Conectar-se
Últimos assuntos
Os membros mais ativos do mês
8 Mensagens - 25%
6 Mensagens - 19%
4 Mensagens - 13%
3 Mensagens - 9%
3 Mensagens - 9%
2 Mensagens - 6%
2 Mensagens - 6%
2 Mensagens - 6%
1 Mensagem - 3%
1 Mensagem - 3%
Votação
Qual a técnica que você utiliza para ficar lúcido?
Teste de Realidade
45% / 15
Totem
15% / 5
Incubação
12% / 4
Gatilho
6% / 2
Gravador de Voz ou Sons Binaurais
6% / 2
Outros
15% / 5
Parceiros
 sonhos=
 sonhos=
 animes=

Compartilhe
Ver o tópico anteriorIr em baixoVer o tópico seguinte
avatar
Mensagens : 80
Pontos : 631
Honra : 64
Data de inscrição : 01/05/2016
Sonhos Lúcidos :
1 / 9991 / 999
Sonhos Comuns :
6 / 9996 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Brazuko

em Qua Maio 11, 2016 11:36 pm
Ramon escreveu:
Spoiler:
Brazuko, na vida real você pescar na vida real ou foi só no sonho mesmo?

Raramente Ramon. Faz muito tempo desde a útima vez que pesquei.


muito feliz Já consegue ficar lúcido nos sonhos? Então se puder, ajude a testar a TÉCNICA DO GRANDE CORREDOR DAS PORTAS COM TOTEM para controle indireto e parcial de cenários, personagens e ações muito feliz
http://sonhoslucidos.forumeiros.com/t1438-tecnica-do-grande-corredor-das-portas-com-totem-em-fase-de-testes
avatar
Mensagens : 80
Pontos : 631
Honra : 64
Data de inscrição : 01/05/2016
Sonhos Lúcidos :
1 / 9991 / 999
Sonhos Comuns :
6 / 9996 / 999
Ver perfil do usuário

É TUDO MONTAGEM

em Sex Maio 13, 2016 6:45 am
Reputação da mensagem: 100% (2 votos)
TÍTULO: É tudo montagem
N°: 011
DATA: 13/05/2016
TEMPO ESTIMADO: médio
PERSONAGENS CONHECIDOS: nenhum
LUGARES CONHECIDOS: nenhum
TIPO: normal neutro


Começo dirigindo minha moto por ruas metropolitanas bem parecidas com as da minha cidade. Era tarde de um dia nublado, aparentava ser umas 17:00 h. Não me lembro para onde eu ia.
Começou a chover. Chuva fraca. Mas suficiente pra deixar um motociclista encharcado. Então olhei para calçada. Havia uma loja com vitrines de fora a fora, e com um pequeno espaço que não estava molhando devido a uma cobertura. Naquele momento, a loja estava fechada.
Fui com minha moto para esse espaço em cima da calçada que não estava molhando para me proteger da chuva. A calçada era muito íngreme e escorregadia, por isso tive certa dificuldade em subir. Fiquei lá, em cima da moto, esperando a chuva passar.
Pouco tempo depois, apareceu três moças DCs que estavam indo na direção da loja. Uma delas eu me lembro com riqueza de detalhes sua aparência: Era uma loira, toda trabalhada na "lataria", vestia uma calça jeans azul bem justa, uma blusinha rosa com uma jaqueta jeans azul por cima. Tinha aparelho dental. Aparentava ter seus 19-25 anos. As outras duas eram morenas.
Ao chegar à porta da loja, as três olharam para mim e começaram a dar "rizinhos". A loira destrancou a porta da loja e elas entraram.
Uma outra mulher DC chega ao local de moto. Ela também tentou ir para onde eu estava para se proteger da chuva. Não conseguiu subir a calçada íngreme e escorregadia. Desistiu e foi embora.
A chuva parou. Então olhei para o chão da calçada. Agora a calçada era de vidro. A minha moto começou a escorregar de lado para a rua e eu fui junto.
Já na rua, levantei a moto e percebi que as três mulheres estavam saindo da loja. Elas passaram por mim e atravessaram a rua mantendo os mesmos "rizinhos". Então a loira se virou, olhou para mim e voltou na minha direção. Aproximou-se de mim de uma maneira sensual, encostou a sua cabeça na minha e falou baixinho no meu ouvido esquerdo:
_ É tudo montagem!
Se afastou um pouco olhando nos meus olhos, sorriu, se virou e caminhou na direção das outras duas meninas, toda pomposa, rebolava mais que Gisele Bundchen em desfile no fashion Rio  gargalhada  gargalhada  gargalhada . Nesse momento, o despertador tocou para eu fazer um WBTB.

Infelizmente não me lembrei de questionar a realidade após ouvir "...É tudo montagem..."
Se tivesse lembrado também nem faria diferença por causa do despertador.

Link para o 1° post com a lista completa de Sonhos não-lúcidos


Última edição por Brazuko em Dom Jun 05, 2016 11:41 am, editado 4 vez(es)


muito feliz Já consegue ficar lúcido nos sonhos? Então se puder, ajude a testar a TÉCNICA DO GRANDE CORREDOR DAS PORTAS COM TOTEM para controle indireto e parcial de cenários, personagens e ações muito feliz
http://sonhoslucidos.forumeiros.com/t1438-tecnica-do-grande-corredor-das-portas-com-totem-em-fase-de-testes
avatar
Mensagens : 382
Pontos : 1856
Honra : 169
Data de inscrição : 08/01/2014
Idade : 21
Localização : RJ
Sonhos Lúcidos :
11 / 99911 / 999
Sonhos Comuns :
179 / 999179 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Brazuko

em Sex Maio 13, 2016 12:13 pm
Brazuko escreveu:
A lamentável tragédia e o "Quebra pau" no aeroporto:

TÍTULO: A lamentável tragédia e o "Quebra pau" no aeroporto
N°: 010
DATA: 11/05/2016
TEMPO ESTIMADO: muito alto viva
PERSONAGENS CONHECIDOS: nenhum
LUGARES CONHECIDOS: nenhum
TIPO:  normal neutro

No decorrer do sonho, eu fui três vezes para uma determinada faculdade. Essa faculdade era completamente atípica do que se espera de uma na vida real. Sua estrutura externa era exatamente igual ao modelo de casas bem antigas baixas. De fato, parecia mais uma casa do que um ambiente universitário. No entanto, quando se entrava pela porta principal ela se mostrava gigante e muito bem estruturada, com laboratórios e equipamentos modernos.
Na primeira vez que cheguei na faculdade, o estacionamento era descoberto. Eu tinha uma aula prática e caminhei para um laboratório muito grande com muitas pessoas. Todas, inclusive eu, com jalecos.
A aula não tinha começado e o laboratório estava muito barulhento devido a conversas alheias. Então reparo em uma televisão ligada, fixa na parede, e vejo que estava passado um noticiário que imediatamente chamou a minha atenção. Parecia algo grave. Não conseguia ouvir o som da tv devido as conversas. Então perguntei abertamente para as pessoas que estavam do meu lado.
_ Gente o que tá acontecendo? Olhem a TV, parece que algo ruim aconteceu. Tem como alguém aumentar o volume?
Então uma moça me respondeu:
_ Não ta sabendo não do avião que caiu? Não para te passar isso na tv desde ontem.
_ Nossa que trágico! e alguém sobreviveu? Perguntei.
_ Parece que havia 37 pessoas a bordo e não teve sobreviventes.
Fiquei remoendo aquilo. Triste, com um sentimento de pesar pensando nos familiares.
Saí da sala e andei por um corredor. Na minha frente estavam duas moças vindo na minha direção. Uma na frente e outra mais atrás. Fiz um sinal para moça de trás. Eu a conhecia no sonho, mas não a conheço de fato. A moça que estava na frente pensou que eu estava chamando ela, quando percebeu que não, ficou toda sem graça e saiu.
Então comentei com ela sobre o acidente.
_ Pois é! eu vi ontem. muito triste né? realmente não somos nada. Disse ela.
Falei pra ela sobre as 37 vítimas. Mas segundo ela era mais de 300 pessoas.
Fui embora da faculdade.

Pela segunda vez chego na faculdade. Fui para uma sala e lá comecei a ouvir um grupo de alunos conversando.
_ Mano como assim? 15 aviões cheio de passageiros sumiram e ninguém sabe o que aconteceu? Que coisa estranha. Será que eles também caíram como o da tragédia do noticiário?
Achei estranho aquela conversa, mas nem dei muita bola. só me lembro que depois disso fui embora.

Pela terceira vez cheguei na faculdade. Mas agora o estacionamento era coberto e tinha outras coisas diferentes. Entrei em uma sala onde ia assistir aula. Ainda não tinha chegado ninguém. Reparo que essa sala também tinha uma televisão ligada na parede e dessa vez conseguia ouvir o som da tv.
Era uma transmissão ao vivo direto de um aeroporto onde o “pau tava comendo”. Milhares de pessoas tinham invadido a pista do aeroporto e estavam fazendo a maior quebradeira. A polícia “pipocava” bala de borracha e gás lacrimogênio no lombo da galera. Lembro perfeitamente de ver mó galera destruindo um jato de pequeno porte. Em um determinado momento, um daqueles carrinhos de aeroporto que carregam aquelas estruturas enormes, acho que era uma escada de embarcação, atropelou umas seis pessoas e a estrutura caiu em cima de muita gente.
Ouvia o som da tv:
__ Populares revoltados invadiram o aeroporto a mais de 1 hora e a situação é caótica. Muitas pessoas feridas. A confusão é generalizada, vários policiais da tropa de choque enfrentam muita dificuldade para tentar controlar a situação……
Acordei.

Não me lembro se o “quebra pau” foi por causa da revolta da tragédia e o sumiço dos 15 aviões com passageiros ou se foi pelo cancelamento de todos os voos devido a eminente crise causada pelos últimos acontecimentos.

E aê Brazuko. Sonho muito maneiro esse. Vira e mexe isso acontece comigo também, de dentro do mesmo sonho, um lugar mudar. Cara, esse quebra-pau aí me lembra a confusão dos arrastões nos meus sonhos. Esse sumiço dos 15 aviões dá um bom enredo para escrever um livro.

Brazuko escreveu:
É tudo montagem:
TÍTULO: É tudo montagem
N°: 011
DATA: 13/05/2016
TEMPO ESTIMADO: médio
PERSONAGENS CONHECIDOS: nenhum
LUGARES CONHECIDOS: nenhum
TIPO: normal neutro


Começo dirigindo minha moto por ruas metropolitanas bem parecidas com as da minha cidade. Era tarde de um dia nublado, aparentava ser umas 17:00 h. Não me lembro para onde eu ia.
Começou a chover. Chuva fraca. Mas suficiente pra deixar um motociclista encharcado. Então olhei para calçada. Havia uma loja com vitrines de fora a fora, e com um pequeno espaço que não estava molhando devido a uma cobertura. Naquele momento, a loja estava fechada.
Fui com minha moto para esse espaço em cima da calçada que não estava molhando para me proteger da chuva. A calçada era muito íngreme e escorregadia, por isso tive certa dificuldade em subir. Fiquei lá, em cima da moto, esperando a chuva passar.
Pouco tempo depois, apareceu três moças DCs que estavam indo na direção da loja. Uma delas eu me lembro com riqueza de detalhes sua aparência: Era uma loira, toda trabalhada na "lataria", vestia uma calça jeans azul bem justa, uma blusinha rosa com uma jaqueta jeans azul por cima. Tinha aparelho dental. Aparentava ter seus 19-25 anos. As outras duas eram morenas.
Ao chegar à porta da loja, as três olharam para mim e começaram a dar "rizinhos". A loira destrancou a porta da loja e elas entraram.
Uma outra mulher DC chega ao local de moto. Ela também tentou ir para onde eu estava para se proteger da chuva. Não conseguiu subir a calçada íngreme e escorregadia. Desistiu e foi embora.
A chuva parou. Então olhei para o chão da calçada. Agora a calçada era de vidro. A minha moto começou a escorregar de lado para a rua e eu fui junto.
Já na rua, levantei a moto e percebi que as três mulheres estavam saindo da loja. Elas passaram por mim e atravessaram a rua mantendo os mesmos "rizinhos". Então a loira se virou, olhou para mim e voltou na minha direção. Aproximou-se de mim de uma maneira sensual, encostou a sua cabeça na minha e falou baixinho nos meus ouvidos:
_ É tudo montagem!
Se afastou um pouco olhando nos meus olhos, sorriu, se virou e caminhou na direção das outras duas meninas, toda pomposa, rebolava mais que Gisele bundchen em desfile no fashion rio  gargalhada  gargalhada  gargalhada . Nesse momento, o despertador tocou para eu fazer um WBTB.

Infelizmente não me lembrei de questionar a realidade após ouvir "...É tudo montagem..."
Se tivesse lembrado também nem faria diferença por causa do despertador.

Eu morri de rir aqui quando a menina falou "É tudo montagem", achei que ela estivesse falando dela mesma. Cara, às vezes nos meus sonhos, os personagens oníricos falam coisas bem sugestivas do tipo "... mas é claro que você está sonhando..." e eu não conseguir ficar lúcido. É horrível estar fora de casa na hora em que chove né? Eu peno com isso até em estado de vigília.


[...]
— E como eu posso te chamar?
— Bom, você pode me chamar de Daniel, que era o meu nome quando eu era totalmente humano, pode também me chamar de Lobo, que era meu nome quando eu era totalmente uma entidade cósmica. Mas você também pode me chamar de Pai.
— Pai?
— Sim, todos os lobos e lobisomens são meus filhos, todos vieram de mim.
[...]

avatar
Mensagens : 1273
Pontos : 3192
Honra : 657
Data de inscrição : 06/07/2015
Localização : Alemanha
Sonhos Lúcidos :
222 / 999222 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Brazuko

em Sex Maio 13, 2016 2:01 pm
Brazuko:
Brazuko escreveu:
TÍTULO: É tudo montagem
N°: 011
DATA: 13/05/2016
TEMPO ESTIMADO: médio
PERSONAGENS CONHECIDOS: nenhum
LUGARES CONHECIDOS: nenhum
TIPO: normal neutro


Começo dirigindo minha moto por ruas metropolitanas bem parecidas com as da minha cidade. Era tarde de um dia nublado, aparentava ser umas 17:00 h. Não me lembro para onde eu ia.
Começou a chover. Chuva fraca. Mas suficiente pra deixar um motociclista encharcado. Então olhei para calçada. Havia uma loja com vitrines de fora a fora, e com um pequeno espaço que não estava molhando devido a uma cobertura. Naquele momento, a loja estava fechada.
Fui com minha moto para esse espaço em cima da calçada que não estava molhando para me proteger da chuva. A calçada era muito íngreme e escorregadia, por isso tive certa dificuldade em subir. Fiquei lá, em cima da moto, esperando a chuva passar.
Pouco tempo depois, apareceu três moças DCs que estavam indo na direção da loja. Uma delas eu me lembro com riqueza de detalhes sua aparência: Era uma loira, toda trabalhada na "lataria", vestia uma calça jeans azul bem justa, uma blusinha rosa com uma jaqueta jeans azul por cima. Tinha aparelho dental. Aparentava ter seus 19-25 anos. As outras duas eram morenas.
Ao chegar à porta da loja, as três olharam para mim e começaram a dar "rizinhos". A loira destrancou a porta da loja e elas entraram.
Uma outra mulher DC chega ao local de moto. Ela também tentou ir para onde eu estava para se proteger da chuva. Não conseguiu subir a calçada íngreme e escorregadia. Desistiu e foi embora.
A chuva parou. Então olhei para o chão da calçada. Agora a calçada era de vidro. A minha moto começou a escorregar de lado para a rua e eu fui junto.
Já na rua, levantei a moto e percebi que as três mulheres estavam saindo da loja. Elas passaram por mim e atravessaram a rua mantendo os mesmos "rizinhos". Então a loira se virou, olhou para mim e voltou na minha direção. Aproximou-se de mim de uma maneira sensual, encostou a sua cabeça na minha e falou baixinho no meu ouvido esquerdo:
_ É tudo montagem!
Se afastou um pouco olhando nos meus olhos, sorriu, se virou e caminhou na direção das outras duas meninas, toda pomposa, rebolava mais que Gisele bundchen em desfile no fashion Rio  gargalhada  gargalhada  gargalhada . Nesse momento, o despertador tocou para eu fazer um WBTB.

Infelizmente não me lembrei de questionar a realidade após ouvir "...É tudo montagem..."
Se tivesse lembrado também nem faria diferença por causa do despertador.
Depois da voz sensual, olhar e andar sexy da loira, acho que homem nenhum ia questionar a realidade. lingua
Na verdade, pensei que você questionaria a realidade no momento que a calçada se transformou em vidro.
avatar
Mensagens : 80
Pontos : 631
Honra : 64
Data de inscrição : 01/05/2016
Sonhos Lúcidos :
1 / 9991 / 999
Sonhos Comuns :
6 / 9996 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Brazuko

em Sex Maio 13, 2016 2:47 pm
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
Königin escreveu:
Depois da voz sensual, olhar e andar sexy da loira, acho que homem nenhum ia questionar a realidade.  lingua
Na verdade, pensei que você questionaria a realidade no momento que a calçada se transformou em vidro.

gargalhada gargalhada gargalhada De fato a bela loira de cabelos cacheados prendeu a minha atenção hahaha. É impressionante como mulheres lindas e cativantes aparecem com muita frequência nos meus sonhos. É o "item" mais recorrente da minha tabela de recorrências. Por causa disso, em vigília, toda vez que eu vejo uma garota, digamos assim, de tirar o fôlego, eu faço o reality Check lingua

A garota me deu 2 chances de identificar que estava sonhando.
A primeira foi quando ela entrou pela porta da loja (o sonho focou na mão dela com a chave destrancando a porta) e não me lembrei da minha chave totem.  Crying or Very sad  
A segunda foi o "É tudo montagem"

No meu sonho anterior (N°10 A lamentável tragédia e o "quebra pau" no aeroporto) eu também tive uma excelente oportunidade de identificar o sonho. Estive no mesmo lugar três vezes mas na terceira vez nitidamente o local estava diferente. Apesar de ter percebido de cara, não questionei confuso

O jeito é esperar a próxima oportunidade  sono


muito feliz Já consegue ficar lúcido nos sonhos? Então se puder, ajude a testar a TÉCNICA DO GRANDE CORREDOR DAS PORTAS COM TOTEM para controle indireto e parcial de cenários, personagens e ações muito feliz
http://sonhoslucidos.forumeiros.com/t1438-tecnica-do-grande-corredor-das-portas-com-totem-em-fase-de-testes
avatar
Mensagens : 80
Pontos : 631
Honra : 64
Data de inscrição : 01/05/2016
Sonhos Lúcidos :
1 / 9991 / 999
Sonhos Comuns :
6 / 9996 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Brazuko

em Dom Maio 15, 2016 5:29 pm

Licantropo escreveu:
Spoiler:
Brazuko escreveu:
A lamentável tragédia e o "Quebra pau" no aeroporto:


TÍTULO: A lamentável tragédia e o "Quebra pau" no aeroporto
N°: 010
DATA: 11/05/2016
TEMPO ESTIMADO: muito alto viva
PERSONAGENS CONHECIDOS: nenhum
LUGARES CONHECIDOS: nenhum
TIPO:  normal neutro

No decorrer do sonho, eu fui três vezes para uma determinada faculdade. Essa faculdade era completamente atípica do que se espera de uma na vida real. Sua estrutura externa era exatamente igual ao modelo de casas bem antigas baixas. De fato, parecia mais uma casa do que um ambiente universitário. No entanto, quando se entrava pela porta principal ela se mostrava gigante e muito bem estruturada, com laboratórios e equipamentos modernos.
Na primeira vez que cheguei na faculdade, o estacionamento era descoberto. Eu tinha uma aula prática e caminhei para um laboratório muito grande com muitas pessoas. Todas, inclusive eu, com jalecos.
A aula não tinha começado e o laboratório estava muito barulhento devido a conversas alheias. Então reparo em uma televisão ligada, fixa na parede, e vejo que estava passado um noticiário que imediatamente chamou a minha atenção. Parecia algo grave. Não conseguia ouvir o som da tv devido as conversas. Então perguntei abertamente para as pessoas que estavam do meu lado.
_ Gente o que tá acontecendo? Olhem a TV, parece que algo ruim aconteceu. Tem como alguém aumentar o volume?
Então uma moça me respondeu:
_ Não ta sabendo não do avião que caiu? Não para te passar isso na tv desde ontem.
_ Nossa que trágico! e alguém sobreviveu? Perguntei.
_ Parece que havia 37 pessoas a bordo e não teve sobreviventes.
Fiquei remoendo aquilo. Triste, com um sentimento de pesar pensando nos familiares.
Saí da sala e andei por um corredor. Na minha frente estavam duas moças vindo na minha direção. Uma na frente e outra mais atrás. Fiz um sinal para moça de trás. Eu a conhecia no sonho, mas não a conheço de fato. A moça que estava na frente pensou que eu estava chamando ela, quando percebeu que não, ficou toda sem graça e saiu.
Então comentei com ela sobre o acidente.
_ Pois é! eu vi ontem. muito triste né? realmente não somos nada. Disse ela.
Falei pra ela sobre as 37 vítimas. Mas segundo ela era mais de 300 pessoas.
Fui embora da faculdade.

Pela segunda vez chego na faculdade. Fui para uma sala e lá comecei a ouvir um grupo de alunos conversando.
_ Mano como assim? 15 aviões cheio de passageiros sumiram e ninguém sabe o que aconteceu? Que coisa estranha. Será que eles também caíram como o da tragédia do noticiário?
Achei estranho aquela conversa, mas nem dei muita bola. só me lembro que depois disso fui embora.

Pela terceira vez cheguei na faculdade. Mas agora o estacionamento era coberto e tinha outras coisas diferentes. Entrei em uma sala onde ia assistir aula. Ainda não tinha chegado ninguém. Reparo que essa sala também tinha uma televisão ligada na parede e dessa vez conseguia ouvir o som da tv.
Era uma transmissão ao vivo direto de um aeroporto onde o “pau tava comendo”. Milhares de pessoas tinham invadido a pista do aeroporto e estavam fazendo a maior quebradeira. A polícia “pipocava” bala de borracha e gás lacrimogênio no lombo da galera. Lembro perfeitamente de ver mó galera destruindo um jato de pequeno porte. Em um determinado momento, um daqueles carrinhos de aeroporto que carregam aquelas estruturas enormes, acho que era uma escada de embarcação, atropelou umas seis pessoas e a estrutura caiu em cima de muita gente.
Ouvia o som da tv:
__ Populares revoltados invadiram o aeroporto a mais de 1 hora e a situação é caótica. Muitas pessoas feridas. A confusão é generalizada, vários policiais da tropa de choque enfrentam muita dificuldade para tentar controlar a situação……
Acordei.

Não me lembro se o “quebra pau” foi por causa da revolta da tragédia e o sumiço dos 15 aviões com passageiros ou se foi pelo cancelamento de todos os voos devido a eminente crise causada pelos últimos acontecimentos.

E aê Brazuko. Sonho muito maneiro esse. Vira e mexe isso acontece comigo também, de dentro do mesmo sonho, um lugar mudar. Cara, esse quebra-pau aí me lembra a confusão dos arrastões nos meus sonhos. Esse sumiço dos 15 aviões dá um bom enredo para escrever um livro.

Brazuko escreveu:
É tudo montagem:

TÍTULO: É tudo montagem
N°: 011
DATA: 13/05/2016
TEMPO ESTIMADO: médio
PERSONAGENS CONHECIDOS: nenhum
LUGARES CONHECIDOS: nenhum
TIPO: normal neutro


Começo dirigindo minha moto por ruas metropolitanas bem parecidas com as da minha cidade. Era tarde de um dia nublado, aparentava ser umas 17:00 h. Não me lembro para onde eu ia.
Começou a chover. Chuva fraca. Mas suficiente pra deixar um motociclista encharcado. Então olhei para calçada. Havia uma loja com vitrines de fora a fora, e com um pequeno espaço que não estava molhando devido a uma cobertura. Naquele momento, a loja estava fechada.
Fui com minha moto para esse espaço em cima da calçada que não estava molhando para me proteger da chuva. A calçada era muito íngreme e escorregadia, por isso tive certa dificuldade em subir. Fiquei lá, em cima da moto, esperando a chuva passar.
Pouco tempo depois, apareceu três moças DCs que estavam indo na direção da loja. Uma delas eu me lembro com riqueza de detalhes sua aparência: Era uma loira, toda trabalhada na "lataria", vestia uma calça jeans azul bem justa, uma blusinha rosa com uma jaqueta jeans azul por cima. Tinha aparelho dental. Aparentava ter seus 19-25 anos. As outras duas eram morenas.
Ao chegar à porta da loja, as três olharam para mim e começaram a dar "rizinhos". A loira destrancou a porta da loja e elas entraram.
Uma outra mulher DC chega ao local de moto. Ela também tentou ir para onde eu estava para se proteger da chuva. Não conseguiu subir a calçada íngreme e escorregadia. Desistiu e foi embora.
A chuva parou. Então olhei para o chão da calçada. Agora a calçada era de vidro. A minha moto começou a escorregar de lado para a rua e eu fui junto.
Já na rua, levantei a moto e percebi que as três mulheres estavam saindo da loja. Elas passaram por mim e atravessaram a rua mantendo os mesmos "rizinhos". Então a loira se virou, olhou para mim e voltou na minha direção. Aproximou-se de mim de uma maneira sensual, encostou a sua cabeça na minha e falou baixinho nos meus ouvidos:
_ É tudo montagem!
Se afastou um pouco olhando nos meus olhos, sorriu, se virou e caminhou na direção das outras duas meninas, toda pomposa, rebolava mais que Gisele bundchen em desfile no fashion rio  gargalhada  gargalhada  gargalhada . Nesse momento, o despertador tocou para eu fazer um WBTB.

Infelizmente não me lembrei de questionar a realidade após ouvir "...É tudo montagem..."
Se tivesse lembrado também nem faria diferença por causa do despertador.

Eu morri de rir aqui quando a menina falou "É tudo montagem", achei que ela estivesse falando dela mesma. Cara, às vezes nos meus sonhos, os personagens oníricos falam coisas bem sugestivas do tipo "... mas é claro que você está sonhando..." e eu não conseguir ficar lúcido. É horrível estar fora de casa na hora em que chove né? Eu peno com isso até em estado de vigília.

Bem-vindo ao meu diário de sonhos não-lúcidos!
Pois é! Eu realmente fiquei surpreso quando ouvi o que ela me falou. É fo.da quando personagens jogam na sua cara que você ta sonhando e você nem percebe hahaha.

Até mais! tamo junto! brindar


muito feliz Já consegue ficar lúcido nos sonhos? Então se puder, ajude a testar a TÉCNICA DO GRANDE CORREDOR DAS PORTAS COM TOTEM para controle indireto e parcial de cenários, personagens e ações muito feliz
http://sonhoslucidos.forumeiros.com/t1438-tecnica-do-grande-corredor-das-portas-com-totem-em-fase-de-testes
avatar
Mensagens : 80
Pontos : 631
Honra : 64
Data de inscrição : 01/05/2016
Sonhos Lúcidos :
1 / 9991 / 999
Sonhos Comuns :
6 / 9996 / 999
Ver perfil do usuário

O ATAQUE DOS DINOSSAUROS

em Seg Maio 16, 2016 6:09 pm
Reputação da mensagem: 100% (2 votos)

TITULO: O ataque dos Dinossauros
N°:012
DATA: 16/05/2016
TEMPO ESTIMADO: alto  feliz
PERSONAGENS CONHECIDOS: meu primo
LUGARES CONHECIDOS: minha casa
TIPO: Normal  neutro

Eu estava em um local isolado. A princípio pensei que se tratava de uma ilha. Mas depois vi que não era. Parecia uma grande instituição científica ou uma base militar abandonada no meio de uma floresta. Comigo estava um homem DC que tinha vestes de guia selvagem, uma mulher DC e uma garota DC que aparentava ter seus 16 anos. Juntos, verificávamos o interior das instalações abandonadas. Aqui eu já realizava pequenos voos. Tínhamos por objetivo encontrar alguma coisa que eu não faço ideia.

Para nossa surpresa e infelicidade, descobrimos que lá existiam dinossauros de pequeno porte que não estavam nada felizes com a nossa presença. Eles nos ameaçaram com movimentos corporais e rugidos. Nós quatro "Damos no pé" de lá e eles vieram atrás.

Instaurou-se um ambiente de tensão e medo. Eu era o que mais estava protegido porque voava a meia altura enquanto os demais corriam por meio da floresta. Chegamos a um largo rio sem ponte a vista. Eu sabia que não conseguiria atravessar voando porque de tempos em tempos eu precisava voltar ao chão para pegar impulso de voo.

Encontramos uma espécie de estrada de pedras submersas pela água que cortava o rio. Eu usei as pedras como impulso para voo quando eu precisava descer e assim atravessei o rio. Eu não faço ideia do que aconteceu com os demais.

Quando cheguei à minha casa, O caos estava instaurado. Dinossauros haviam invadido a cidade e causado um reboliço. Meu primo estava na minha casa e me deu a responsabilidade de resolver o problema. Quando comecei a andar, voar, saltar alto pelas ruas, eu via dinossauros em todo canto, mas não conseguia ver as pessoas. Nenhuma sequer. Ou estavam escondidas por causa do cagaço, ou todas já haviam sido devoradas.

Comecei a ver muitos ovos de dinossauros em diferentes lugares. Eu os jogava no chão e eles não quebravam, pareciam que estavam cozidos. Então começavam a rachar no meio e nasciam mais dinossauros. Não me lembro de nenhum dinossauro me perseguindo enquanto estava na cidade. Fim das Lembranças.

Link para o 1° post com a lista completa de Sonhos não-lúcidos


Última edição por Brazuko em Dom Jun 05, 2016 11:43 am, editado 3 vez(es)


muito feliz Já consegue ficar lúcido nos sonhos? Então se puder, ajude a testar a TÉCNICA DO GRANDE CORREDOR DAS PORTAS COM TOTEM para controle indireto e parcial de cenários, personagens e ações muito feliz
http://sonhoslucidos.forumeiros.com/t1438-tecnica-do-grande-corredor-das-portas-com-totem-em-fase-de-testes
avatar
Mensagens : 80
Pontos : 631
Honra : 64
Data de inscrição : 01/05/2016
Sonhos Lúcidos :
1 / 9991 / 999
Sonhos Comuns :
6 / 9996 / 999
Ver perfil do usuário

EM BUSCA DO CAMINHO DE CASA

em Sex Maio 20, 2016 5:32 pm
Reputação da mensagem: 100% (2 votos)
TÍTULO: Em busca do caminho de Casa
N°: 013
DATA: 17/05/2016
TEMPO ESTIMADO: alto  feliz
PERSONAGENS CONHECIDOS: Júlia (vizinha); Julios (Todo Mundo Odeia o Chris)
LUGARES CONHECIDOS: nenhum
TIPO: normal
 neutro

Eu estava dirigindo o carro do meu pai em uma avenida de grande porte parecida com uma da minha cidade. Ao meu lado, no banco do passageiro, estava a minha vizinha Júlia. Eu estava indo pra casa e dei carona para ela.

Em determinado ponto, acabei pegando um retorno à esquerda e saí em uma rua esquisita. A rua parecia uma pista de corrida com muitas curvas, só que estreita, com obstáculos de metal e pneus. Perdi o controle do carro e bati em uma dessas estruturas.

Agora, eu estava andando em uma bicicleta e na garupa estava a Júlia. Passamos por vários lugares estranhos com o intuito de voltar para casa. Lembro-me de passar por florestas, pântanos, favelas, becos escuros. Ela começou a ficar preocupada porque o marido a esperava em casa. Também preocupado, tentava a todo custo encontrar o caminho de casa. Às vezes eu nos via em terceira pessoa na bicicleta, mas no meu lugar estava o Julios do Todo Mundo Odeia o Chris.
Teve um momento em que encostei levemente na coxa esquerda dela "sem querer querendo". Ela ficou sem graça e instaurou-se um clima esquisito. Fim das Lembranças.

Link para o 1° post com a lista completa de Sonhos não-lúcidos


Última edição por Brazuko em Dom Jun 05, 2016 11:43 am, editado 1 vez(es)


muito feliz Já consegue ficar lúcido nos sonhos? Então se puder, ajude a testar a TÉCNICA DO GRANDE CORREDOR DAS PORTAS COM TOTEM para controle indireto e parcial de cenários, personagens e ações muito feliz
http://sonhoslucidos.forumeiros.com/t1438-tecnica-do-grande-corredor-das-portas-com-totem-em-fase-de-testes
avatar
Mensagens : 2531
Pontos : 5557
Honra : 1043
Data de inscrição : 12/06/2013
Localização : Bahia
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Brazuko

em Dom Maio 22, 2016 5:48 am
Brazuko, era pra voce ter feito um RC na hora que você viu os dinossauros, por que encontrar dinossauros vivos não é uma coisa muito comum de se ver. Kkkkk Mas, o nosso subconsciente vive nos trolando. gargalhada

No segundo relato, na parte que você bate o carro. Onde foi que você achou uma bicicleta assim tão de repente? Kkkk

São essas situações inusitadas no sonho, que podem nos servir de sinais pra fazermos um RC. Eu observo muito esses sinais nos meus sonhos, mas, ainda tenho dificuldade de lembrar de fazer RCs nos sonhos não-lúcidos.
avatar
Mensagens : 386
Pontos : 1449
Honra : 199
Data de inscrição : 04/03/2016
Idade : 20
Localização : Brasil
Sonhos Lúcidos :
29 / 99929 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Brazuko

em Dom Maio 22, 2016 10:52 am
Esse sonho dos dinossauros. é o meu sonho sonhar com isso. Um apocalipse de dinossauros seria uma utopia na minha vida. Zoeira e.e
Mas foi um sonho muito divertido, aliás a maneira clara como você escreve ajuda bastante nisso, tenho tentado melhor nesse sentido, pois as vezes quando não lembro de muitos detalhes acaba por prejudicar colocar uma narrativa mais estendida.

Parabéns man, continue assim, pois seus sonho já são incríveis mesmo sem ser lúcidos.
avatar
Mensagens : 80
Pontos : 631
Honra : 64
Data de inscrição : 01/05/2016
Sonhos Lúcidos :
1 / 9991 / 999
Sonhos Comuns :
6 / 9996 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Brazuko

em Dom Maio 22, 2016 5:35 pm
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
Ramon escreveu:
Spoiler:
Brazuko, era pra voce ter feito um RC na hora que você viu os dinossauros, por que encontrar dinossauros vivos não é uma coisa muito comum de se ver. Kkkkk Mas, o nosso subconsciente vive nos trolando. gargalhada

No segundo relato, na parte que você bate o carro. Onde foi que você achou uma bicicleta assim tão de repente? Kkkk

São essas situações inusitadas no sonho, que podem nos servir de sinais pra fazermos um RC. Eu observo muito esses sinais nos meus sonhos, mas, ainda tenho dificuldade de lembrar de fazer RCs nos sonhos não-lúcidos.

Mano não me lembro dessa transição do carro para a bicicleta. Só me lembro que segundos depois da batida eu já estava nessa bicicleta com a vizinha  gargalhada
___________________________________________________________________________

Pyros escreveu:
Spoiler:
Esse sonho dos dinossauros. é o meu sonho sonhar com isso. Um apocalipse de dinossauros seria uma utopia na minha vida. Zoeira e.e
Mas foi um sonho muito divertido, aliás a maneira clara como você escreve ajuda bastante nisso, tenho tentado melhor nesse sentido, pois as vezes quando não lembro de muitos detalhes acaba por prejudicar colocar uma narrativa mais estendida.

Parabéns man, continue assim, pois seus sonho já são incríveis mesmo sem ser lúcidos
.

Obrigado pelo elogio Pyros! É nois! Tamo junto! brindar
Estou muito curioso para ler suas experiências oníricas. Eu já acabei de ler todo o diário do Ramon. Agora estou no da Konigin. Quando eu terminar, o próximo será o seu! Até mais certo


muito feliz Já consegue ficar lúcido nos sonhos? Então se puder, ajude a testar a TÉCNICA DO GRANDE CORREDOR DAS PORTAS COM TOTEM para controle indireto e parcial de cenários, personagens e ações muito feliz
http://sonhoslucidos.forumeiros.com/t1438-tecnica-do-grande-corredor-das-portas-com-totem-em-fase-de-testes
avatar
Mensagens : 1273
Pontos : 3192
Honra : 657
Data de inscrição : 06/07/2015
Localização : Alemanha
Sonhos Lúcidos :
222 / 999222 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Brazuko

em Seg Maio 23, 2016 5:33 pm
Brazuko:

Brazuko escreveu:
Königin escreveu:
Depois da voz sensual, olhar e andar sexy da loira, acho que homem nenhum ia questionar a realidade.  lingua
Na verdade, pensei que você questionaria a realidade no momento que a calçada se transformou em vidro.

gargalhada gargalhada gargalhada De fato a bela loira de cabelos cacheados prendeu a minha atenção hahaha. É impressionante como mulheres lindas e cativantes aparecem com muita frequência nos meus sonhos. É o "item" mais recorrente da minha tabela de recorrências. Por causa disso, em vigília, toda vez que eu vejo uma garota, digamos assim, de tirar o fôlego, eu faço o reality Check lingua

A garota me deu 2 chances de identificar que estava sonhando.
A primeira foi quando ela entrou pela porta da loja (o sonho focou na mão dela com a chave destrancando a porta) e não me lembrei da minha chave totem.  Crying or Very sad  
A segunda foi o "É tudo montagem"

No meu sonho anterior (N°10 A lamentável tragédia e o "quebra pau" no aeroporto) eu também tive uma excelente oportunidade de identificar o sonho. Estive no mesmo lugar três vezes mas na terceira vez nitidamente o local estava diferente. Apesar de ter percebido de cara, não questionei confuso

O jeito é esperar a próxima oportunidade  sono
Hallo, Brazuko! Se as beldades estão sempre presentes nos seus sonhos, então, você está correntíssimo em fazer os RCs ao ver uma no estado de vigília.  certo
Muitas vezes não captamos as mensagens que nosso subconsciente nos envia e perdemos uma chance de ter um sonho lúcido. É um pouco desanimador, mas nao se preocupe. Com tempo, a nossa percepção melhora e a lucidez vem mais fácil. dança
avatar
Mensagens : 386
Pontos : 1449
Honra : 199
Data de inscrição : 04/03/2016
Idade : 20
Localização : Brasil
Sonhos Lúcidos :
29 / 99929 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Brazuko

em Ter Maio 24, 2016 8:58 am
Agora fiquei um pouco triste. Os seus sonhos Brazuko são realmente cheio de beldades, enquanto os meus só vem marmanjo procurando tretar comigo, seja lúcido ou não todo sonho vem alguém pra eu descer o braço. lingua lingua Eu quero mais amor nessa vida kkkkkkkkk
avatar
Mensagens : 80
Pontos : 631
Honra : 64
Data de inscrição : 01/05/2016
Sonhos Lúcidos :
1 / 9991 / 999
Sonhos Comuns :
6 / 9996 / 999
Ver perfil do usuário

O DISCO VOADOR

em Qua Maio 25, 2016 11:21 pm
Reputação da mensagem: 100% (2 votos)
TÍTULO: O disco voador
N°: 014
DATA: 24/05/2016
TEMPO ESTIMADO: médio  neutro
PERSONAGENS CONHECIDOS: Isa, Lina, meu pai, vizinho, filho do vizinho
LUGARES CONHECIDOS: minha casa, rua de frente de casa
TIPO: normal  neutro

Era transição de dia pra noite. Eu estava em casa. Havia várias pessoas no quintal e no interior da residência. Parecia que estava rolando um churrasco ou um tradicional jantar familiar de domingo. Meu pai se ocupava em manter os convidados a vontade.

Andando pelas áreas, entre as pessoas, encontrei duas amigas, aqui chamarei de Isa e Lina. Elas estavam lindas de "doer" como de fato são na vida real. Nós três ficamos ali de bobeira batendo um papo. Eu com certa sutileza jogava umas cantadas de efeito nas duas com segundas intenções implícitas hahaha. Elas riam, me chamava de bobo e pá e por fim, não rolou nada.

Decidi abrir o portão e ir pra calçada. Ao sair vi um aglomerado de pessoas afobadas no meio da rua olhando para o céu. Entre eles estavam o vizinho e o filho dele. Curioso, olhei para cima e também, como os demais, fiquei perplexo com o que vi. Era um disco voador pequeno que voava baixo. Dele saia três luzes azuis muito energéticas, era incrível como aquilo brilhava.

Corri para dentro e gritei pra todo mundo apontando pro céu:
__ Gente!!!!!!! Gente!!!!!!!! Olhem pra aquilo!!!
Instaurou-se um ambiente de apreensão, medo e curiosidade. Para nossa surpresa, o disco voador parou em cima do quintal e começou a descer. Saiu dele uma espécie de tripé de pouso.
Ao posar, começou a sair muita fumaça do interior do disco. Todo mundo ficou com aquela cara de espanto sem acreditar no que estava vendo.

A um corte no sonho aqui. Do nada, eu e toda aquele pessoal agora estávamos na rua de frente da minha casa e o disco estava lá também pousado no chão.
Meu pai foi em direção ao disco e ao forçar a parte superior, conseguiu abri-lo. Todo mundo "colou em cima do disco" pra ver o que tinha lá dentro. Era um monte de varas de pescar mergulhadas em um líquido viscoso transparente esquisito. Meu pai sem receio meteu a mão lá dentro e ficou com a mão toda melecada.
__ Pai!!!! O que está fazendo!!! Ficou louco! Isso ai deve ser radioativo, vai contaminar o senhor.
__ Não enche garoto! São apenas varas de pescar. respondeu ele.

Então ele veio na minha direção e encostou a mão toda melecada no meu ombro. Cara aquilo me deixou puto com meu pai e com um cagaço tremendo daquilo me contaminar e me transformar em um monstro ou me matar, sei lá. Fim das lembranças!

Agora eu sei onde foram parar as varas de pescar do sonho
N° 007 Pescando sem vara kkkkk

Link para o 1° post com a lista completa de Sonhos não-lúcidos


Última edição por Brazuko em Dom Jun 05, 2016 11:42 am, editado 1 vez(es)


muito feliz Já consegue ficar lúcido nos sonhos? Então se puder, ajude a testar a TÉCNICA DO GRANDE CORREDOR DAS PORTAS COM TOTEM para controle indireto e parcial de cenários, personagens e ações muito feliz
http://sonhoslucidos.forumeiros.com/t1438-tecnica-do-grande-corredor-das-portas-com-totem-em-fase-de-testes
avatar
Mensagens : 233
Pontos : 1306
Honra : 72
Data de inscrição : 26/12/2015
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Brazuko

em Qui Maio 26, 2016 11:32 pm
Brazuko:

TÍTULO: O disco voador
N°: 014
DATA: 24/05/2016
TEMPO ESTIMADO: médio  neutro
PERSONAGENS CONHECIDOS: Isa, Lina, meu pai, vizinho, filho do vizinho
LUGARES CONHECIDOS: minha casa, rua de frente de casa
TIPO: normal  neutro

Era transição de dia pra noite. Eu estava em casa. Havia várias pessoas no quintal e no interior da residência. Parecia que estava rolando um churrasco ou um tradicional jantar familiar de domingo. Meu pai se ocupava em manter os convidados a vontade.

Andando pelas áreas, entre as pessoas, encontrei duas amigas, aqui chamarei de Isa e Lina. Elas estavam lindas de "doer" como de fato são na vida real. Nós três ficamos ali de bobeira batendo um papo. Eu com certa sutileza jogava umas cantadas de efeito nas duas com segundas intenções implícitas hahaha. Elas riam, me chamava de bobo e pá e por fim, não rolou nada.

Decidi abrir o portão e ir pra calçada. Ao sair vi um aglomerado de pessoas afobadas no meio da rua olhando para o céu. Entre eles estavam o vizinho e o filho dele. Curioso, olhei para cima e também, como os demais, fiquei perplexo com o que vi. Era um disco voador pequeno que voava baixo. Dele saia três luzes azuis muito energéticas, era incrível como aquilo brilhava.

Corri para dentro e gritei pra todo mundo apontando pro céu:
__ Gente!!!!!!! Gente!!!!!!!! Olhem pra aquilo!!!
Instaurou-se um ambiente de apreensão, medo e curiosidade. Para nossa surpresa, o disco voador parou em cima do quintal e começou a descer. Saiu dele uma espécie de tripé de pouso.
Ao posar, começou a sair muita fumaça do interior do disco. Todo mundo ficou com aquela cara de espanto sem acreditar no que estava vendo.

A um corte no sonho aqui. Do nada, eu e toda aquele pessoal agora estávamos na rua de frente da minha casa e o disco estava lá também pousado no chão.
Meu pai foi em direção ao disco e ao forçar a parte superior, conseguiu abri-lo. Todo mundo "colou em cima do disco" pra ver o que tinha lá dentro. Era um monte de varas de pescar mergulhadas em um líquido viscoso transparente esquisito. Meu pai sem receio meteu a mão lá dentro e ficou com a mão toda melecada.
__ Pai!!!! O que está fazendo!!! Ficou louco! Isso ai deve ser radioativo, vai contaminar o senhor.
__ Não enche garoto! São apenas varas de pescar. respondeu ele.

Então ele veio na minha direção e encostou a mão toda melecada no meu ombro. Cara aquilo me deixou puto com meu pai e com um cagaço tremendo daquilo me contaminar e me transformar em um monstro ou me matar, sei lá. Fim das lembranças!

Agora eu sei onde foram parar as varas de pescar do sonho
N° 007 Pescando sem vara kkkkk

Quem diria que o disco voador ia aparecer com as varas do seu pai, e parece que ele já estava esperando elas  gargalhada  É impressionante como sempre aparecem mulheres bonitas nos seus sonhos, sem contar que os seus dois últimos sonhos lúcidos foram do tipo erótico feliz
avatar
Mensagens : 2531
Pontos : 5557
Honra : 1043
Data de inscrição : 12/06/2013
Localização : Bahia
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Brazuko

em Sex Maio 27, 2016 11:10 am
Brazuko escreveu:
Brazuko escreveu:
TÍTULO: O disco voador
N°: 014
DATA: 24/05/2016
TEMPO ESTIMADO: médio  neutro
PERSONAGENS CONHECIDOS: Isa, Lina, meu pai, vizinho, filho do vizinho
LUGARES CONHECIDOS: minha casa, rua de frente de casa
TIPO: normal  neutro

Era transição de dia pra noite. Eu estava em casa. Havia várias pessoas no quintal e no interior da residência. Parecia que estava rolando um churrasco ou um tradicional jantar familiar de domingo. Meu pai se ocupava em manter os convidados a vontade.

Andando pelas áreas, entre as pessoas, encontrei duas amigas, aqui chamarei de Isa e Lina. Elas estavam lindas de "doer" como de fato são na vida real. Nós três ficamos ali de bobeira batendo um papo. Eu com certa sutileza jogava umas cantadas de efeito nas duas com segundas intenções implícitas hahaha. Elas riam, me chamava de bobo e pá e por fim, não rolou nada.

Decidi abrir o portão e ir pra calçada. Ao sair vi um aglomerado de pessoas afobadas no meio da rua olhando para o céu. Entre eles estavam o vizinho e o filho dele. Curioso, olhei para cima e também, como os demais, fiquei perplexo com o que vi. Era um disco voador pequeno que voava baixo. Dele saia três luzes azuis muito energéticas, era incrível como aquilo brilhava.

Corri para dentro e gritei pra todo mundo apontando pro céu:
__ Gente!!!!!!! Gente!!!!!!!! Olhem pra aquilo!!!
Instaurou-se um ambiente de apreensão, medo e curiosidade. Para nossa surpresa, o disco voador parou em cima do quintal e começou a descer. Saiu dele uma espécie de tripé de pouso.
Ao posar, começou a sair muita fumaça do interior do disco. Todo mundo ficou com aquela cara de espanto sem acreditar no que estava vendo.

A um corte no sonho aqui. Do nada, eu e toda aquele pessoal agora estávamos na rua de frente da minha casa e o disco estava lá também pousado no chão.
Meu pai foi em direção ao disco e ao forçar a parte superior, conseguiu abri-lo. Todo mundo "colou em cima do disco" pra ver o que tinha lá dentro. Era um monte de varas de pescar mergulhadas em um líquido viscoso transparente esquisito. Meu pai sem receio meteu a mão lá dentro e ficou com a mão toda melecada.
__ Pai!!!! O que está fazendo!!! Ficou louco! Isso ai deve ser radioativo, vai contaminar o senhor.
__ Não enche garoto! São apenas varas de pescar. respondeu ele.

Então ele veio na minha direção e encostou a mão toda melecada no meu ombro. Cara aquilo me deixou puto com meu pai e com um cagaço tremendo daquilo me contaminar e me transformar em um monstro ou me matar, sei lá. Fim das lembranças!

Agora eu sei onde foram parar as varas de pescar do sonho
N° 007 Pescando sem vara kkkkk
Esse churrasco que seu pai fez no sonho, deve ter sido muito bom mesmo. Até os alienígenas desceram do céu, pra comer o churrasco que seu pai fez. Kkkk E elas ainda trouxeram varas de pescar, pra comer um peixinho assado na brasa. gargalhada
avatar
Mensagens : 80
Pontos : 631
Honra : 64
Data de inscrição : 01/05/2016
Sonhos Lúcidos :
1 / 9991 / 999
Sonhos Comuns :
6 / 9996 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Brazuko

em Dom Jun 05, 2016 11:24 am
Érika escreveu:
Spoiler:
Quem diria que o disco voador ia aparecer com as varas do seu pai, e parece que ele já estava esperando elas  gargalhada  É impressionante como sempre aparecem mulheres bonitas nos seus sonhos, sem contar que os seus dois últimos sonhos lúcidos foram do tipo erótico feliz

Pois é! Que coisa né! Ta explicado porque meu pai é tão bom com pescaria! O danado usa tecnologia marciana  gargalhada  gargalhada  gargalhada  gargalhada  gargalhada


Ramon escreveu:
Spoiler:
Esse churrasco que seu pai fez no sonho, deve ter sido muito bom mesmo. Até os alienígenas desceram do céu, pra comer o churrasco que seu pai fez. Kkkk E elas ainda trouxeram varas de pescar, pra comer um peixinho assado na brasa. gargalhada

gargalhada gargalhada gargalhada gargalhada gargalhada  Os amiguinhos do espaço não perdem uma boquinha gargalhada


muito feliz Já consegue ficar lúcido nos sonhos? Então se puder, ajude a testar a TÉCNICA DO GRANDE CORREDOR DAS PORTAS COM TOTEM para controle indireto e parcial de cenários, personagens e ações muito feliz
http://sonhoslucidos.forumeiros.com/t1438-tecnica-do-grande-corredor-das-portas-com-totem-em-fase-de-testes
avatar
Mensagens : 80
Pontos : 631
Honra : 64
Data de inscrição : 01/05/2016
Sonhos Lúcidos :
1 / 9991 / 999
Sonhos Comuns :
6 / 9996 / 999
Ver perfil do usuário

O INEVITÁVEL DESFECHO TRÁGICO

em Dom Jun 05, 2016 11:32 am
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
TÍTULO: O inevitável desfecho trágico
N°: 015
DATA: 05/06/2016
TEMPO ESTIMADO: alto
PERSONAGENS CONHECIDOS: Vani (prima)
LUGARES CONHECIDOS: nenhum
TIPO: drama  perplexo

Eu estava em uma fazenda. lembrou-me duma antiga fazenda do meu vô, mas tinha muitas e significativas mudanças. Havia muitas pessoas lá, eu diria umas 15. A maioria eu conhecia, mas só me lembro da minha prima Vani. Passou-se uns 30% do sonho com eu interagindo com essas pessoas.

Fazia muito calor. O pasto estava "estalando" de tão seco. De repente, comecei a ouvir um som que prendeu completamente a minha atenção. O som era emitido de longe e vinha se aproximando cada vez mais, seguido de fortes vibrações que foram se intensificando.

Saí da casa e olhei para os céus, lá estava um avião comercial de grande porte se aproximando. Nitidamente estava com problemas no voo e prestes a estolar. Ele passou por cima da minha cabeça a uns 150 metros de altura. Naquele momento o barulho das turbinas era ensurdecedor.

Virei-me de costas para acompanhar o inevitável desfecho trágico do avião. Percebi que a pouco mais de 500 metros havia uma rodovia simples e o terreno era plano. O avião tentou pousar nessa rodovia. Por um momento pensei que conseguiria, porque o trem de pouso tocou no asfalto. Engano meu!! O avião saiu da pista e foi se contorcendo e virando sucata no meio do pasto seco.

Eu saí correndo que nem um louco na direção dos destroços com o coração saindo pela boca e lamentando profundamente o que acabara de ocorrer. Ao chegar lá, já havia muitas pessoas, entre elas, estava minha prima Vani.

Todo afobado, já fui em direção a uma abertura que dava para o compartimento de bagagens. O avião não tinha se desintregado, mas estava todo contorcido. Apesar de não ter visto chamas, eu fiquei muito preocupado temendo uma explosão. Fui tirando muitas malas e abrindo um caminho entre elas. O cheiro de carne podre era muito forte.
Encontrei um homem negro deitado que estava consciente e conseguiu conversar comigo.
__ Tem muita gente morta lá dentro! Meu Deus!.
Disse ele quase perdendo a consciência.

Ele estava preso e eu não consegui tirar ele de lá. Saí para chamar mais alguém pra ajudar e percebi que absolutamente ninguém estava ajudando, apenas olhando, imóveis como estátuas.
Comecei a gritar e dar uma "lição de moral e de humanismo". Foi em vão, eles simplesmente me ignoravam. Minha prima veio-me "podar pela raiz"
__ Para de gritar moleque, que papel ridículo que você está fazendo. Estou com vontade de "sentar o dedo" na tua cara. Comigo ninguém grita não, e não será você que será exceção.

Fui andando ao lado do avião todo contorcido e vendo aquelas pessoas clamando por ajuda. Lembro-me de ver o corpo de uma mulher e de um cara ao lado dela. Aquilo foi bem forte. FIM DAS LEMBRANÇAS!

Link para o 1° post com a lista completa de Sonhos não-lúcidos


muito feliz Já consegue ficar lúcido nos sonhos? Então se puder, ajude a testar a TÉCNICA DO GRANDE CORREDOR DAS PORTAS COM TOTEM para controle indireto e parcial de cenários, personagens e ações muito feliz
http://sonhoslucidos.forumeiros.com/t1438-tecnica-do-grande-corredor-das-portas-com-totem-em-fase-de-testes
Conteúdo patrocinado

Re: Diário dos Sonhos de Brazuko

Ver o tópico anteriorVoltar ao TopoVer o tópico seguinte
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum