceram felizes, eu não tinha a mínima idéia do que eu tinha feito, e o sonho acabou por ai, apesar de eu ter cortado algumas partes.

Eu sempre pensei que ao dormir dentro do sonho voce cai num falso despertar, vai para outro sonho ou cai numa imensidao mental escura. Nesse sonho aconteceu diferente e me deixou um pouco confuso.
Que sonho bacana, Hiriu! Deve ter sido muito bonito o lago que você viu no sonho.

Agora o que chamou a atenção foi você dormir na barraca dentro do sonho. Isso é bem curioso. E depois você voltou pelo mesmo caminho e voltou a dormir de novo dentro do sonho.

Nunca dormir dentro de um sonho. Bom, pelo menos não me lembro de ter dormido dentro de um sonho ainda.certo

No relato, eu coloquei que dormi 2 vezes, quando na verdade eu dormi 3. Eu fui anotar esse sonho muitas horas depois, e por isso acabei perdendo uns detalhes ao focar a atencao e a preocupacao no meu trabalho. =/


CORES DOS MEUS RELATOS:

  • Analise ou pensamento/observação.
  • Dialogo, titulo
  • Descrição de um cenário/objeto/pessoa.
  • Realidade ou fato importante.

Orvalho do sonhar:
Fantasiar me conforta
Deslumbrado a imaginar
Sera que e so eu?
Ou alguem se importa?


para nao se desesperar
Sucumbir em expectativas
pois se nao suprir
Posso pelo menos sonhar

Sair desse lugar imundo
Fingir que nao e isso
Tornar tudo intenso
Criar o próprio mundo


Injetar alegria
Olhar fixo para o nada
Rir sozinho
Ate o final do dia


Sentir a liberdade ao voar
Observar o próprio reflexo
E fechar os olhos
Para voltar a sonhar

(Hiriu)
avatar
Mensagens : 2531
Pontos : 5675
Honra : 1044
Data de inscrição : 12/06/2013
Localização : Bahia
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos do Hiriu

em Ter Dez 10, 2013 1:59 am
Hiriu:
No relato, eu coloquei que dormi 2 vezes, quando na verdade eu dormi 3. Eu fui anotar esse sonho muitas horas depois, e por isso acabei perdendo uns detalhes ao focar a atencao e a preocupacao no meu trabalho. =/
Mesmo assim, foi um relato muito interessante.  certo 
Mensagens : 1017
Pontos : 3448
Honra : 749
Data de inscrição : 06/08/2013
Idade : 27
Localização : São Paulo/Santo André
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos do Hiriu

em Ter Dez 10, 2013 4:52 am
Caramba... Mestre Hiriu! Cara, que sonho foi esse? Meu deus e você diz que tirou detalhes? Poxa vida deveria ter escrito todos os detalhes, pois foi um sonho alucinante e você dormiu duas vezes no sonho depois da alta trilha que fez naquela floresta, bosque ou seja lá onde você estava...

Achei interessante muitas passagens nesse seu sonho até pareceu que sua mente estava fazendo uma divisão dentro dela, seja lá o que for, pensei em memórias se é que você me entende onde quero chegar...

Quanto a dormir no sonho também sempre pensei em falso despertar, mas depois da ultima vez sofri foi uma paralisia do sono... bom sem comentários sobre isso, pois foi horrível eu quase morri shauHUSHAUSHUhsuahs iori

Esse sonho foi magnifico! certo
Convidado
Convidado

Re: Diário dos Sonhos do Hiriu

em Ter Dez 10, 2013 10:36 pm
interessante!
avatar
Mensagens : 646
Pontos : 2463
Honra : 310
Data de inscrição : 20/10/2013
Idade : 28
Sonhos Lúcidos :
38 / 99938 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos do Hiriu

em Qua Jan 08, 2014 4:03 pm
Reputação da mensagem: 100% (2 votos)
Sonho [ 08-01-2014 ] - Fruto alucinógeno onírico

Entrei na casa que antes era minha, mais no sonho pertencia a minha ex... Não posso explicar isso, mais talvez seja algum sentimento provocado pela lembrança de nossa antiga união.

Fui para o quarto, ela estava no banho eu acho. Sentada na cama tinha uma pessoa, não me lembro ao certo quem era, mas tinha nas mãos vários frutos de alguma planta que não tenho conhecimento. Ele disse: Olha o que eu tenho aqui.... Perguntei o que era e ele disse que era uma espécie de alucinógeno. E me deu uma das bagas que tinha na mão. Tentei fazer uma ilustração para mostrar como era o fruto.

Parecia uma vagem, e dentro das cápsulas, esferas que eram sementes cobertas por polpa branca, pouco fibrosas. A semente era preta, e podia descasca-la para comer a poupa ou levar ambos a boca.
Abri o fruto comecei a mastigar, tirando a polpa branca que tinha um sabor adocicado, e parecia que sapecava o céu da boca numa reação meio alérgica, como babaçu, ou como uma sapecada leve de Urtiga... Mais era agradável.
Provavelmente era fruto de alguma angiosperma e claro, de 2 metros de altura. Isso deduzi no sonho.  suspeito


Fiquei esperando qual seria o efeito, e logo tudo ficou colorido. Parecia olho derramado na agua. Olhei para a pessoa que estava sentada e a cara dela ficou como um ser diferente, parecia um demônio. Ai então eu disse: Caramba, isso aqui e forte., foi o tempo de eu dizer isso e as coisas foram voltando lentamente ao normal. O efeito durou alguns segundos. Abaixo uma imagem que se assemelha aos efeito da distorção das cores provocadas pelo alucinógeno no sonho.


Minha ex chegou no quarto, e a pessoa então deu um dos frutos para ela comer. Ela começou a mastigar e logo ficou meio que vegetando, olhando para o nada. Ai eu dei uma gargalhada junto com a outra pessoa que trouxe os frutos e disse: Olha ai... Ta viajando jah.... Depois disso fiquei meio próximo da minha ex, ela me deu um abraço, fiquei  e evitando ela. Tava começando a ficar tenso. Fechei os olhos para tentar pensar e acabei acordando.


CORES DOS MEUS RELATOS:

  • Analise ou pensamento/observação.
  • Dialogo, titulo
  • Descrição de um cenário/objeto/pessoa.
  • Realidade ou fato importante.

Orvalho do sonhar:
Fantasiar me conforta
Deslumbrado a imaginar
Sera que e so eu?
Ou alguem se importa?


para nao se desesperar
Sucumbir em expectativas
pois se nao suprir
Posso pelo menos sonhar

Sair desse lugar imundo
Fingir que nao e isso
Tornar tudo intenso
Criar o próprio mundo


Injetar alegria
Olhar fixo para o nada
Rir sozinho
Ate o final do dia


Sentir a liberdade ao voar
Observar o próprio reflexo
E fechar os olhos
Para voltar a sonhar

(Hiriu)
avatar
Mensagens : 361
Pontos : 1894
Honra : 100
Data de inscrição : 18/12/2013
Idade : 21
Localização : ES
Sonhos Lúcidos :
35 / 99935 / 999
Sonhos Comuns :
62 / 99962 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos do Hiriu

em Qui Jan 09, 2014 12:10 pm
sua frutinha parece fijoes magicos vou tentar reproduzi em um sl
Convidado
Convidado

Re: Diário dos Sonhos do Hiriu

em Qui Jan 09, 2014 12:19 pm
Essa fruta foi da boa. pra ver isses tipos de coisa =O

nova erva inventada kkkkkk
avatar
Mensagens : 146
Pontos : 1828
Honra : 86
Data de inscrição : 16/06/2013
Idade : 23
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos do Hiriu

em Qui Jan 09, 2014 2:46 pm
Essas devem ser as vagens mais interessantes que existe será onde posso encontrar ? kkkkk Além de dar o efeito distorção ainda dá aquele momento reflexivo sobre a classificação da planta... viagem
Acho que seu subconsciente gostou da sensação de um alucinógeno, só acho


avatar
Mensagens : 646
Pontos : 2463
Honra : 310
Data de inscrição : 20/10/2013
Idade : 28
Sonhos Lúcidos :
38 / 99938 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos do Hiriu

em Qui Jan 09, 2014 7:02 pm
JOSHDS escreveu:sua frutinha parece fijoes magicos vou tentar reproduzi em um sl

Realmente, exceto pela capsula fibrosa adocicada que revestia cada semente, a primeira preta, esta sem a capsula. E as vagens eram grandes, do tamanho de um inga para quem conhece. Do tamanho de um braco mais ou menos.

Marcelo'z escreveu:Essa fruta foi da boa. pra ver isses tipos de coisa =O

nova erva inventada kkkkkk

ahsudihasudhuasi, vai saber se nao existe, se nao exitir vou registrar como ALMIRUS ONIRICUS ALUCINOGENUS kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Luh Silva escreveu:Essas devem ser as vagens mais interessantes que existe será onde posso encontrar ? kkkkk Além de dar o efeito distorção ainda dá aquele momento reflexivo sobre a classificação da planta... viagem
Acho que seu subconsciente gostou da sensação de um alucinógeno, só acho

ahdsiuhasiuhduashiudhaishauishduihaiushdi. Voce econtra em sonhos @_@, e que me ofereceram e nao deu pra recusar.  cacique 


CORES DOS MEUS RELATOS:

  • Analise ou pensamento/observação.
  • Dialogo, titulo
  • Descrição de um cenário/objeto/pessoa.
  • Realidade ou fato importante.

Orvalho do sonhar:
Fantasiar me conforta
Deslumbrado a imaginar
Sera que e so eu?
Ou alguem se importa?


para nao se desesperar
Sucumbir em expectativas
pois se nao suprir
Posso pelo menos sonhar

Sair desse lugar imundo
Fingir que nao e isso
Tornar tudo intenso
Criar o próprio mundo


Injetar alegria
Olhar fixo para o nada
Rir sozinho
Ate o final do dia


Sentir a liberdade ao voar
Observar o próprio reflexo
E fechar os olhos
Para voltar a sonhar

(Hiriu)
avatar
Mensagens : 848
Pontos : 3024
Honra : 347
Data de inscrição : 25/02/2013
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos do Hiriu

em Sex Jan 10, 2014 2:40 pm
kkkk que viagem, parece divertido usar alucinógenos oniricos!


Wyrd bið ful aræd
avatar
Mensagens : 646
Pontos : 2463
Honra : 310
Data de inscrição : 20/10/2013
Idade : 28
Sonhos Lúcidos :
38 / 99938 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos do Hiriu

em Sex Jan 10, 2014 3:23 pm
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
Rasputin escreveu:kkkk que viagem, parece divertido usar alucinógenos oniricos!

Esse foi o segundo dentro dos sonhos, o primeiro comprei com uma loja dentro do sonho. Eu nao me lembro o nome... Mais tinha gosto de mentos. E o efeito era te manter mais tempo no sonho.


CORES DOS MEUS RELATOS:

  • Analise ou pensamento/observação.
  • Dialogo, titulo
  • Descrição de um cenário/objeto/pessoa.
  • Realidade ou fato importante.

Orvalho do sonhar:
Fantasiar me conforta
Deslumbrado a imaginar
Sera que e so eu?
Ou alguem se importa?


para nao se desesperar
Sucumbir em expectativas
pois se nao suprir
Posso pelo menos sonhar

Sair desse lugar imundo
Fingir que nao e isso
Tornar tudo intenso
Criar o próprio mundo


Injetar alegria
Olhar fixo para o nada
Rir sozinho
Ate o final do dia


Sentir a liberdade ao voar
Observar o próprio reflexo
E fechar os olhos
Para voltar a sonhar

(Hiriu)
Conteúdo patrocinado

Re: Diário dos Sonhos do Hiriu

Ver o tópico anteriorVoltar ao TopoVer o tópico seguinte
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum