Conectar-se
Os membros mais ativos do mês
1 Mensagem - 50%
1 Mensagem - 50%
Votação
Qual a técnica que você utiliza para ficar lúcido?
Teste de Realidade
45% / 15
Totem
15% / 5
Incubação
12% / 4
Gatilho
6% / 2
Gravador de Voz ou Sons Binaurais
6% / 2
Outros
15% / 5
Parceiros
 sonhos=
 sonhos=
 animes=

Compartilhe
Ver o tópico anteriorIr em baixoVer o tópico seguinte
avatar
Mensagens : 138
Pontos : 577
Honra : 45
Data de inscrição : 26/09/2016
Idade : 21
Localização : Franca-SP
Sonhos Lúcidos :
4 / 9994 / 999
Sonhos Comuns :
230 / 999230 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos Lúcidos de daydreamer

em Seg Dez 05, 2016 7:29 am
kkk rachei o bico com a gordinha . Dahora o sonho
avatar
Mensagens : 233
Pontos : 1423
Honra : 72
Data de inscrição : 26/12/2015
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos Lúcidos de daydreamer

em Ter Dez 06, 2016 12:11 am
daydreamer:
[Programei um alarme para as 5hrs, pretendia voltar para a cama mentalizando "Isso tudo é um sonho" até dormir; acabei acordando umas 3 e desliguei o alarme. Depois acordei de manhã e continuei na cama, peguei no sono...]

O estranho é que dessa vez não consigo recordar como fiquei lúcido. Me lembro de estar num sonho aparentemente normal, onde alguns conhecidos conversavam, acho que aqui em casa. Depois o que sei é que estava no banheiro, já lúcido de alguma forma, por curiosidade me olhei no espelho, e o que vi foi meu rosto mais rechonchudo, com as bochechas grandes, e os olhos mais apertados; Estava engraçado, na verdade.

Me lembro também de fazer um RC, (acho que antes de sair de casa) contei os dedos e parecia ter 5 em cada mão. Acho que eu sabia que era um sonho, pois contei de novo com mais determinação (?) e dessa vez tinham 6 na mão direita.
Eu estava em cima do muro aqui de casa, onde antes era muro porém agora é vidro, mas no sonho era como se ainda fosse o muro. Apertei a língua contra o céu da boca, esfreguei as mãos e saí flutuando; O objetivo era experimentar gravidade zero, mas me senti como se eu simplesmente estivesse dando impulsos pra voar de um lado a outro. Voei um pouco sobre as casas, desci voando em direção a uma moita ou arvorezinha que havia no quintal...
Em um momento arranquei uma arvore pequena que estava na beira da rua. Voando, eu pensei em arrancar um pé de coco ou outra árvore grande puxando pela ponta, fui observando as árvores em volta, fui até um galho alto de uma delas e puxei, acho que se soltou.
O sonho não estava 100% claro pra mim.

Então eu estou na rua, no cruzamento próximo aqui de casa, e uma caminhonete (acho que S10) branca vem na minha direção, o carro é de um advogado daqui e acho que era ele no volante, (porém no sonho o carro é conversível) não sei se ela para ou se estava curvando para não me atingir, então eu dou uns socos na lataria e o carro para. Na frente do carro dou mais uns 2 socos e acho que ele avança em mim, pois logo em seguida estou em cima do capô e soco o vidro também.

Depois dessa síndrome de Superman a próxima coisa que lembro foi de desejar dirigir um carro esportivo (coisa que quero fazer no sonho, pelo menos), acho que não deu tão certo assim pois eu comecei a dirigir um carro invisível, eu até conseguia ouvir o ronco do motor, só não conseguia ver o carro!  maluco
Andei por pouco tempo e logo não estava mais numa rua, estava numa estrada de areia numa praia, com a água à minha direita, era uma beira de praia mesmo sem árvores. Cheguei no final da rua e parei; ali parecia haver mais pessoas e pelo menos 1 árvore e talvez construções; e na minha frente havia uma garota gordinha deitada de bruços numa toalha, ela se levantou e percebi a constituição física dela, ela não tinha curvas nem seios, parecia uma tora (risos), tinha cabelos curtos e levemente tingidos de roxo. Logo após o sonho acabou.

[Sei que no meio do sonho pedi por claridade em voz alta.
Também pensei em ir à lua, como vocês estavam falando aqui no fórum...
E não sei se foi nesse sonho ou em uma parte não lúcida, mas houve um momento em que senti o sonho se desfazendo, tudo ficou escuro e senti que estava acordando, porém acho que fiquei estático e consegui voltar a sonhar. (isto eu não tenho certeza se realmente aconteceu assim)]

Muito engraçada a parte de você socando o carro e também a da gordinha gargalhada
avatar
Mensagens : 1273
Pontos : 3309
Honra : 657
Data de inscrição : 06/07/2015
Localização : Alemanha
Sonhos Lúcidos :
222 / 999222 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos Lúcidos de daydreamer

em Qua Dez 07, 2016 7:03 pm
Hahaha! A parte de você dirigindo um carro invisível, me fez lembrar do Homem-sereia e o Mexilhãozinho (personagens do desenho do Bob Esponja). Eles usam um veículo invisível no desenho. gargalhada



avatar
Mensagens : 111
Pontos : 848
Honra : 48
Data de inscrição : 20/11/2015
Localização : Espírito Santo
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos Lúcidos de daydreamer

em Qui Dez 08, 2016 2:18 pm
Königin escreveu:Hahaha! A parte de você dirigindo um carro invisível, me fez lembrar do Homem-sereia e o Mexilhãozinho (personagens do desenho do Bob Esponja). Eles usam um veículo invisível no desenho. gargalhada


HAhahah
Isso nem passou pela minha cabeça...
-
Agradeço a todos pelos comentários piscar
avatar
Mensagens : 2531
Pontos : 5675
Honra : 1044
Data de inscrição : 12/06/2013
Localização : Bahia
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos Lúcidos de daydreamer

em Sex Dez 09, 2016 12:43 pm
Daydreamer escreveu:
daydreamer escreveu:[Programei um alarme para as 5hrs, pretendia voltar para a cama mentalizando "Isso tudo é um sonho" até dormir; acabei acordando umas 3 e desliguei o alarme. Depois acordei de manhã e continuei na cama, peguei no sono...]

O estranho é que dessa vez não consigo recordar como fiquei lúcido. Me lembro de estar num sonho aparentemente normal, onde alguns conhecidos conversavam, acho que aqui em casa. Depois o que sei é que estava no banheiro, já lúcido de alguma forma, por curiosidade me olhei no espelho, e o que vi foi meu rosto mais rechonchudo, com as bochechas grandes, e os olhos mais apertados; Estava engraçado, na verdade.

Me lembro também de fazer um RC, (acho que antes de sair de casa) contei os dedos e parecia ter 5 em cada mão. Acho que eu sabia que era um sonho, pois contei de novo com mais determinação (?) e dessa vez tinham 6 na mão direita.
Eu estava em cima do muro aqui de casa, onde antes era muro porém agora é vidro, mas no sonho era como se ainda fosse o muro. Apertei a língua contra o céu da boca, esfreguei as mãos e saí flutuando; O objetivo era experimentar gravidade zero, mas me senti como se eu simplesmente estivesse dando impulsos pra voar de um lado a outro. Voei um pouco sobre as casas, desci voando em direção a uma moita ou arvorezinha que havia no quintal...
Em um momento arranquei uma arvore pequena que estava na beira da rua. Voando, eu pensei em arrancar um pé de coco ou outra árvore grande puxando pela ponta, fui observando as árvores em volta, fui até um galho alto de uma delas e puxei, acho que se soltou.
O sonho não estava 100% claro pra mim.

Então eu estou na rua, no cruzamento próximo aqui de casa, e uma caminhonete (acho que S10) branca vem na minha direção, o carro é de um advogado daqui e acho que era ele no volante, (porém no sonho o carro é conversível) não sei se ela para ou se estava curvando para não me atingir, então eu dou uns socos na lataria e o carro para. Na frente do carro dou mais uns 2 socos e acho que ele avança em mim, pois logo em seguida estou em cima do capô e soco o vidro também.

Depois dessa síndrome de Superman a próxima coisa que lembro foi de desejar dirigir um carro esportivo (coisa que quero fazer no sonho, pelo menos), acho que não deu tão certo assim pois eu comecei a dirigir um carro invisível, eu até conseguia ouvir o ronco do motor, só não conseguia ver o carro!  maluco
Andei por pouco tempo e logo não estava mais numa rua, estava numa estrada de areia numa praia, com a água à minha direita, era uma beira de praia mesmo sem árvores. Cheguei no final da rua e parei; ali parecia haver mais pessoas e pelo menos 1 árvore e talvez construções; e na minha frente havia uma garota gordinha deitada de bruços numa toalha, ela se levantou e percebi a constituição física dela, ela não tinha curvas nem seios, parecia uma tora (risos), tinha cabelos curtos e levemente tingidos de roxo. Logo após o sonho acabou.

[Sei que no meio do sonho pedi por claridade em voz alta.
Também pensei em ir à lua, como vocês estavam falando aqui no fórum...
E não sei se foi nesse sonho ou em uma parte não lúcida, mas houve um momento em que senti o sonho se desfazendo, tudo ficou escuro e senti que estava acordando, porém acho que fiquei estático e consegui voltar a sonhar. (isto eu não tenho certeza se realmente aconteceu assim)]
Que bom que você se olhou no espelho e não viu nenhuma assombração. kkkk Geralmente quando sonho com espelho, meus reflexos ficam embaçados, distorcidos e às vezes adquirem vida própria, com comportamentos bizarros e violentos. Fiquei um pouco traumatizado com espelhos no sonho. medo
avatar
Mensagens : 111
Pontos : 848
Honra : 48
Data de inscrição : 20/11/2015
Localização : Espírito Santo
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos Lúcidos de daydreamer

em Qui Abr 27, 2017 10:47 am
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
Não aconteceu nada de extraordinário mas vou relatar assim mesmo, pelo menos pra exercitar a memória dos sonhos;

Estava sentado numa mesa com amigos, do lado de fora perto da calçada (de algum bar ou restaurante ou o que quer que fosse). O cenário lembrava um pouco o centro da cidade, logo em frente de onde eu trabalho. A calçada estava à minha esquerda ou à minha frente, não tenho certeza. Passou um carro tunado em direção à esquina; parecia um pouco uma S10 prateada rebaixada e toda modificada. Na esquina o carro passou bem devagar enquanto curvava, e o motorista olhou na nossa direção, e era o ator Omar Epps. Falaram alguma coisa na mesa com a qual eu não achei que fosse verdade, mas não me lembro mais.
Estranhei a situação e olhei para as mãos, [não foi tão fácil contar os dedos como é na vida real] contei 6 dedos; contei novamente pra conferir.

Então, ao invés de agir racionalmente e fazer uma estabilização, se repetiu algo que já me aconteceu: fiquei loco e saí dando murros nas coisas!
Quebrei uma vidraça de onde na vida real fica uma lotérica, tentei quebrar mais algumas com socos e cotoveladas.
Atravessei a rua e do lado de um bar que fica na esquina da rodoviária (também na vida real) havia várias grades de cerveja empilhadas; Peguei uma garrafa, quebrei a boca dela no chão e derramei um pouco da cerveja boca adentro. Ainda me preocupei se iria ingerir algum caco de vidro (!)...
Não me recordo o que aconteceu depois, mas acho que perdi o pouco de lucidez que tinha, me lembro que antes de acordar estava em outro cenário, em frente a minha casa de tarde, a última coisa que me lembro foi ter entrado em casa e olhado meus olhos no espelho do banheiro. Bem de perto eu pude ver minha íris e estava um misto de marrom com amarelo, estava até bonito. Eu tentava reparar no tamanho da pupila, mas era meio difícil determinar. (Nessa parte do sonho eu havia ingerido alguma substância psicoativa, algumas delas tem o efeito de dilatar a pupila)
avatar
Mensagens : 646
Pontos : 2463
Honra : 310
Data de inscrição : 20/10/2013
Idade : 28
Sonhos Lúcidos :
38 / 99938 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos Lúcidos de daydreamer

em Qui Abr 27, 2017 3:50 pm
daydreamer escreveu:Não aconteceu nada de extraordinário mas vou relatar assim mesmo, pelo menos pra exercitar a memória dos sonhos;
Parabéns pela determinação
daydreamer escreveu:
Bem de perto eu pude ver minha íris e estava um misto de marrom com amarelo, estava até bonito. Eu tentava reparar no tamanho da pupila, mas era meio difícil determinar. (Nessa parte do sonho eu havia ingerido alguma substância psicoativa, algumas delas tem o efeito de dilatar a pupila)

Seria interessante se tivesse olhos amarelos como certos felinos.


CORES DOS MEUS RELATOS:

  • Analise ou pensamento/observação.
  • Dialogo, titulo
  • Descrição de um cenário/objeto/pessoa.
  • Realidade ou fato importante.

Orvalho do sonhar:
Fantasiar me conforta
Deslumbrado a imaginar
Sera que e so eu?
Ou alguem se importa?


para nao se desesperar
Sucumbir em expectativas
pois se nao suprir
Posso pelo menos sonhar

Sair desse lugar imundo
Fingir que nao e isso
Tornar tudo intenso
Criar o próprio mundo


Injetar alegria
Olhar fixo para o nada
Rir sozinho
Ate o final do dia


Sentir a liberdade ao voar
Observar o próprio reflexo
E fechar os olhos
Para voltar a sonhar

(Hiriu)
avatar
Mensagens : 1273
Pontos : 3309
Honra : 657
Data de inscrição : 06/07/2015
Localização : Alemanha
Sonhos Lúcidos :
222 / 999222 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos Lúcidos de daydreamer

em Seg Maio 01, 2017 7:11 am
Oi, Daydreamer! Fazia tempo que eu não lia seus relatos. Seu sonho foi muito bom. Sabe, todos sonhos lúcidos são extraordinários, mesmo que eles durem alguns instantes. O que faz um sonho parecer "tosco" ou "sem graça" é a falta de memória. Muitas vezes, vivemos aventuras extraordinárias nos sonhos e ao acordar, lembramos apenas de alguns detalhes que deixam o sonho totalmente sem nexo e com uma aparência nada épica. Você está no caminho certo, continue anotando seus sonhos, pois, manter um diário é um ótimo exercício para memoria. Com tempo você irá se recordar de mais detalhes e seus sonhos ficarão ainda mais espetaculares. certo
avatar
Mensagens : 111
Pontos : 848
Honra : 48
Data de inscrição : 20/11/2015
Localização : Espírito Santo
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos Lúcidos de daydreamer

em Seg Maio 01, 2017 8:36 am
Obrigado pelas respostas!

@Königin, eu costumava registrar os sonhos num diário, mas eu acordo cedo e já me arrumo pra trabalhar, as vezes nem tomo café, então não tenho muito tempo pra fazer os registros com calma; por isso acabei deixando o diário pra lá.
avatar
Mensagens : 367
Pontos : 835
Honra : 47
Data de inscrição : 09/10/2016
Localização : SP,Brasil
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
2 / 9992 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos Lúcidos de daydreamer

em Sab Maio 06, 2017 1:17 pm
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
daydreamer escreveu:Acho que agora foi hein!! brindar

Programei um alarme para as 4 da manhã, levantei, fui no banheiro e voltei. Me deitei de barriga pra cima, coloquei um travesseiro fino enrolado por baixo do pescoço e o cobertor enrolado por baixo dos joelhos. Tentei entrar no sonho diretamente pela paralisia do sono (nunca tive uma espontaneamente, mas tentei), mas depois de um tempo vi que não ia dar certo; sempre tinha alguma mudança sutil de respiração, ou batimento cardíaco, saliva sendo engolida, ou algum espasmo pequeno na mão que não me deixavam me aprofundar.

Mudei de posição e depois de algum tempo dormi. O que me recordo do sonho:
No início eu estava na área aqui de casa, porém ela tinha uma estrada lateral, em uma parte do muro, e tinha outras paredes e estruturas que não reparei. Olhei para minhas mãos e a mão direita tinha uns 6 dedos. Fiquei lúcido, e pela primeira vez o sonho não se desfez. Fui até o quintal, só vi um pé de laranja (já teve um lá a anos atrás) e os muros a volta de cor cinza. (Não tenho certeza sobre como era o chão) Segurei no tronco para sentir a textura. Depois apertei a língua contra o céu da boca e em seguida falei "CLARIDADE!", minha voz me pareceu baixa e tive a impressão de dizer o mesmo na vida real. Repeti.
Tentei voar, dei um pulo mas não funcionou. Corri um pouco em direção ao muro e pulei de novo, comecei a subir, vi telhados da minha casa, lotes vazios, tentei controlar com as mãos, como o homem de ferro.
A seguir só me lembro de ter sido jogado (por uma ventania?) em cabos de alta tensão,e ouvir ruídos sutis cada vez que eu roçava nos fios.
O resto das lembranças são bem mais fragmentadas. Lembro de enfrentar algumas pessoas, como se estas me ameaçassem de alguma forma, lembro também:

-De ter olhado para a mão direita e imaginado a armadura do homem de ferro aparecendo, mas ficou só na imaginação mesmo. kkk
-De ter tentado conjurar uma pistola fazendo um movimento de sacar a arma e uma AR-15, olhando para o chão e desejando uma. Acho que também tentei afastar essas pessoas com gestos de mão, com a força da mente.
-De ter visto um amigo meu, dito a ele que era um sonho e chamado ele a vir comigo, pensei que ele seria uma forma de eu me comunicar com o subconsciente.
-De estar dentro de uma casa e tentar desenhar uma porta na parede (para sair dali), como não tinha lápis improvisei com um objeto pontudo que achei. Tentei várias vezes girar o círculo desenhado na parede que seria a maçaneta, em vão.
-Fiz várias vezes o RC de olhar as mãos, sempre tinha 6 ou 7 dedos.

O final foi talvez meio obsceno (+18  surpreso ) mas vou resumir, : Eu estava em um local estranho com pessoas que não conheço, tinha uma mulher que me atraiu fisicamente, eu quis transar com ela, perguntei a um cara se ele tinha preservativos mas eles riram de mim, pensei, "bom, é um sonho, dane-se a lógica" e fui concretizar o ato assim mesmo, mas acho que nem o fiz, aqui eu já perdia o sonho, acho que acordei logo em seguida.

Ao analisar o sonho, acho que minha lucidez não foi 100%. Mas não foi um sonho normal feliz
Gostei desase sonho. espero que tenha mais sonhos e com lucidez melhor (se ja nao estiver tendo desde o lançamento de tal sonho)
Conteúdo patrocinado

Re: Diário dos Sonhos Lúcidos de daydreamer

Ver o tópico anteriorVoltar ao TopoVer o tópico seguinte
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum