Conectar-se
Os membros mais ativos do mês
1 Mensagem - 50%
1 Mensagem - 50%
Votação
Qual a técnica que você utiliza para ficar lúcido?
Teste de Realidade
45% / 15
Totem
15% / 5
Incubação
12% / 4
Gatilho
6% / 2
Gravador de Voz ou Sons Binaurais
6% / 2
Outros
15% / 5
Parceiros
 sonhos=
 sonhos=
 animes=

Compartilhe
Ver o tópico anteriorIr em baixoVer o tópico seguinte
avatar
Mensagens : 10
Pontos : 587
Honra : 4
Data de inscrição : 25/03/2016
Localização : Brasil
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
2 / 9992 / 999
Ver perfil do usuário

Diário dos Sonhos de Heiyo

em Sab Mar 26, 2016 2:02 pm
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
Oi

Sejam Bem-Vindos ao Meu Diário de Sonhos Não-Lúcidos.


Última edição por Heiyo em Sab Mar 26, 2016 2:50 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Mensagens : 10
Pontos : 587
Honra : 4
Data de inscrição : 25/03/2016
Localização : Brasil
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
2 / 9992 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Heiyo

em Sab Mar 26, 2016 2:43 pm
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
Relato de Sonhos - 25/03/2016


O meu sonho começa em um tipo de porto antigo, eu estava andando com 3 amigos. O local onde estávamos era uma plataforma próxima ao mar. O dia estava bem claro, poucas nuvens no céu e muitos navios na água, mas estes navios tinham características presentes em histórias de grandes piratas. Seguindo pelo porto, chegamos a entrada de uma pequena vila bastante movimentada. No centro da vila funcionava o comércio local, várias tendas com frutas, artefatos manufaturados e pessoas andando por todo canto. A vestimenta da população demonstrava ser velha em relação ao tempo em que vivemos assim como as construções que seriam consideradas patrimônios históricos atualmente.
Eu estava confuso pelo fato de que em meio aquele ambiente que se passava em outro tempo, havia algumas pessoas conhecidas que se vestiam de forma totalmente diferente, mas ainda sim agia como se pertencesse àquele local. Um garoto pequeno me chama e joga uma carta. Eu não leio a carta, pois normalmente ficaria lúcido por saber que o texto nem sempre aparenta ser como a realidade, mas ainda sim sei que é um convite para um evento que iria envolver a realeza.
Hospedo-me em um hotel pequeno e rústico com meus amigos que acabaram caindo neste sonho. Na área da recepção, tinha um sofá marrom escuro de couro e algumas cadeiras de madeira. Neste momento, acontece outro ponto que diferenciava o passado e a atualidade, uma mulher me mostra uma foto em um celular, mas ela não aparentava ser do tempo dos smartphones. Subo então uma escada que leva a um corredor longo e uma porta. Ao entrar no quarto, vejo outras pessoas conhecidas.
Meus amigos aparecem no quarto e avisam que a cerimônia iria começar. Voltamos ao porto onde havia um barco pequeno esperando. Este barquinho começa a navegar em direção a outro porto bem movimentado, pessoas bem vestidas e a família real. Acabo ignorando a tal cerimônia e daquele porto começo a correr em direção a outra vila maior. Pessoas rindo com outras, uma vila mais feliz. Eu me encontrava no meio dessa vila sem meus amigos, a minha esquerda tinha um caminho que levava a residências e outro que levava a floresta. Tomei o último caminho e comecei a correr.
O caminho não levava para dentro da floresta, era um caminho de cascalho. De um lado uma floresta densa e escura, do outro lado tinha poucas árvores. Após correr tanto, olho para trás e vejo meus amigos novamente. Então, seguimos esse caminho agora caminhando. Nessa parte do sonho volto a ficar confuso. Na nossa frente aparece um grande pátio, grades de aproximadamente 4 metros e nenhum portão. Dentro desse pátio, tinha carros e mais pessoas conhecidas dentro deles.
A grade tinha alguns buracos e aproveitamos esses para entrar. As pessoas dentro do pátio pareciam não ver a gente e assim como entramos, saímos pelo outro lado. O caminho de cascalho continuava.  Correndo novamente, bem a frente, tinha uma casinha e muitas pessoas. Então começaram a gritar após um monstro com aspecto rochoso aparecer, dos olhos da criatura emanava um intenso brilho amarelo. Pego grandes lanças com pontas metálicas e finco em cada olho e puxo para baixo, levando o monstro a cair. O meu amigo então pegou um grande martelo e começa a esmagar a criatura.
Após a criatura ser eliminada, tenho a sensação que não estávamos em um local diferente, mas em um tempo diferente. Volto com eles para o tal pátio, acreditando que voltaríamos por ali para o presente.
avatar
Mensagens : 386
Pontos : 1561
Honra : 199
Data de inscrição : 04/03/2016
Idade : 20
Localização : Brasil
Sonhos Lúcidos :
29 / 99929 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Heiyo

em Seg Mar 28, 2016 11:55 am
Legal o seu relato Heiyo, bom o mundo dos sonhos é um lugar atemporal e isso é muito divertido. Na verdade é uma boa oportunidade para perceber que se está sonhando, porque o que seria tão estranho quanto se está no passado e alguém lhe mostrar um smarthphone!? Eu ainda tenho poucos sonhos lúcidos e por isso tenho dificuldade em ficar atento as estranhezas dos sonhos, mas mesmo assim vejo em sonhos como os seus que até mesmo sonhos não lúcidos podem ser divertidos e interessantes.
avatar
Mensagens : 10
Pontos : 587
Honra : 4
Data de inscrição : 25/03/2016
Localização : Brasil
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
2 / 9992 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Heiyo

em Seg Mar 28, 2016 1:25 pm
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
Pyros escreveu:Legal o seu relato Heiyo, bom o mundo dos sonhos é um lugar atemporal e isso é muito divertido. Na verdade é uma boa oportunidade para perceber que se está sonhando, porque o que seria tão estranho quanto se está no passado e alguém lhe mostrar um smarthphone!? Eu ainda tenho poucos sonhos lúcidos e por isso tenho dificuldade em ficar atento as estranhezas dos sonhos, mas mesmo assim vejo em sonhos como os seus que até mesmo sonhos não lúcidos podem ser divertidos e interessantes.

Realmente, esse tipo de sonhos são divertidos muito feliz . Estou embarcando nessa de sonho lúcido agora, apesar de já ter tido um. Então, nos meu sonhos eu percebo essas estranhezas, mas não consigo contestar a realidade. Agora que estou com o diário dos sonhos, acho que vou conseguir melhorar essa percepção e ter um sonho lúcido logo. feliz
avatar
Mensagens : 10
Pontos : 587
Honra : 4
Data de inscrição : 25/03/2016
Localização : Brasil
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
2 / 9992 / 999
Ver perfil do usuário

Relato de Sonhos ( Zumbis )

em Seg Mar 28, 2016 8:14 pm
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
O meu sonho se passa em meio a pandemia de um vírus zumbi susto , eu tenho sonhos sobre essa temática ao jogar demais ou ver séries. O dia estava cinzento, eu estava em uma sala da minha casa que tinha visão para a casa dos meus vizinhos e para outras casas. Eu me aproximo da janela e olho para dentro da casa da minha tia que é a minha vizinha, a casa estava tomada, pessoas olhando para o nada, em estado de necrose, arrastando os pés para se locomover não triste .
Eu senti medo, achei prudente mover minha família para um local seguro. Com uma mochila nas costas, saio de casa com minha família e começamos a correr por um beco. No fim deste beco, havia um grande galpão que pertencia a meu tio. Os portões estavam abertos, mas para minha sorte estava vazio. Dentro do galpão só havia um amontoado de objetos inúteis, no entanto, tinha uma caixa coberta por um pano branco. Eu puxo o pano e logo vejo uma AK-47 e ao seu lado um pente carregado lol .
Então acabo dentro de um carro com minha família, conectando-me ao Whatsapp para falar com meus amigos, para combinar um ponto de encontro.  Eu não lembro se decidimos o local, mas por ventura, todos nós acabamos em outro grande galpão. Ali fiquei esperando por sinal de qualquer amigo meu. Depois de um tempo incerto, três carros surgem. Do carro desce meu amigo, sua família e mais umas 23 pessoas que ele afirmava ter encontrado e não podia deixar para morrer.
No local onde estávamos ninguém parecia se importa em uma liderança. Logo, acabei acomodando todas as pessoas. Eu não sabia o que fazer e mais 2 amigos surgem. Resolvi chamar eles e tentar organizar o local. Do nada, todos começaram a conversar alto sem se preocupar se iriam atrair mais zumbis. Começo a ficar nervoso, olho para baixo e vejo a Ak-47 nas minhas mãos, viro ela para cima e dou dois disparos, o silêncio no local reinou.
Perto do fim do sonho, começo a ter ideias de construir uma comunidade, casas e etc, mas para isso teríamos que invadir uma construção que ficava ao lado do galpão, e assim fizemos. Todos os que tinha armas, partimos atirando nos zumbis que chegavam. Eu acordo e o sonho acaba.
avatar
Mensagens : 44
Pontos : 1174
Honra : 22
Data de inscrição : 02/11/2014
Idade : 21
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Heiyo

em Ter Mar 29, 2016 4:39 am
Quando jogo muito algum jogo tbm sonho com a temática do jogo.
avatar
Mensagens : 10
Pontos : 587
Honra : 4
Data de inscrição : 25/03/2016
Localização : Brasil
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
2 / 9992 / 999
Ver perfil do usuário

Viagem no tempo - 18/04

em Seg Abr 18, 2016 9:44 pm
Eu estava em minha casa conversando com uns colegas. Já era tarde, eu tinha que dormir logo. Apenas disse tchau e fui ao meu quarto. Eu então começo a dormir dentro do meu sonho, e neste meu sonho eu tenho um “sonho” de que ando pela linha do tempo. Era estranho, eu via várias cenas antigas, coisas que já aconteceram. O alarme me acorda dentro do meu sonho. Eu acreditava ser mais um dia normal, ir para escola e etc. Ao chegar à escola, tenho a sensação de já ter vivido aquele momento, era o meu primeiro dia de aula de 2015, somente associei a data depois de acordar realmente. Eu via amigos e “novos” alunos que conheço.
No pátio do colégio, encontro meu amigo, ele começa a conversar comigo normalmente, mas eu continuo observando o cenário ( não cheguei a lucidez ). Enquanto ele falava, uma garota passou na frente dele. Na realidade, claro, ela é nossa amiga, mas no sonho ele mal a conhecia, eu sabia o nome dela, mas não queria falar, ele mesmo a pergunta.  Eles começam a conversar, eu sabia tanto dela e não falava. Neste momento, em meu subconsciente, tenho a sensação de que após o meu sonho, fui transportado para o passado e teria que viver este último ano novamente.
Encontro mais amigos, eu começo a ficar assustado, eles não me conheciam “ainda”. Meus colegas de boas fazendo amizades com pessoas que nós já conhecemos. Eu começo a pensar que se eu dormir retornaria ao presente. A partir daqui houve para noite, pois não me recordo mais.  Novamente, eu e meus amigos estávamos andando agora por uma grande praça, cheia de árvores, e desta vez um amigo vem e me pergunta o que eu achava que ia acontecer na série que estávamos assistindo, eu já sabia de tudo que ia acontecer nas duas temporadas lançadas e não podia contar.
Meu sonho agora continua no meu quarto, onde, eu volto a dormir esperando que isso acabe, tenho outro “sonho” da linha do tempo, acordo e só avanço poucos meses. Não fui para escola, liguei um computador, abri o Youtube e comecei a digitar várias coisas, no final saiu um vídeo datado de 2007 com as nossas versões crianças zuando. Bem engraçado..
avatar
Mensagens : 233
Pontos : 1418
Honra : 72
Data de inscrição : 26/12/2015
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Heiyo

em Sex Abr 22, 2016 9:13 pm
Deve ter sido muito legal recordar essas coisas do passado no sonho, principalmente o vídeo no youtube  gargalhada  Talvez se você tivesse contado as temporadas da série para seu amigo, a reação dele poderia te deixar lúcido nesse sonho.
avatar
Mensagens : 10
Pontos : 587
Honra : 4
Data de inscrição : 25/03/2016
Localização : Brasil
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
2 / 9992 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Heiyo

em Seg Abr 25, 2016 4:45 pm
Érika escreveu:Deve ter sido muito legal recordar essas coisas do passado no sonho, principalmente o vídeo no youtube  gargalhada  Talvez se você tivesse contado as temporadas da série para seu amigo, a reação dele poderia te deixar lúcido nesse sonho.

Infelizmente ainda não estou tendo esse raciocínio. Meus sonhos não-lúcidos são intensos e nunca se tornam lúcidos, mesmo tendo em mente que o que está ocorrendo não condiz com a realidade. E realmente, eu tive uma reação bastante estranha ao ver o vídeo no youtube. gargalhada
avatar
Mensagens : 10
Pontos : 587
Honra : 4
Data de inscrição : 25/03/2016
Localização : Brasil
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
2 / 9992 / 999
Ver perfil do usuário

Um sonho muito confuso

em Seg Abr 25, 2016 5:35 pm
O relato que vou descrever agora é de um sonho que por muito tempo esteve perdido em meu diário. Ok, vamos lá. No sonho,  simplesmente tenho a sensação de que acordei ali, em uma sala completamente vazia. Sua estrutura apresentava completamente um tom azul claro, considerado “Céu em um dia ensolarado”, não havia nenhum tipo de mobília no tal local. Lá estava apenas eu, mas em um curto período de tempo que fiquei lá, começa a aparecer colegas da época.
A principio achei que estava em uma espécie de prisão, aquelas salas totalmente brancas mostradas em sanatórios de filmes, mas como já citei, com uma tonalidade azul. Minha sensação inicial era que estávamos em um tipo de jogo e que só deveríamos fugir dali, escapar por nossa conta. Uma das paredes da sala então cai, sem motivo aparente e de forma involuntária, começamos a andar para fora. O desafio agora piora.
Escapando pela parede, chegamos a um campo esverdeado, apenas um gramado extenso, sem flores, árvores ou qualquer outro elemento. Olho então para trás, em direção de onde saímos, Era uma estrutura gigante, uma forma cilíndrica, com uma cor padrão, o mesmo azul da sala.  O formato da estrutura me recordava os tubos do universo de Mário Bros, não sei o porquê.
O campo que estávamos agora se transformava em uma plataforma de cor amarela, basicamente a grama foi substituída pelo mesmo material do tubo. Então, várias cavidades circulares começaram a surgir na plataforma e das mesmas, surgiam outros tubos gigantes, cada um com uma cor forte e diferente. Estruturas que tinham altura de prédios, bastante variáveis.  Rapidamente, ainda da plataforma amarela, começa a surgir gêiseres lançando água para cima com uma velocidade constante.
O piso adquire a característica de nos lançar para cima, como um “pula-pula”, os mesmos tubos abrem cavidades internas e que assim como os gêiseres, lançam água para todas as direções. O sonho fica confuso de entender, analisando assim, é uma confusão só. A água que era lançada começa a nos atingir, lançando de um lado para outro de forma tão rápida que minha visão fica turva e escura, fico confuso, só consigo ver água em minha frente e meus colegas sendo lançados para dentro desses tubos.
Eu começo a sentir medo, eu caía e era lançado ao ar novamente, sem sofrer um machucado. Decido então aproveitar esses gêiseres. Começo a pular de um em um em direção a um tubo gigante, no qual, muitos colegas desapareceram. Ao pular sobre um gêiser maior, chego a uma altura que passava do tubo, minha visão ficou clara, eu conseguia ver um campo verde nas bordas, os tubos gigantes e a plataforma amarela, eu achei que ia começar a voar.
Direciono-me para um tubo azul escuro e acabo caindo na cavidade rapidamente, como se estivesse em um tobogã. Acabo caindo na mesma sala inicial, com todos ali novamente. Então eu acordo.
avatar
Mensagens : 59
Pontos : 1579
Honra : 18
Data de inscrição : 08/09/2013
Idade : 19
Localização : foz do iguaçu /Parana
Sonhos Lúcidos :
57 / 99957 / 999
Sonhos Comuns :
503 / 999503 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Heiyo

em Ter Abr 26, 2016 12:15 am
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
Parabéns c
, seus sonhos parece. mesmos historias ficcionais com sentido , diferente da maioria dos sonhos e você se lembra bem dos sonhos , para mim levou um tempão para escrever um sonho vom mais de 10 linhas, e , hoje em dia tento obstruir os detalhes para não ficar um texto enorme. Gostei de seus sonhos e seu modo de escrita.


meus sonhos não lucidos

meus sonhos lucidos
sera que vivemos , nossas vidas são reaiss , sera que estamos sonhando se estivermos sonhando a nossa vida inteira, então , eu sonho com um sonho melhor
avatar
Mensagens : 10
Pontos : 587
Honra : 4
Data de inscrição : 25/03/2016
Localização : Brasil
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
2 / 9992 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Heiyo

em Ter Abr 26, 2016 3:57 pm
eduarducido escreveu:Parabéns c
, seus sonhos parece. mesmos historias ficcionais com sentido , diferente da maioria dos sonhos e você se lembra bem dos sonhos , para mim levou um tempão para escrever um sonho vom mais de 10 linhas, e , hoje em dia tento obstruir os detalhes para não ficar um texto enorme. Gostei de seus sonhos e seu modo de escrita.

Descrever o sonho de maneira mais objetiva possível é o que sempre tento fazer. Estes sonhos longos, normalmente eu fico revisando ele umas 2 ou 3 vezes até fixar, não faço nada até fixar o sonho.
avatar
Mensagens : 10
Pontos : 587
Honra : 4
Data de inscrição : 25/03/2016
Localização : Brasil
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
2 / 9992 / 999
Ver perfil do usuário

Relato de Sonhos ( WBTB )

em Seg Jan 09, 2017 8:27 pm
Oi galera.
Eu resolvi fazer o teste do método WBTB e tive até que uma experiência interessante, apesar de não ter sido lúcida. Bom, eu segui as instruções e tive um resultado diferente muito feliz .

Preparei-me para dormir e programei o alarme para tocar após 6 horas de sono. Antes que o alarme tocasse, sonhei que estava em um restaurante com uns amigos. Este restaurante era bastante silencioso, paredes pintadas de cinza, arbustos nos cantos e mesas simples. Notei algumas pessoas conhecidas sentadas em mesas ao redor. Enfim, estávamos conversando sobre algo que não consigo me lembrar. Então o garçom se aproxima, deixa vários papéis na mesa e fala que outro cliente havia mandando.
Eu me recordo que olhei em volta procurando quem havia mandado, mas não achei, então resolvi ler. Não sei o que aconteceu, eu lia perfeitamente o papel (avaliações do restaurante feitas pelos clientes), desviava minha atenção e o texto continuava imutável (pelo menos acho que não mudou), mas ao ver outros papéis, eu não entendia a caligrafia estranha e todas as cores diferentes.
----------------------------------------------------Alarme toca ---------------------------------------------------------
Fico mentalmente alerta por uns 30 minutos, nesse tempo li um pouco sobre sonhos lúcidos. Então achei melhor voltar a dormir, repassando várias vezes o sonho que acabei de ter, como seria o momento em que fico lúcido e o que eu faria após ficar lúcido.

Após um tempo “planejando” o sonho, tudo começa a mudar, aparecem situações que eu não “criava”, mas em todo momento eu reafirmando que ficaria lúcido, até fiz um reality check com a mão (meus dedos estavam distorcidos). Estou em uma praia, andando e achando que tenho consciência de tudo aquilo, como se fosse criação minha, mas não eram.
Ando por essa praia conversando com alguém que não lembro quem era e do nada, estamos em outro lugar, um tipo de praça. Como é uma atividade que normalmente faço, passear com meus cachorros, eu “imagino” que estou passeando com meus cachorros e lá estão eles e do nada eles somem, continuo andando naquele lugar e o sonho acaba.
avatar
Mensagens : 22
Pontos : 494
Honra : 18
Data de inscrição : 23/08/2016
Idade : 19
Localização : São Paulo
Sonhos Lúcidos :
120 / 999120 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Heiyo

em Ter Jan 10, 2017 9:46 am
Interessante.
Sempre tento fazer esse método, após os 30 minutos alerta eu acabo me projetando para foro do meu quarto, e sempre vejo o céu roxo e chovendo purpurina dourada, e sempre ao fundo tem um buraco negro, quando voo em direção a ele eu acabo acordando.
Ja marquei com alguns onironautas para tentarmos entrar no buraco negro, mas eu nunca consigo esse objetivo.
Com isso aprendi a não focar muito em algumas coisas, é sempre bom deixar o sonho acontecer. certo
E mais uma coisa, não desista desse metodo, vc já esta no caminho certo.
Aguardando suas novas publicações.
Sayonara o/
avatar
Mensagens : 10
Pontos : 587
Honra : 4
Data de inscrição : 25/03/2016
Localização : Brasil
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
2 / 9992 / 999
Ver perfil do usuário

Antigo diário de sonhos.

em Qua Jan 11, 2017 11:24 pm
Folheando meu antigo diário de sonhos, me deparo com um relato interessante e que chamou minha atenção. Esse sonho contava como eu e meus amigos fomos sequestrados por terroristas e levados para algum lugar isolado na Europa. perplexo  suspeito
Como em todo sonho, vamos direto para o meio dele, afinal não faço ideia de como ele iniciou certo . Percebo que estou amarrado no canto de um grande galpão vazio, pouco iluminado, apenas alguns feixes de luz vinda de uma abertura na parede. No mesmo momento, três homens armados andavam em minha frente, eles estavam ali para assegurar de que eu não fugisse. medo
Espero o momento certo e me encontro livre das cordas (não faço ideia como). Derrubo um dos caras pego sua arma e saio correndo pelo grande portão. Na adrenalina, começo a correr sem rumo sendo seguido por esses caras. Lá estávamos, chegando a um caminho traçado de cascalho e no fundo da paisagem, campos esverdeados e algumas árvores.
Parecia ser de dia e seguindo este mesmo caminho de cascalho, encontramos no caminho construções inacabadas, os muros estavam incompletos, apenas blocos empilhados sem forma. Nessas construções, o caminho acaba, tive que continuar a fuga em meio a esse labirinto, subindo em muros pequenos e saltando para outros, fazendo parkour e sempre aqueles caras me seguindo (me senti um dos personagens da saga do Assassin’s Creed). lol
Neste ponto, eu não possuía mais armas e em meio a uma tentativa de escapar pelos muros, perco o equilíbrio e caio, mas dessa vez os caras não me levam para aquele galpão. Enquanto era carregado, passamos por uma cidade fantasma, as construções esquecidas no tempo.
Enfim, me lançam em outro galpão, mas nesse galpão vi muitos amigos, familiares e desconhecidos amarrados. Levanto e começo a lutar, nada muito efetivo, apenas derrubo 3 deles enquanto havia mais se aproximando. Um alerta foi emitido (não lembro como), uma bomba nuclear foi mandada exatamente para onde estávamos, era o fim. susto
Não me lembro o que aconteceu depois, mas esse foi um relato muito interessante que gostaria de adicionar aqui no meu diário de sonhos não-lúcidos.
Conteúdo patrocinado

Re: Diário dos Sonhos de Heiyo

Ver o tópico anteriorVoltar ao TopoVer o tópico seguinte
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum