Conectar-se
Últimos assuntos
Os membros mais ativos do mês
12 Mensagens - 50%
6 Mensagens - 25%
2 Mensagens - 8%
1 Mensagem - 4%
1 Mensagem - 4%
1 Mensagem - 4%
1 Mensagem - 4%
Votação
Qual a técnica que você utiliza para ficar lúcido?
Teste de Realidade
45% / 15
Totem
15% / 5
Incubação
12% / 4
Gatilho
6% / 2
Gravador de Voz ou Sons Binaurais
6% / 2
Outros
15% / 5
Parceiros
 sonhos=
 sonhos=
 animes=

Compartilhe
Ver o tópico anteriorIr em baixoVer o tópico seguinte
avatar
Mensagens : 125
Pontos : 2103
Honra : 25
Data de inscrição : 01/04/2012
Idade : 42
Localização : São José - Santa Catarina
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
1 / 9991 / 999
Ver perfil do usuário

Diário de Todos os Sonhos de Zeti

em Ter Abr 10, 2012 1:03 am
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
Olá onironautas!

Bem-vindos(as) ao "Diário de todos os sonhos"!

Gostei demais da ideia do Márlon, de cada viajante dos sonhos ter um tópico para postar os sonhos lúcidos e não-lúcidos. Aqui é o meu cantinho do que eu chamo de sonhos "automáticos", ou seja, aqueles que correm no piloto automático, não são lúcidos.

Tenho meu caderninho com anotações mas também usarei este diário digital aqui no fórum para dividir com os colegas minhas experiências e trocarmos bastante ideias! Estarei aos poucos transcrevendo desde o primeiro sonho que tive ao acessar o blog sonhoslucidos.com, em ordem cronológica e com alguns comentários, notas e reflexões. Fiquem à vontade para lerem e comentarem.

Forte abraço e bons sonhos não-lúcidos a todos nós!


Zeti-Pevensie
"Por Nárnia e por Aslam!"

avatar
Mensagens : 125
Pontos : 2103
Honra : 25
Data de inscrição : 01/04/2012
Idade : 42
Localização : São José - Santa Catarina
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
1 / 9991 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Todos os Sonhos de Zeti

em Ter Abr 10, 2012 1:27 am
DATA: 12/03/2012 (2ª feira)
Infelizmente neste sonho não registrei os horários de dormir e acordar.

EXPERIÊNCIA 1

Na noite em que disse a você (ao Márlon, quando enviei este texto à ele por e-mail) que iria testar o método (FILD), eu fui dormir um pouco tarde e não dormi muito bem. Tenho 2 gatinhos, sendo que um deles estava meio inquieto e vez ou outra miava dentro do quarto, e eu, com o sono meio leve, despertava logo. Então eu acordava e dormia várias vezes até que decidi fechar a porta do quarto com eles fora. Dormi e sonhei, mas foi sonho "piloto automático". Nada de consciência. Não consegui concentração pra aplicar nenhum método por estar cansada, e deixei pro outro dia. Este que vou relatar é apenas um de vários fragmentos que tive:

Sonho (12/03/2012): A GAROTA CHATA

"Estava como que num lugar público, tipo um refeitório ou um restaurante meio antigo. Eu estava em pé diante de um banco e uma turma ao redor da mesa conversando. Eu também conversava com eles. Atrás de mim um espaço de chão que separava outra mesa com bancos. Veio uma moça passar pelo espaço de chão atrás de mim. Dava pra ela passar folgadamente, mas por birra ou por querer todo o espaço pra ela, começou a passar por trás de mim como se fossem pessoas em pé dentro de um ônibus lotado. Eu estava de costas para ela, sentia o que ela fazia e empurrava-a para trás, mas ela continuava passando e pressionando, só pra me encher a paciência. Até que não sei como me livrei dela e comecei a dizer algo como: "Sai" (algo assim), e ao mesmo tempo apontava um objeto pra ela (parecia uma varinha do Harry Potter rsrs), onde cada vez que eu dizia "sai" apontando este objeto, apareciam umas manchas brancas no peito dela, e ela recuava. Algo assim. Nada de sonho lúcido, só no automático."


Obs.: Eu havia postado no blog também algo bastante interessante. Junto com o meu psicólogo, chegamos à interpretação deste sonho. Segue o post abaixo.


DATA: 26/03/2012

Oi Márlon, oi pessoal! =D

De fato o diário é importantíssimo. Eu faço terapias com um psicólogo que também usa muito meus sonhos como material de consulta. Falei inclusive do blog e ele achou bem interessante. Na consulta de hoje levei meu diário pra ele dar uma olhada. Com o direcionamento dele e para minha alegria consegui entender o sonho A GAROTA CHATA que relatei no post sobre meus sonhos, que o Márlon gentilmente publicou. É algo pessoal, mas vou compartilhar o suficiente aqui pra todos verem a eficácia do diário de anotações. Falarei sobre a garota.

A "garota chata" trata-se de uma pessoa na minha vida real que me é muito próxima e que tem tentado se aproximar de mim por se preocupar comigo (eu sei quem é), mas eu a acho inconveniente por pensar que não é necessário tanta preocupação assim. Que às vezes até exagera um pouco de fato, e por isso a considero "chata". Mas é só a maneira dela de demonstrar que se importa e eu não estava entendendo isso. Tento às vezes me manter distante (a ordem "sai!"), e ela fica triste quando faço isso (as manchas que causo em seu peito). Vi nisso algo que vai me ajudar no meu relacionamento com essa pessoa, que hoje vejo que não entendo o tamanho do seu carinho por mim.

Percebem quantas coisas importantes os sonhos têm a nos dizer? E se eu não tivesse anotado isso? Será que me lembraria? Levaria apenas como uma curtição ou mais um sonho maluco? E olha que este sonho nem lúcido foi! feliz

Gostaria de estimular a todos a anotarem sempre que a rotina e o cansaço do dia permitirem, gente. Nem que sejam palavrinhas-chaves. Não percam oportunidades de refletirem sobre a linguagem simbólica que nossa alma sempre quer nos dar e não a damos ouvidos.

Fica aí a dica e a comprovação, mais uma vez, da eficácia de anotações no diário de sonhos.

Forte abraço e bons sonhos a todos nós!


Link: http://www.sonhoslucidos.com/2012/03/pesquisas-fascinantes-sobre-sonhos.html

===============


Zeti-Pevensie
"Por Nárnia e por Aslam!"

avatar
Mensagens : 125
Pontos : 2103
Honra : 25
Data de inscrição : 01/04/2012
Idade : 42
Localização : São José - Santa Catarina
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
1 / 9991 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Todos os Sonhos de Zeti

em Ter Abr 10, 2012 1:36 am
EXPERIÊNCIA 2 (manhã de 13/03)

"Fui dormir um pouco mais cedo na noite seguinte. Quando vi que o gatinho "falador" começou a dar os primeiros miados eu já tirei os dois do quarto e deixei-os fora no ato. Rsrs. Apaguei a luz, fui pra cama, dei uma lida a mais no método (FILD) e deitei. Eu apenas inverti a ordem de um dos passos, mas mesmo assim sei que funcionou. Rsrs. Deitei logo de cara movimentando os dedos, ao invés de dormir e acordar pra fazer isso. Hehe. Mas acho que valeu, porque fiquei fazendo isso por uns poucos minutos e o meu corpo já começou a ter espasmos, daqueles que temos quando o corpo está começando a relaxar. E quando isso acontece comigo eu já sei que vou dormir rapidinho. Antes de adormecer, fiquei calmamente dizendo pra mim mesma: "vou me lembrar de me perguntar como cheguei naquele lugar, fazer o reality check, ter consciência de que estou sonhando e de ficar calma". Repeti mais umas duas vezes essa última frase, alimentando o sentimento de que nada poderia me fazer mal. Não deu outra, segundos depois dos espasmos eu quase apaguei direto, não fosse um pequeno probleminha: quando senti que ia ter uma paralisia do sono eu acordei imediatamente, nem deixei paralisar. kkkkk. Fiquei com o coração acelerado por uns segundos e me sentindo uma boba: "Como pôde ficar com medo sua boboca?". Resolvi tentar de novo, mas desta vez usei não apenas a consciência dos dedos, mas me lembrei de algo que o meu professor de piano me ensinou: que a gente deve se perceber bem na musculatura enquanto toca, pra ver se não está tocando de forma inadequada e previnir assim, tendinites da vida. O principal é estar completamente relaxado pra tocar, mesmo nos trechos onde a musculatura é mais exigida. Aí comecei a perceber cada músculo do meu corpo, começando a soltar cada um deles, relaxando. Dos pés à cabeça. De repente minha respiração começou a diminuir, e quando vi, escuro total. Não sei quanto tempo levou essa parte, acho que foram as que antecedem a fase REM (posso estar falando bobagem, me corrija se estiver). Acho que foi porque meu primeiro despertar foi às 10:30h e fui dormir perto das 2h por causa da parada que dei em funçao da paralisia. Quando despertei, estava acordada porque olhei as horas no celular e tava 10:30h sem problemas. Mas me vinham diversos flashes de imagens ou sequências de sonhos, e o que fiz foi ir deixando rolar e ao mesmo tempo tentando controlar pra não esquecer. Eu memorizava alguns e deixava rolar ao mesmo tempo. Até que vi que despertei mesmo e aproveitei pra anotar, porém anotei apenas palavras-chaves. Voltei a dormir e vieram outros. Fiz o mesmo. Aí o relato segue, primeiramente dos flashes (onde ler "flashes" entenda como "fragmentos", na época eu não tinha essa compreenção):

O MINOTAURO E A VERDADE (1o flash)

Havia uma parede onde apareciam como que reproduzidos por um datashow, símbolos de animais. Eram enfileirados e vinham de baixo pra cima, um de cada vez. Às vezes eram inseridos novos símbolos. Entendi que aquilo representava os símbolos de competidores que estavam sendo selecionados naquela hora para um tipo de competição. Cheguei num local (parecia uma pracinha na cidade onde trabalho, Florianópolis) e os animais estavam jogando jogo-da-velha (era essa a tal competição). Vi que havia um competidor jogando com um minotauro, e o competidor venceu. O minotauro não gostou muito e começou a esbravejar. Todos falavam pra ele se acalmar e ele continuava esbravejando, até que tive que ir bem perto dele e gritar a todos os pulmões: "As pessoas não ouvem a verdade a não ser que se fale alto!". Nisso me encontrei numa padaria próxima ao local da competição, e alguém que viu a cena veio me perguntar porque dissera aquilo. Não me lembro muito bem da resposta.

O GRITO (2o flash)

Imediatamente ficou escuro e eu gritei "Você!", a alguém que eu não via e não sabia quem era, e que havia me feito alguma pergunta que também não me lembro.

O MONGE (3o flash)

Esse foi o mais divertido de todos. Quando me lembrava dele eu ria pacas! Do nada me vi num local que não me lembro, onde havia um monge tibetano tocando bateria na maior paulera e empolgação. kkkkkk

SOLILÓQUIO (4o flash)

Ainda acordada, sem fazer força alguma pra pensar, me fluíram alguns pensamentos:

a) "É engraçado esse negócio de preencher os sonhos com o subconsciente" (acho que tá errado, é o inverso né? Mas na hora foi exatamente isso que pensei, e decidi não alterar na hora de escrever... kkk);

b) "Fiz o reality check das mãos e estava totalmente acordada!" (porque no meio dos flashes eu realmente fiz isso, e 5 dedos normais e perfeitos em cada mão)

A MENININHA QUE QUERIA SONHAR MAIS (5o flash)

Não via, mas ouvia uma menininha dizendo pra sua mãe:

- Quero dormir mais horas pra ter mais sonhos!

- Não, chega. Senão isso vai interferir na sua qualidade do sono!

Nesse flash eu achei que a garotinha era eu, pois já estava beirando 8 horas de sono e queria realmente tentar prorrogar. Tudo isso eu estava completamente acordada e enquanto rolavam os flashes eu ouvia uma música na minha mente do Tears for Fears, versão do cantor Gary Jules, chamada "Mad World".

========================


Zeti-Pevensie
"Por Nárnia e por Aslam!"

avatar
Mensagens : 125
Pontos : 2103
Honra : 25
Data de inscrição : 01/04/2012
Idade : 42
Localização : São José - Santa Catarina
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
1 / 9991 / 999
Ver perfil do usuário

O ATOR, A COZINHA, O CASAL - 14/03/2012

em Ter Abr 10, 2012 2:00 am
O ATOR

Estava como que na casa da minha tia, na sala de estar, em pé, em frente a um sofá que fica colado a uma parede com janela. No lado esquerdo do sofá estava este ator famoso, que não me lembro se era o Reynaldo Gianecchini ou o Thiago Lacerda. Mais pro lado direito estavam várias garotas super fãs dele. Ele conversava com elas sendo gentil, simpático e demonstrando que estava solteiro. Uma hora ele sugeriu de batermos uma foto, e uma prima minha que estava no meio das garotas saiu correndo feito uma louca e sentou ao lado dele, quando ele pediu para nos juntarmos. Achei aquilo ridículo e ele percebeu isso. Pode até ter achado ridículo também, mas pareceu não ligar ou não quis demonstrar. Eu fiquei meio brava com a minha prima mas deixei quieto. Nisso ele sugeriu que eles fossem ao supermercado fazer as compras (do mês). Não sei por qual motivo eu iria ficar. Quando todos saíram do sofá eu fui para um quarto onde tinha um corredor que dava para a sala onde eles estavam. No outro lado do corredor, minha prima que havia saído do sofá, veio me dizer algum tipo de ditado popular que não me lembro agora qual era, com o intuito de tentar me humilhar por eu não ter ido em cima do ator como ela fez. Prontamente e bem irritada respondi em voz alta: "Olha aqui, não me vem com frasezinhas prontas porque não cola!"

A COZINHA

Imediatamente me vi na cozinha (da mesma casa), e eles já tinham retornado, deixando o chão repleto de sacolas cheias de compras, já próximas dos armários onde seriam guardadas. Começaram a guardá-las, sentados no chão. Mas já não era mais o ator, era um adolescente, e ele parecia bem concentrado no que fazia. Havia um prato de comida em cima da mesa, bem arrumadinho, com arroz branco, feijão, um suculento bife, couve refogada com bacon e ovo frito (huumm.. deu fome agora! haha). Sabia que era meu, e que eu que havia feito. Disse a eles: "Gente, como vocês demoraram muito eu já fui fazendo o meu almoço, tá?"

O CASAL

De repente me vi num lugar que parecia mais ser uma rodoviária ou aeroporto. Vi um casal se abraçando e chorando muito, mas não era porque um deles iria partir. Era porque estavam se reconciliando. Ouvia ele pedir perdão a ela por coisas que não me lembro agora, e ela compreendia e perdoava, como também pedia perdão.

==============

Despertei. Sei que tiveram muitos mais sonhos, mas é o que consigo lembrar. Tudo no automático.

==============


Zeti-Pevensie
"Por Nárnia e por Aslam!"

avatar
Mensagens : 187
Pontos : 2306
Honra : 87
Data de inscrição : 31/03/2012
Idade : 42
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuáriohttp://www.sonhoslucidos.com

Re: Diário de Todos os Sonhos de Zeti

em Ter Abr 10, 2012 2:12 pm
:cheers: Muito demais de bom Elisete! Vou seguir essa tua linha também e ir impostando mais religiosamente. Seja sonhos "comuns"(não-lúcidos") ou conscientes(lúcidos).

Acho que é uma idéia que vai motivando uma ao outro, na medida que mesmo a partir de pequenos fragmentos, a gente vai acompanhado o nosso progresso e dos outros. Levo fé que vamos dar um belo upgrade nos nossos diários e por consequencia a consciência nos sonhos virá com mais facilidade. muito feliz


Não pense se vai ficar consciente num sonho... saiba que vai.
avatar
Mensagens : 125
Pontos : 2103
Honra : 25
Data de inscrição : 01/04/2012
Idade : 42
Localização : São José - Santa Catarina
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
1 / 9991 / 999
Ver perfil do usuário

Resposta ao Márlon

em Ter Abr 10, 2012 3:53 pm
Oi Márlon!

É verdade, esse diário e estas experiências que tenho tido tem me ajudado demais. Inclusive tenho percebido que minha memória até mesmo para o estado de vigília tem melhorado muito, e tenho conseguido ter "flashes" de fragmentos de sonho em estado de vigília, em momentos inesperados, quando estou distraída. Pego e anoto na hora! Eu nunca experimentei isso antes. Já tenho uma memória boa para lembrar do conteúdo das aulas de cada aluno que tenho (em média 25 alunos fora os grupos), e para memorizar peças longas de piano também (palavras do meu professor), quero ver agora! Estou na expectativa. muito feliz

Adorei ler os seus relatos e os de todo mundo, tenho certeza que vamos crescer muito todos juntos aqui.

Forte abraço!


Zeti-Pevensie
"Por Nárnia e por Aslam!"

avatar
Mensagens : 125
Pontos : 2103
Honra : 25
Data de inscrição : 01/04/2012
Idade : 42
Localização : São José - Santa Catarina
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
1 / 9991 / 999
Ver perfil do usuário

O ASSALTO, O SALÃO E O PALHAÇO, NAMORO ESQUISITO e REFLEXÃO

em Qua Abr 11, 2012 6:40 pm
DATA: 18/03/2012
Dormir: 6h

O ASSALTO

Estava sozinha dentro da casa da minha tia quando percebi alguma movimentação estranha. Ao tentar descobrir o que era me deparo com um ladrão carrregando coisas. Ele foge e eu saio correndo atrás dele. Quando ele estava próximo do portão consegui alcançá-lo e entro em luta com ele. Na confusão ele deixa cair no chão tudo o que estava roubando, e foge sem levar nada. Me dei conta que ele deve apenas ter desaparecido como que fumaça, pois o portão era tremendamente alto e não o vi correndo para lugar algum. Sem sinal dele me viro para trás e vejo, espalhadas no chão, as coisas que ele estava levando. Eram vários papéis com coisas impressas que não sei do que se tratava, mas sabia que haviam números. Vi também uma folha de cheque do banco Itaú preenchido com o valor de R$2.850,30.

Obs.: Quando eu era pequena de fato houve esse assalto na casa desta tia, e foi ela quem enfrentou o ladrão. Eu e os filhos dela estávamos na casa. Este evento foi muito marcante pra ela, pois ela entrou em luta com o ladrão seguindo seu impulso, nem pensou que ele poderia estar armado. Lembrei deste episódio por uns dias na época e depois nunca mais. O sonho me surpreendeu por causa disso. Conversando com esta minha tia sobre o episódio, ela me contou que eu tive a corajosa atitude de ir ligar correndo pra polícia (eu não lembrava disso). Cheguei a sonhar com isso novamente, mas com diferentes informações. Mais tarde farei o relato.

O SALÃO E O PALHAÇO

Estava como que num desses salões de festas bem antigos. Semelhantes a um ginásio esportivo, pouca coisa menor. Lá estava acontecendo uma recreação infanto-juvenil, com apresentações de cantores no palco e uma meia dúzia de crianças e adolescentes se divertindo. Em dado momento um apresentador interrompeu o evento para anunciar uma atração: os palhaços Patati e Patatá. Mas de uma porta sai apenas um palhaço fazendo trenzinho com diversas crianças atrás dele, conduzindo-as em círculos pelo salão, saltitando feito dançarinos de frevo, ao som de "Banho de cheiro", música interpretada pela cantora Elba Ramalho. Num lado do palco vi um discreto tumulto, onde havia um homem negro, baixo, bigode, cabelo black power, óculos escuro de sol, camisa branca, pulseiras e colar dourados, falando ao celular bastante incomodado. Senti que ele era o produtor do evento, e o motivo de sua preocupação é que havia uma menina ali no salão dando "barraco" dizendo-se grávida do palhaço que estava apresentando.

NAMORO ESQUISITO

Eu estava numa casa com amigos e no sonho sabia que estava namorando uma pessoa do mundo real (no mundo real eu sou solteira e sozinha). Mas ele ficava de um lado e eu do outro. Não estávamos brigados nem nada, apenas não estávamos juntos. Eu ficava observando ele de longe e estranhava isso. Como que num lampejo me dei conta: "Nossa! Eu sou namorada dele, tenho que agir como tal!" Aí fui chegando perto dele um pouco sem jeito e abracei-o, e ele me abraçou também, como que encostando o queixo dele na minha cabeça (na vida real ele é mais alto do que eu). Eu experimentava uma sensação "dúbia": estranhava de ser namorada dele e de não sentir nada por ele (parecia que eu abraçava um amigo), mas ao mesmo tempo estava gostando de receber aquele abraço. Fazia com que eu me sentisse protegida. Depois vinha uma parte que eu não lembro qual era. (*) Quando o meu namorado (do sonho) encostou o queixo na minha dabeça eu disse a ele: "Não liga que o meu cabelo tá sujo, vou lavá-lo depois" (de fato eu ia lavá-lo hoje), e ele diz: "Tudo bem, não faz mal" (algo assim).

(*) Esta parte veio como um insight enquanto eu estava no banho, LAVANDO O CABELO! Rsrsrsrs.


ALGUMAS REFLEXÕES...

Depois que acordei destes sonhos, me vi novamente naquele estágio onde eu fico completamente acordada, desperta, sem me mexer (voluntariamente, não era paralisia do sono), sem abrir os olhos e vejo "flashes", imagens como se fossem de sonhos. Me lembro que tive vários, parecia que estava passando por um "túnel de sonhos", mas só fixei um na memória. Porém senti que ele é de conteúdo muito pessoal e pensei em não postá-lo aqui. No blog sobre sonhos lúcidos onde sou colaboradora, o pessoal me orientou que estes "flashes" são na verdade sonhos, ou fragmentos deles, mas que são SONHOS. Porém me ficou uma dúvida: se são sonhos e eu não estava dormindo... Não estava tendo um sonho lúcido porque mesmo com os olhos fechados fiz o RC das mãos e contei exatamente 5 dedos em cada, e quando me levantei tive minha rotina normal... Estava claro que também não era falso despertar... Então isso significa que tive sonhos no estado desperto? Tive sonhos acordada? Como isso é possível? Ou então se não eram sonhos, poderiam ser o que? Que experiência foi essa que tive? Nem tive paralisia do sono.

Aguardo contribuições! muito feliz

Abraços a todos!

=======================


Zeti-Pevensie
"Por Nárnia e por Aslam!"

avatar
Mensagens : 125
Pontos : 2103
Honra : 25
Data de inscrição : 01/04/2012
Idade : 42
Localização : São José - Santa Catarina
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
1 / 9991 / 999
Ver perfil do usuário

DIÁRIO DE TODOS OS SONHOS

em Qua Abr 11, 2012 7:04 pm
Hi companheiros onironautas!

Bem-vindos ao "Diário de todos os sonhos"!

Este espaço é destinado a anotações de sonhos lúcidos que tenho tido. Procurarei especificar ao máximo os itens que o Márlon pede na descrição do tópico, bem como incluirei notas, datas, horários de dormir e despertar, reflexões, e tudo o que puder. Espero poder contribuir com minhas experiências, e também trocarmos muitas figurinhas juntos!

Forte abraço!


Zeti-Pevensie
"Por Nárnia e por Aslam!"

avatar
Mensagens : 12
Pontos : 1962
Honra : 1
Data de inscrição : 06/04/2012
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Todos os Sonhos de Zeti

em Qua Abr 11, 2012 7:20 pm
Tenho que me disciplinar em relaçao ao DREAM JOURNAL. Mas como minha rotina é corrida e tenho que acordadr cedo, fica complicado escrever tudo pela manha.
avatar
Mensagens : 125
Pontos : 2103
Honra : 25
Data de inscrição : 01/04/2012
Idade : 42
Localização : São José - Santa Catarina
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
1 / 9991 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Todos os Sonhos de Zeti

em Qui Abr 12, 2012 2:10 pm
Daniel C escreveu:Tenho que me disciplinar em relaçao ao DREAM JOURNAL. Mas como minha rotina é corrida e tenho que acordadr cedo, fica complicado escrever tudo pela manha.

============

Olá Daniel,

Acho que uma das partes que mais exige da gente é a anotação no Diário. Cada um tem uma rotina diferenciada, e na maioria dos casos é igual a sua, bem corrida. No meu caso eu tenho horários mais flexíveis pela manhã, então consigo fazer isso. Mas nem sempre dá, então o que faço é anotar o que e quando puder. Se não der num dia e der no outro, anoto. Nem que sejam apenas palavras-chaves. O importante é não perder o hábito. Como disse o Márlon aqui e no blog várias vezes: a qualidade do sono vem em primeiro lugar. É ela que nos permite ter bons sonhos.

Abraço e obrigada pela visita!

=============


Zeti-Pevensie
"Por Nárnia e por Aslam!"

avatar
Mensagens : 125
Pontos : 2103
Honra : 25
Data de inscrição : 01/04/2012
Idade : 42
Localização : São José - Santa Catarina
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
1 / 9991 / 999
Ver perfil do usuário

Sonhos lúcidos requerem preparação! - 19/03/2012

em Seg Abr 16, 2012 5:59 pm
Opa! piscar

Infelizmente neste dia não registrei o horário de dormir, só escrevi "noite".

Antes de registrar os sonhos, vou deixar aqui algumas reflexões que fiz sobre coisas que percebi estarem faltando para meu sucesso com os SL. Depois, em outro tópico, transcreverei os sonhos. Foram 3 registrados, sendo que o 3º foi lúcido. Este 3º eu registrarei no tópico de sonhos-lúcidos. Segue a reflexão:

=======

SONHOS LÚCIDOS REQUEREM PREPARAÇÃO!

Estou percebendo que de nada me adianta testar os métodos se eu não tiver uma preparação sistemática em alguns pontos básicos. Rotina de sono, diário, horários para dormir, etc.

PLANEJAMENTO

- Rebularizar horário de sono
- Treinar os RC's
- Tentar incubar: totem, lugares e objetivos
- Manter rotina de anotações no diário, lê-lo sempre que puder
- Por enquanto estudar e compreender os métodos sem aplicá-los, apenas ler
- (*) Ir memorizando os sonhos descritos no diário, de pouco em pouco; para trazê-los para o estado lúcido de consciência e tentar vasculhá-los, sondá-los, estudá-los.

(*) O intuito aqui não é memorizar TODOS os sonhos, mas aqueles que me parecem ter alguma relevância, em especial os que se repetem com frequência. Tenho interesse em continuar os sonhos de onde eles pararam, para ver "aonda vai a toca do coelho" (como dizia o Morpheus ao Neo antes de escolher qual pílula tomar). Buscar entender que relação eles tenham (se é que possam ter) com minha vida real.

RESOLUÇÕES IMEDIATAS (As prioridades)

- Regularizar horário de sono (ter 8 horas de sono)
- Praticar até 10x por dia os seguintes RC:

1. Contar os dedos das mãos/ tocar com eles alguma melodia (a maioria dos músicos faz isso: mesmo longe dos seus instrumentos a gente meio que "dedilha no ar" algumas melodias, por hábito. Às vezes uso isso até pra estudar quando não tem um piano ou um teclado por perto. Pensei que como isso é algo que faço habitualmente, talvez pudesse ser um RC)

2. Me perguntar:

* "Como cheguei até aqui?" (Resposta impossível)
* "Estou sonhando?" (Isso me levará fatalmente ao RC das mãos)
* "Maninha?" (Como que perguntando pela minha irmã, se ela estaria no local onde estou. Resposta também impossível, porque eu moro em SC e ela em SP)


Depois de feitas estas resoluções fui dormir. Horário: 22h

Seguem no próximo post relatos de sonhos que tive.

=======================


Zeti-Pevensie
"Por Nárnia e por Aslam!"

avatar
Mensagens : 125
Pontos : 2103
Honra : 25
Data de inscrição : 01/04/2012
Idade : 42
Localização : São José - Santa Catarina
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
1 / 9991 / 999
Ver perfil do usuário

O VÔO, O ÔNIBUS E A JANELA MISTERIOSA

em Seg Abr 16, 2012 6:39 pm
Hello! muito feliz

Infelizmente não foram registrados horários de dormir e despertar, nem informações mais relevantes. Aos poucos vou aprendendo a construir um diário mais detalhado.

Este sonho, O VÔO, foi o primeiro que tive depois que tive contato com o blog sonhoslucidos.com. Porém antes desse tive um outro que foi onde me senti extremamente motivada a procurar conhecer sobre esses eventos com sonhos que até ali eu ainda não sabia do que se tratava. Daí então encontrei o blog. O sonho antes do contato com o blog vou entitular O ÔNIBUS E A PORTA MISTERIOSA. A primeira parte não é SL, mas achei importante relatar aqui porque a continuação exata se deu no SL. Não se encontra no blog, apenas aqui (se não me engano rsrs). Segue:

O ÔNIBUS

Me encontrava dentro de um ônibus com uma turma com pessoas conhecidas, e estávamos indo meio que pra um tipo de acampamento, onde haviam alojamentos no local. Ao chegarmos lá cada um se acomodou num quarto, curtimos o dia e na hora de ir embora, todos começaram a arrumar rápido suas malas. Por eu ter me demorado demais, ao procurar pelo ônibus ele já tinha partido sem mim, e o alojamento estava completamente vazio. Estava no ar aquele clima de filme de terror onde as histórias acontecem dentro de um vilarejo medieval, algo assim.

A PORTA MISTERIOSA

Estava meio desolada quando comecei a caminhar pelo acampamento e no meio dos corredores da parte de fora me veio a consciência de estar sonhando "Espera, estou sonhando! Estou sonhando!". Senti vontade de continuar caminhando pra espiar o acampamento, tateando as paredes, sentindo como pareciam serem muito reais. Fui caminhando mais rápido e ao mesmo tempo percebendo que se eu ficasse eufórica eu ia perder a lucidez. Resolvi andar mais devagar e me controlar. Ao virar à esquerda do corredor me vejo continuando a andar, e passo por uma porta de vidro que eu teria visto só com o canto do olho. Porém resolvi voltar. Pude perceber que lá dentro haviam coisas pretas se movimentando. A princípio fiquei com medo, mas resolvi enfrentar e meti a cara no vidro pra ver de perto. Despertei.

============

REFLEXÕES

Digitando agora estes dois sonhos, me lembrei de um trecho do livro do LaBerge (Sonhos Lúcidos) onde ele falava que sentimentos como ansiedade (dentre outros) poderiam ser uma mola propulsora para se entrar em sonhos lúcidos. Não que aceitemos ser ansiosos para ter SL, mas usar esta sensação pra reverter para algo melhor, algo assim, não me recordo agora muito bem as palavras. Me fez lembrar também que vários personagens do X-MEN precisavam meio que trazer à tona emoções fortes para liberarem seus poderes. Mas acho que o que eu mais queira chegar perto foi o exemplo do Magneto quando foi orientado por Charles Xavier a usar seu lado mais doce das lembranças para conseguir movimentar a torre de satélite. É nesse sentido. Os leitores assíduos de HQ devem saber dizer melhor sobre esta parte, visto que os filmes nunca ficam iguais às histórias. Mas associei isso à esse episódio, tipo, no momento que tive aquele sentimento de "abandono" foi onde me veio a lucidez. Quem sabe, né? Pode ser que eu esteja viajando, se estiver alguém me dê uma luz aee.

Segue no próximo tópico o sonho O VÔO.

Abraço a todos!



Zeti-Pevensie
"Por Nárnia e por Aslam!"

avatar
Mensagens : 125
Pontos : 2103
Honra : 25
Data de inscrição : 01/04/2012
Idade : 42
Localização : São José - Santa Catarina
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
1 / 9991 / 999
Ver perfil do usuário

O VÔO - 13/13/2012

em Seg Abr 16, 2012 7:12 pm
Horário de dormir: 11:30h

Era uma manhã que eu não tinha compromissos, e este sonho sucedeu ao da GAROTA CHATA e seguintes. Foi o último na verdade.

Segue...

====

O VÔO

Era em torno de 11:30h quando voltei à dormir, pois havia ido ao banheiro no intuito e acordar, mas estava muito sonolenta ainda. E eu tinha a sensação de que precisava dormir precisamente mais meia hora.

* Acho que aqui rolou um WILDezinho básico... rsrsrs

Tudo escuro, ouvi alguém falando uma palavra mas não lembro qual é. Porém a impressão física que tive era de um vácuo nos ouvidos. Depois ficou escuro de novo por um tempo e de repente...

O VÔO (Propriamente dito)

... me vi sobrevoando uma região, tipo um pequeno bairro, cheia de casas lindas e coloridas, o céu meio preto-azulado com estrelas lindas e brilhantes, árvores ao lado das casas. Quando comecei a sonhar isso eu já estava em pleno ar, não precisei decolar! Subitamente ao início do sonho lúcido me vi perguntando: "Estou consciente? Estou consciente?". Estava meio confusa por já entrar no sonho voando, mas mesmo assim decidi fazer o reality check das mãos. Meio desajeitada por estar voando, pude percebê-las embaçadamente, e aí em seguida despertei. Fiquei mais um tempo na cama sem pensar em nada, observando meu corpo, sem mexê-lo, pra ver se dava pra continuar. De alguma maneira eu sabia que essa fora a experiência da manhã, e que tinha mesmo acabado. Olhei o relógio: 12:08h! Havia se passado pouquinho mais de meia hora para ter tido esta experiência, sem mencionar que estava muito diferente quando despertei às 11:30h. Estava muito mais leve, alegre e motivada.

============

OBSERVAÇÃO: Interessante como o nosso organismo é extremamente metódico quanto às coisas que ele precisa, inclusive saber com precisão quanto tempo precisa pra ter o sono restabelecido. Legal pensar nisso, não? piscar

Abraço a todos!



Zeti-Pevensie
"Por Nárnia e por Aslam!"

avatar
Mensagens : 125
Pontos : 2103
Honra : 25
Data de inscrição : 01/04/2012
Idade : 42
Localização : São José - Santa Catarina
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
1 / 9991 / 999
Ver perfil do usuário

VOANDO - LÚCIDA E CALMA - 19/03/2012

em Seg Abr 16, 2012 7:36 pm
Hi! feliz

Este sonho veio após o planejamento que fiz para otimizar minhas experiências com SL. Este tópico vem aqui, para quem quiser se inteirar do contexto:

http://sonhoslucidos.forumeiros.com/t30-diario-de-todos-os-sonhos (Sonhos lúcidos requerem preparação!)

Me lembro que antes deste sonho que vou descrever agora, havia tido um SL de vôo onde fiquei eufórica e perdi a lucidez. Neste sonho já foi o contrário, por isso coloquei "...E CALMA", pra indicar que não havia um resquício sequer de ansiedade. Foi numa manhã onde despertei pra fazer as anotações acima e depois voltei a dormir, eram 10h. Mas... Segue o relato!

============

VOANDO - LÚCIDA E CALMA

Desta vez estava no chão, no meio de um imenso campo, e sem fazer RC nem nada reconheci que estava consciente, e decidi que ia voar. Tomei um rápido impulso e levantei vôo. Desta vez consegui sobrevoar uma região muito maior do que o sonho anterior. Conseguia coordenar comandos mentais como: "Agora vou mais para a esquerda", "Vou virar à direita", e executava tudo com muita facilidade. A região onde sobrevoava parecia serem bairros, um atrás do outro (no sonho anterior era semelhante a uma rua bem larga com algumas casas e árvores). Me parecia ser de noitinha e eu via várias e várias casinhas, ruas, árvores, bem pequenininhos (parecia o Google Earth). Porém duas coisas, aliás, três, me chamaram a atenção:

1. Eu estava 100% calma, sem uma gota de euforia

2. Me parece estar havendo uma progressão nos sonhos de vôo. No primeiro me afobei e sobrevoei uma rua, no segundo agora extremamente calma e sobrevoando bairros. Será que haverá uma continuação progressiva? Fiquei curiosa!

3. Tudo tem acontecido de forma natural, sem aplicação consciente de método algum (ainda). Se eles estão rolando é por conta da minha mente.

Reorganizando os tópicos, na verdade são quatro coisas:

4. Nos dois últimos SL senti que não precisaria fazer RC, já entro no sonho diretamente consciente de que não é o mundo real. Seria o cérebro coordenando tudo? Me ensinando? Até absorver meu planejamento na página anterior, estou deixando tudo acontecer naturalmente. Quando estiver tranquila quanto aos métodos tentarei aplicá-los.

Inté!

=============


Zeti-Pevensie
"Por Nárnia e por Aslam!"

avatar
Mensagens : 125
Pontos : 2103
Honra : 25
Data de inscrição : 01/04/2012
Idade : 42
Localização : São José - Santa Catarina
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
1 / 9991 / 999
Ver perfil do usuário

A MENININHA E A JANELA - 21/03/2012

em Seg Abr 16, 2012 8:29 pm
Yup! lingua

Este sonho eu tive por último numa sequência de 5 sonhos, sendo que os 4 primeiros eram NL e o último era lúcido. Foi uma tarde onde estava com dor de ouvido e de garganta, corpo mole, acho que era indisposição de gripe ou final de TPM (minha pressão cai demais nesse periodo... :( ). Resolvi descansar e fui me deitar um pouco, eram perto de 15h e não haviam compromissos neste dia. Os SNL que antecedem este estarão registrados como EVENTOS DENTRO DE UMA CASA (A CAMA E AS VOZES, MINHA IRMÃ E A TURMA, NAQUELE MESMO QUARTO e CHOCOLATES!). Segue o relato:

========

A MENININHA E A JANELA

No sonho anterior ele se encerrava comigo conversando com uma prima dentro de uma casa. Imediatamente parei em frente a uma janela (que não era dessa casa, era em outro lugar) com molduras de madeira e estava chovendo. O cenário era este apenas: eu sentada olhando a chuva pela janela. Era tudo bege-claro. Não tenho certeza, mas eu não me via diante da janela, e sim uma menininha de cabelos lisos e compridos, de franja lisa. De alguma maneira sabia que esta menininha era eu, e também sabia que estava consciente. Mas fiz o RC que tenho ensaiado durante alguns dias, me perguntei: "Como cheguei até aqui? Como cheguei a este lugar?". Parei por uns segndos porque a resposta me era óbvia. Nisso eu INFELIZMENTE acordo! Que raiva!! kkkkkk... Bom, coincidência ou não, alguns poucos minutinhos depois de acordada escrevendo este sonho começa a chover fortemente, e eu vejo a janela ser salpicada por fortes gotas.

Despertar: 16:41h

========

REFLEXÕES

- Estou reparando que minha memória para os sonhos está melhorando, já tive até flashes de sonhos que havia perdido, retornarem do nada durante minha rotina no estado normal. Isso em grande parte acredito que se deva às anotações neste diário.

- Não sei se estou errada, mas tem me parecido até agora que das vezes em que acordei rápido de um SL foi por ter aplicado o RC. No primeiro sonho de vôo (*) aqui relatado entrei direto no sonho voando, consciente e quando apliquei o RC acordei. Num outro seguido a esse eu nem me importei com o RC e consegui planar sobre vários bairros numa calma incrível. Neste da janela apliquei o RC e imediatamente acordei, sem ter sido por afobação pois estava super tranquila. Às vezes tenho a impressão, na vida real quando reflito sobre isso, que o cérebro quer me dizer: "Ei! Não atrapalhe aquilo que estou fazendo! Não se meta!"

(*) "Aqui relatados", porque já tive outros a uns tempos atrás, até anos, que nao relatei por não me lembrar. Lembro de alguns só.

- Hoje (16/04/2012), digitando este sonho, me lembro de uma parte do livro do LaBerge onde ele fala sobre a identidade do sonhador. Que o nosso próprio corpo é apenas uma representação mental de nós mesmos. Li também uma vez, não no livro dele, mas de um comentário de uma psicóloga, onde ela dizia que personagens que criamos em sonhos podem com certeza serem facetas da nossa personalidade. O contexto do que ela dizia era sobre sonhos premonitórios, tive curiosidade para ler sobre esse assunto e encontrei essa frase que achei pertinente usar quanto à personagens de sonhos:

"Quando sonhamos com outras pessoas devemos considerar que somente 5% dos sonhos com outras pessoas se referem a elas mesmas, 95% são quase sempre aspectos ou sentimentos do próprio sonhador, que prefere não reconhecer como seus.

Rosemeire Zago é psicóloga clínica com abordagem junguiana."

Ah! O interesse por sonhos premonitórios não foi porque eu sonhei que chovia no sonho e quando acordo minutos depois começa a chover, heim. rsrsrs.. Foi só curiosidade sobre o assunto mesmo.

Valeu, povo! Inté! :alien:

==============


Zeti-Pevensie
"Por Nárnia e por Aslam!"

avatar
Mensagens : 125
Pontos : 2103
Honra : 25
Data de inscrição : 01/04/2012
Idade : 42
Localização : São José - Santa Catarina
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
1 / 9991 / 999
Ver perfil do usuário

A ATERRISSAGEM E A CONSCIÊNCIA DE ESTAR SONHANDO, O ÔNIBUS VOADOR e OS INTERRUPTORES

em Seg Abr 16, 2012 8:45 pm
Dormir: 6:30h
Despertar: 12h, voltei a dormir e despertei às 14h

Era feriado, e quando rola feriados adoro ficar de sexta pra sábado vendo filmes. ADORO! E vou atééé tarde. Hehehe. Seguem os relatos:

============

A ATERRISSAGEM E A CONSCIÊNCIA DE ESTAR SONHANDO

Estava tipo numa construção desmoronada. Me encontrava numa posição que me dava a impressão de que havia vindo dos céus e aterrisado. Uma perna dobrada com o pé apoiado no chão, a outra dobrada também mas com o joelho no chão. Uma das mãos apoiadas no chão e a outra solta. Estava de cabeça baixa, e quando senti a "atmosfera" diferente do sonho disse a mim mesma: "estou sonhando", tendo também a compreenção de que meu corpo físico estava na cama, que tudo ao meu redor era criação mental, nada era eral. Cheguei a tocar no chão, mexendo e sentindo a areia. Olho para os lados, contemplo o cenário. Visualizo o céu e sinto desejo de voar "vou voar". Como anotei muito tardiamente este sonho, não me lembro se cheguei a voar de fato. 08/04/2012: Relendo este sonho me ocorreu que essa aterrissagem parecia ser um tipo de "entrada triunfal" num sonho lúcido. Haha! Se for eu consegui chegar em grande estilo!

Obs.: (16/04/2012) Interessante que observo tanto em filmes quanto em alguns relatos aqui, que quando "aterrissamos" num SL de fato meio que caímos num lugar ou fazemos algo que nos induzem a seguir adiante no sonho. Li aqui que o Márlon uma vez entrou dentro de uma cápsula pra daí seguir ao SL. Eu mesma nessa aterrissagem depois continuei com os sonhos. E assim vai.

O ÔNIBUS VOADOR

Estava dentro de um ônibus (elemento recorrente em meus sonhos). O cenário lá fora embora fosse normal eu não reconhecia na minha realidade. Haviam várias pessoas dentro, e em um dado momento eu me levanto para sair e uma moça à minha frente se levanta também. Ela a princípio estava de costas, mas quando virou de frente pra mim vi que a blusinha branca que ela usava estava erguida, ela sem sutiã e com os seios à mostra. Me parecia que ela não percebia isso e tentei avisá-la fazendo gestos discretos. Porém nada. Quase cheguei a ir abaixar a blusa dela quando me dei conta que isso era ridículo, pois ninguém no ônibus falou nada nem homens vieram em cima dela. Foi onde pensei "Espera, eu tô sonhando!". No momento que percebo isso sinto vontade de olhar novamente para o ônibus e tudo o que havia dentro, porém de maneira consciente. Quando isso acontece o cenário na rua muda. O ônibus que trafegava nas ruas normalmente, de repente começa a entrar dentro de um rio ou do mar, não sei bem. Vejo pelas janelas a água descendo e nós submergindo igualzinho um submarino, como se passar por debaixo d'água fizesse parte do trajeto. Achei genial! 08/04/2012: Será que a imersão embaixo d'água poderia ter sido também uma forma de transitar de um sonho pra um outro?

OS INTERRUPTORES

Desta vez me encontrei dentro do corredor do meu apartamento. Estava igualzinho à realidade, não fossem dois detalhes:

1. Haviam mais interruptores do que o normal no corredor do sonho que em relação ao corredor real. No corredor real existe apenas um.

2. No final do corredor havia como que uma escuridão esfumaçada.

Instintivamente tentei acender os interruptores e nenhum deles funcionou (o interruptor real funciona perfeitamente). Quando percebi isso vi que estava sonhando, e decidi caminhar rumo à escuridão (me parecia um portal). Acordei. 08/04/2012: Se era um portal acho que não consegui permanecer mais tempo dentro dos sonhos. Inclusive me ocorreu agora que estes tipos de "portais" (se forem) ocorreram algumas vezes em meus sonhos, havendo a possibilidade de serem elementos recorrentes.

Despertar: 17h



Obs.: Me chamou a atenção que eu tive 3 sonhos lúcidos e nos 3 eu tive que despertar para o fato de estar sonhando. Não deveria haver uma sequência? Foi curioso principalmente entre os sonhos do ônibus e o dos interruptores, onde não acordei e não houve uma continuação. Simplesmente passei de um sonho pra outro. Isso é normal acontecer? Outro registro importante é que segui um conselho do
Márlon sobre como permanecer dentro do sonho e conseguir captar mais dele. Foi o seguinte:

"Uma contra-medida interessante: qdo tu fizer o reality check durante o dia e se perguntar, aproveite e imagine que de fato está sonhando. Q tudo é um sonho teu. Olhando a tua volta e continuando a caminhar calma e tranquilamente! piscar"

Fiz como que um ensaio para entrar num SL que consistia em caminhar pela cidade como se eu tivesse acabado de entrar num sonho. Sentir e observar tudo ao meu redor como se estivesse dentro de um sonho e com a consciência a mil. Fiz pequenas anotações. O "ensaio" aconteceu dia 31/03/2012 após voltar da EMRB. Fiz o trajeto que deve ter levado uns 20 minutos (andei bem devagar propositalmente)
da escola até chegar em casa. Segue:

No Centro, visualizando e percebendo:

- O ar
- Meu corpo mais leve
- Luzes embaixo dos meus pés enquanto caminhava (tipo o Neo quando enxergava a programação da Matrix)
- Asas em mim e nas pessoas
- Pessoas com caudas e orelhas de animais
- Rastros de luzes após as pessoas passarem
- Ônibus voadores
- Carros e motos que transitavam pelas ruas como se fossem iguais as do filme TRON
- Sensações físicas: o calor do sol, uma dorzinha no pé, coceira no rosto e uma dorzinha no joelho que aparecia uma pequena luz vermelha
- Quando eu atravessava as ruas, imaginava caminhos de água e fogo se formando para eu passar
- Prédios cresciam até a altura dos céus
- O próprio céu tinha cores diferentes
- Animais selvagens e os de Nárnia transitavam entre as pessoas
- Procurei perceber meus bocejos
- Ao passar por uma menininha, imaginei que ela tinha asas de anjo e que uma dessas asas esbarrou em mim quando ela passou ao meu lado
- Percebi que controlava a euforia que vez ou outra tentava me assaltar, de imaginar que algo do que estava fazendo poderia ser divertido no estado de sono. Não queria carregar essa ansiedade para os sonhos, então tentei controlar isso ao máximo.
- Quando estava já dentro do ônibus continuando com as visualizações, uma hora o sono estava muito intenso e não queria perder a lógica de estar sonhando nem simplesmente abandonar o procedimento. Decidi que deveria desejar acordar e me dei um comando mental "Está na hora de acordar" (algo assim), e imaginei a pequena trilha que fiz de boas-vindas dentro de um sonho, com a letra inversa, de despedida. Não me lembro bem como era. Nessa hora fechos os olhos e simulo estar acordando. Encaro a realidade como realidade.

Os resultados é só verificar relendo os sonhos acima.

Valeu! :cat:


Zeti-Pevensie
"Por Nárnia e por Aslam!"

avatar
Mensagens : 125
Pontos : 2103
Honra : 25
Data de inscrição : 01/04/2012
Idade : 42
Localização : São José - Santa Catarina
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
1 / 9991 / 999
Ver perfil do usuário

VILMA, MARCINHO E A ZUAÇÃO/MARQUINHOS

em Seg Abr 16, 2012 9:30 pm
Hi! :cheers:

Estes sonhos vieram em seguida do SL "VOANDO - LÚCIDA E CALMA), do dia 19/03/2012. Segue:

========

VILMA

Vilma á uma amiga do mundo real, que atualmente mora em SP. Na noite destes sonhos, antes de dormir, eu havia conversado com ela um pouquinho no Facebook, pois fazia tempo que não colocávamos os assuntos em dia. Me lembro que estávamos numa antiga casa de uma amiga minha conversando. Porém o engraçado é que ela era bem pequeniniha, como se fosse uma anã. Na vida real ela é mais ou menos do meu tamanho, 1,67 por aí, talvez até mais alta do que eu pouca coisa. Talvez seja (especulando...) porque eu conversava com ela no Facebook olhando pra foto dela no chat e a foto era bem pequena. Hehehe.

=========

MARCINHO E A ZUAÇÃO/MARQUINHOS

Estava na casa do Marcinho (um dos meus melhores amigos) e ele começou a me zuar por causa dos sonhos lúcidos, especialmente aquele em que eu apontava algo semelhante à varinha do Harry Potter em direção à garota chata. Ele sempre foi muito piadista, qualquer motivo pra ele é pra dar risada. E ele ria que que se acabava no sonho. No mundo real eu de fato mandei um email pra ele comentando sobre meu sonho publicado num blog que fala sobre sonhos lúcidos, e ele também me zuou. kkkk.. ///// Enquanto o Marcinho chorava de rir, sem querer dei uma panorâmica no ambiente onde estávamos e vi o Marquinhos sentado numa cadeira em frente à uma escrivaninha, num quarto não muito longe dali (o Marquinhos é uma pessoa que tenho uma certa mágoa não resolvida no mundo real... :( ).

==========

REFLEXÕES

Acho que estes sonhos foram mais do tipo registros de coisas do mundo real. A princípio não vi nada de extraordinário neles. feliz

Bye-bye!


Zeti-Pevensie
"Por Nárnia e por Aslam!"

avatar
Mensagens : 187
Pontos : 2306
Honra : 87
Data de inscrição : 31/03/2012
Idade : 42
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuáriohttp://www.sonhoslucidos.com

Re: Diário de Todos os Sonhos de Zeti

em Seg Abr 16, 2012 10:02 pm

Oi Zeti, caramba teus relatos estão mto bons heim!

Pelo q entendi o relato "caminhando pela cidade " q tu descreveu acima, foi uma mera simulação de sonho, certo?
Tu imaginou tudo aquilo e anotou?

Tais de parabéns!
Sobre sonhos, como sendo uma espécie de oráculo probabilístico, fiz um post tempos atrás:
http://www.sonhoslucidos.com/2011/03/premonicao-experimento-de-incubacao-de.html

Penso que de fato nossa mente pode servir como um poderoso supercomputador, alimentado por vasta quantidade de informações, percepções conscientes e subconscientes que aleatóriamente pode sim acertar um cálculo de futuro possível.

Não acho incomum encontrar pessoas que tem alguma história pra contar sobre isso. Eu mesmo tenho uma bem engraçada. Vou impostar no tópico sonhos não-lúcidos uma hora dessas.

Abs e bons sonhos profe!!


Não pense se vai ficar consciente num sonho... saiba que vai.
avatar
Mensagens : 125
Pontos : 2103
Honra : 25
Data de inscrição : 01/04/2012
Idade : 42
Localização : São José - Santa Catarina
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
1 / 9991 / 999
Ver perfil do usuário

EVENTOS DENTRO DE UMA CASA

em Seg Abr 16, 2012 10:06 pm
Hi! :cheers:

Estes sonhos antecederam ao SL "A MENININHA E A JANELA". Segue.

===========

A CAMA E AS VOZES

Sonhei que estava despertando de um sono. Estava escuro, abri os olhos, estava deitada numa cama. Era um quarto pequeno, paredes verde-bandeira. Havia uma cômoda cor de calda escura de pudim (rsrs), em cima me parecia um grande espelho com uma moldura branca e motivos quadriculados e simétricos em preto, diversos deles (digitando aqui foi que me toquei: devia ter ido olhar o espelho e tentar entrar nele, mas ainda não tinha esse conhecimento na época). E em cima da cômoda parecia haverem toalhinhas coloridas e vários enfeites em cima delas. Quando estava deitada eu ouvia duas vozes conversando, vozes masculinas. Não me lembro o que falavam. Também tinha a sensação de que uma cobra poderia sair do travesseiro a qualquer momento e passar por mim. Aquilo tudo me assustou, e senti gelar meu corpo dos pés à cabeça, mas eu não me movia (paralisia do sono?). Porém consegui me levantar calmamente.

MINHA IRMÃ E A TURMA

Me encaminhei para uma parte da casa onde havia tipo uma churrasqueira, bancos e mesas longas, e várias pessoas conversavam. Não tenho certeza, mas acho que eram pessoas de um grupo que frequentei a uns anos atrás. Quando cheguei no local quem veio me recepcionar foi minha irmã. Ela sorria, muito amável, mas no sonho eu estava sentindo no meu corpo onírico, exatamente os mesmos sintomas do meu corpo físico: cansaço, moleza, dor de ouvido, etc. E não estava muito disposta pra conversar na hora, embora sorrise e cumprimentasse as pessoas. Em dado momento ela meio que me introduz ao pessoal, eu sorrio, faço um cordial sinal com a cabeça e juntas vamos para um canto. Eu digo a ela, sorrindo mas um pouco sem graça: "Acho que estou meio sem papo hoje. Vou dormir um pouco." E saio dali, parece que vou ao banheiro (não tenho certeza) e vou parar...

NAQUELE MESMO QUARTO

Exatamente igual: deitada na cama super confortável, paredes verdes e tal. Inclusive as vozes, a sensação de desconforto, corpo duro. Mas desta vez não tive a impressão da serpente.

CHOCOLATES! =D

Novamente andando pela casa vi um tipo de sala com móveis da mesma cor da cômoda (caramelo pudim hehe) do quarto. E o detalhe é que haviam chocolates espalhados por toda sala! Em caixas, saquinhos, barras, bolinhas, barrinhas, bombons, brancos, pretos, etc. No momento me lembro de ter tido a impressão de que minha prima Eliete (do sonho da MT) estava por ali, foi ela quem havia feito todos aqueles chocolates. Peguei uma linda caixa rosa com laço e fitas roxos, abri e vi chocolates de diversas formas, até senti água na boca de provar. Quando minha prima apareceu na minha frente, perguntei a ela quanto custava aquela caixa, pois queria dá-la de presente para minha família (e não aquele ovo de Páscoa que eu havia comprado guardado lá em casa). Ela sorrindo me respondeu: "R$25,00". Me pareceu que ela ponderou o preço antes de responder, me dando a entender que a caixa valia muito mais do que aquilo.

============

OBSERVAÇÕES (16/04/2012)


Ando ligada em como a estrutura dos sonhos aos poucos vão se montando. Engraçado que entre um sonho e outro eu transitei por aquele quarto, como se ele fosse um tipo de portal, não sei explicar. Um local neutro pra eu me deslocar pra outros sonhos. Ou então posso estar viajando e assistindo filmes demais..kkkkkkkkkk lol :clown:

Abraços!

=============


Zeti-Pevensie
"Por Nárnia e por Aslam!"

avatar
Mensagens : 125
Pontos : 2103
Honra : 25
Data de inscrição : 01/04/2012
Idade : 42
Localização : São José - Santa Catarina
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
1 / 9991 / 999
Ver perfil do usuário

Resposta ao Márlon coruja

em Seg Abr 16, 2012 10:54 pm
Opa!

Olá Márlon, obrigada por visitar o meu cantinho. muito feliz

Mas vamos lá!

"Pelo q entendi o relato "caminhando pela cidade " q tu descreveu acima, foi uma mera simulação de sonho, certo?
Tu imaginou tudo aquilo e anotou?"

R. Sim, isso mesmo. Foi acordada, andando pela cidade. Saí do meu trabalho e fui caminhando até o terminal de ônibus imaginando tudo isso. Depois continuei dentro do ônibus até um pedaço do trajeto. No começo era estranho, porque eu parecia uma doida. Hehehe. Mas fiz tudo discretamente e também queria trazer o máximo de realismo pra dentro dos sonhos. E sim, depois que cheguei em casa fui anotando tudo o que fiz.

"Sobre sonhos, como sendo uma espécie de oráculo probabilístico, fiz um post tempos atrás:
http://www.sonhoslucidos.com/2011/03/premonicao-experimento-de-incubacao-de.html"

R. Eu cheguei a ver este post sim! Muito bacana, você foi bem audacioso! muito feliz

"Penso que de fato nossa mente pode servir como um poderoso supercomputador, alimentado por vasta quantidade de informações, percepções conscientes e subconscientes que aleatóriamente pode sim acertar um cálculo de futuro possível."

R. Acredito sim, porque usamos muito pouco da nossa capacidade mental.

"Não acho incomum encontrar pessoas que tem alguma história pra contar sobre isso. Eu mesmo tenho uma bem engraçada. Vou impostar no tópico sonhos não-lúcidos uma hora dessas."

R. Realmente é um evento bastante comum, ouço muitas histórias de amigos e pessoas desconhecidas. Adoraria ver o seu relato da história engraçada envolvendo esse assunto! Vou ficar atenta!

"Abs e bons sonhos profe!![/"

R. Forte abraço grande Mestre onironauta! muito feliz

==============


Zeti-Pevensie
"Por Nárnia e por Aslam!"

avatar
Mensagens : 16
Pontos : 1960
Honra : 0
Data de inscrição : 04/04/2012
Idade : 25
Localização : Campos - RJ
Sonhos Lúcidos :
1 / 9991 / 999
Sonhos Comuns :
1 / 9991 / 999
Ver perfil do usuário

Parabéns!

em Ter Abr 17, 2012 1:08 am
Parabéns pela sua disciplina de anotar os sonhos em um diário. Eu faço isso ha um tempo, mas de fato anoto em um diário real que fica na cabeceira da minha cama. Os sonhos mais interessantes estou anotando também aqui no fórum. Gostei de saber que você toca piano, pois eu toco teclado, aprendi a tocar com os meus 7 ou 8 anos e desde então aprimorei as técnicas sozinho, meio que descobri o meu dom pela música. E também tenho sonhos lúcidos desde os meus 10 ou 11 anos, não me lembro ao certo. Talvez a região do cérebro de quem se deixa levar pela música é mais propícia a recordação de sonhos, sejam eles lúcidos ou não! Mas isso é apenas uma suposição minha, rsrs. Obrigado por partilhar os seus sonhos mais mirabolantes conosco! OBS.: Acho que você tem também uma ótima habilidade de escrita. Boa noite e bons sonhos!

:bom:


"O futuro pertence àqueles que acreditam na beleza dos seus sonhos" - Eleanor Roosevelt
Convidado
Convidado

Re: Diário de Todos os Sonhos de Zeti

em Ter Abr 17, 2012 9:32 am
olá zeti, achei interessante a tua frequencia de ter sonhos lúcidos, e achei mais interessante o teu comentário a respeito da forma com que você ficou lúcida no acampamento onírico:

"Digitando agora estes dois sonhos, me lembrei de um trecho do livro do LaBerge (Sonhos Lúcidos) onde ele falava que sentimentos como ansiedade (dentre outros) poderiam ser uma mola propulsora para se entrar em sonhos lúcidos. Não que aceitemos ser ansiosos para ter SL, mas usar esta sensação pra reverter para algo melhor, algo assim, não me recordo agora muito bem as palavras. Me fez lembrar também que vários personagens do X-MEN precisavam meio que trazer à tona emoções fortes para liberarem seus poderes. Mas acho que o que eu mais queira chegar perto foi o exemplo do Magneto quando foi orientado por Charles Xavier a usar seu lado mais doce das lembranças para conseguir movimentar a torre de satélite. É nesse sentido. Os leitores assíduos de HQ devem saber dizer melhor sobre esta parte, visto que os filmes nunca ficam iguais às histórias. Mas associei isso à esse episódio, tipo, no momento que tive aquele sentimento de "abandono" foi onde me veio a lucidez. Quem sabe, né? Pode ser que eu esteja viajando, se estiver alguém me dê uma luz aee."

complementando oque você disse eu acredito que nós devemos usar sim nossas emoções para melhorarmos nossa capacidade de ter sonhos lúcidos. quando fazemos os testes de realidade não devemos apenas nos perguntar se estamos sonhando ou não, nós devemos também usar nossas emoções e focar nelas, principalmente em emoções inesperadas durante o dia que possam ser resultado de situações inesperadas também, como no seu caso, ficou sozinha no acampamento, isso gerou uma preocupação tão grande que você acabou fazendo uma reflexão que inclusive é bastante normal no mundo real quando estamos diante de uma situação da qual não queremos aceitar, aquela reflexão de "não acredito que isso está acontecendo comigo." ou "isso não pode ser real, gostaria que não fosse." acho que devemos aproveitar esses momentos.
Convidado
Convidado

Re: Diário de Todos os Sonhos de Zeti

em Ter Abr 17, 2012 9:37 am
a respeito doque você leu da psicologa famosa, rsrs, de que as pessoas que aparecem no sonho são projeções de traços da nossa própria personalidade que normalmente nós costumamos não aceitar como nossas, achei bem interessante e inspirador.

eu costumava acreditar que as pessoas no sonho são projeções do inconsciente que representam uma pre-suposição que sua mente inconsciente tem a respeito dessas pessoas. quando você sonha com alguém conhecido e essa pessoa se comporta de uma determinada forma no sonho, esse comportamento dela representa uma pré-suposição de como você acredita que ela se comportaria em determinada situação.

também acho que minha teoria é verdadeira, mas acredito que ocorre poucas vezes como você postou. normalmente as pessoas devem representar traços de personalidade que nós temos e costumamos rejeitar.

qualquer coisa eu posto mais aqui, rsrs.

abraços.
avatar
Mensagens : 9
Pontos : 1938
Honra : 0
Data de inscrição : 17/04/2012
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Todos os Sonhos de Zeti

em Ter Abr 17, 2012 10:18 pm
Ótimos relatos!!
Me interessou o fato de ter sonhos recorrentes com ônibus, também sonho muito com isso...o último foi um busão lotado de maniquins!! rs
Parabéns pelos relatos!

avatar
Mensagens : 125
Pontos : 2103
Honra : 25
Data de inscrição : 01/04/2012
Idade : 42
Localização : São José - Santa Catarina
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
1 / 9991 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Todos os Sonhos de Zeti

em Ter Abr 17, 2012 10:33 pm
Amon, extrator de sonhos escreveu:olá zeti, achei interessante a tua frequencia de ter sonhos lúcidos, e achei mais interessante o teu comentário a respeito da forma com que você ficou lúcida no acampamento onírico:

"Digitando agora estes dois sonhos, me lembrei de um trecho do livro do LaBerge (Sonhos Lúcidos) onde ele falava que sentimentos como ansiedade (dentre outros) poderiam ser uma mola propulsora para se entrar em sonhos lúcidos. Não que aceitemos ser ansiosos para ter SL, mas usar esta sensação pra reverter para algo melhor, algo assim, não me recordo agora muito bem as palavras. Me fez lembrar também que vários personagens do X-MEN precisavam meio que trazer à tona emoções fortes para liberarem seus poderes. Mas acho que o que eu mais queira chegar perto foi o exemplo do Magneto quando foi orientado por Charles Xavier a usar seu lado mais doce das lembranças para conseguir movimentar a torre de satélite. É nesse sentido. Os leitores assíduos de HQ devem saber dizer melhor sobre esta parte, visto que os filmes nunca ficam iguais às histórias. Mas associei isso à esse episódio, tipo, no momento que tive aquele sentimento de "abandono" foi onde me veio a lucidez. Quem sabe, né? Pode ser que eu esteja viajando, se estiver alguém me dê uma luz aee."

complementando oque você disse eu acredito que nós devemos usar sim nossas emoções para melhorarmos nossa capacidade de ter sonhos lúcidos. quando fazemos os testes de realidade não devemos apenas nos perguntar se estamos sonhando ou não, nós devemos também usar nossas emoções e focar nelas, principalmente em emoções inesperadas durante o dia que possam ser resultado de situações inesperadas também, como no seu caso, ficou sozinha no acampamento, isso gerou uma preocupação tão grande que você acabou fazendo uma reflexão que inclusive é bastante normal no mundo real quando estamos diante de uma situação da qual não queremos aceitar, aquela reflexão de "não acredito que isso está acontecendo comigo." ou "isso não pode ser real, gostaria que não fosse." acho que devemos aproveitar esses momentos.

===========

Olá Amon,

Obrigada pela visita! muito feliz E desculpe a demora na resposta, vou lendo e aos poucos respondendo.

De fato eu tenho percebido um detalhezinho aqui, outro ali e vou juntando as peças. Se estou no caminho certo os amigos aqui vão me dando uma força. Mas sabe que às vezes eu percebo que coisas que vemos nos filmes nem sempre são tão viagem assim, nem todas. Eu já vinha percebendo essa coisa de os sentimentos serem mola propulsora pra coisas "fantásticas" se manifestarem em várias histórias na telinha e na telona. E ficava pensando: "esse pessoal não criou isso do nada, de algum lugar veio a inspiração, deve existir uma fonte, uma explicação pra isso". Acho que faz sentido sim assimilar emoções com eventos oníricos, visto que os sonhos lidam em essência com elas. Imagine quantos benefícios isso pode nos trazer? LaBerge dá uma boa visão sobre isso no livro dele. Li seu relato sobre sua amada, e vejo que você já se beneficiou disso, que bom! Que você tenha mais descobertas neste campo!

Forte abraço!

=============


Zeti-Pevensie
"Por Nárnia e por Aslam!"

Conteúdo patrocinado

Re: Diário de Todos os Sonhos de Zeti

Ver o tópico anteriorVoltar ao TopoVer o tópico seguinte
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum