Conectar-se
Os membros mais ativos do mês
6 Mensagens - 21%
6 Mensagens - 21%
3 Mensagens - 11%
3 Mensagens - 11%
2 Mensagens - 7%
2 Mensagens - 7%
2 Mensagens - 7%
2 Mensagens - 7%
1 Mensagem - 4%
1 Mensagem - 4%
Votação
Qual a técnica que você utiliza para ficar lúcido?
Teste de Realidade
45% / 15
Totem
15% / 5
Incubação
12% / 4
Gatilho
6% / 2
Gravador de Voz ou Sons Binaurais
6% / 2
Outros
15% / 5
Parceiros
 sonhos=
 sonhos=
 animes=

Compartilhe
Ver o tópico anteriorIr em baixoVer o tópico seguinte
avatar
Mensagens : 386
Pontos : 1443
Honra : 199
Data de inscrição : 04/03/2016
Idade : 20
Localização : Brasil
Sonhos Lúcidos :
29 / 99929 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Nada como nadar

em Seg Jun 06, 2016 4:42 pm
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
Sonho Nº 5 - 06 de Junho de 2016

Após os acontecimentos relatados (Aqui), eu entrei em uma fase meio estranha, eu ouvia o meu ventilador e sentia a minha cama, mas ao mesmo tempo, ouvia vozes e diálogos de personagens que eu não sabia se eram dos sonhos ou do mundo real. Decidi então fazer uma reentrada, depois de me frustrar umas 3-4 vezes, por só conseguir entrar em um sonho onde não tinha nada e eu só conseguia ouvir vozes eu decidir fazer algo diferente.

Entrei no sonho e ouvia vozes novamente e bem de longe eu ouvia meu ventilador, embora não lembre o teor, mas era uma musica chata que minha mãe estava ouvindo. Falei para min mesmo:
"- Cérebro, me mostre o que está acontecendo aqui!"  No mesmo mo mento as coisas tomaram formas e ficaram claras, eu estava de volta ao meu quarto e minha mãe estava ouvindo uma musica na cozinha. Eu estava duvidando se era um sonho, então decidi fazer  um rasengan na mão esquerda para ver se era um sonho, consegui.
Confirmado que era um sonho e estando lúcido eu tentei me levantar, mas observei que não conseguia enxergar direito minha mão direita. Era como se eu estivesse usando um daqueles óculos de realidade virtual e meus movimentos não condiziam com o que estava acontecendo. Burrice minha não parar para lembrar que nos sonhos é normal ter alguma anomalia nas mãos, mas isso me chateou e eu decidi falar novamente:
"-Cérebro, me faça ver direito as coisas!!" Funcionou novamente e eu consegui enxergar as duas mãos embora com uma certa dificuldade. Fiquei pensando no que faria e tentei andar pela casa, mas eu não enxergava 100% e saí me batendo em tudo a minha frente, minha casa estava bem maior, mas o problema mesmo era que os móveis todos, livros e roupas estavam tudo jogados pela casa, como se um vendaval tivesse passado ali dentro e eu saí chutando todos esses objetos pelo caminho. lol  Encontrei pelo menos duas pessoas que tentei perguntar o que tinha acontecido e se ele tinha alguma pista de onde estava meu avô, mas eu estava falando de uma maneira muito brusca e as pessoas corriam. suspeito

Voltei ao meu quarto e um vento muito forte começou a vir em minha direção, de repente uma asa-delta se prendeu em min e isso tudo acontecendo dentro de meu quarto!!!! As "asas" dela estavam presas pelas paredes, por isso não conseguia nem me mexer direito. Comecei então a pensar se não seria melhor tentar fazer aquilo no mar. Nesse exato momento meu quarto foi se enchendo de água até o topo da parede o chão sumiu e eu mergulhei usando a asa-delta, aliás isso foi muito legal, eu comecei a planar com a asa-delta debaixo d'água. Olhei para frente e vi que várias pessoas estavam fazendo isso também, aliás era uma corrida de pessoas usando a asa-delta debaixo d'água e por acaso eu estava ficando muito para traz, mas foi aí que usei minha arma secreta legal ...
...Fiz um rasengan em casa mão e coloquei as mãos para trás, eles começaram a girar rápido e fazer o movimento de um turbina ou hélice de um navio e eu comecei a nadar/planar debaixo d'água em uma velocidade incrível, passei todos os competidores e  ganhei a corrida. viva  

No final eu vi que estávamos em um hotel/parque aquático e aquela era só a piscina do hotel, mas minha lembranças infelizmente acabam aqui e eu fui parar em um outro sonho que embora tenha sido lúcido também eu me lembro muito pouco. nao3


Última edição por Pyros em Sex Out 28, 2016 2:58 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Mensagens : 111
Pontos : 725
Honra : 48
Data de inscrição : 20/11/2015
Localização : Espírito Santo
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonho Lúcidos de Pyros

em Qui Jun 09, 2016 8:03 am
Nossa que sonho louco hein Pyros!? Eu teria ficado com medo de me afogar nessa inundação no quarto... susto
avatar
Mensagens : 386
Pontos : 1443
Honra : 199
Data de inscrição : 04/03/2016
Idade : 20
Localização : Brasil
Sonhos Lúcidos :
29 / 99929 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonho Lúcidos de Pyros

em Qui Jun 09, 2016 5:48 pm
daydreamer escreveu:Nossa que sonho louco hein Pyros!? Eu teria ficado com medo de me afogar nessa inundação no quarto... susto

Yo daydreamer!! Bem vindo ao meu diário xD.

Realmente, esse sonho foi muito louco, acho que não fiquei com medo porque o sonho foi meio que frenético, uma coisa ocorrendo depois da outra muito rapidamente, nem dava pra eu pensar no que fazer direito.

Tem um relato meu que uma onda gigante vinha na direção do barco que eu tava, daquela vez eu fiquei morrendo de medo de me afogar também. Acho que foi a primeira vez que senti essa sensação num sonho lúcido. medo
avatar
Mensagens : 1273
Pontos : 3186
Honra : 657
Data de inscrição : 06/07/2015
Localização : Alemanha
Sonhos Lúcidos :
222 / 999222 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonho Lúcidos de Pyros

em Sab Jun 11, 2016 4:27 pm
Pyros:

Pyros escreveu:Após os acontecimentos relatados (Aqui), eu entrei em uma fase meio estranha, eu ouvia o meu ventilador e sentia a minha cama, mas ao mesmo tempo, ouvia vozes e diálogos de personagens que eu não sabia se eram dos sonhos ou do mundo real. Decidi então fazer uma reentrada, depois de me frustrar umas 3-4 vezes, por só conseguir entrar em um sonho onde não tinha nada e eu só conseguia ouvir vozes eu decidir fazer algo diferente.

Entrei no sonho e ouvia vozes novamente e bem de longe eu ouvia meu ventilador, embora não lembre o teor, mas era uma musica chata que minha mãe estava ouvindo. Falei para min mesmo:
"- Cérebro, me mostre o que está acontecendo aqui!"  No mesmo mo mento as coisas tomaram formas e ficaram claras, eu estava de volta ao meu quarto e minha mãe estava ouvindo uma musica na cozinha. Eu estava duvidando se era um sonho, então decidi fazer  um rasengan na mão esquerda para ver se era um sonho, consegui.
Confirmado que era um sonho e estando lúcido eu tentei me levantar, mas observei que não conseguia enxergar direito minha mão direita. Era como se eu estivesse usando um daqueles óculos de realidade virtual e meus movimentos não condiziam com o que estava acontecendo. Burrice minha não parar para lembrar que nos sonhos é normal ter alguma anomalia nas mãos, mas isso me chateou e eu decidi falar novamente:
"-Cérebro, me faça ver direito as coisas!!" Funcionou novamente e eu consegui enxergar as duas mãos embora com uma certa dificuldade. Fiquei pensando no que faria e tentei andar pela casa, mas eu não enxergava 100% e saí me batendo em tudo a minha frente, minha casa estava bem maior, mas o problema mesmo era que os móveis todos, livros e roupas estavam tudo jogados pela casa, como se um vendaval tivesse passado ali dentro e eu saí chutando todos esses objetos pelo caminho. lol  Encontrei pelo menos duas pessoas que tentei perguntar o que tinha acontecido e se ele tinha alguma pista de onde estava meu avô, mas eu estava falando de uma maneira muito brusca e as pessoas corriam. suspeito

Voltei ao meu quarto e um vento muito forte começou a vir em minha direção, de repente uma asa-delta se prendeu em min e isso tudo acontecendo dentro de meu quarto!!!! As "asas" dela estavam presas pelas paredes, por isso não conseguia nem me mexer direito. Comecei então a pensar se não seria melhor tentar fazer aquilo no mar. Nesse exato momento meu quarto foi se enchendo de água até o topo da parede o chão sumiu e eu mergulhei usando a asa-delta, aliás isso foi muito legal, eu comecei a planar com a asa-delta debaixo d'água. Olhei para frente e vi que várias pessoas estavam fazendo isso também, aliás era uma corrida de pessoas usando a asa-delta debaixo d'água e por acaso eu estava ficando muito para traz, mas foi aí que usei minha arma secreta legal ...
...Fiz um rasengan em casa mão e coloquei as mãos para trás, eles começaram a girar rápido e fazer o movimento de um turbina ou hélice de um navio e eu comecei a nadar/planar debaixo d'água em uma velocidade incrível, passei todos os competidores e  ganhei a corrida. viva  

No final eu vi que estávamos em um hotel/parque aquático e aquela era só a piscina do hotel, mas minha lembranças infelizmente acabam aqui e eu fui parar em um outro sonho que embora tenha sido lúcido também eu me lembro muito pouco. nao3

Ouvir sons externos no sonho é muito comum e quando eles se misturam com o enredo do sonho, causam muita confusão. Isso acontece muito comigo. Hoje mesmo eu tive um sonho em que ouvia a furadeira elétrica que o vizinho do andar superior ao meu estava usando. O som da furadeira gerou um sonho terrível. medo
Seu sonho foi muito divertido. Voar de asa-delta no fundo do mar deve fantástico. dança
avatar
Mensagens : 386
Pontos : 1443
Honra : 199
Data de inscrição : 04/03/2016
Idade : 20
Localização : Brasil
Sonhos Lúcidos :
29 / 99929 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonho Lúcidos de Pyros

em Dom Jun 12, 2016 3:49 pm
Königin escreveu:
Pyros:

Pyros escreveu:Após os acontecimentos relatados (Aqui), eu entrei em uma fase meio estranha, eu ouvia o meu ventilador e sentia a minha cama, mas ao mesmo tempo, ouvia vozes e diálogos de personagens que eu não sabia se eram dos sonhos ou do mundo real. Decidi então fazer uma reentrada, depois de me frustrar umas 3-4 vezes, por só conseguir entrar em um sonho onde não tinha nada e eu só conseguia ouvir vozes eu decidir fazer algo diferente.

Entrei no sonho e ouvia vozes novamente e bem de longe eu ouvia meu ventilador, embora não lembre o teor, mas era uma musica chata que minha mãe estava ouvindo. Falei para min mesmo:
"- Cérebro, me mostre o que está acontecendo aqui!"  No mesmo mo mento as coisas tomaram formas e ficaram claras, eu estava de volta ao meu quarto e minha mãe estava ouvindo uma musica na cozinha. Eu estava duvidando se era um sonho, então decidi fazer  um rasengan na mão esquerda para ver se era um sonho, consegui.
Confirmado que era um sonho e estando lúcido eu tentei me levantar, mas observei que não conseguia enxergar direito minha mão direita. Era como se eu estivesse usando um daqueles óculos de realidade virtual e meus movimentos não condiziam com o que estava acontecendo. Burrice minha não parar para lembrar que nos sonhos é normal ter alguma anomalia nas mãos, mas isso me chateou e eu decidi falar novamente:
"-Cérebro, me faça ver direito as coisas!!" Funcionou novamente e eu consegui enxergar as duas mãos embora com uma certa dificuldade. Fiquei pensando no que faria e tentei andar pela casa, mas eu não enxergava 100% e saí me batendo em tudo a minha frente, minha casa estava bem maior, mas o problema mesmo era que os móveis todos, livros e roupas estavam tudo jogados pela casa, como se um vendaval tivesse passado ali dentro e eu saí chutando todos esses objetos pelo caminho. lol  Encontrei pelo menos duas pessoas que tentei perguntar o que tinha acontecido e se ele tinha alguma pista de onde estava meu avô, mas eu estava falando de uma maneira muito brusca e as pessoas corriam. suspeito

Voltei ao meu quarto e um vento muito forte começou a vir em minha direção, de repente uma asa-delta se prendeu em min e isso tudo acontecendo dentro de meu quarto!!!! As "asas" dela estavam presas pelas paredes, por isso não conseguia nem me mexer direito. Comecei então a pensar se não seria melhor tentar fazer aquilo no mar. Nesse exato momento meu quarto foi se enchendo de água até o topo da parede o chão sumiu e eu mergulhei usando a asa-delta, aliás isso foi muito legal, eu comecei a planar com a asa-delta debaixo d'água. Olhei para frente e vi que várias pessoas estavam fazendo isso também, aliás era uma corrida de pessoas usando a asa-delta debaixo d'água e por acaso eu estava ficando muito para traz, mas foi aí que usei minha arma secreta legal ...
...Fiz um rasengan em casa mão e coloquei as mãos para trás, eles começaram a girar rápido e fazer o movimento de um turbina ou hélice de um navio e eu comecei a nadar/planar debaixo d'água em uma velocidade incrível, passei todos os competidores e  ganhei a corrida. viva  

No final eu vi que estávamos em um hotel/parque aquático e aquela era só a piscina do hotel, mas minha lembranças infelizmente acabam aqui e eu fui parar em um outro sonho que embora tenha sido lúcido também eu me lembro muito pouco. nao3

Ouvir sons externos no sonho é muito comum e quando eles se misturam com o enredo do sonho, causam muita confusão. Isso acontece muito comigo. Hoje mesmo eu tive um sonho em que ouvia a furadeira elétrica que o vizinho do andar superior ao meu estava usando. O som da furadeira gerou um sonho terrível. medo
Seu sonho foi muito divertido. Voar de asa-delta no fundo do mar deve fantástico. dança

Isso mesmo Königin, confuso, essa é a palavra certa. Você fica meio sem saber o que está acontecendo, se está acordado ou sonhando... mas por um lado isso me ajudou um pouco a perceber a situação, pois fiquei consciente de que era um sonho por causa disso. viva
avatar
Mensagens : 111
Pontos : 725
Honra : 48
Data de inscrição : 20/11/2015
Localização : Espírito Santo
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonho Lúcidos de Pyros

em Ter Jun 14, 2016 7:51 am
Pyros escreveu:
Tem um relato meu que uma onda gigante vinha na direção do barco que eu tava, daquela vez eu fiquei morrendo de medo de me afogar também. Acho que foi a primeira vez que senti essa sensação num sonho lúcido.  medo
Essa cena deve ter sido muito louca! Não me lembro o que você faz no sonho, mas esse sonho seu acho que daria uma cena épica num filme sobre sonhos lúcidos. Tenho essa ideia a algum tempo, de que seria muito bom se alguém fizesse um filme sobre o assunto, porém de forma mais realista do que "Inception" (A origem), e depois de ler seu relato achei que daria uma ótima cena, o cara num navio pirata vê uma onda gigante vindo na direção do barco e parte a onda no meio pro barco passar, seria épico! dança guitar
avatar
Mensagens : 386
Pontos : 1443
Honra : 199
Data de inscrição : 04/03/2016
Idade : 20
Localização : Brasil
Sonhos Lúcidos :
29 / 99929 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonho Lúcidos de Pyros

em Ter Jun 21, 2016 8:51 am
daydreamer escreveu:
Pyros escreveu:
Tem um relato meu que uma onda gigante vinha na direção do barco que eu tava, daquela vez eu fiquei morrendo de medo de me afogar também. Acho que foi a primeira vez que senti essa sensação num sonho lúcido.  medo
Essa cena deve ter sido muito louca! Não me lembro o que você faz no sonho, mas esse sonho seu acho que daria uma cena épica num filme sobre sonhos lúcidos. Tenho essa ideia a algum tempo, de que seria muito bom se alguém fizesse um filme sobre o assunto, porém de forma mais realista do que "Inception" (A origem), e depois de ler seu relato achei que daria uma ótima cena, o cara num navio pirata vê uma onda gigante vindo na direção do barco e parte a onda no meio pro barco passar, seria épico! dança guitar

Um filme sobre Onironautas, né? Rapaz eu acho que realista seria um pouco trabalhoso de se fazer, agora se fosse um filme totalmente fora da realidade eu aposto que muitos relatos daqui do fórum seriam legais de usar kkkkkk
avatar
Mensagens : 386
Pontos : 1443
Honra : 199
Data de inscrição : 04/03/2016
Idade : 20
Localização : Brasil
Sonhos Lúcidos :
29 / 99929 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

O dia que eu tentei fazer parte doa X-men

em Ter Jun 21, 2016 8:55 am
Reputação da mensagem: 100% (2 votos)
Sonho Nº 6 - 21 de Junho de 2016

Faz um tempo que não posto um relato novo, então deixarei o sonho lúcido que tive a alguns dias atrás e foi tão forte que consegui facilmente lembrar da maioria dos diálogos o que normalmente é uma dificuldade minha.
Me recordo de estar em um ônibus onde as pessoas que lá estavam discutiam bastante. Eu estava meio sonolento e não entendia muito bem o motivo da discussão, mas logo despertei pois um cara sacou uma arma e começou a falar:
- Eu sei que um de vocês aqui é uma daquelas aberrações! Se mostre logo e nos deixe em paz!
Ele foi andando no meio do corredor do ônibus até que parou e apontou a arma para uma mulher que estava calada e não participava da discussão. Uma garotinha no banco atrás da mulher gritou :
-Cuidado moço, ela pode lhe matar!
Eu realmente não tava entendendo nada, nem estava lúcido, mas recordo bem que neste momento o cara explodiu, mas não havia fogo, foi como se algo expandisse dentro dele. Já devem imaginar que as pessoas ficaram apavoradas e começaram a correr do ônibus e deram de cara com uma pirâmide. Era a noite e estava escuro, todos correram para dentro da pirâmide, eu também, o problema é que lá dentro todos começaram a ficar agindo feito loucos e a se bater. Dei um pulo para traz e comecei a voar do nada, daí fiquei lúcido nesse momento. Voei até um pilar da pirâmede e fiquei lá de cima olhando para as pessoas lá em baixo.
Lembrei que havia assistido o novo filme do x-men e o sonho tinha alguns elementos disso, então decidi testar a telecinése. Apontei a mão para um pessoa e fui puxando ela com o "poder da mente" , era um homem, quando ele estava perto de min eu falei:
-Olha, eu dormi um poco no ônibus e não entendi muito bem... quem é o vilão da história?
Ele começou a apontar para as pessoas que ameaçaram a mulher e eu apontava minha mão aberta para elas e depois fechava. As pessoas pareciam ser compactadas no ar. Depois que várias pessoas tiveram esse fim, um sarcófago abriu e dele saiu ninguém menos que Apocalypse, o vilão dos X-men. Quando eu o vi, comecei a derrubar os pilares da pirâmide tentando enterra-lo mas percebi que isso fazia o sonho se desfazer além disso a minha tentativa de soterra-lo foi sem sucesso. Ele veio até min, mas não tentou me matar, na verdade pediu para eu me tornar um servo dele. Fingi aceitar e quando ele virou as costas eu saí voando da pirâmide, literalmente.
Foi bizarro, mas a vista do local onde eu estava lembrava muito o meu bairro, só que tinha uma pirâmede gigantesca bem no meio dele. Voei até uma casa bem alta e quando olhei para frente haviam várias torres ou prédios mas altos do que o que eu estava, eram bem juntos um do outro como se fossem uma muralha. Decidi escala-los e essa parte foi engraçada, eu escalava parecendo aqueles bonecos dos games que não ficam cansados e escalam um torre inteira no mesmo ritmo. Quando cheguei até a torre mais alta, olhei para traz e a vista era linda, não era mais o meu bairro, agora parecia ser Veneza, a lua iluminava o lugar como se fosse um holofote e eu fiquei parado olhando para aquela vista incrível.
Minha paz não durou muito,  ondas gigantes começaram a chegar no local e cada vez subiam mais, eu pensei em voar, mas logo lembrei que tinha desistido disso para escalar e pensei que provavelmente não conseguiria voar de novo. Na duvida testei a ideia de tomar impulso e sair voando e deu certo... por uns 2 segundos, daí comecei a cair até que acordei.


Última edição por Pyros em Sex Out 28, 2016 3:06 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Mensagens : 386
Pontos : 1443
Honra : 199
Data de inscrição : 04/03/2016
Idade : 20
Localização : Brasil
Sonhos Lúcidos :
29 / 99929 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonho Lúcidos de Pyros

em Ter Jul 12, 2016 10:00 pm
Galera, desculpa eu não estar publicando os meus sonhos ultimamente. Acontece que meu pc quebrou e eu ainda estou nas ultimas semanas do meu curso então é um trabalho atrás do outro e eu estou a mil. Tive vários sonhos lúcidos nesse meio tempo então espero que quando eu voltar possa compartilhar com vocês logo logo.
avatar
Mensagens : 386
Pontos : 1443
Honra : 199
Data de inscrição : 04/03/2016
Idade : 20
Localização : Brasil
Sonhos Lúcidos :
29 / 99929 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

O sonho do vazio

em Dom Jul 17, 2016 6:42 pm
Reputação da mensagem: 100% (3 votos)
Sonho Nº 7 - 17 de Julho de 2016

Yo galera, bom agora posso estar de volta por aqui e estava vendo entre os sonhos lúcidos que tive neste tempo, qual que eu deveria publicar aqui, mas hoje mesmo, nesta tarde tive um pequeno sonho lúcido bizarro que achei que seria divertido de comentar, então sem mais delongas vamos a ele.viva

Eu havia tido um sonho normal, acabei acordando e aproveitei a oportunidade para tentar fazer uma reentrada, quando faço uma reentrada eu costumo pensar "estarei lúcido". Foi aí que as coisas começaram a ficar bizarras, ao invés de voltar para o sonho anterior eu apareci dentro de um lugar em que tudo, paredes, chão, teto... tudo mesmo girava numa velocidade absurda, aquela imagem  me deixou tonto e não consegui ficar de pé, até porque parecia que eu estava dentro de um furacão colorido kkkkk

As coisas ficaram girando até que tudo ficou preto do nada. Pronto foi aí que empaquei, eu apareci em um lugar onde tudo era negro e não existia nada, nem chão e nem mesmo meu corpo. Eu parecia mais ser um corpo etéreo. Mas não conseguia me mover para lugar algum. Decidir então tentar criar um corpo para min. Tentei imaginar um, mas a única coisa que apareceu foi uma bola de massa, como eu não podia escolher então me concentrei e tentei ficar me imaginando dentro daquele monte de massa. Deu certo!! Eu estava lá dentro em um instante, daí comecei a tentar esticar o braço na esperança de que saísse um braço de dentro da massa. Até deu certo mas acabei acordando.

Tentei outra reentrada, mas para não rolar isso de novo, eu incubei uma ideia de sonho para não acabar no mesmo sonho que antes. Incubei uma ideia de sonho em que os personagens do sonho eram cartunescos ou animados como em um desenho, junto com isso ainda pensei "eu estarei lúcido".
Foi aí que voltei novamente àquele lugar onde tudo era vazio e escuro. Mas na minha frente dessa vez apareceu uma tela de cinema, no lugar do filme passava uma história em quadrinhos, só que sem diálogos. Além disso eu ouvia uma narradora contando a história. Era uma história bizarra sobre uma mulher que casava com um colega de escola, mas no fim ele se mostrava ser um cara escroto que batia nela. Isso me incomodou e eu acabei acordando.

Bom galerinha, foi esse o sonho que tive essa tarde, sonhos em meio ao vazio. suspeito


Última edição por Pyros em Sex Out 28, 2016 3:09 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Mensagens : 1273
Pontos : 3186
Honra : 657
Data de inscrição : 06/07/2015
Localização : Alemanha
Sonhos Lúcidos :
222 / 999222 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonho Lúcidos de Pyros

em Qua Jul 20, 2016 6:09 pm
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
Pyros, Seu sonho com o vazio me fez recordar com um sonho semelhante que eu tive tempos atrás. Eu era só pensamento e nesse lugar onde nada existia, havia outros pensamentos, que não eram meus. Foi um sonho tão louco.
avatar
Mensagens : 386
Pontos : 1443
Honra : 199
Data de inscrição : 04/03/2016
Idade : 20
Localização : Brasil
Sonhos Lúcidos :
29 / 99929 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonho Lúcidos de Pyros

em Qui Jul 21, 2016 10:39 pm
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
Königin escreveu:
Pyros, Seu sonho com o vazio me fez recordar com um sonho semelhante que eu tive tempos atrás. Eu era só pensamento e nesse lugar onde nada existia, havia outros pensamentos, que não eram meus. Foi um sonho tão louco.

Eu lembro desse sonho. Acho que foi o Ramon mesmo que falou que aquele lugar era onde nasciam os sonhos não foi? (Deu preguiça de procurar agora)

Mas é uma sensação muito estranha você não ter um corpo físico e ainda estar em um lugar totalmente vazio e sem forma. Espero que meu próximo sonho lúcido seja mais palpável kkkkk lingua lingua
avatar
Mensagens : 2531
Pontos : 5551
Honra : 1043
Data de inscrição : 12/06/2013
Localização : Bahia
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonho Lúcidos de Pyros

em Ter Jul 26, 2016 10:01 am
Pyros escreveu :
Pyros escreveu:Yo galera, bom agora posso estar de volta por aqui e estava vendo entre os sonhos lúcidos que tive neste tempo, qual que eu deveria publicar aqui, mas hoje mesmo, nesta tarde tive um pequeno sonho lúcido bizarro que achei que seria divertido de comentar, então sem mais delongas vamos a ele.viva

Eu havia tido um sonho normal, acabei acordando e aproveitei a oportunidade para tentar fazer uma reentrada, quando faço uma reentrada eu costumo pensar "estarei lúcido". Foi aí que as coisas começaram a ficar bizarras, ao invés de voltar para o sonho anterior eu apareci dentro de um lugar em que tudo, paredes, chão, teto... tudo mesmo girava numa velocidade absurda, aquela imagem  me deixou tonto e não consegui ficar de pé, até porque parecia que eu estava dentro de um furacão colorido kkkkk

As coisas ficaram girando até que tudo ficou preto do nada. Pronto foi aí que empaquei, eu apareci em um lugar onde tudo era negro e não existia nada, nem chão e nem mesmo meu corpo. Eu parecia mais ser um corpo etéreo. Mas não conseguia me mover para lugar algum. Decidir então tentar criar um corpo para min. Tentei imaginar um, mas a única coisa que apareceu foi uma bola de massa, como eu não podia escolher então me concentrei e tentei ficar me imaginando dentro daquele monte de massa. Deu certo!! Eu estava lá dentro em um instante, daí comecei a tentar esticar o braço na esperança de que saísse um braço de dentro da massa. Até deu certo mas acabei acordando.

Tentei outra reentrada, mas para não rolar isso de novo, eu incubei uma ideia de sonho para não acabar no mesmo sonho que antes. Incubei uma ideia de sonho em que os personagens do sonho eram cartunescos ou animados como em um desenho, junto com isso ainda pensei "eu estarei lúcido".
Foi aí que voltei novamente àquele lugar onde tudo era vazio e escuro. Mas na minha frente dessa vez apareceu uma tela de cinema, no lugar do filme passava uma história em quadrinhos, só que sem diálogos. Além disso eu ouvia uma narradora contando a história. Era uma história bizarra sobre uma mulher que casava com um colega de escola, mas no fim ele se mostrava ser um cara escroto que batia nela. Isso me incomodou e eu acabei acordando.

Bom galerinha, foi esse o sonho que tive essa tarde, sonhos em meio ao vazio. suspeito
Ficar consciente naquela zona escura e vazia ocorre com mais facilidade nas reentradas e tambem com a técnica Wild. Porque essas tecnicas consistem em ficar meditando até o seu corpo adormecer na cama, enquanto a sua mente permanece acordada. É nessa experiência que você pode presenciar aquela zona escura e vazia antes de entrar no sonho ou saindo dele.
avatar
Mensagens : 386
Pontos : 1443
Honra : 199
Data de inscrição : 04/03/2016
Idade : 20
Localização : Brasil
Sonhos Lúcidos :
29 / 99929 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonho Lúcidos de Pyros

em Ter Jul 26, 2016 6:46 pm
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
Ramon escreveu:
Pyros escreveu :

Pyros escreveu:Yo galera, bom agora posso estar de volta por aqui e estava vendo entre os sonhos lúcidos que tive neste tempo, qual que eu deveria publicar aqui, mas hoje mesmo, nesta tarde tive um pequeno sonho lúcido bizarro que achei que seria divertido de comentar, então sem mais delongas vamos a ele.viva

Eu havia tido um sonho normal, acabei acordando e aproveitei a oportunidade para tentar fazer uma reentrada, quando faço uma reentrada eu costumo pensar "estarei lúcido". Foi aí que as coisas começaram a ficar bizarras, ao invés de voltar para o sonho anterior eu apareci dentro de um lugar em que tudo, paredes, chão, teto... tudo mesmo girava numa velocidade absurda, aquela imagem  me deixou tonto e não consegui ficar de pé, até porque parecia que eu estava dentro de um furacão colorido kkkkk

As coisas ficaram girando até que tudo ficou preto do nada. Pronto foi aí que empaquei, eu apareci em um lugar onde tudo era negro e não existia nada, nem chão e nem mesmo meu corpo. Eu parecia mais ser um corpo etéreo. Mas não conseguia me mover para lugar algum. Decidir então tentar criar um corpo para min. Tentei imaginar um, mas a única coisa que apareceu foi uma bola de massa, como eu não podia escolher então me concentrei e tentei ficar me imaginando dentro daquele monte de massa. Deu certo!! Eu estava lá dentro em um instante, daí comecei a tentar esticar o braço na esperança de que saísse um braço de dentro da massa. Até deu certo mas acabei acordando.

Tentei outra reentrada, mas para não rolar isso de novo, eu incubei uma ideia de sonho para não acabar no mesmo sonho que antes. Incubei uma ideia de sonho em que os personagens do sonho eram cartunescos ou animados como em um desenho, junto com isso ainda pensei "eu estarei lúcido".
Foi aí que voltei novamente àquele lugar onde tudo era vazio e escuro. Mas na minha frente dessa vez apareceu uma tela de cinema, no lugar do filme passava uma história em quadrinhos, só que sem diálogos. Além disso eu ouvia uma narradora contando a história. Era uma história bizarra sobre uma mulher que casava com um colega de escola, mas no fim ele se mostrava ser um cara escroto que batia nela. Isso me incomodou e eu acabei acordando.

Bom galerinha, foi esse o sonho que tive essa tarde, sonhos em meio ao vazio. suspeito
Ficar consciente naquela zona escura e vazia ocorre com mais facilidade nas reentradas e tambem com a técnica Wild. Porque essas tecnicas consistem em ficar meditando até o seu corpo adormecer na cama, enquanto a sua mente permanece acordada. É nessa experiência que você pode presenciar aquela zona escura e vazia antes de entrar no sonho ou saindo dele.

Yo Ramon viva

Olha eu não sabia que a Wild podia ter esse tipo de efeito. Mas é bem isso mesmo, nas reentradas fica mais frequente, foi a segunda vez que eu experimentei esse efeito, parece que quanto mais reentradas se faz, mas o sonho se perde e mais esse lugar aparece.

É algo legal, mas eu preferia estar num sonho mesmo kkkk. Aliás esses dias eu tive um relato não lúcido bem louco que estou pra contar, é bem no estilo indiana Jones xD.
avatar
Mensagens : 2531
Pontos : 5551
Honra : 1043
Data de inscrição : 12/06/2013
Localização : Bahia
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonho Lúcidos de Pyros

em Qui Jul 28, 2016 2:42 pm
Compartilha o relato aí pra galera ler. certo
avatar
Mensagens : 386
Pontos : 1443
Honra : 199
Data de inscrição : 04/03/2016
Idade : 20
Localização : Brasil
Sonhos Lúcidos :
29 / 99929 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Um sonho de reflexão

em Seg Ago 01, 2016 9:53 am
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
Sonho Nº 8 - 01 de Agosto de 2016

Faz um tempo que eu não tenho um sonho lúcido espontâneo, então eu fiz o seguinte, esperei aquele momento que acordamos com muito sono (meio lerdos) acontecer. Daí deitei novamente e me concentrei em ter um sonho lúcido. Não demorou muito senti uma luzes passando o meu redor  e  me levantei ciente que era um sonho.
O sonho tava muito claro e eu não conseguia ver as coisas ao meu redor, tentei fazer uma porção de coisas mas não conseguia pois não estava muito lúcido, nem o sonho estava nítido. Decidi então aplicar aquele método de esfregar as mãos o que ajudou muito, além disso lembrei que podia fazer algo a mais pra me ajudar, mas não lembrava se era empurrar a língua contra o céu da boca ou se era morder a própria língua. Por pura desventura resolvi fazer o segundo, embora senti uma leve pontada na língua não me ajudou em nada. .-.

Decidi sair de casa, então abri a janela e pulei pra fora. Foi aí que a coisa ficou doida, de repente tudo ao meu redor ganhou a nitidez máxima, eu conseguia ver tudo e era exatamente igual ao do mundo real. Assim aquela leve duvida se eu estava realmente sonhando ou se era realidade veio a mente. Pra tira-la decidi fazer o Rasengan mas sem sucesso, meus dedos estavam estranhos mas eu não fiquei confiante que era um sonho. Então partir pro hardcore, pensei o seguinte :
"Pra saber se é um sonho mesmo, só tem um jeito, vou me jogar daqui do terceiro andar e ver o que rola"

Peguei impulso e me joguei, mas meu braço involuntariamente se segurou na grade de proteção da varanda, mais estranho ainda foi que eu percebi nesse momento que eu era feito de borracha, porque mesmo com meu braço preso lá eu continuei a me esticar como se estivesse caindo kkkkk

Decidi me estilingar de volta sendo puxado pelo meu braço e deu certo. Nessa altura eu já estava 100% lúcido. Tentei fazer outras coisas mas acabei acordando e decidi fazer uma reentrada.

Na reentrada eu apareci diante de um templo com grande colunar na entrada, como se uma manção mas estava cheio de plantas por toda a construção, como se tivesse passado por vários anos que ninguém ia ali e o lugar estivesse abandonado.

Algumas pessoas vieram até onde eu estava me aplaudindo e comemorando. Um cara barbudo de sobretudo falou : "-Parabéns pelo seu sonho lúcido moleque", os outros sorriam para mim e davam parabéns também.
Nesse momento apareceu um outro ser, ele tinha forma humanoide, mas não tinha aparência de nada, era bem mais altos que os outros e sua pele era prateada, chegava a refletir o ambiente de tão polida que era.


Ele veio até min e me parabenizou também, disse que infelizmente aquela era a ultima vez que ele podeira fazer isso, pois ele havia chegado no limite de sonho lúcidos que se podia ter, mas antes de ir ele queria me mostrar um tesouro.Eu, vocês já devem imaginar, estava besta com tudo isso, ficava olhando pra minhas mãos a cada meio segundo pra não me deixar levar pelo sonho e perder a lucidez.
Entrei com todos no templo e o interior era bem mais aconchegante, chegamos até um salão onde havia uma mesa retangular grande, as pernas dessa mesa tinham forma de pernas de uma tartaruga(jabuti) e havia uma cabeça e uma cauda de madeira, respectivamente em cada cabeceira da mesa. O ser de prata disse que o seu tesouro estava dentro daquela mesa. Resolvi subir sobre a mesa pra ver onde que o tesouro poderia estar ali, mas foi aí que a mesa-tartaruga ganhou vida e começou a se mexer feito um touro brabo me jogando pra longe. Todos que estavam lá começaram a usar poderes para brigar com a tartaruga-mesa, e eu não conseguia fazer nada. Me pareceu pelo menos na hora que aquelas pessoas também eram sonhadoras e estavam trazendo para aquele lugar os poderes de seu sonhos, só que eu, burro como sempre não conseguia fazer nada, tentei esfregar as mãos para me aprofundar, mas o ser de prata me interrompeu e disse que eu devia acordar pois o tesouro havia sido roubado. Tocou minha testa e foi assim que acordei.  confuso

Fiquei deitado uns 20 minutos tentando entender tudo que havia ocorrido nesse sonho, ainda tem partes que eu esqueci e as vezes me vem a mente como um lampejo mas não consigo ver onde se encaixam. De qualquer forma esse foi o meu louco sonho de hoje, espero que gostem xD


Última edição por Pyros em Sex Out 28, 2016 3:10 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Mensagens : 386
Pontos : 1443
Honra : 199
Data de inscrição : 04/03/2016
Idade : 20
Localização : Brasil
Sonhos Lúcidos :
29 / 99929 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Sacrifício humano

em Qua Ago 24, 2016 12:16 pm
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
Sonho Nº 9 - 24 de Agosto de 2016

Neste sonho eu já comecei lúcido, levantando da cama em meu quarto como de costume. Fiz o Rasengan pra confirmar, não saiu muito certo mas pelo menos me confirmou que eu estava sonhando.

Resolvi aproveitar o ambiente para procurar o meu avô, que pra quem acompanha meu diário é alguém que eu desejo encontrar em meus sonhos. A primeira pessoa que encontrei foi o meu pai, cheguei para ele e disse : "- Ei, onde está meu avô?"

Ele olhou para mim e começou a responder, mas logo em seguida parou e me perguntou, "- Porque você quer saber disso?" Percebi que não ia dar muito certo a conversa e fui para o andar de baixo onde encontrei minha tia e uma amiga minha que estavam conversando. Eu queria falar algo com minha amiga, por isso tirei minha tia do quarto, mas ela se revoltou e ficou batendo na porta, bateu tão forte que eu acabei acordando.
Fiz uma reentrada e voltei para o quarto, mas minha tia continuava lá batendo o que me fez acordar pela segunda vez. Tentei uma reentrada pela segunda vez, só que dessa vez embora eu estivesse lúcido o grau de lucidez era muito baixo. Agora, eu estava no quintal de minha casa, deitado no chão, do céu uma voz dizia que eu deveria ser sacrificado. Eu estava muito mole, meio sonolento e com o corpo pesado. Decidi descer as escadas laterais da casa para ir para a rua, tava quase me rastejando até que na escada mesmo eu encontrei um amigo meu. Ele virou pra mim e disse: "- Desculpa cara, hoje eu tô muito ocupado, daí achei melhor te avisar que não vai dar pra sair hoje".

Eu estava tão mole que olhei pra aquela cena e só acenei com a cabeça, pois não tinha forçar pra argumentar. Ele viu minha situação e respondeu : "- Ei cara, você ta bem? O que foi, bebeu todas?"
Fiquei irritado com o comentário dele, pois não gosto de bebidas, deixei ele lá e voltei para o quintal, nesse meio tempo fui recuperando minhas forças. Já no quintal um terremoto começou, as coisas estavam caindo por todos os lados e eu resolvi que iria sair de casa, mas minha tia me segurou e disse que "ele" me queria, que a hora do sacrifício havia chegado.

Olhei pra ela e gritei "-Sai doida!!!". Fui correndo para a rua que estava cheia de carros da polícia cercando minha casa, foi nesse momento que acordei.


Última edição por Pyros em Sex Fev 10, 2017 1:40 pm, editado 2 vez(es)
avatar
Mensagens : 43
Pontos : 368
Honra : 23
Data de inscrição : 24/08/2016
Sonhos Lúcidos :
2 / 9992 / 999
Sonhos Comuns :
12 / 99912 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonho Lúcidos de Pyros

em Qua Ago 24, 2016 5:30 pm
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
Pyros escreveu:Neste sonho eu já comecei lúcido, levantando da cama em meu quarto como de costume. Fiz o Rasengan pra confirmar, não saiu muito certo mas pelo menos me confirmou que eu estava sonhando.

Resolvi aproveitar o ambiente para procurar o meu avô, que pra quem acompanha meu diário é alguém que eu desejo encontrar em meus sonhos. A primeira pessoa que encontrei foi o meu pai, cheguei para ele e disse : "- Ei, onde está meu avô?"

Ele olhou para mim e começou a responder, mas logo em seguida parou e me perguntou, "- Porque você quer saber disso?" Percebi que não ia dar muito certo a conversa e fui para o andar de baixo onde encontrei minha tia e uma amiga minha que estavam conversando. Eu queria falar algo com minha amiga, por isso tirei minha tia do quarto, mas ela se revoltou e ficou batendo na porta, bateu tão forte que eu acabei acordando.
Fiz uma reentrada e voltei para o quarto, mas minha tia continuava lá batendo o que me fez acordar pela segunda vez. Tentei uma reentrada pela segunda vez, só que dessa vez embora eu estivesse lúcido o grau de lucidez era muito baixo. Agora, eu estava no quintal de minha casa, deitado no chão, do céu uma voz dizia que eu deveria ser sacrificado. Eu estava muito mole, meio sonolento e com o corpo pesado. Decidi descer as escadas laterais da casa para ir para a rua, tava quase me rastejando até que na escada mesmo eu encontrei um amigo meu. Ele virou pra mim e disse: "- Desculpa cara, hoje eu tô muito ocupado, daí achei melhor te avisar que não vai dar pra sair hoje".

Eu estava tão mole que olhei pra aquela cena e só acenei com a cabeça, pois não tinha forçar pra argumentar. Ele viu minha situação e respondeu : "- Ei cara, você ta bem? O que foi, bebeu todas?"
Fiquei irritado com o comentário dele, pois não gosto de bebidas, deixei ele lá e voltei para o quintal, nesse meio tempo fui recuperando minhas forças. Já no quintal um terremoto começou, as coisas estavam caindo por todos os lados e eu resolvi que iria sair de casa, mas minha tia me segurou e disse que "ele" me queria, que a hora do sacrifício havia chegado.

Olhei pra ela e gritei "-Sai doida!!!". Fui correndo para a rua que estava cheia de carros da polícia cercando minha casa, foi nesse momento que acordei.

Parabéns pelos sonhos lúcidos, li todos. Percebi que está acelerando muito o processo de atingir seu objetivo onírico deixando de lado a observação do ambiente, sentir o clima do ambiente e procurar explorar a cena. O fato de ao se tornar lúcido você querer ir realizar de imediato seu objetivo sem procurar ir analisando cada local que você for passando, faz que você ,mesmo que lúcido, perca a lembrança, procura sempre estar atento em tudo ao seu redor, se ouviu alguém no andar de baixo e quer ir até lá para ver, percorra o trajeto "em alerta" observando o cenário. Quando começamos a ficar sendo observadores passivos perdemos a lucidez sem que percebamos, fazendo que o SL se torne Não Lúcido ou simplesmente esquecemos o que veio depois.
Espero você aqui pra contar o SL de hoje, bons sonhos viva



Se o universo é incrível, maravilhoso e infinito e o infinito é algo sem barreiras e sem fim, imagina ter outro universo ao dormir, onde é você quem não tem barreiras, é poder ter seus dois próprios infinitos.
חוֹלֵם - Sonhador
avatar
Mensagens : 386
Pontos : 1443
Honra : 199
Data de inscrição : 04/03/2016
Idade : 20
Localização : Brasil
Sonhos Lúcidos :
29 / 99929 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonho Lúcidos de Pyros

em Qua Ago 24, 2016 5:43 pm
חוֹלֵם escreveu:
Pyros escreveu:Neste sonho eu já comecei lúcido, levantando da cama em meu quarto como de costume. Fiz o Rasengan pra confirmar, não saiu muito certo mas pelo menos me confirmou que eu estava sonhando.

Resolvi aproveitar o ambiente para procurar o meu avô, que pra quem acompanha meu diário é alguém que eu desejo encontrar em meus sonhos. A primeira pessoa que encontrei foi o meu pai, cheguei para ele e disse : "- Ei, onde está meu avô?"

Ele olhou para mim e começou a responder, mas logo em seguida parou e me perguntou, "- Porque você quer saber disso?" Percebi que não ia dar muito certo a conversa e fui para o andar de baixo onde encontrei minha tia e uma amiga minha que estavam conversando. Eu queria falar algo com minha amiga, por isso tirei minha tia do quarto, mas ela se revoltou e ficou batendo na porta, bateu tão forte que eu acabei acordando.
Fiz uma reentrada e voltei para o quarto, mas minha tia continuava lá batendo o que me fez acordar pela segunda vez. Tentei uma reentrada pela segunda vez, só que dessa vez embora eu estivesse lúcido o grau de lucidez era muito baixo. Agora, eu estava no quintal de minha casa, deitado no chão, do céu uma voz dizia que eu deveria ser sacrificado. Eu estava muito mole, meio sonolento e com o corpo pesado. Decidi descer as escadas laterais da casa para ir para a rua, tava quase me rastejando até que na escada mesmo eu encontrei um amigo meu. Ele virou pra mim e disse: "- Desculpa cara, hoje eu tô muito ocupado, daí achei melhor te avisar que não vai dar pra sair hoje".

Eu estava tão mole que olhei pra aquela cena e só acenei com a cabeça, pois não tinha forçar pra argumentar. Ele viu minha situação e respondeu : "- Ei cara, você ta bem? O que foi, bebeu todas?"
Fiquei irritado com o comentário dele, pois não gosto de bebidas, deixei ele lá e voltei para o quintal, nesse meio tempo fui recuperando minhas forças. Já no quintal um terremoto começou, as coisas estavam caindo por todos os lados e eu resolvi que iria sair de casa, mas minha tia me segurou e disse que "ele" me queria, que a hora do sacrifício havia chegado.

Olhei pra ela e gritei "-Sai doida!!!". Fui correndo para a rua que estava cheia de carros da polícia cercando minha casa, foi nesse momento que acordei.

Parabéns pelos sonhos lúcidos, li todos. Percebi que está acelerando muito o processo de atingir seu objetivo onírico deixando de lado a observação do ambiente, sentir o clima do ambiente e procurar explorar a cena. O fato de ao se tornar lúcido você querer ir realizar de imediato seu objetivo sem procurar ir analisando cada local que você for passando, faz que você ,mesmo que lúcido, perca a lembrança, procura sempre estar atento em tudo ao seu redor, se ouviu alguém no andar de baixo e quer ir até lá para ver, percorra o trajeto "em alerta" observando o cenário. Quando começamos a ficar sendo observadores passivos perdemos a lucidez sem que percebamos, fazendo que o SL se torne Não Lúcido ou simplesmente esquecemos o que veio depois.
Espero você aqui pra contar o SL de hoje, bons sonhos viva

Yo Sonhador, seja bem vindo ao meu diário xD

Rapaz, te contar algo, eu tenho esse pequeno problema. Acontece o seguinte, eu tenho um certo problema de insônia a um tempo, assim normalmente não chego no ciclo do sono Rem da 6ª hora. Meus sonhos na sua maioria são curtos, então quando eu fico lúcido, normalmente a coisa fica bem frenética porque eu corro para fazer algo.

Atualmente estou tratando do meu sono e planejando melhor o que farei nos sonhos para assim poder aproveitar mais do ambiente. Mas aí cara, valeu a dica, pode pa que eu irei usa-la viva .
avatar
Mensagens : 43
Pontos : 368
Honra : 23
Data de inscrição : 24/08/2016
Sonhos Lúcidos :
2 / 9992 / 999
Sonhos Comuns :
12 / 99912 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonho Lúcidos de Pyros

em Qua Ago 24, 2016 6:21 pm
Pyros escreveu:
חוֹלֵם escreveu:
Pyros escreveu:Neste sonho eu já comecei lúcido, levantando da cama em meu quarto como de costume. Fiz o Rasengan pra confirmar, não saiu muito certo mas pelo menos me confirmou que eu estava sonhando.

Resolvi aproveitar o ambiente para procurar o meu avô, que pra quem acompanha meu diário é alguém que eu desejo encontrar em meus sonhos. A primeira pessoa que encontrei foi o meu pai, cheguei para ele e disse : "- Ei, onde está meu avô?"

Ele olhou para mim e começou a responder, mas logo em seguida parou e me perguntou, "- Porque você quer saber disso?" Percebi que não ia dar muito certo a conversa e fui para o andar de baixo onde encontrei minha tia e uma amiga minha que estavam conversando. Eu queria falar algo com minha amiga, por isso tirei minha tia do quarto, mas ela se revoltou e ficou batendo na porta, bateu tão forte que eu acabei acordando.
Fiz uma reentrada e voltei para o quarto, mas minha tia continuava lá batendo o que me fez acordar pela segunda vez. Tentei uma reentrada pela segunda vez, só que dessa vez embora eu estivesse lúcido o grau de lucidez era muito baixo. Agora, eu estava no quintal de minha casa, deitado no chão, do céu uma voz dizia que eu deveria ser sacrificado. Eu estava muito mole, meio sonolento e com o corpo pesado. Decidi descer as escadas laterais da casa para ir para a rua, tava quase me rastejando até que na escada mesmo eu encontrei um amigo meu. Ele virou pra mim e disse: "- Desculpa cara, hoje eu tô muito ocupado, daí achei melhor te avisar que não vai dar pra sair hoje".

Eu estava tão mole que olhei pra aquela cena e só acenei com a cabeça, pois não tinha forçar pra argumentar. Ele viu minha situação e respondeu : "- Ei cara, você ta bem? O que foi, bebeu todas?"
Fiquei irritado com o comentário dele, pois não gosto de bebidas, deixei ele lá e voltei para o quintal, nesse meio tempo fui recuperando minhas forças. Já no quintal um terremoto começou, as coisas estavam caindo por todos os lados e eu resolvi que iria sair de casa, mas minha tia me segurou e disse que "ele" me queria, que a hora do sacrifício havia chegado.

Olhei pra ela e gritei "-Sai doida!!!". Fui correndo para a rua que estava cheia de carros da polícia cercando minha casa, foi nesse momento que acordei.

Parabéns pelos sonhos lúcidos, li todos. Percebi que está acelerando muito o processo de atingir seu objetivo onírico deixando de lado a observação do ambiente, sentir o clima do ambiente e procurar explorar a cena. O fato de ao se tornar lúcido você querer ir realizar de imediato seu objetivo sem procurar ir analisando cada local que você for passando, faz que você ,mesmo que lúcido, perca a lembrança, procura sempre estar atento em tudo ao seu redor, se ouviu alguém no andar de baixo e quer ir até lá para ver, percorra o trajeto "em alerta" observando o cenário. Quando começamos a ficar sendo observadores passivos perdemos a lucidez sem que percebamos, fazendo que o SL se torne Não Lúcido ou simplesmente esquecemos o que veio depois.
Espero você aqui pra contar o SL de hoje, bons sonhos viva

Yo Sonhador, seja bem vindo ao meu diário xD

Rapaz, te contar algo, eu tenho esse pequeno problema. Acontece o seguinte, eu tenho um certo problema de insônia a um tempo, assim normalmente não chego no ciclo do sono Rem da 6ª hora. Meus sonhos na sua maioria são curtos, então quando eu fico lúcido, normalmente a coisa fica bem frenética porque eu corro para fazer algo.

Atualmente estou tratando do meu sono e planejando melhor o que farei nos sonhos para assim poder aproveitar mais do ambiente. Mas aí cara, valeu a dica, pode pa que eu irei usa-la viva .

Quem dera eu logo de cara nos SL já usar Rasengan não iria sobrar cenário gargalhada . Também estou com um problema parecido, no meu caso não é insônia, mas sim  uma noite curta de sono, ainda nao curti nenhuma 7ª-8ª hora de sono de qualidade desde que voltei a praticar(uma semana atrás). A qualidade ainda está horrível e as lembranças falhas, impossível ter um SL sem mal lembrar o sonho rsrs, aos poucos vou voltando a lembrar de mais detalhes, não vejo a hora de poder notar todas as cores, objetos, pessoas, cheiros e tudo mais nos sonhos, é ruim acordar com lembranças vagas e um sonho escuro neutro . Mas vamos nessa, em busca de SLs longo e experiências surreais dança



Se o universo é incrível, maravilhoso e infinito e o infinito é algo sem barreiras e sem fim, imagina ter outro universo ao dormir, onde é você quem não tem barreiras, é poder ter seus dois próprios infinitos.
חוֹלֵם - Sonhador
avatar
Mensagens : 233
Pontos : 1300
Honra : 72
Data de inscrição : 26/12/2015
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonho Lúcidos de Pyros

em Qua Ago 24, 2016 7:58 pm
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
Pyros:
Neste sonho eu já comecei lúcido, levantando da cama em meu quarto como de costume. Fiz o Rasengan pra confirmar, não saiu muito certo mas pelo menos me confirmou que eu estava sonhando.

Resolvi aproveitar o ambiente para procurar o meu avô, que pra quem acompanha meu diário é alguém que eu desejo encontrar em meus sonhos. A primeira pessoa que encontrei foi o meu pai, cheguei para ele e disse : "- Ei, onde está meu avô?"

Ele olhou para mim e começou a responder, mas logo em seguida parou e me perguntou, "- Porque você quer saber disso?" Percebi que não ia dar muito certo a conversa e fui para o andar de baixo onde encontrei minha tia e uma amiga minha que estavam conversando. Eu queria falar algo com minha amiga, por isso tirei minha tia do quarto, mas ela se revoltou e ficou batendo na porta, bateu tão forte que eu acabei acordando.
Fiz uma reentrada e voltei para o quarto, mas minha tia continuava lá batendo o que me fez acordar pela segunda vez. Tentei uma reentrada pela segunda vez, só que dessa vez embora eu estivesse lúcido o grau de lucidez era muito baixo. Agora, eu estava no quintal de minha casa, deitado no chão, do céu uma voz dizia que eu deveria ser sacrificado. Eu estava muito mole, meio sonolento e com o corpo pesado. Decidi descer as escadas laterais da casa para ir para a rua, tava quase me rastejando até que na escada mesmo eu encontrei um amigo meu. Ele virou pra mim e disse: "- Desculpa cara, hoje eu tô muito ocupado, daí achei melhor te avisar que não vai dar pra sair hoje".

Eu estava tão mole que olhei pra aquela cena e só acenei com a cabeça, pois não tinha forçar pra argumentar. Ele viu minha situação e respondeu : "- Ei cara, você ta bem? O que foi, bebeu todas?"
Fiquei irritado com o comentário dele, pois não gosto de bebidas, deixei ele lá e voltei para o quintal, nesse meio tempo fui recuperando minhas forças. Já no quintal um terremoto começou, as coisas estavam caindo por todos os lados e eu resolvi que iria sair de casa, mas minha tia me segurou e disse que "ele" me queria, que a hora do sacrifício havia chegado.

Olhei pra ela e gritei "-Sai doida!!!". Fui correndo para a rua que estava cheia de carros da polícia cercando minha casa, foi nesse momento que acordei.

Pyros, eu li alguns relatos de um onironauta que conseguia encontrar os personagens que ele queria no sonho apenas procurando uma rua qualquer e ir correndo por ela imaginando que ia encontrar o personagem assim que virasse a esquina. Resolvi tentar e realmente está dando alguns bons resultados para mim, talvez você possa conseguir encontrar o seu avô com essa técnica.
avatar
Mensagens : 386
Pontos : 1443
Honra : 199
Data de inscrição : 04/03/2016
Idade : 20
Localização : Brasil
Sonhos Lúcidos :
29 / 99929 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonho Lúcidos de Pyros

em Qua Ago 24, 2016 10:11 pm
Érika escreveu:
Pyros:
Neste sonho eu já comecei lúcido, levantando da cama em meu quarto como de costume. Fiz o Rasengan pra confirmar, não saiu muito certo mas pelo menos me confirmou que eu estava sonhando.

Resolvi aproveitar o ambiente para procurar o meu avô, que pra quem acompanha meu diário é alguém que eu desejo encontrar em meus sonhos. A primeira pessoa que encontrei foi o meu pai, cheguei para ele e disse : "- Ei, onde está meu avô?"

Ele olhou para mim e começou a responder, mas logo em seguida parou e me perguntou, "- Porque você quer saber disso?" Percebi que não ia dar muito certo a conversa e fui para o andar de baixo onde encontrei minha tia e uma amiga minha que estavam conversando. Eu queria falar algo com minha amiga, por isso tirei minha tia do quarto, mas ela se revoltou e ficou batendo na porta, bateu tão forte que eu acabei acordando.
Fiz uma reentrada e voltei para o quarto, mas minha tia continuava lá batendo o que me fez acordar pela segunda vez. Tentei uma reentrada pela segunda vez, só que dessa vez embora eu estivesse lúcido o grau de lucidez era muito baixo. Agora, eu estava no quintal de minha casa, deitado no chão, do céu uma voz dizia que eu deveria ser sacrificado. Eu estava muito mole, meio sonolento e com o corpo pesado. Decidi descer as escadas laterais da casa para ir para a rua, tava quase me rastejando até que na escada mesmo eu encontrei um amigo meu. Ele virou pra mim e disse: "- Desculpa cara, hoje eu tô muito ocupado, daí achei melhor te avisar que não vai dar pra sair hoje".

Eu estava tão mole que olhei pra aquela cena e só acenei com a cabeça, pois não tinha forçar pra argumentar. Ele viu minha situação e respondeu : "- Ei cara, você ta bem? O que foi, bebeu todas?"
Fiquei irritado com o comentário dele, pois não gosto de bebidas, deixei ele lá e voltei para o quintal, nesse meio tempo fui recuperando minhas forças. Já no quintal um terremoto começou, as coisas estavam caindo por todos os lados e eu resolvi que iria sair de casa, mas minha tia me segurou e disse que "ele" me queria, que a hora do sacrifício havia chegado.

Olhei pra ela e gritei "-Sai doida!!!". Fui correndo para a rua que estava cheia de carros da polícia cercando minha casa, foi nesse momento que acordei.

Pyros, eu li alguns relatos de um onironauta que conseguia encontrar os personagens que ele queria no sonho apenas procurando uma rua qualquer e ir correndo por ela imaginando que ia encontrar o personagem assim que virasse a esquina. Resolvi tentar e realmente está dando alguns bons resultados para mim, talvez você possa conseguir encontrar o seu avô com essa técnica.

Gostei da ideia Érika, acho que vou tentar. Na realidade eu fiquei um pouco pensativo sobre o que fazer para encontra-lo, porque meu sonhos são muito corridos, normalmente eu não paro muito pra pensar no que fazer e vou improvisando gargalhada . Vou procurar aprimorar a estabilização do meu sonho também, acho que pode me ajudar.

Agora, já pensou se eu, depois de todo esse trabalho pra encontrar o velhote, ainda me deparo com uma versão ranzinza dele? kkkkkk
avatar
Mensagens : 386
Pontos : 1443
Honra : 199
Data de inscrição : 04/03/2016
Idade : 20
Localização : Brasil
Sonhos Lúcidos :
29 / 99929 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Manejando o Elemento

em Sex Ago 26, 2016 7:57 am
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
Sonho Nº 10 - 26 de Agosto de 2016

Essa noite eu fui dormir bem cedo, umas 9 horas, pois estava com muita dor de cabeça. Levantei algumas vezes lá pelas 4 da manhã para beber água e voltei a dormir. Do nada agora pela manhãzinha comecei a ouvi uma vibração como se um celular estivesse tocando mas sem o som, só vibrando. Ao mesmo tempo várias vozes na minha mente como se fosse uma torcida ficavam falando ao mesmo tempo:
"- Você precisa ficar quieto!!" "-Não pode se mexer, ou vai acordar!!!"
Ao ouvir o que elas diziam eu comecei a fazer os movimentos de me imaginar mexendo os braços e o tronco. Ouve uma hora que eu me mexi tanto que acabei caindo da cama, mas foi aí a surpresa, a queda não acabava nunca, eu apenas ficava girando como se tivesse descendo uma montanha rolando kkkkkk

Decidi que tinha que dar um basta nisso e tentei fazer o movimento de rolar pro lado oposto, foi assim que acabai parando me batendo numa cadeira do meu quarto. Olhei para as mãos e consegui fazer um rasengan nelas. "Estou sonhando" - pensei. Daí fui na cozinha, estava igual, mas havia uma chaleira com água no fugão.

Ouvi a voz de meus pais, mas parecia que eu tinha voltado a ser criança, pois minha mãe falava algo como :"- Dê um jeito neste garoto, ele está fazendo aquelas bizarrices de novo".
Meu pai veio em minha direção, aproveitei então esse momento para testar o meu rasengan. Acontece que com o tempo parece que meu rasengan não destrói mais parede como na primeira vez, quando eu colido ele com as coisas apenas sai fumaça olhos girando ) .Bom, fui testar ele no velho e você já imagina que não rolou nada, saiu um monte de fumaça e depois ele ficou me olhando com a cara de quem não tava entendendo nada.

Mas eu não desistir, havia outra coisa que eu queria testar, dessa vez, queria saber se conseguia controlar o fogo. Como eu não conseguia produzir fogo, decidi pegar emprestado o do fugão. Passei a mão nas chamas e senti um calor enorme na minha palma, era apenas uma pequena brasa fraquinha mas desejei que ela se alastrasse pela minha mão esquerda toda e assim ela fez. Era uma sensação muito boa e estranha, decidi fazer o mesmo com a outra mão. De uma distancia média do  fugão, eu apontei a minha mão pras chamas e fiquei como que tentando puxar elas com a mente. Ventos fortes romperam as janelas da casa e a porta ao mesmo tempo que o fogo vinha para minha mão, foi muito divertido fazer isso.

Depois fui na banheiro e vi meu reflexo no espelho com as duas mãos pegando fogo. Interessante que o banheiro estava escuro, minhas mãos que iluminavam o ambiente. Quando vi o reflexo, lembrei muito do meu avatar aqui do fórum, mas falta uma coisa, esse personagem tem uma chama que também sai de sua testa.

Então tive que fazer isso também, mas foi aí que as coisas começaram a dar errado, meu pai veio correndo e tentou me dar um mata leão, minha mãe tentava jogar água no meu rosto e eu fiquei com pena de queimar eles dois, acabou que eu perdi a lucidez e fui parar em um sonho normal, que até onde me lembro bem, meus pais me colocaram para fazer Pizza. lol


Última edição por Pyros em Sex Fev 10, 2017 1:41 pm, editado 2 vez(es)
avatar
Mensagens : 326
Pontos : 932
Honra : 106
Data de inscrição : 10/05/2016
Localização : RS
Sonhos Lúcidos :
7 / 9997 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonho Lúcidos de Pyros

em Sex Ago 26, 2016 8:11 am
Uaaau,muito legal esse sonho pyros!!!Me diverti muito lendo.Você jogou um rasengan no seu pai??? gargalhada Acho até que você mereceu mesmo aquele mata leão e a água na cara gargalhada gargalhada
avatar
Mensagens : 386
Pontos : 1443
Honra : 199
Data de inscrição : 04/03/2016
Idade : 20
Localização : Brasil
Sonhos Lúcidos :
29 / 99929 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonho Lúcidos de Pyros

em Sex Ago 26, 2016 8:27 am
Hahahaha foi massa mesmo xD. Mas meus pais não precisavam levar para o coração isso, eu era penas um menino testando seus poderes. legal
Conteúdo patrocinado

Re: Diário dos Sonho Lúcidos de Pyros

Ver o tópico anteriorVoltar ao TopoVer o tópico seguinte
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum