Conectar-se
Os membros mais ativos do mês
1 Mensagem - 50%
1 Mensagem - 50%
Votação
Qual a técnica que você utiliza para ficar lúcido?
Teste de Realidade
45% / 15
Totem
15% / 5
Incubação
12% / 4
Gatilho
6% / 2
Gravador de Voz ou Sons Binaurais
6% / 2
Outros
15% / 5
Parceiros
 sonhos=
 sonhos=
 animes=

Compartilhe
Ver o tópico anteriorIr em baixoVer o tópico seguinte
avatar
Mensagens : 41
Pontos : 1039
Honra : 24
Data de inscrição : 23/02/2015
Idade : 26
Localização : Mogi Guaçu/SP
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
9 / 9999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de EmersonPawoski

em Seg Mar 02, 2015 1:33 pm
Emerson Pawoski, seus sonhos são muito interessantes e gostosos de serem lidos! Infelizmente não tenho tempo para ler todos.Quanto aos últimos sonhos, imagino o quão triste foi ter que matar o filhote Crying or Very sad.

Quanto ao aniversário da terra! Pow quisera eu ter sido convidado para este! Na próxima mande-me um sms telepático/onírico, eu darei uma força com os animas e quiçá aproveitarei o bolo mapa mundi com direito ao bebê feito com guloseimas! 68


“Não me encerro nos limites de uma cidade: onde quer que me encontre, sou um estrangeiro”.
                                                                                   - Aristipo de Cirene
avatar
Mensagens : 137
Pontos : 1476
Honra : 34
Data de inscrição : 01/05/2014
Idade : 15
Localização : Mundo dos sonhos
Sonhos Lúcidos :
200 / 999200 / 999
Sonhos Comuns :
890 / 999890 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de EmersonPawoski

em Seg Mar 02, 2015 10:07 pm
Emerson! sonhos epicos! realmente muito bom,o jeito que voce explica muito bem,ainda ilustra como imagens,parabens
avatar
Mensagens : 1188
Pontos : 3999
Honra : 670
Data de inscrição : 25/03/2013
Idade : 23
Localização : Morretes/ PR
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuáriohttp://naturezaevolutiva.blogspot.com.br/

Re: Diário dos Sonhos de EmersonPawoski

em Qui Mar 05, 2015 10:15 am
@ Daniel- seja bem vindo a meu diário, meu amigo. É um prazer trazer esse prazer a vocês, há vários oritonautas com ótimos sonhos por aqui também. Você parece ser um também. Foi muito triste mesmo, eu amo animais, aquilo acabou comigo. Pode deixar, tenho certeza que trabalharemos juntos ainda. feliz

@ Lucid- obrigado meu amigo. Teus sonhos também são muito bons, para ilustrar com imagens e músicas, pode-se usar essas guias que ficam sobre a caixa de mensagem.
---------------------
No sonho estou assistindo o Globo Esporte (não é propaganda) e havia um homem sendo entrevistado sobre uma viagem que ele havia feito, subindo uma montanha do Paraná. Ele gravou e ia mostrar cenas do passeio no programa, só que essa caminhada fora em 2008 e a qualidade da gravação não estava muito boa. De repente, já não sou mais telespectador e sim o cara mesmo. Eu ligo para uma empresa que trabalha com conversões de mídias, digitalizando e tal... E peço que eles me ajudem naquele momento, aí tinha vários planos a se fazer com eles.

O mais barato era de 75 centavos por dia, onde eles arrumariam o vídeo e faziam mais uma coisa (que não lembro), no próximo plano outra ferramenta era adicionada e assim seguia... Lembro que fiquei indeciso entre comprar o plano ou dar o jeito eu mesmo, pesquisando em como melhorar. Lembro que pesquisei e aprendi que uma das formas (só em sonho mesmo) era colocando cotonetes por dentro da televisão.
-----------------
É mais um sonho simbólico que acredito ter entendido um pouco. O cara sou eu, o ego consciente dentro de minha mente. O programa é minha mente e quanto a ser sobre esporte, é porque não vejo a vida de maneira estática e sim como uma aventura a ser cumprida, um desafio. Sobre ter subido a montanha em 2008, é alguma evolução moral que tive no passado e que estava precisando revivê-la em minha mente, só que para isso teria de adaptá-la a pessoa que sou hoje e não quem fui antes. E a parte de 75 centavos por dia, significa que o preço para esse reviver de evolução moral é baixo, não exige muito, mas, é constante.
avatar
Mensagens : 1188
Pontos : 3999
Honra : 670
Data de inscrição : 25/03/2013
Idade : 23
Localização : Morretes/ PR
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuáriohttp://naturezaevolutiva.blogspot.com.br/

Re: Diário dos Sonhos de EmersonPawoski

em Dom Mar 08, 2015 10:58 am
Estou num ponto de ônibus, que ficava em frente a um posto de combustíveis. Queria muito ir ao banheiro, mas, o ônibus logo chegava. Atentei atravessar a rua para chegar ao posto, mas, vi ao longe o ônibus já chegando. Voltei ao ponto.

Já dentro do ônibus, converso com o cobrador (na vida real também fico conversando com cobradores) e comento estar apurado para ir ao banheiro. Ele diz que eu teria de esperar quando chegarmos, que queria próximo de outro posto, onde teria banheiro.
---------------------
Esse foi bem simples de entender, para me aliviar de uma dificuldade, teria que antes passar pela jornada. Para encontrar o êxito tem de antes ingressar no caminho.
avatar
Mensagens : 1188
Pontos : 3999
Honra : 670
Data de inscrição : 25/03/2013
Idade : 23
Localização : Morretes/ PR
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuáriohttp://naturezaevolutiva.blogspot.com.br/

Re: Diário dos Sonhos de EmersonPawoski

em Sab Mar 14, 2015 9:40 am
Lembro que estava dentro duma farmácia com uma professora do ensino médio e apostávamos eu contra ela, corrida de kart. Nos ajeitamos nos móveis, que estavam ali mesmo na farmácia e inciamos a corrida.

A pista ia de dentro da farmácia, entrava numa das portas e seguia ao subterrâneo. Fizemos o trajeto, mas, numa das curvas, essa professora caí e se afoga com algo. Lembro que desço e começo a pressionar seu peito para que ela fosse liberando aquele visco e sem necessidade de respiração boca-a-boca, ela volta ao normal.
------------------------------------
Lembro de estar indo a pé, até a casa de minha avó paterna. (na vida real é um pouco longe e sempre vou de bicicleta). Eu não ligava para o tempo que levaria o trajeto, só ia andando, curtindo o vento... Quando já estava no bairro em que ela mora, encontro um rapaz que andava na mesma velocidade que eu e paralelo a mim. Ele usava camisa vermelha e bermuda amarela, enquanto eu camisa branca e bermuda preta.

É desconfortável andar na mesma sincronia que um desconhecido, parece que estamos competindo, mas, no sonho eu não ligava para isso. Ele sim, incomodado se apressou e foi bem mais para frente. No fim desse sonho, ouço partes duma música.

Deus vai na frente abrindo caminho
Quebrando as correntes, tirando os espinhos
Ordena aos anjos pra contigo lutar
Ele abre as portas pra ninguém mais fechar
Ele trabalha pra o que nele confia
Caminha contigo de noite ou de dia
Erga suas mãos, sua bênção chegou

Chego então em frente a casa de minha avó e antes de entrar, penso que se voltasse de noite, teria que ir andando pela noite.
avatar
Mensagens : 2531
Pontos : 5673
Honra : 1044
Data de inscrição : 12/06/2013
Localização : Bahia
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de EmersonPawoski

em Qui Mar 19, 2015 6:22 pm
Emerson escreveu:

EmersonPawoski escreveu:No sonho estou assistindo o Globo Esporte (não é propaganda) e havia um homem sendo entrevistado sobre uma viagem que ele havia feito, subindo uma montanha do Paraná. Ele gravou e ia mostrar cenas do passeio no programa, só que essa caminhada fora em 2008 e a qualidade da gravação não estava muito boa. De repente, já não sou mais telespectador e sim o cara mesmo. Eu ligo para uma empresa que trabalha com conversões de mídias, digitalizando e tal... E peço que eles me ajudem naquele momento, aí tinha vários planos a se fazer com eles.

O mais barato era de 75 centavos por dia, onde eles arrumariam o vídeo e faziam mais uma coisa (que não lembro), no próximo plano outra ferramenta era adicionada e assim seguia... Lembro que fiquei indeciso entre comprar o plano ou dar o jeito eu mesmo, pesquisando em como melhorar. Lembro que pesquisei e aprendi que uma das formas (só em sonho mesmo) era colocando cotonetes por dentro da televisão.
-----------------
É mais um sonho simbólico que acredito ter entendido um pouco. O cara sou eu, o ego consciente dentro de minha mente. O programa é minha mente e quanto a ser sobre esporte, é porque não vejo a vida de maneira estática e sim como uma aventura a ser cumprida, um desafio. Sobre ter subido a montanha em 2008, é alguma evolução moral que tive no passado e que estava precisando revivê-la em minha mente, só que para isso teria de adaptá-la a pessoa que sou hoje e não quem fui antes. E a parte de 75 centavos por dia, significa que o preço para esse reviver de evolução moral é baixo, não exige muito, mas, é constante.
Interessante, esse lance de fazer uma pequena análise do sonho. Gostei da ideia.certo

Pelo que deu pra perceber na sua análise, você não gosta de ficar parado sem fazer nada por muito tempo. Também sou assim. Mas, também, vejo que preciso escalar novas montanhas que venho deixando de lado há muito tempo. E alguma delas, não são também difíceis de escala-las. Meu problema, às vezes, é a preguiça. Kkkkk


Última edição por Ramon em Sex Mar 27, 2015 12:31 am, editado 1 vez(es)
avatar
Mensagens : 2531
Pontos : 5673
Honra : 1044
Data de inscrição : 12/06/2013
Localização : Bahia
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de EmersonPawoski

em Qui Mar 19, 2015 6:44 pm
Emerson escreveu:

EmersonPawoski escreveu:Estou num ponto de ônibus, que ficava em frente a um posto de combustíveis. Queria muito ir ao banheiro, mas, o ônibus logo chegava. Atentei atravessar a rua para chegar ao posto, mas, vi ao longe o ônibus já chegando. Voltei ao ponto.

Já dentro do ônibus, converso com o cobrador (na vida real também fico conversando com cobradores) e comento estar apurado para ir ao banheiro. Ele diz que eu teria de esperar quando chegarmos, que queria próximo de outro posto, onde teria banheiro.
---------------------
Esse foi bem simples de entender, para me aliviar de uma dificuldade, teria que antes passar pela jornada. Para encontrar o êxito tem de antes ingressar no caminho.
Emerson, esse sonho me lembrou de um lance que aconteceu comigo uma vez, quando viajava de ônibus, voltando da minha casa de praia. Eu tinha bebido umas latinhas de cerveja no ponto de ônibus e quando peguei o ônibus, no meio da viagem fiquei super apertado, com vontade de urinar. Mas, estava chovendo muito e a estrada estava muito esburacada e cheia de lama. Provavelmente o motorista não ia parar só pra descer do ônibus pra urinar. Aí, eu me levantei da minha poltrona e fui lá pro fundo do ônibus, sentei no último banco. Aí, aproveitei que não tinha ninguém por perto olhando, botei o pinto pra fora e urinei sentado, discretamente, no chão do ônibus. Kkkk Daí, voltei pra poltrona no meio do ônibus, onde estava as minhas coisas, sentei e seguir viagem tranquilo. Acho que até hoje o motorista e o cobrador está tentando descobrir quem foi que urinou no chão do ônibus dele.  gargalhada
avatar
Mensagens : 2531
Pontos : 5673
Honra : 1044
Data de inscrição : 12/06/2013
Localização : Bahia
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de EmersonPawoski

em Qui Mar 19, 2015 7:00 pm
Emerson escreveu:

EmersonPawoski escreveu:Lembro que estava dentro duma farmácia com uma professora do ensino médio e apostávamos eu contra ela, corrida de kart. Nos ajeitamos nos móveis, que estavam ali mesmo na farmácia e inciamos a corrida.

A pista ia de dentro da farmácia, entrava numa das portas e seguia ao subterrâneo. Fizemos o trajeto, mas, numa das curvas, essa professora caí e se afoga com algo. Lembro que desço e começo a pressionar seu peito para que ela fosse liberando aquele visco e sem necessidade de respiração boca-a-boca, ela volta ao normal.
------------------------------------
Lembro de estar indo a pé, até a casa de minha avó paterna. (na vida real é um pouco longe e sempre vou de bicicleta). Eu não ligava para o tempo que levaria o trajeto, só ia andando, curtindo o vento... Quando já estava no bairro em que ela mora, encontro um rapaz que andava na mesma velocidade que eu e paralelo a mim. Ele usava camisa vermelha e bermuda amarela, enquanto eu camisa branca e bermuda preta.

É desconfortável andar na mesma sincronia que um desconhecido, parece que estamos competindo, mas, no sonho eu não ligava para isso. Ele sim, incomodado se apressou e foi bem mais para frente. No fim desse sonho, ouço partes duma música.

Deus vai na frente abrindo caminho
Quebrando as correntes, tirando os espinhos
Ordena aos anjos pra contigo lutar
Ele abre as portas pra ninguém mais fechar
Ele trabalha pra o que nele confia
Caminha contigo de noite ou de dia
Erga suas mãos, sua bênção chegou

Chego então em frente a casa de minha avó e antes de entrar, penso que se voltasse de noite, teria que ir andando pela noite.
Nunca andei de Kart na minha vida. Mas, deve ser uma experiência cheia de adrenalina. 

Você também curti andar de bicicleta, Emerson? Bicicleta é ótima pra passear na cidade e nos campos próximo da cidade. Quando eu era mais novo, ia de bicicleta pra fazenda com meus primos, cada um na sua própria bicicleta. Chegando lá, aproveitávamos pra comer frutas maduras colhidas no pé e tomava banho de rio. Tinha tantas frutas maduras e deliciosas na fazenda. Manga, goiaba, laranja, tangerina, acerola, Cacau, jaca, melancia e muitas outras que não me lembro agora. Passava o dia todo na fazenda do meu tio, com os meus primos e só voltava de bicicleta pra cidade no fim de tarde, quando o sol baixava. Era um passeio maravilhoso.
avatar
Mensagens : 382
Pontos : 1971
Honra : 169
Data de inscrição : 08/01/2014
Idade : 21
Localização : RJ
Sonhos Lúcidos :
11 / 99911 / 999
Sonhos Comuns :
179 / 999179 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de EmersonPawoski

em Sab Mar 21, 2015 6:28 pm
Muito legal essas análises do sonho Emerson. Eu não consigo fazer essas análises assim porque sou meio tapado e meus sonhos são meio confusos.
O sonho do ônibus, me lembrou um fato real da minha vida. Eu estava viajando para Colatina no ES, já tava quase chegando, faltavam uns 5 distritos para chegar na rodoviária, do nada eu fiquei apertado, e como eu estava na janela, e tinha uma senhora dormindo com um bebê no colo ao meu lado, não deu para eu usar o banheiro do ônibus. A minha sorte foi que ela desceu em Colatina também, pois só consegui ir ao banheiro quando cheguei na rodoviária.


[...]
— E como eu posso te chamar?
— Bom, você pode me chamar de Daniel, que era o meu nome quando eu era totalmente humano, pode também me chamar de Lobo, que era meu nome quando eu era totalmente uma entidade cósmica. Mas você também pode me chamar de Pai.
— Pai?
— Sim, todos os lobos e lobisomens são meus filhos, todos vieram de mim.
[...]

avatar
Mensagens : 1188
Pontos : 3999
Honra : 670
Data de inscrição : 25/03/2013
Idade : 23
Localização : Morretes/ PR
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuáriohttp://naturezaevolutiva.blogspot.com.br/

Re: Diário dos Sonhos de EmersonPawoski

em Seg Mar 23, 2015 10:20 am
@ Ramon

Bem isso mesmo, acredito que é ansiedade de minha parte. Não consigo parar por muito tempo. Muitos perguntam hoje em dia qual é a maior razão do homem não mudar, se é o medo ou preguiça... Em meu caso também, acho que é isso, porque não tem nem porque ter medo.

Ai, ai Ramon, que ideia, ainda bem que ninguém percebeu, imagina só a situação... haha Espero também que não tenha caído em ninguém na rua.

Ah gosto sim, é um dos únicos meios de transporte que uso. Para ir para a faculdade, que é em outra cidade, preciso usar ônibus, mas, dentro de minha cidade é só bicicleta, raramente carro. Que legal brother, nossa que saudável né, imagina o bem que faz todas essas frutas, muito bom. Laranja é minha favorita.

@ Licantropo

É horrível né, ficar com vontade de urinar e não poder, essa sim é uma grande tortura. Teus sonhos são ótimos e olha, apenas o sonhador pode interpretá-los. Os meus eu entendo, porque os símbolos que surgem são familiares para mim, nos teus são símbolos que tem em você.
---------------------------
É época de pascoa em meu sonho, e estou na escola onde fiz o ensino médio, embora no sonho já houvessem pessoas da faculdade no local. Havíamos feito uma rifa com ovo da páscoa, e claro, algumas pessoas de nossa sala também compraram rifas e no sorteio, então cai uma delas.

Para não ser injusto, caindo bem nas pessoas que estão montando o evento, resolvemos dar o ovo para um dos funcionários da escola. Fui até a moça da secretária, mas, ela dizia que era muito doce e a faria mal. Então encontro a professora de educação física e dou a ela. Como prova de que tinha dado o ovo, eu tinha de tirar uma foto da pessoa com o ovo e assim o fiz. Alguns alunos que não sabiam da rifa ou algo assim, achavam que eu tinha dado o ovo porque gostava da professora.
avatar
Mensagens : 382
Pontos : 1971
Honra : 169
Data de inscrição : 08/01/2014
Idade : 21
Localização : RJ
Sonhos Lúcidos :
11 / 99911 / 999
Sonhos Comuns :
179 / 999179 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de EmersonPawoski

em Seg Mar 23, 2015 11:00 am
É muito estranho sonhar com um lugar do seu convívio com pessoas que não fazer parte daquele lugar, pior ainda é não ficar lúcido mesmo quando a situação está discrepante. Se o ovo da foto for igual ao ovo do sonho, tá vendendo rifa ainda? rsrsrsrsrs Muito bacana essa atitude de dar o ovo para algum funcionário da escola, ainda bem que ninguém mostrou objeção.


[...]
— E como eu posso te chamar?
— Bom, você pode me chamar de Daniel, que era o meu nome quando eu era totalmente humano, pode também me chamar de Lobo, que era meu nome quando eu era totalmente uma entidade cósmica. Mas você também pode me chamar de Pai.
— Pai?
— Sim, todos os lobos e lobisomens são meus filhos, todos vieram de mim.
[...]

avatar
Mensagens : 2531
Pontos : 5673
Honra : 1044
Data de inscrição : 12/06/2013
Localização : Bahia
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de EmersonPawoski

em Sex Mar 27, 2015 1:06 am
Emerson escreveu:
@ Ramon

Bem isso mesmo, acredito que é ansiedade de minha parte. Não consigo parar por muito tempo. Muitos perguntam hoje em dia qual é a maior razão do homem não mudar, se é o medo ou preguiça... Em meu caso também, acho que é isso, porque não tem nem porque ter medo.

Ai, ai Ramon, que ideia, ainda bem que ninguém percebeu, imagina só a situação... haha Espero também que não tenha caído em ninguém na rua.

Ah gosto sim, é um dos únicos meios de transporte que uso. Para ir para a faculdade, que é em outra cidade, preciso usar ônibus, mas, dentro de minha cidade é só bicicleta, raramente carro. Que legal brother, nossa que saudável né, imagina o bem que faz todas essas frutas, muito bom. Laranja é minha favorita.
Também adoro laranja. E se for geladinha, melhor ainda. certo

Tenho uma bicicleta, e gosto muito de passear com ela, mas confesso que ultimamente não tenho andado muito de bicicleta não. Também tenho evitado o carro e andado mais a pé. Mas, é porque minha casa fica perto do comércio da cidade. E quase tudo que preciso fica bem pertinho da minha casa.
avatar
Mensagens : 2531
Pontos : 5673
Honra : 1044
Data de inscrição : 12/06/2013
Localização : Bahia
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de EmersonPawoski

em Sex Mar 27, 2015 1:20 am
Emerson escreveu:
É época de pascoa em meu sonho, e estou na escola onde fiz o ensino médio, embora no sonho já houvessem pessoas da faculdade no local. Havíamos feito uma rifa com ovo da páscoa, e claro, algumas pessoas de nossa sala também compraram rifas e no sorteio, então cai uma delas.

Para não ser injusto, caindo bem nas pessoas que estão montando o evento, resolvemos dar o ovo para um dos funcionários da escola. Fui até a moça da secretária, mas, ela dizia que era muito doce e a faria mal. Então encontro a professora de educação física e dou a ela. Como prova de que tinha dado o ovo, eu tinha de tirar uma foto da pessoa com o ovo e assim o fiz. Alguns alunos que não sabiam da rifa ou algo assim, achavam que eu tinha dado o ovo porque gostava da professora.
Esse ovo da foto aí está tão bonito que chega me deu água na boca. Kkkk

Mas, não posso comer chocolate nessa Páscoa. Crying or Very sad Porque estou precisando perder uns quilinhos. gargalhada
avatar
Mensagens : 848
Pontos : 3022
Honra : 347
Data de inscrição : 25/02/2013
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de EmersonPawoski

em Sex Mar 27, 2015 10:12 am
EmersonPawoski escreveu:
É época de pascoa em meu sonho, e estou na escola onde fiz o ensino médio, embora no sonho já houvessem pessoas da faculdade no local. Havíamos feito uma rifa com ovo da páscoa, e claro, algumas pessoas de nossa sala também compraram rifas e no sorteio, então cai uma delas.

Para não ser injusto, caindo bem nas pessoas que estão montando o evento, resolvemos dar o ovo para um dos funcionários da escola. Fui até a moça da secretária, mas, ela dizia que era muito doce e a faria mal. Então encontro a professora de educação física e dou a ela. Como prova de que tinha dado o ovo, eu tinha de tirar uma foto da pessoa com o ovo e assim o fiz. Alguns alunos que não sabiam da rifa ou algo assim, achavam que eu tinha dado o ovo porque gostava da professora.

Como assim, o que se passa na cabeça dessa moça da secretaria? Como um ser humano, em sã consciência recusa um ovo de pascoa desses! kkkkk


Wyrd bið ful aræd
avatar
Mensagens : 1188
Pontos : 3999
Honra : 670
Data de inscrição : 25/03/2013
Idade : 23
Localização : Morretes/ PR
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuáriohttp://naturezaevolutiva.blogspot.com.br/

Re: Diário dos Sonhos de EmersonPawoski

em Ter Mar 31, 2015 11:10 am
@ Licantropo

Pois é, ás vezes, várias memórias se misturam né. E realmente, todos na verdade concordaram com a ideia. Acho que não queriam criar uma situação ruim.

@ Ramon

hahaha é assim mesmo, quando fica perto, parece que as coisas ficam tão mais pacatas e simples. Mas é bom evitar o carro, é saudável.

Não tem problema brother, manda o que você ganhar para os amigos do fórum. Nem que seja um bombom para cada... lingua

@ Killer

Pois é, acho que ela estava naqueles dias e disse que não queria, mas, na verdade queria... Vai saber... haha
-------------------------
Estou no universo de Star Wars, cheio de aliens, naves, jedi, sith... Etc... Estava com minha namorada numa nave, ela parecia meio doente e abatida. Estávamos lá ilegalmente, e andávamos com cautela para não sermos vistos por ninguém. Procurávamos um hospital dentro da nave para ela. Entramos numa porta dourada e prateada e estava havendo um discurso dum lorde sith (parecido com Darth Vader).

Nos escondemos atrás duma grande cortina. Entre os que assistiam o discurso havia crianças, e uma dessas, um menino vai até a cortina para brincar e acaba nos encontrando. Ele diz ao sith que haviam intrusos ali. Inesperadamente eu tinha muito domínio ao lado da Força e com minhas mãos joguei todos, o sith, as crianças, os adultos que também ouviam o discurso, contra a parede contrário de onde eu estava. E também com minha mente, eu embrulhava todos eles na parede, amassando-a em volta deles. Sem ferir ninguém, mas, prendendo-os. O sith, escapa e sou forçado a abrir outra parede e jogá-lo para fora da nave. Usando então a Força procuro com minha mente onde havia um hospital dentro. Encontro e levo minha namorada para lá. Uma enfermeira, que conheço na vida real, então a acomoda numa maca e diz que ficará tudo bem. No corredor que dava para o leito, havia outra porta, que abro e adentro.

Nessa nova sala, vejo um grande espelho e aqui talvez tenha havido um pouco de lucidez. Eu me moldava e no espelho aparecia outra forma. Primeiro me diz parecido com uma mulher, depois com um cara fortão e por fim com um galo de penas brancas.

[i]Tive outros sonhos espaciais, mas, não lembro como foram...
avatar
Mensagens : 2531
Pontos : 5673
Honra : 1044
Data de inscrição : 12/06/2013
Localização : Bahia
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de EmersonPawoski

em Ter Mar 31, 2015 11:27 pm
Emerson escreveu:
@ Ramon

hahaha é assim mesmo, quando fica perto, parece que as coisas ficam tão mais pacatas e simples. Mas é bom evitar o carro, é saudável.

Não tem problema brother, manda o que você ganhar para os amigos do fórum. Nem que seja um bombom para cada... lingua
Kkkk Pode deixar. Vou mandar um bombom onírico pra cada um de vocês. gargalhada
avatar
Mensagens : 2531
Pontos : 5673
Honra : 1044
Data de inscrição : 12/06/2013
Localização : Bahia
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de EmersonPawoski

em Ter Mar 31, 2015 11:42 pm
Emerson escreveu:
EmersonPawoski escreveu:
Estou no universo de Star Wars, cheio de aliens, naves, jedi, sith... Etc... Estava com minha namorada numa nave, ela parecia meio doente e abatida. Estávamos lá ilegalmente, e andávamos com cautela para não sermos vistos por ninguém. Procurávamos um hospital dentro da nave para ela. Entramos numa porta dourada e prateada e estava havendo um discurso dum lorde sith (parecido com Darth Vader).

Nos escondemos atrás duma grande cortina. Entre os que assistiam o discurso havia crianças, e uma dessas, um menino vai até a cortina para brincar e acaba nos encontrando. Ele diz ao sith que haviam intrusos ali. Inesperadamente eu tinha muito domínio ao lado da Força e com minhas mãos joguei todos, o sith, as crianças, os adultos que também ouviam o discurso, contra a parede contrário de onde eu estava. E também com minha mente, eu embrulhava todos eles na parede, amassando-a em volta deles. Sem ferir ninguém, mas, prendendo-os. O sith, escapa e sou forçado a abrir outra parede e jogá-lo para fora da nave. Usando então a Força procuro com minha mente onde havia um hospital dentro. Encontro e levo minha namorada para lá. Uma enfermeira, que conheço na vida real, então a acomoda numa maca e diz que ficará tudo bem. No corredor que dava para o leito, havia outra porta, que abro e adentro.

Nessa nova sala, vejo um grande espelho e aqui talvez tenha havido um pouco de lucidez. Eu me moldava e no espelho aparecia outra forma. Primeiro me diz parecido com uma mulher, depois com um cara fortão e por fim com um galo de penas brancas.

[i]Tive outros sonhos espaciais, mas, não lembro como foram...
Você deu uma de Magneto, prendendo todo mundo na parede. kkkk

Agora essa do espelho foi viagem. Você virar um galo de penas brancas foi muito criativo. gargalhada

avatar
Mensagens : 41
Pontos : 1039
Honra : 24
Data de inscrição : 23/02/2015
Idade : 26
Localização : Mogi Guaçu/SP
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
9 / 9999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de EmersonPawoski

em Qui Abr 02, 2015 11:15 pm
Mestre jedi ao máximo ein! kkkkk
Sonho bacana!


“Não me encerro nos limites de uma cidade: onde quer que me encontre, sou um estrangeiro”.
                                                                                   - Aristipo de Cirene
avatar
Mensagens : 1188
Pontos : 3999
Honra : 670
Data de inscrição : 25/03/2013
Idade : 23
Localização : Morretes/ PR
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuáriohttp://naturezaevolutiva.blogspot.com.br/

Re: Diário dos Sonhos de EmersonPawoski

em Seg Abr 06, 2015 11:47 am
@ Ramon

Opa, obrigado meu amigo. Ainda não recebi, qual que é o bombom que tu vai mandar?

Esse foi um sonho bem diferente mesmo, ainda não consegui entender sobre tudo que ele significa, principalmente a parte da galo... haha

@ Daniel PP

Valeu Daniel, fico feliz que tenha gostado.
-------------------------
Acompanho a história do judeu Amir (não é seu nome, apenas me veio esse nome na cabeça), antes, durante e após a 2 guerra mundial...

Antes da guerra

Amir morava num povoado, de judeus, próximo a uma grande instituição da aristocracia. No povoado Amir vivia com seus pais, ainda adolescente, em 2 anos antes da guerra, isto é, 1937. Eles e ele, eram claros de cabelos castanhos claro. Vivia no local uma outra menina, que vivia apenas com sua mãe, tendo o pai já falecido (essas duas eram de pele meio termo com cabelos pretos). E havia ainda um casal com um bebê. Obviamente muitas outras pessoas ocupavam o local, mas, não lembro delas.

Amir era muito curioso e andava para lá e cá, mexia com animais e pessoas. Na brincadeira e nunca na maldade. Certa vez, ele se aproxima da instituição rica próxima ao povoado e vê chegarem no local homens que pareciam ser árabes (não tenho certeza dessa informação, é difícil lembrar tudo), que carregavam alguns caixotes.
Ele, assustado com aquelas pessoas estranhas, retorna para casa e conta o evento.
Seus pais então comentam quem eram aqueles homens.
Os filhos de Salomão. eles dizem.

A noite chega e Amir, sem sono com aquelas novas, informações sai para cansar-se. Ele vê as pessoas do povoado serem então levadas por aqueles homens, algumas que negavam suas ações, eram vitimas de armas de fogo ou ateadas a fogo. Assustado e com medo de voltar para casa, (que se o vissem indo para lá, poderiam pegar seus pais, ele preferira agir como se em sua casa não vivesse ninguém. Correu em direção a um aprisco (curral de ovelhas) e lá se esconde.

Lá estava o casal com o bebê, e esses então entregam o bebê ao garoto, pois ele era pequeno e mais difícil de ser notado, e o bebê teria mais chances de viver. Visto porém é seguido de longe, mas, entre as ovelhas, na noite não o percebem. Os homens então ateiam fogo a estrutura e o menino é forçado a sair para respirar. Amir e o bebê são capturados...

Durante a guerra

O tempo passa e Amir se torna um jovem. O bebê era agora uma criança que ele criava como seu filho. Ambos viviam num campo de extração de carvão ou ferro, chefiada pelos alemães. Mas, mesmo com toda a dificuldade, havia espaço para a nobreza. Amir ensinava o menino a ser um homem correto, enquanto dava o exemplo de ser resignado com as tarefas impostas, mas, complacente para com os seus. Suas qualidades eram vistas pelos alemães como um homem sofrido, mas, de confiança e isso lhe dava certas regalias, como passagem livre por algumas áreas do campo. Num certo dia, o menino é então afastado do pai e levado para algum lugar, não lembro o motivo. Amir se resignara uma mais uma vez, por fora, pois, por dentro seu coração ardia. Sabia, ele que seus pais estavam mortos, mas a criança, ele queria o bem dela, se ainda estivesse viva.

Numa noite, ele se aproxima dum soldado, com quem tinha certa afinidade e lhe apanha a arma. Ele o mata e começa a ir matando soldado por soldado do local, e sempre que achava armas melhores, as pegava. Chega então a um posto de comando no local. Para seu desconhecimento era liderado por dois irmãos orientais. Surdidamente, ele vai matando os guardas até que chega aos irmãos. Eles não eram líderes por conveniência e sim por experiência, conseguiram desarmá-lo e quando iam matá-lo com uma lâmina no pescoço, ele lhes fala da tristeza da guerra.
Não há vencedores aqui. Somos manobrados por nossos governantes, que nos fazem saber apenas o que querem que saibamos. Eles estão em guerra e nós morremos. Nesse momento, seu povo e meu povo, estão morrendo. Me ajudem a ajudá-los...

Os irmãos se compadecem e refletem sobre as palavras, resolvendo aderir ao movimento daquele único homem. Tornam-se amigos e depois de um tempo, reunindo expressivo número de soldados regenerados, de diversas nações, iniciam empreendimentos para salvar as pessoas da guerra.

Um de seus empreendimentos fora um incêndio dum arsenal alemão, onde soldados morreram. O interesse do grupo era a inutilização das armas e não morte dos alemães. Num dia de tranquilidade, Amir, conhece a esposa dum dos dois irmãos, e ela, era sua antiga namorada dos campos de trabalho. Eles sabiam que dada a situação, não podiam recapitular o relacionamento, porém, numa noite, sucumbindo as tentações, se entregam num amor, uma última vez...

Após a guerra

Amir já um homem idoso, já revelava na forma corporal e na cor dos cabelos, marcas do tempo. Por alguma razão que não lembro, encontra uma de suas amigas da juventude (aquela menina de pele média e cabelos escuros). Já senhora também, com filhos e netos. Eles se encontram e revivem seus pais em momentos de recordação. Revivem as ovelhas, as simples casas que habitavam. O marido da senhora, também judeu, fora um dos libertados pelo grupo de Amir, embora o mesmo desconhecesse o auxiliado.

Esse marido tinha um problema com impulsos, perdera os pais na guerra e entregara-se ao vício dos sentimentos para compensar suas baixas emoções e nesses instantes de queda, era rude com a esposa. A senhora comenta esse fato com Amir e ele diz ao marido:
Escute aqui, seja homem. Não sabe o que passou essa mulher, se você sofreu, desconhece então que ela também sofreu? Você perdeu os pais, eu perdi os pais e um filho, que nunca mais vi, e nem por isso sou um rato. Do contrário tentei mudar a situação, então tome vergonha na cara e compreenda que não é o único a sofrer. Sou a alma e coração de suas liberdades, então me ouça, seja um bom companheiro para ela.

Ferido em seu orgulho, o marido se envergonha e começa naquele instante a se redimir. Embora naquele primeiro encontro, houvesse ferocidade, Amir e esse senhor tornaram-se amigos e juntos, em pescarias e passeios buscavam se regenerar dos traumas que tinham. Nosso judeu falece dormindo, então, numa casa próxima de seus novos amigos, sozinho, sem filhos nem parceira, mas, acompanhado de irmãos de alma.
avatar
Mensagens : 2531
Pontos : 5673
Honra : 1044
Data de inscrição : 12/06/2013
Localização : Bahia
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de EmersonPawoski

em Ter Abr 07, 2015 4:02 pm
Que bombom onírico eu vou mandar de presente? Adivinha...
O bombom é o "SONHO" de Valsa. Kkkk

Brincadeira. gargalhada

Mas, agora falando sério, Emerson. Essa história do Amir foi um sonho mesmo? Porque não parece um sonho. Pelo menos, não parece com um sonho comum.
avatar
Mensagens : 1188
Pontos : 3999
Honra : 670
Data de inscrição : 25/03/2013
Idade : 23
Localização : Morretes/ PR
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuáriohttp://naturezaevolutiva.blogspot.com.br/

Re: Diário dos Sonhos de EmersonPawoski

em Qua Abr 22, 2015 3:43 pm
@ Ramon
Valeu rapaz, acho que com tanta alegria, vou até dançar...

Sim, foi um sonho, haha, não parece né, mas, foi.
-----------------
19/04

Lembro de estar num bote num rio. Há várias pessoas assim também. Eu gravava um vídeo mostrando o percurso... Passeio terminando, levo meu bote até a margem e vejo que uma das pessoas que também passeavam era um xeique, e que por sinal era o dono daquela propriedade (onde o rio estava). Eu o sigo para uma entrevista e criamos uma amizade.

Ele comentava e mostrava ao longe uma indústria hidrelétricas onde familias do local, trabalhavam, enquanto seus filhos brincavam na água. Não lembro porque, ele me deu 5 milhões de dólares e 14 mil dólares em ações. O xeique vai embora num helicópero.
O tempo passa e aquele rio fica poluído, agora pais e filhos são obrigados a tirar o lixo do rio, para depois vender e conseguir algum dinheiro. A cor do rio, era escura e com textura de piche. Lembro que num grupo de crianças, uma começa a se afogar e as outras vão salvá-la, com excessão duma outra, que fica só olhando. Enquanto essas outras salvam aquela primeira, essa segunda se afoga e como ninguém vê, ela morre.

Quando as outras crianças percebem a morte do coleguinha, dizem:
Morrem aqueles que ficam apenas olhando.

Impressionando com aquela situação, ligo para o xeique, contando o evento. Ele dizia que no momento não tinha como pagar a limpeza do rio e lembro que ainda tinha todo o dinheiro que ele tinha me dado. Analisamos a situação e vimos que precisava de 10 milhões de dólares para limpar o rio. Incrivelmente, os 14 mil em ações viraram nesse tempo 5 milhões e somados, com os outros 5 milhões, conseguimos purificar a água. A ação, de xeique e de mim, não passarem despercebidas pelo governo e foi criada então uma reserva ambiental naquela região, para o bem das pessoas e da natureza.
Acordei com uma música na mente:
avatar
Mensagens : 1188
Pontos : 3999
Honra : 670
Data de inscrição : 25/03/2013
Idade : 23
Localização : Morretes/ PR
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuáriohttp://naturezaevolutiva.blogspot.com.br/

Re: Diário dos Sonhos de EmersonPawoski

em Qua Abr 22, 2015 4:01 pm
20/04

Vejo a propaganda duma nova novela, mostrava um casal católico, cuja mulher já estava grávida duma menina. O casal queria dar uma pimenta de pelúcia para dar boa sorte a filha, mas, antes iriam escrever o nome dela num papel e colocá-lo aos pés da imagem duma santa. Assim feito, eles pegam o papel e colocam dentro da pelúcia, concluindo então, costurando o objeto novamente. Essa santa, não tinha feito milagre algum enquanto viva, e por isso era muito descreditada.

Próxima a sua imagem, havia outra imagem duma santa cigana, que tinha feito milagres em vida, mas, não pertencia a igreja católica. A maioria das pessoas preferiram a cigana. A católica era conhecida por ser uma mulher boa e corajosa, que certa noite, salvou várias pessoas num incêndio, mesmo com a vida em risco. Não lembro como descobri, mas, no sonho eu sabia que as duas eram a mesma pessoa, porém em tempos diferentes. A católica era a cigana 300 anos antes, uma era a reencarnação da outra, mas, eram o mesmo espirito.
avatar
Mensagens : 1188
Pontos : 3999
Honra : 670
Data de inscrição : 25/03/2013
Idade : 23
Localização : Morretes/ PR
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuáriohttp://naturezaevolutiva.blogspot.com.br/

Re: Diário dos Sonhos de EmersonPawoski

em Qua Abr 22, 2015 4:27 pm
21/04

Estou na casa de um casal, que tem uma criança. Por alguma razão eu não gostava da companhia do casal, mas, com a criança tinha amizade. Esse casal também tinha dois cães husky siberiano. Lembro que eu era um tipo de cuidador daquelas pessoas. Certo dia, fui passear com a criança e com os cachorros, quando encontramos na rua um asiático, que se aproximou e abraçou um dos cães.
Ele falava numa língua estranha, mas, eu entendia suas palavras com o sentimento. Ele estava longe de seu país, de sua casa e de seu cãozinho.

Aqueles cães, eram, então, da mesma raça que o do dele, e isso deu-lhe saudades de seu companheirinho.
Consegui entender, ainda no sonho (eu não estava lúcido), como se aquilo fosse uma mensagem: o amor está acima de idioma, distância e tempo, é compreensível para todos os seres vivos e fala ao coração, de coração para coração. O amor está acima de tudo.
avatar
Mensagens : 41
Pontos : 1039
Honra : 24
Data de inscrição : 23/02/2015
Idade : 26
Localização : Mogi Guaçu/SP
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
9 / 9999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de EmersonPawoski

em Qua Abr 22, 2015 4:51 pm
Bacana quando você acorda com músicas na cabeça, isso acontece comigo as vezes também! Ainda bem que conseguiram limpar o rio né! Parece que o rio, vc, o sheike e as pessoas que trabalhavam/moravam no local estavam conectados numa espécie de relação transcendental.

O da cigana foi bacana também e uma excelente crítica a Maya das efêmeras roupagens materiais que vestimos.


“Não me encerro nos limites de uma cidade: onde quer que me encontre, sou um estrangeiro”.
                                                                                   - Aristipo de Cirene
avatar
Mensagens : 382
Pontos : 1971
Honra : 169
Data de inscrição : 08/01/2014
Idade : 21
Localização : RJ
Sonhos Lúcidos :
11 / 99911 / 999
Sonhos Comuns :
179 / 999179 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de EmersonPawoski

em Sex Abr 24, 2015 12:14 am
Emerson, o sonho do Amir foi muito legal e bem complexo, até parece que sua consciência fez uma viagem no tempo e acompanhou a vida de uma pessoa que realmente existiu.

Achei muito legal no sonho do rio, você e o xeique conseguirem o dinheiro para limpar o rio, porque não dá pra morar perto de um rio e não se poder tomar banho nele por causa de poluição.

O sonho da santa e da cigana me lembrou muito do ciclo avatar em Avatar, e não sei porque me lembrou da frase da Raava para o Wan "Don't worry. We will be together for all of your lifetimes"


[...]
— E como eu posso te chamar?
— Bom, você pode me chamar de Daniel, que era o meu nome quando eu era totalmente humano, pode também me chamar de Lobo, que era meu nome quando eu era totalmente uma entidade cósmica. Mas você também pode me chamar de Pai.
— Pai?
— Sim, todos os lobos e lobisomens são meus filhos, todos vieram de mim.
[...]

Conteúdo patrocinado

Re: Diário dos Sonhos de EmersonPawoski

Ver o tópico anteriorVoltar ao TopoVer o tópico seguinte
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum