Conectar-se
Os membros mais ativos do mês
1 Mensagem - 50%
1 Mensagem - 50%
Votação
Qual a técnica que você utiliza para ficar lúcido?
Teste de Realidade
45% / 15
Totem
15% / 5
Incubação
12% / 4
Gatilho
6% / 2
Gravador de Voz ou Sons Binaurais
6% / 2
Outros
15% / 5
Parceiros
 sonhos=
 sonhos=
 animes=

Compartilhe
Ver o tópico anteriorIr em baixoVer o tópico seguinte
avatar
Mensagens : 163
Pontos : 2249
Honra : 98
Data de inscrição : 01/09/2012
Idade : 15
Localização : Rio de Janeiro, RJ
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos da Lucida

em Ter Dez 09, 2014 1:33 pm
Licantropo escreveu:Adoro esses sonhos de mudança de tempo, de lugar, em sonho não lúcido parece que aconteceu mesmo e você fica pensando que fez algo novo na história do mundo. Ruim é perceber que foi sonho depois de acordar e não antes.

É verdade, eu tenho muitos sonhos assim e gostaria que alguns fossem reais, como por exemplo eu ter uma máquina do tempo, iria mudar muita coisa na minha vida. Mas alguns outros sonhos eu prefiro deixar só em sonho mesmo, como o que eu tive hoje.


Sonhe
avatar
Mensagens : 163
Pontos : 2249
Honra : 98
Data de inscrição : 01/09/2012
Idade : 15
Localização : Rio de Janeiro, RJ
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos da Lucida

em Ter Dez 09, 2014 1:34 pm
Dia: 09/12/14
Bandido
Eu estava no meu quarto utilizando o computador e vendo alguns vídeos, quando apareceu um homem, ele era muito feio, magro, assustador e tinha o cabelo e barba enormes. Ele entrou no meu quarto e mandou eu sair, mandou eu descer(minha casa tem escadas e fica em cima da casa da minha avó, então descer quer dizer descer as escadas e ir para a casa da minha avó), ele aparentava estar armado, então falei: - Não, isso não vai ficar assim. E minha mãe me chamou: - Vem logo, Lorrane, por favor! Vem pra cá! Mesmo com muito ódio eu fui mesmo assim, eu não queria que ele nos roubasse, eu iria perder meu computador e todas as minhas coisas, eu estava com ódio daquele homem. Eu estava descendo as escadas e o homem estava na porta da minha casa, então falei: - Meu irmão ainda está aí! O que você vai fazer? Ele disse: - Relaxa, teu irmão já vai descer também. Meu irmão estava dormindo.
Eu não queria ir embora e esperar que aquele homem levasse todas as nossas coisas, então eu fui até a casa da minha avó e peguei uma faca grande, fui subindo as escadas e meu pai falou: - Aonde você vai com isso, garota? Volta aqui! Então eu dei a faca pro meu pai e falei: - Pai, vai lá, por favor! Mata ele!
Meu pai foi subindo as escadas com a faca na mão, eu sabia que o homem estaria ali nos esperando então eu peguei um cano para acertar a cabeça dele, meu pai abriu a porta e lá estava ele e meu irmão entrando em luta corporal, até que o homem sacou a arma e deu um tiro na cabeça no meu irmão. Minha cabeça começou a doer, pensei que tivesse sido atingida também e comecei a passar a mão na cabeça, nada.
Meu irmão, baleado, pegou a arma da mão do homem e deu um tiro nele, então caiu no chão. Meu pai saiu entrando correndo e começou a bater no homem, eu também comecei a bater nele com aquele cano.
Meu pai não matou ele, acorrentou o homem e jogou em algum lugar desconhecido, então começamos a bater nele novamente. Minha mãe disse: - Você vai sofrer muito mais aí do que morto! Comecei a bater nele com muita força, quando todos já tinham parado e ido embora, eu continuei batendo no homem e ele gritava de dor. Fomos embora e minha mãe falou assim: - Não acredito que essa coisa é meu primo. Eu falei: - SEU PRIMO!?!?!? Tinha que ser sua família... hmpf. Ela falou: - Isso não tem nada a ver com a minha família! É ele! Não minha família, isso daí eu não considero como família.
Voltei ao meu quarto e meu irmão estava lá, usando o computador. Eu falei: - VOCÊ NÃO TINHA SIDO BALEADO NA CABEÇA? Ele falou: - Sim, mas já estou melhor. Minha recuperação foi rápida. Ele virou pra mim e estava com uma bola enorme na cabeça, porém já fechada.
O computador estava cheio de vírus, provavelmente colocado pelo homem para roubar informações valiosas sobre nós. Acordei.


Sonhe
avatar
Mensagens : 382
Pontos : 1973
Honra : 169
Data de inscrição : 08/01/2014
Idade : 21
Localização : RJ
Sonhos Lúcidos :
11 / 99911 / 999
Sonhos Comuns :
179 / 999179 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos da Lucida

em Ter Dez 09, 2014 3:08 pm
Lucida escreveu:...um homem, ele era muito feio, magro, assustador e tinha o cabelo e barba enormes. [...]

Essa é normalmente a aparência das pessoas que me dão medo em sonhos. Normalmente quando eu vejo um homem assim no meu sonho, eu saio correndo.

Seus sonhos são sempre assim tensos? Dos seus sonhos que eu li sempre tem alguma tensão do tipo. Morri de rir com o "SEU PRIMO!?!?!? Tinha que ser sua família", eu amo falar isso pros meus amigos quando eles falam das merdas que os parentes deles fazem.


[...]
— E como eu posso te chamar?
— Bom, você pode me chamar de Daniel, que era o meu nome quando eu era totalmente humano, pode também me chamar de Lobo, que era meu nome quando eu era totalmente uma entidade cósmica. Mas você também pode me chamar de Pai.
— Pai?
— Sim, todos os lobos e lobisomens são meus filhos, todos vieram de mim.
[...]

avatar
Mensagens : 163
Pontos : 2249
Honra : 98
Data de inscrição : 01/09/2012
Idade : 15
Localização : Rio de Janeiro, RJ
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos da Lucida

em Dom Dez 21, 2014 2:10 pm
Licantropo escreveu:Essa é normalmente a aparência das pessoas que me dão medo em sonhos. Normalmente quando eu vejo um homem assim no meu sonho, eu saio correndo.

Seus sonhos são sempre assim tensos? Dos seus sonhos que eu li sempre tem alguma tensão do tipo. Morri de rir com o "SEU PRIMO!?!?!? Tinha que ser sua família", eu amo falar isso pros meus amigos quando eles falam das merdas que os parentes deles fazem.

Antigamente eu não sonhava com essas coisas tensas, pode ver meus relatos nas primeiras páginas, eu sonhava mais com viagem no tempo e coisas leves assim. Comecei a sonhar com coisas tensas esse ano, e realmente só com coisas tensas, inclusive o sonho que vou postar agora foi realmente muito tenso também.


Sonhe
avatar
Mensagens : 163
Pontos : 2249
Honra : 98
Data de inscrição : 01/09/2012
Idade : 15
Localização : Rio de Janeiro, RJ
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos da Lucida

em Dom Dez 21, 2014 2:11 pm
Dia: 21/12/14
Estuprador
Esse sonho foi muito tenso e pesado, então irei cortar algumas partes e deixar só as partes mais importantes, e também as que eu lembro.
Eu estava em algum tipo de festa, que era na minha casa, a maioria das pessoas saíram para a parte de fora da casa, enquanto eu e mais algumas pessoas continuamos dentro da casa, fui até o quarto e minha mãe e tias estavam lá. Minhas tias foram embora e no quarto ficou só minha mãe, eu e mais uma mulher desconhecida. O quarto estava com as luzes apagadas e estávamos deitadas. Então chegou um homem no quarto, ele era negro(sem racismo, só preciso ressaltar como era a aparência dele), careca, alto e com um olhar assustador.
Ele fechou a porta do quarto, eu já imaginava o que ele iria tentar fazer conosco, então eu abri a porta e saí correndo, ele tentou me impedir mas eu saí, talvez por eu ser criança adolescente e ele estar com consciência pesada em fazer aquilo com uma adolescente. Saí e vi meu pai no outro quarto, ele começou a tentar brigar com o homem, então o homem saiu do quarto e começou a brigar com meu pai, então ele iria bater no meu pai, mas meu pai tentou fechar a porta do meu quarto, então eu peguei um guarda-chuva e saí do quarto rapidamente antes dele fechar a porta. Voltei ao quarto onde estava minha mãe e aquela mulher, e as duas estavam praticamente sem roupa! Peguei um cabo, parecido com o de uma vassoura e o homem voltou ao quarto, trancou a porta e acendeu as luzes. Eu fiquei pensando que não foi o homem que tirou as roupas da minha mãe, já que ele estava lá fora tentando brigar com meu pai. Então minha mãe disse: - Sai daqui, eu quero fazer isso! Vou trair teu pai!
(Eu realmente queria deixar essa parte de fora, mas eu não consegui e bate o arrependimento logo após a publicação...)
Eu comecei a bater naquele homem com o cabo de madeira e na minha mãe também, chamando ela de Vagabunda. Então minha mãe pegou outro cabo e começou a bater no homem também, nenhum sinal da outra mulher que estava lá.
Eu bati com muita força e muita raiva naquele homem, então eu tentei colocar o cabo na garganta dele, coloquei na boca dele mas era pequeno demais, então ele pegou o cabo e começou a rir. Peguei outro e bati muito nele, mandei minha mãe sair do quarto e ela saiu correndo. O homem também tentou sair, mas eu prendi ele em frente ao espelho gigante que tem no quarto dos meus pais, coloquei o cabo nas costas dele e apertei com a maior força do mundo, então o cabo perfurou as costas dele, matando-o e quebrando o espelho em pedaços.
Apenas me lembro da imagem mudar para terceira pessoa, com um monte de policiais lá na cena do crime, o homem estava lá com o cabo atravessado e eu estava atrás dele, toda machucada e cheia de vidros entre meu corpo, provavelmente morta, pois estava com muito sangue.
O policial estava anotando alguma coisa em um papel e disse: - Houve alguma briga bem feia aqui. Então foram subindo créditos na tela, como se fosse um filme, e eu acordei.
@EDIT: Agora que eu percebi, olhando meus sonhos anteriores aqui, eu só to sonhando com matança, agressão... O_O Medo de mim mesma.


Sonhe
avatar
Mensagens : 382
Pontos : 1973
Honra : 169
Data de inscrição : 08/01/2014
Idade : 21
Localização : RJ
Sonhos Lúcidos :
11 / 99911 / 999
Sonhos Comuns :
179 / 999179 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos da Lucida

em Dom Dez 21, 2014 2:51 pm
Mas aconteceu na sua vida recentemente algo tenso para desencadear isso? Ultimamente o que tem me dado mais medo em sonho é assaltante ou mendigo, quando vejo qualquer um dos dois eu saio correndo.
Esse teu sonho de hoje, tava mais pesadelo dos brabos, essa parte da tua mãe foi tensa. Acho que eu teria feito o mesmo que você com o cara estranho que estava dentro da casa.


[...]
— E como eu posso te chamar?
— Bom, você pode me chamar de Daniel, que era o meu nome quando eu era totalmente humano, pode também me chamar de Lobo, que era meu nome quando eu era totalmente uma entidade cósmica. Mas você também pode me chamar de Pai.
— Pai?
— Sim, todos os lobos e lobisomens são meus filhos, todos vieram de mim.
[...]

Mensagens : 14
Pontos : 1063
Honra : 8
Data de inscrição : 19/12/2014
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos da Lucida

em Dom Dez 21, 2014 10:07 pm
Que sonho tenso o.o . Mas as vezes acontece esses sonhos meio bizarros mesmo, o ruim é que não sai da cabeça depois.
avatar
Mensagens : 163
Pontos : 2249
Honra : 98
Data de inscrição : 01/09/2012
Idade : 15
Localização : Rio de Janeiro, RJ
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos da Lucida

em Sab Dez 27, 2014 4:13 pm
Licantropo escreveu:Mas aconteceu na sua vida recentemente algo tenso para desencadear isso? Ultimamente o que tem me dado mais medo em sonho é assaltante ou mendigo, quando vejo qualquer um dos dois eu saio correndo.
Esse teu sonho de hoje, tava mais pesadelo dos brabos, essa parte da tua mãe foi tensa. Acho que eu teria feito o mesmo que você com o cara estranho que estava dentro da casa.

Não que eu me lembre, os únicos episódios tensos que ocorreram aqui na minha casa foram brigas entre meu pai e minha mãe, talvez seja isso, e então pode ter desencadeado uma agressividade maior da minha parte. Eu sempre fui meio agressiva, na verdade.
Eu não acho que esses sonhos que eu venho tendo sejam pesadelos, porque eu até gosto um pouco deles, são mais sonhos tensos mesmo, porém muito bons e com muita ação e adrenalina.

Elisabeth-Smith escreveu:Que sonho tenso o.o . Mas as vezes acontece esses sonhos meio bizarros mesmo, o ruim é que não sai da cabeça depois.

Pois é, mas ainda bem que é bom você acordar e perceber que tudo não passou de um sonho.


Sonhe
avatar
Mensagens : 163
Pontos : 2249
Honra : 98
Data de inscrição : 01/09/2012
Idade : 15
Localização : Rio de Janeiro, RJ
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos da Lucida

em Sab Dez 27, 2014 4:13 pm
Dia: 24/12/14
Diga não às drogas!
Eu estava em alguma favela estranha, apenas passeando por lá. Vi vários bandidos, drogados, traficantes etc.
Eu não era eu mesma, eu era um homem adulto, sem saber o que estava fazendo lá naquele local.
Então apareceu um homem muito estranho, perguntando se eu queria usar um "bagulho" lá, aceitei.
A droga que ele havia me oferecido era maconha, então eu usei e fiquei vendo um monte de cores, alucinações, meu corpo estava balançando pra lá e pra cá...
Até que eu apareci na casa da minha avó, ela ficou me encarando com uma cara feia dizendo: - O que foi que você fez???
Então eu comecei a fumar mais maconha lá, o efeito da droga era de exatamente 47 segundos, mas era muito ruim e muito bom ao mesmo tempo. Eu via tudo balançando, via um monte de coisas bizarras e tinha uma sensação boa e uma sensação ruim ao mesmo tempo, pedindo pra que aquilo acabasse logo. Tinha um contador na minha visão, mostrando os 47 segundos e o tempo diminuindo. Até que chegou ao 0 e o efeito passou.
Minha avó ainda olhava pra mim assustada, perguntei: - Vó, tá tudo bem. Isso não vicia não, né? Falei com uma voz de drogado(detalhe: eu era um homem adulto).
Minha avó respondeu: - É claro que vicia! Você vai ficar dependente disso pro resto da vida!
Não me lembro do resto, acordei.
PS: NÃO usem drogas!


Sonhe
avatar
Mensagens : 382
Pontos : 1973
Honra : 169
Data de inscrição : 08/01/2014
Idade : 21
Localização : RJ
Sonhos Lúcidos :
11 / 99911 / 999
Sonhos Comuns :
179 / 999179 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos da Lucida

em Sab Dez 27, 2014 5:50 pm
Dia: 24/12/14:
Diga não às drogas!
Eu estava em alguma favela estranha, apenas passeando por lá. Vi vários bandidos, drogados, traficantes etc.
Eu não era eu mesma, eu era um homem adulto, sem saber o que estava fazendo lá naquele local.
Então apareceu um homem muito estranho, perguntando se eu queria usar um "bagulho" lá, aceitei.
A droga que ele havia me oferecido era maconha, então eu usei e fiquei vendo um monte de cores, alucinações, meu corpo estava balançando pra lá e pra cá...
Até que eu apareci na casa da minha avó, ela ficou me encarando com uma cara feia dizendo: - O que foi que você fez???
Então eu comecei a fumar mais maconha lá, o efeito da droga era de exatamente 47 segundos, mas era muito ruim e muito bom ao mesmo tempo. Eu via tudo balançando, via um monte de coisas bizarras e tinha uma sensação boa e uma sensação ruim ao mesmo tempo, pedindo pra que aquilo acabasse logo. Tinha um contador na minha visão, mostrando os 47 segundos e o tempo diminuindo. Até que chegou ao 0 e o efeito passou.
Minha avó ainda olhava pra mim assustada, perguntei: - Vó, tá tudo bem. Isso não vicia não, né? Falei com uma voz de drogado(detalhe: eu era um homem adulto).
Minha avó respondeu: - É claro que vicia! Você vai ficar dependente disso pro resto da vida!
Não me lembro do resto, acordei.
PS: NÃO usem drogas!

Esse foi literalmente uma brisa kkkkkkk. Em alguns sonhos meus, às vezes me dá uns treco desse de ver um monte de cores e alucinações, mas sem usar drogas dentro do sonho. Legal esse negócio de aparecer na sua visão o contador do tempo do efeito da maconha, nunca tinha visto algo parecido.


[...]
— E como eu posso te chamar?
— Bom, você pode me chamar de Daniel, que era o meu nome quando eu era totalmente humano, pode também me chamar de Lobo, que era meu nome quando eu era totalmente uma entidade cósmica. Mas você também pode me chamar de Pai.
— Pai?
— Sim, todos os lobos e lobisomens são meus filhos, todos vieram de mim.
[...]

avatar
Mensagens : 230
Pontos : 1849
Honra : 138
Data de inscrição : 20/09/2013
Idade : 23
Localização : São Sebastião
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos da Lucida

em Sab Dez 27, 2014 7:37 pm
Que brisa em, garota. hahah

Embora eu não seja um adepto do uso de drogas, confesso que fiquei curioso pra provar dessa maconha doida ai. Sempre tive curiosidade de como é a sensação de estar brisado, bem como das alucinações que ela causa.


Só se vive bem ao ar livre e a luz do Sol. Tudo aquilo a que tiram a liberdade,perde a identidade e logo morre.
avatar
Mensagens : 66
Pontos : 1308
Honra : 21
Data de inscrição : 03/07/2014
Localização : Nordeste
Sonhos Lúcidos :
6 / 9996 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos da Lucida

em Dom Dez 28, 2014 5:18 am
Olá Lúcida! Muito bom seu diário dos sonhos. Sobre seus sonhos 'preverem' o que vai acontecer no outro dia, puxa! Pensei que eu fosse o único. perplexo Tenho isso de vez em quando. No ano passado por exemplo tive um sonho em que recebi em casa a notícia de que meu irmão morrera num acidente de moto, depois no mesmo sonho a notícia era de que ele só tinha caido da moto com um colega mas não tinha se machucado. No outro dia meu irmão caiu da moto junto com um colega, mas felizmente não se machucou. Em outra ocasião sonhei que um colega tinha comprado uma van, comentei com ele no outro dia e ele me disse que tinha planos de comprar uma, mas até então eu nunca tinha ouvido falar desses planos dele. Hoje ele já comprou uma van e ta de boa com ela. Essa foi mês passado, sonhei que tinha encontrado aqui na minha cidade com um tio meu que mora em São Paulo, ele me disse que tava na cidade pra resolver uma coisa rápida mais que já tava indo embora. No outro dia meu tio ligou dizendo que tinha de vir não na minha cidade, em outra, s[o que no mesmo estado, mas ele não ia demorar que era coisa rápida. Teve mais só que nao lembro direito. kkkkk As vezes tenho medo disso, pois uma vez sonhei com um avião caindo perto da minha casa e no outro dia me caguei de medo fiquei olhando pro ceu, porque moro pertinho do aeroporto.
Tem uma matéria no site do fórum que diz que sonhadores lúcidos tem mais poder de intuição, quem sabe seja isso?


''Tudo o que um sonho precisa para ser realizado é alguém que acredite que ele possa ser realizado.
avatar
Mensagens : 1989
Pontos : 5674
Honra : 575
Data de inscrição : 10/03/2013
Idade : 17
Localização : Nippon, Namimori.
Sonhos Lúcidos :
50 / 99950 / 999
Sonhos Comuns :
300 / 999300 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos da Lucida

em Dom Dez 28, 2014 1:56 pm
Lucida escreveu:
Diga não às drogas!:

Dia: 24/12/14
Diga não às drogas!
Eu estava em alguma favela estranha, apenas passeando por lá. Vi vários bandidos, drogados, traficantes etc.
Eu não era eu mesma, eu era um homem adulto, sem saber o que estava fazendo lá naquele local.
Então apareceu um homem muito estranho, perguntando se eu queria usar um "bagulho" lá, aceitei.
A droga que ele havia me oferecido era maconha, então eu usei e fiquei vendo um monte de cores, alucinações, meu corpo estava balançando pra lá e pra cá...
Até que eu apareci na casa da minha avó, ela ficou me encarando com uma cara feia dizendo: - O que foi que você fez???
Então eu comecei a fumar mais maconha lá, o efeito da droga era de exatamente 47 segundos, mas era muito ruim e muito bom ao mesmo tempo. Eu via tudo balançando, via um monte de coisas bizarras e tinha uma sensação boa e uma sensação ruim ao mesmo tempo, pedindo pra que aquilo acabasse logo. Tinha um contador na minha visão, mostrando os 47 segundos e o tempo diminuindo. Até que chegou ao 0 e o efeito passou.
Minha avó ainda olhava pra mim assustada, perguntei: - Vó, tá tudo bem. Isso não vicia não, né? Falei com uma voz de drogado(detalhe: eu era um homem adulto).
Minha avó respondeu: - É claro que vicia! Você vai ficar dependente disso pro resto da vida!
Não me lembro do resto, acordei.
PS: NÃO usem drogas!

Isso me fez lembrar o Envy. iori Mas será que se uma pessoa fumar maconha ela fica assim mesmo?

Me pergunto o porquê de você ter sonhado com drogas. Kkkkkkkkkk
avatar
Mensagens : 163
Pontos : 2249
Honra : 98
Data de inscrição : 01/09/2012
Idade : 15
Localização : Rio de Janeiro, RJ
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos da Lucida

em Dom Dez 28, 2014 3:53 pm
Licantropo escreveu:Esse foi literalmente uma brisa kkkkkkk. Em alguns sonhos meus, às vezes me dá uns treco desse de ver um monte de cores e alucinações, mas sem usar drogas dentro do sonho. Legal esse negócio de aparecer na sua visão o contador do tempo do efeito da maconha, nunca tinha visto algo parecido.

Primeira vez que acontece isso comigo, nunca tinha visto cores e alucinações. Foi uma sensação muito ruim, mas ao mesmo tempo muito boa. Lógica? Nenhuma.

Junin escreveu:Que brisa em, garota. hahah

Embora eu não seja um adepto do uso de drogas, confesso que fiquei curioso pra provar dessa maconha doida ai. Sempre tive curiosidade de como é a sensação de estar brisado, bem como das alucinações que ela causa.

É melhor ficar só na curiosidade mesmo... não aconselho ninguém a usar drogas, melhor ficar nos sonhos lúcidos mesmo que você pode ter umas alucinações doidas lá também! muito feliz

Marco Prado escreveu: Olá Lúcida! Muito bom seu diário dos sonhos. Sobre seus sonhos 'preverem' o que vai acontecer no outro dia, puxa! Pensei que eu fosse o único. perplexo Tenho isso de vez em quando. No ano passado por exemplo tive um sonho em que recebi em casa a notícia de que meu irmão morrera num acidente de moto, depois no mesmo sonho a notícia era de que ele só tinha caido da moto com um colega mas não tinha se machucado. No outro dia meu irmão caiu da moto junto com um colega, mas felizmente não se machucou. Em outra ocasião sonhei que um colega tinha comprado uma van, comentei com ele no outro dia e ele me disse que tinha planos de comprar uma, mas até então eu nunca tinha ouvido falar desses planos dele. Hoje ele já comprou uma van e ta de boa com ela. Essa foi mês passado, sonhei que tinha encontrado aqui na minha cidade com um tio meu que mora em São Paulo, ele me disse que tava na cidade pra resolver uma coisa rápida mais que já tava indo embora. No outro dia meu tio ligou dizendo que tinha de vir não na minha cidade, em outra, s[o que no mesmo estado, mas ele não ia demorar que era coisa rápida. Teve mais só que nao lembro direito. kkkkk As vezes tenho medo disso, pois uma vez sonhei com um avião caindo perto da minha casa e no outro dia me caguei de medo fiquei olhando pro ceu, porque moro pertinho do aeroporto.
Tem uma matéria no site do fórum que diz que sonhadores lúcidos tem mais poder de intuição, quem sabe seja isso?

Nossa, que interessante. E as suas "previsões" são exatamente da mesma forma que a minha: ela acontece no dia seguinte. Eu fico imaginando se mais pessoas tem esse mesmo "poder", e que não seja somente uma coincidência. Até porque o VertigoArchitect, antigo membro do fórum, sonhou a mesma coisa que eu, que ele tinha voltado pra 1993, e no dia seguinte, na novela A Grande Família, Agostinho volta para 1993. Ele sonhou exatamente o mesmo que eu, e também viu isso na novela no dia seguinte.
Ainda bem que não são todos os sonhos que viram realidade, se não eu tava ferrada: avó psicopata, fim do mundo, alienígenas, viagem no tempo... vish...

The Master escreveu: Isso me fez lembrar o Envy. iori Mas será que se uma pessoa fumar maconha ela fica assim mesmo?

 Me pergunto o porquê de você ter sonhado com drogas. Kkkkkkkkkk

Não sei e nem quero saber, nunca irei utilizar nenhum tipo de drogas.
Eu acho que sonhei com isso porque eu li um relato do Ramon que ele estava na favela e tinha um cara tentando vender maconha pra ele. Fiquei com isso na cabeça e acabei sonhando com isso também.


Sonhe
avatar
Mensagens : 163
Pontos : 2249
Honra : 98
Data de inscrição : 01/09/2012
Idade : 15
Localização : Rio de Janeiro, RJ
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos da Lucida

em Dom Dez 28, 2014 3:53 pm
Dia: 28/12/14
Sonho 1
Fim do Mundo
Eu estava na minha casa, no quarto. Meu pai e meu irmão estavam na sala. Saí do quarto e fui até a sala, fui até a porta e vi um monte de relâmpagos, li na internet que o som(trovão) chega a nós com um retardo em relação aos relâmpagos(luz) pois a velocidade do som no ar é muito menor que a velocidade da luz. Então fiquei contando os segundos pra ver em quantos segundos demorava mais pra vir o som do trovão após a luz do relâmpago.
Mas não veio nenhum som, e os relâmpagos não paravam de vir, comecei a ficar assustada e chamei meu pai e meu irmão para verem aquilo, o relâmpago não parava de jeito nenhum, e só ia aumentando a intensidade.
Até que o relâmpago começou a incandescer, e começou a sair um monte de fogo junto do relâmpago.
Fiquei desesperada, fui até a janela e vi aquele relâmpago derrubando prédios inteiros. Pensei: FU***, acabou o mundo!
Vi o relâmpago chegando até a minha casa, saí correndo até o meu quarto e me escondi debaixo da cama. Não que fosse ajudar muito.
Tudo foi explodindo, mas a minha casa ficou intacta e o relâmpago "evaporou".
Minha mãe olhou pra mim e falou: - Fomos salvos por Deus! Fomos salvos! Nós somos os escolhidos!!!
Não me lembro do resto, fui para o próximo sonho.

Sonho 2
Tiro, Porrada e Bomba
Eu estava na rua com o meu pai, estava de noite e eu queria voltar pra casa. Então fui sozinha e deixei meu pai ali, sentado na cadeira do bar(Detalhe: ele não bebe).
Voltando pra casa, vi dois homens brigando na frente do meu portão, um estava armado e eles estavam se empurrando. Meu coração disparou, então aproveitei o momento pra abrir o portão e entrar rapidamente. Eles olharam pra mim e viram, então fechei o portão com força e ouvi eles gritarem: - A gente vai te pegar! Fica esperta!
Saí correndo pra minha casa, fui subindo as escadas e tropecei. Fiquei com medo deles começarem a atirar no portão. Levantei e saí correndo.
Vi minha mãe e a primeira coisa que falei foi: - Mãe, tem dois caras ali na rua tentando entrar aqui! E meu pai ainda tá lá fora!
Comecei a me esconder debaixo do sofá, peguei uma coberta pra poder tapar aquele local ali, e se caso eles viessem, eu poder me esconder.
Fiquei bastante tempo ali, eles não apareceram. Me levantei e fui até o quarto, ainda com medo.
Minha mãe chegou com uma AK-47 com umas 8-9 balas e me deu, minha mão tremia muito, eu nunca havia segurado uma arma. Perguntei: - Onde você arranjou isso? Mas não obtive resposta. Então ela me disse: - Vem treinar a atirar, eu quero que você mate aqueles caras!
Falei: - Como assim, matar eles? Tá doida? Ela disse: - Não. Você vai fazer isso!
Dei um tiro e comecei a treinar, porém não me lembro do resto. Acordei.
Uma pena, queria ver o desfecho dessa história.


Sonhe
avatar
Mensagens : 342
Pontos : 1745
Honra : 137
Data de inscrição : 17/06/2014
Sonhos Lúcidos :
50 / 99950 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos da Lucida

em Seg Dez 29, 2014 9:58 am
Kkkkk resolver as coisas na bala que ótimo exemplo.
Eu gostei do sonho dos trovões *-* adoro ficar olhando pra eles durante as tempestades.
Quando eu era criança eu achava que se eu jogasse metal para o alto durante uma tempestade ele iria cair em cima do objeto mas eu nunca tive coragem de fazer isso


"Yami ni matoi shi awarena kage, yo nin wi
kizutsu ke samesume te, tsumi ni obore shi
gyou no rei...."
"Ippen...Shinde miru?"
avatar
Mensagens : 96
Pontos : 1221
Honra : 18
Data de inscrição : 28/09/2014
Idade : 21
Sonhos Lúcidos :
1 / 9991 / 999
Sonhos Comuns :
160 / 999160 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos da Lucida

em Qui Jan 01, 2015 10:30 am
Jigoku Shoujo escreveu:Kkkkk resolver as coisas na bala  que ótimo exemplo.
Eu gostei do sonho dos trovões *-* adoro ficar olhando pra eles durante as tempestades.
Quando eu era criança eu achava que se eu jogasse metal para o alto durante uma tempestade ele iria cair em cima do objeto mas eu nunca tive coragem de fazer isso

talvez vc possa tentar fazer isso em um sonho seila,assim nao tem chance de se machucar
kkkk.
avatar
Mensagens : 1989
Pontos : 5674
Honra : 575
Data de inscrição : 10/03/2013
Idade : 17
Localização : Nippon, Namimori.
Sonhos Lúcidos :
50 / 99950 / 999
Sonhos Comuns :
300 / 999300 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos da Lucida

em Qui Jan 01, 2015 2:10 pm
Lucida escreveu:
Fim do Mundo:
Dia: 28/12/14
Sonho 1
Fim do Mundo
Eu estava na minha casa, no quarto. Meu pai e meu irmão estavam na sala. Saí do quarto e fui até a sala, fui até a porta e vi um monte de relâmpagos, li na internet que o som(trovão) chega a nós com um retardo em relação aos relâmpagos(luz) pois a velocidade do som no ar é muito menor que a velocidade da luz. Então fiquei contando os segundos pra ver em quantos segundos demorava mais pra vir o som do trovão após a luz do relâmpago.
Mas não veio nenhum som, e os relâmpagos não paravam de vir, comecei a ficar assustada e chamei meu pai e meu irmão para verem aquilo, o relâmpago não parava de jeito nenhum, e só ia aumentando a intensidade.
Até que o relâmpago começou a incandescer, e começou a sair um monte de fogo junto do relâmpago.
Fiquei desesperada, fui até a janela e vi aquele relâmpago derrubando prédios inteiros. Pensei: FU***, acabou o mundo!
Vi o relâmpago chegando até a minha casa, saí correndo até o meu quarto e me escondi debaixo da cama. Não que fosse ajudar muito.
Tudo foi explodindo, mas a minha casa ficou intacta e o relâmpago "evaporou".
Minha mãe olhou pra mim e falou: - Fomos salvos por Deus! Fomos salvos! Nós somos os escolhidos!!!
Não me lembro do resto, fui para o próximo sonho.

Acredita que eu tinha chegado a essa conclusão quando era pequeno? Tinha até falado pro meu pai na época, e ele achou que eu tinha ouvido isso de alguém, porque não era possível.

iori

Eu tive um sonho parecido quando era menor. Por algum motivo eu sonhei que as partículas do ar estavam se quebrando, formando pequenas explosões em certos pontos do planeta. (?) E por esse motivo as moléculas de oxigênio estavam "morrendo", digamos assim. E a parte da radiação UV emitida pelo sol é absorvida pela atmosfera terrestre. Ou seja, sem oxigênio, todos ficariam com queimaduras terríveis, e a os prédios iriam todos cair. O_O E, claro, ficaríamos sem respirar. Kkkkkkkk Foi horrível.

Lucida escreveu:
Tiro, Porrada e Bomba:
TSonho 2
Tiro, Porrada e Bomba
Eu estava na rua com o meu pai, estava de noite e eu queria voltar pra casa. Então fui sozinha e deixei meu pai ali, sentado na cadeira do bar(Detalhe: ele não bebe).
Voltando pra casa, vi dois homens brigando na frente do meu portão, um estava armado e eles estavam se empurrando. Meu coração disparou, então aproveitei o momento pra abrir o portão e entrar rapidamente. Eles olharam pra mim e viram, então fechei o portão com força e ouvi eles gritarem: - A gente vai te pegar! Fica esperta!
Saí correndo pra minha casa, fui subindo as escadas e tropecei. Fiquei com medo deles começarem a atirar no portão. Levantei e saí correndo.
Vi minha mãe e a primeira coisa que falei foi: - Mãe, tem dois caras ali na rua tentando entrar aqui! E meu pai ainda tá lá fora!
Comecei a me esconder debaixo do sofá, peguei uma coberta pra poder tapar aquele local ali, e se caso eles viessem, eu poder me esconder.
Fiquei bastante tempo ali, eles não apareceram. Me levantei e fui até o quarto, ainda com medo.
Minha mãe chegou com uma AK-47 com umas 8-9 balas e me deu, minha mão tremia muito, eu nunca havia segurado uma arma. Perguntei: - Onde você arranjou isso? Mas não obtive resposta. Então ela me disse: - Vem treinar a atirar, eu quero que você mate aqueles caras!
Falei: - Como assim, matar eles? Tá doida? Ela disse: - Não. Você vai fazer isso!
Dei um tiro e comecei a treinar, porém não me lembro do resto. Acordei.
Uma pena, queria ver o desfecho dessa história.

Provavelmente os dois homens devem ter sentado ao lado do portão, esperando você aprender a atirar para poderem invadir.

iori
avatar
Mensagens : 163
Pontos : 2249
Honra : 98
Data de inscrição : 01/09/2012
Idade : 15
Localização : Rio de Janeiro, RJ
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos da Lucida

em Sex Jan 09, 2015 4:15 pm
Enma Ai escreveu:Kkkkk resolver as coisas na bala que ótimo exemplo.
Eu gostei do sonho dos trovões *-* adoro ficar olhando pra eles durante as tempestades.
Quando eu era criança eu achava que se eu jogasse metal para o alto durante uma tempestade ele iria cair em cima do objeto mas eu nunca tive coragem de fazer isso

Sério? Eu tenho medo de trovões, também tenho medo de chuva, vento, raio, relâmpago, tempestades etc. Sempre que começa a chover eu fico com medo, chama-se Ombrofobia. Antes que pergunte, é medo de chuva, não de ombro. iori

Luna Aislin escreveu:talvez vc possa tentar fazer isso em um sonho seila,assim nao tem chance de se machucar
kkkk.

No sonho com certeza iria acontecer, agora na vida real... :/

The Master escreveu:Acredita que eu tinha chegado a essa conclusão quando era pequeno? Tinha até falado pro meu pai na época, e ele achou que eu tinha ouvido isso de alguém, porque não era possível.

 iori

 Eu tive um sonho parecido quando era menor. Por algum motivo eu sonhei que as partículas do ar estavam se quebrando, formando pequenas explosões em certos pontos do planeta. (?) E por esse motivo as moléculas de oxigênio estavam "morrendo", digamos assim. E a parte da radiação UV emitida pelo sol é absorvida pela atmosfera terrestre. Ou seja, sem oxigênio, todos ficariam com queimaduras terríveis, e a os prédios iriam todos cair. O_O E, claro, ficaríamos sem respirar. Kkkkkkkk Foi horrível.

WAT? Até quando você era menor já era intelectual assim? Partículas do ar quebrando, moléculas do oxigênio morrendo, kkkkk. Masty deve ser o "nerd" da sala.

The Master escreveu: Provavelmente os dois homens devem ter sentado ao lado do portão, esperando você aprender a atirar para poderem invadir.

 iori

Eu queria ter visto o final dessa história :/ E queria meter tiro em todos.


Sonhe
avatar
Mensagens : 163
Pontos : 2249
Honra : 98
Data de inscrição : 01/09/2012
Idade : 15
Localização : Rio de Janeiro, RJ
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos da Lucida

em Sex Jan 09, 2015 4:15 pm
Dia: 09/01/15
Sonho 1
Tara por ombros
Eu estava na parte de fora da minha casa, estava tendo uma festa na casa do vizinho. Tinha muita gente lá, e era tudo bandidos, traficantes etc. Começaram a soltar um monte de tiros pro alto.
Eu me abaixei e fui me esgueirando, pois eu era muito alta e o muro para a casa do vizinho era muito baixo.
Fui me arrastando até o portão da casa da minha avó, então levantei e fui entrar. Um homem do outro lado do muro agarrou meu braço, virei assustada e ele estava com um amigo, então disse pra mim: - Ei, vamo ali? Vem? Eu, toda assustada, falei: - Não, eu não quero. Eu tenho que voltar pra casa. Já podem imaginar quais eram as intenções deles. O homem disse: - Vamo ali, por favor? Eu disse: - Nãão! Eu tenho que ir pra casa!!!
Ele me largou, e eu saí correndo pra casa da minha avó, provavelmente ele estava vindo atrás de mim. Não sabia o que fazer, corri até a cozinha e peguei uma faca, fui até a área e me escondi debaixo do tanque de lavar roupa.
Meu avô apareceu e entrou na minha frente, falei: - Nossa senhora, que susto! Pensei que fosse o cara!
Então meu avô disse: - Olha aqui, ela tá aqui!!!
Meu avô tinha armado uma pra mim, nos meus sonhos os meus avós sempre são contra mim :(
O homem apareceu correndo com uma faca pequena, aquelas que todo mundo tem em casa, e começou a esfaquear meu ombro. Estranho, nos meus sonhos as pessoas tem tara por esfaquear meu ombro.
Meu avô começou a rir, enquanto o homem esfaqueava meu ombro, furioso.
Me lembrei que eu tinha uma faca bem grande, pequei a faca e comecei a enfiar na barriga dele, eu nunca tinha sentido aquilo antes em nenhum dos meus sonhos que esfaqueei alguém, parecia MUITO real, eu estava com vontade de vomitar, então fui em frente e enfiei a faca na barriga dele, então ela atravessou e ele morreu. Caí em cima dele, todo ensanguentado. A cena ficou em terceira pessoa e a tela foi diminuindo. Não me lembro do resto.

Sonho 2
Advertência
Eu estava na minha escola, era um dos últimos dias de aula e eu pedi pra trocar de lugar com uma amiga minha, ela aceitou. Era o meu professor de Educação Física, o nome dele é Ângelo. Ele é um FDP.
Minha amiga trocou de lugar comigo, então ela ficou com o meu livro e eu fiquei com o dela, me levantei e fui até a cadeira dela, para trocarmos os livros. Voltei para o lugar e o professor começou a falar: - Olha só, atrapalhando a aula! Muito bem, né? Minha amiga tentou falar algo, porém eu interrompi ela e falei: - Nós trocamos de lugar, por isso eu estava entregando o livro dela pra ela, e ela me entregando o meu livro. Ele gritou: - EU NÃO MANDEI VOCÊS TROCAREM DE LUGAR!
Pensei: - Tô nem aí, é um dos últimos dias de aula. Coloquei o pé em cima da mesa.
Ele veio até mim e falou: - Sai da sala, agora! Eu não vou repetir! Sai da sala! (repetiu)
Fechei os olhos e fingi que estava dormindo, ele veio e falou: - SAI DA SALA AGORA, VOCÊ VAI LEVAR UMA ADVERTÊNCIA!
Me levantei e falei: - Eu nunca tomei advertência. É sério que você vai me dar uma advertência em um dos últimos dias de aula? Isso é horrível.
Ele disse: - Vou sim, agora sai da sala.
Fui saindo da sala e ele veio atrás, então eu falei: - Sabe o que é mais horrível do que eu levar advertência em um dos últimos dias de aula? Você. Você é horrível.
Eu estava andando toda torda e lenta, minha visão estava embaçada. Parecia que eu estava bêbada.
Fui caminhando até as escadas e dei um pulo enorme, fui parar do outro lado da escada, o professor ficou olhando pra mim com uma cara de assustado, então fomos até a diretoria.
Tinha um outro garoto lá, e ele disse que ia nos livrar dessa, então ele falou que a nossa mãe veio nos buscar. A diretora teve que liberar e fomos embora.
Não me lembro do resto, então apareci na casa da minha avó, estava tendo uma festa. Tinha MUITA COISA lá, em cima do fogão tinha vários doces em potes, fiquei muito feliz. Minha avó foi até mim e falou: - Eu só vou dar algumas coisas pra você e você vai embora, não vai ficar aqui.
Minha avó estava com raiva de mim por alguma coisa, então eu olhei pra ela e comecei a gritar: - EU SOU SUA NETA! ENTENDEU? EU SOU SUA FAMÍLIA! ESSAS PESSOAS QUE ESTÃO AQUI, NÃO PASSAM DE PARENTES! Ela falou: - Eu considero mais eles do que você. Gritei novamente: - FAMÍLIA É QUEM ESTÁ AQUI COM VOCÊ, CUIDANDO DE VOCÊ. COMO VOCÊ PODE CONSIDERAR ESSAS PESSOAS ESTRANHAS MAIS DO QUE EU, QUE SOU SUA NETA?? COMO?? VOCÊ É UM MONSTRO! Ela disse: Sai daqui, sai daqui! Todos olharam pra mim e eu gritei: - VOCÊ É MINHA AVÓ, EU SOU SUA NETA, EU SOU SUA FAMÍLIA, NÃO ESSAS PESSOAS! VOCÊ VAI ME PAGAR POR TUDO ISSO QUE ESTÁ FAZENDO COMIGO!
Me retiraram da casa dela, pelo menos eu tinha amigos de verdade, no sonho. Aquele garoto que me tirou da escola e me livrou da advertência era um deles, entrei no carro deles e fomos embora. Não me lembro do resto, acordei.


Sonhe
avatar
Mensagens : 175
Pontos : 1540
Honra : 102
Data de inscrição : 03/08/2014
Idade : 17
Localização : mount ebott
Sonhos Lúcidos :
7 / 9997 / 999
Sonhos Comuns :
8 / 9998 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos da Lucida

em Sex Jan 09, 2015 5:25 pm
Nuss nos seus sonhos os seus avós são to mau kkkkkkkkk


"se olhar para o abismo, o abismo ira olhar pra você"
Criado por algum inteligente

"se a vida de ta limões, troque por laranjas"
Criado por um gênio eu

[right]"o cubo não fala, mas se falar, ignore"
Criada por uma batata

[left]"o bolo é uma mentira"
Criado por... É serio, o bolo é uma mentira!
[/left]
[/right]
avatar
Mensagens : 57
Pontos : 1095
Honra : 11
Data de inscrição : 06/01/2015
Sonhos Lúcidos :
8 / 9998 / 999
Sonhos Comuns :
65 / 99965 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos da Lucida

em Sex Jan 09, 2015 6:03 pm
Nossa que coisa Horrível,sua vó foi Muito mal com você,pena que minha vó morreu. se eu pelo menos conseguisse ver ela de novo para falar como eu amo ela, então Lucida de mais atenção para sua vó e todo seus familiares porque nem tudo é para sempre,agora,minha vó estava no hospital,e nem sempre eu tinha tempo para ir ver ela,porque estava ocupado no meu Computador,foi quando o celular da minha mãe tocou,e ela falou quem é e meu pai disse o roberto (nome do meu pai) e ouvi ela falando:
aham,aham sei,o que ?.
ficou 1 silêncio abesurdo e ouvi ela chorando,,ela desligou e chegou e falou:
- a vó morreu
Deu aquele aperto dentro do meu coração,se pelo menos conseguisse ver ela de novo e falar que eu a amo,pense que é mentira (mais estou com lágrimas só de pensar nela) então Lucida de amor e carinho expecialmente a sua vó,pois saiba que nem tudo é para sempre,que bom que no seu sonho você teve 1 amigo do lado,não tenho muitos amigos,


------------------------------------------------------------------------
Pelo menos em algum lugar nos podemos ser livres.Obrigado Sonhos Lúcidos. sono Thanks rei
avatar
Mensagens : 57
Pontos : 1095
Honra : 11
Data de inscrição : 06/01/2015
Sonhos Lúcidos :
8 / 9998 / 999
Sonhos Comuns :
65 / 99965 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos da Lucida

em Sex Jan 09, 2015 6:05 pm
Meus amigos são vocês,que me apoiam e sempre esta do meu lado !


------------------------------------------------------------------------
Pelo menos em algum lugar nos podemos ser livres.Obrigado Sonhos Lúcidos. sono Thanks rei
avatar
Mensagens : 163
Pontos : 2249
Honra : 98
Data de inscrição : 01/09/2012
Idade : 15
Localização : Rio de Janeiro, RJ
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos da Lucida

em Sab Jan 17, 2015 3:54 pm
Sonic The Hedgehog escreveu:Nuss nos seus sonhos os seus avós são to mau kkkkkkkkk

Sim, e o estranho é que na vida real eles não são assim.

ozzy02 escreveu:Nossa que coisa Horrível,sua vó foi Muito mal com você,pena que minha vó morreu. se eu pelo menos conseguisse ver ela de novo para falar como eu amo ela, então Lucida de mais atenção para sua vó e todo seus familiares porque nem tudo é para sempre,agora,minha vó estava no hospital,e nem sempre eu tinha tempo para ir ver ela,porque estava ocupado no meu Computador,foi quando o celular da minha mãe tocou,e ela falou quem é e meu pai disse o roberto (nome do meu pai) e ouvi ela falando:
aham,aham sei,o que ?.
ficou 1 silêncio abesurdo e ouvi ela chorando,,ela desligou e chegou e falou:
- a vó morreu
Deu aquele aperto dentro do meu coração,se pelo menos conseguisse ver ela de novo e falar que eu a amo,pense que é mentira (mais estou com lágrimas só de pensar nela) então Lucida de amor e carinho expecialmente a sua vó,pois saiba que nem tudo é para sempre,que bom que no seu sonho você teve 1 amigo do lado,não tenho muitos amigos,

Nossa Ozzy, que triste.
Meus avós não são assim comigo de verdade, somente nos meus sonhos, não entendo o porquê.
Você pode se comunicar com a sua avó a hora que quiser nos seus sonhos.

ozzy02 escreveu:Meus amigos são vocês,que me apoiam e sempre esta do meu lado !

Eu também não tenho amigos, só nos sonhos mesmo. E aqui no fórum também.
Me sinto mais feliz assim do que tendo milhares de falsos amigos perto de mim.


Sonhe
avatar
Mensagens : 163
Pontos : 2249
Honra : 98
Data de inscrição : 01/09/2012
Idade : 15
Localização : Rio de Janeiro, RJ
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos da Lucida

em Sab Jan 17, 2015 3:54 pm
Dia: 17/01/15
Avião
Eu estava na minha casa, minha mãe estava indo sair para algum lugar e eu ia junto com ela. Descemos as escadas e fomos caminhando até o portão.
Ouvimos um barulho distante de um avião, eu previa o pior, porém pensei: - Não, isso não pode acontecer, é praticamente impossível.
O barulho do avião foi ficando mais alto, então olhamos pro céu e vimos o avião, ele estava voando MUITO perto, então ele bateu.
Apenas vimos o avião explodindo e minha mãe gritou: - CORREEEEEEEEEEEE!!!
Fomos correndo até o portão, eu tive que parar pois vi uma parte do avião prestes a cair direto no corredor.
Minha mãe me puxou, abriu o portão e saiu correndo para a rua, ela correu e bateu o portão, quase me trancou lá dentro. Porém consegui colocar a mão no portão na hora, então saí.
Corri até ela e falei: - E O MEU PAI, MINHA AVÓ, MEU AVÔ? ELES AINDA ESTÃO LÁ!
Não me lembro do resto.
Estávamos em uma casa de um parente assistindo televisão, o presidente Barack Obama estava na TV, dando uma palestra sobre o avião que caiu e que presta condolências às famílias que perderam parentes nessa tragédia e às pessoas que perderam suas casas.
Comecei a chorar dizendo: - Fomos nós, nós perdemos tudo.
Então meu pai e minha família apareceram. Corri até eles e falei: - Vocês sobreviveram?? Como? Recuperaram as coisas?
Meu pai respondeu: - Sim, nós sobrevivemos. A casa estava pegando fogo porém conseguimos levar tudo e trazer até aqui, ninguém se feriu.
Não me lembro do resto, acordei.


Sonhe
Conteúdo patrocinado

Re: Diário dos Sonhos da Lucida

Ver o tópico anteriorVoltar ao TopoVer o tópico seguinte
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum