Conectar-se
Últimos assuntos
Os membros mais ativos do mês
12 Mensagens - 50%
6 Mensagens - 25%
2 Mensagens - 8%
1 Mensagem - 4%
1 Mensagem - 4%
1 Mensagem - 4%
1 Mensagem - 4%
Votação
Qual a técnica que você utiliza para ficar lúcido?
Teste de Realidade
45% / 15
Totem
15% / 5
Incubação
12% / 4
Gatilho
6% / 2
Gravador de Voz ou Sons Binaurais
6% / 2
Outros
15% / 5
Parceiros
 sonhos=
 sonhos=
 animes=

Compartilhe
Ver o tópico anteriorIr em baixoVer o tópico seguinte
avatar
Mensagens : 386
Pontos : 1479
Honra : 199
Data de inscrição : 04/03/2016
Idade : 20
Localização : Brasil
Sonhos Lúcidos :
29 / 99929 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Diário dos Sonho Lúcidos de Pyros

em Dom Mar 20, 2016 11:11 am
Reputação da mensagem: 100% (4 votos)
Sonho Nº 1 - 20 de Março de 2016


Olá galera, bom a partir de hoje começarei a relatar para vocês os meus sonhos lúcidos, espero que se divirtam com eles e também espero que eu consiga aprender cada vez mais por esse assunto que me facinou muito.

Antes de eu relatar meu sonho, queria dar meu “contexto histórico” a vocês. Eu sonhava bastante quando era muleque, contava meus sonhos para meu pai e ele me contava os deles também. Lembro de algumas vezes perceber que estava sonhando, mas eu era um garoto lá pelos seus 8 anos então ficava animado demais quando percebia que estava sonhando e acho que acordei a maioria das vezes quando isso aconteceu. Depois de crescer mais um pouco, algumas coisas aconteceram comigo e comecei a lembrar bem pouco dos meus sonhos, também a rotina começando a ficar mais estressante e o sono menos duradouro já dificultaram bastante isso. Por fim, no ano passado eu lí sobre sonhos lúcidos e ao pesquisar no google achei o site e comecei a estudar um pouco mais sobre isso, desde o ano passado então eu estou testando alguns métodos e comecei a lembrar bastante de meus sonhos mas até o dia de hoje eu não tinha tido realmente um sonho lúcido.

Beleza, então vamos ao sonho. Eu estava ajoelhado a beira de uma estrada e do outro lado dela me parecia ser o mar, eu realmente não cheguei a vê-lo direito, mas conseguia sentir o cheiro de sal no ar misturado com areia, também consguia ouvir o barulho das ondas arrebentando e um vento forte comum das praias. Mas minha atenção estava voltada a uma pessoa que estava deitada no chão ao meu lado, era uma amiga de longas datas e ela estava envenenada. Como estudo um pouco de medicina, na minha cabeça eu ficava repassando alguns tipos de venenos comuns que conheço e ficava tentando entender o porque dela estar envenenada ali. De repente meu telefone toca e ao atender ouço a voz de minha tia, ela me avisa que só pode me mandar uma dica sobre como curar minha amiga, mas não o antidoto, eu aceito e de repente aparece na minha frente um bonequinho do homem aranha. Ah!! Fiquei fulo da vida, desde quando um boneco do homem aranha era dica de alguma coisa!? Mas resolvi investigar melhor ele e observo que na sua mão havia um pequeno pedaço de papel enrolado. Quando resolvi abrir o papel foi desdobrando feito um daqueles mapas e de repente tava com praticamente um jornal na minha mão, cheio de informações sobre o passo a passo de curar envenenamentos. Procurei no papel e vi que no caso de minha amiga o antídoto era usar uma mistura de água natural + água gelada. Daí pensei comigo:
“Vou no mar e pego um pouco da água, talvez o sal ajuda”.
Mas logo desisti da ideia e pensei seriamente que se eu estivesse sonhando sería mais fácil resover o problema. Como num piscar de olhos tudo ao meu redo já tinha mudado, eu estava num local escuro e fechado, minha amiga já não estava mais comigo principalmente, eu entendi que estava sonhando. De repende em meio a escuridão surge um vulto de uma mulher vindo em minha direção  susto , quando olho ao meu redor percebi estar na cozinha da casa onde a tia que me ligou mora e era ela vindo em minha direção, mas aquilo tudo era assustador, eu segurei a cabeça dela tentando impedir que ela chegasse mais perto e comecei a gritar o meu nome e minha idade buscando que as coisas ficassem mais claras, ajudou pouco, havia um momento de iluminação quando eu fazia isso e era como um flash, mas nada duradouro.
Acontece que esta tia mora no mesmo prédio que eu, digamos é uma casa de três andares e no ultimo andar é onde eu moro ela mora no primeiro, Nesse momento eu subi as escadas correndo e quando cheguei em minha casa resolvi pular pra casa do vizinho que é mais baixa que a minha, claro que pulei na esperança de sair voando, mas não achava que ia acontecer só que aconteceu!!! Eu estava voando! Nem sei quantas vezes me peguei imaginando poder fazer isso. Lembro bem que quando olhei para trás vi minha tia subindo as escadas e o sonho se tornou mais claro até que começou a ter cores e pude ver perfeitamente tudo ao meu redor. Mas nada disso durou muito, lembrei nesse momento sobre minha amiga lá na praia e o desespero voltou a minha cabeça, já que voava comecei a voar até chegar em um supermercado, eu estava tão rápido que mal conseguia me controlar para fazer uma curva... mas foi meu primeiro vôo em muito tempo, então peguem leve comigo kkkk. lingua
Enquanto voava eu testei algo que coloquei na minha lista de afazeres dos sonhos. Não riam mais, eu pensei em fazer um Rasengan. Certo, admito que quando eu era mais novo assistia muito anime e quando comecei a ler sobre sonhos vi que existia uma certa dificuldade em criar coisas do nada nos sonhos, então comecei a treinar ficar imaginando aquela bola de energia girando em minha mão  e quando sonhei só de olhar para a mão ela foi se formando e sinseramente foi algo incrível naquele momento, comecei a reparar também que o meu bairro todo parecia mais uma cidadezinha do interior com casinhas pequenas e um quintal grande e nào os prédios que estou acostumado. Comecei então a voar mais baixo até que vi um supermercado, fiz outro Rasengan na mão e entrei com tudo no supermercado, destruindo parede e tudo mais. Lembrei que tinha que encontrar a água e então fiz um outro teste, correr usando tando as mãos como os pés como um felino.
Isso foi fácil, porque é algo que acontece bastante em meus sonhos não lúcidos, então consigo controlar melhor a velocidade que atinjo. Encontrei a água e despejei em uma bacia, só que de repente minhas pernas começaram a coçar, como se eu estivesse em cima de um formigeiro e todas a formigas comessacem a subir em minhas pernas. Perguntei para o rapaz que estava trabalhando na seção se ele sabia o porque disso e ele me respondeu que a chefe dele que era a culpada e todos que iam fazer compras ali reclamavam disso, a coceira não passava e percebi que comecei a acordar daí perguntei alguma coisa a ele mas não lembro mais o que foi. Acordei e minhas pernas estavam coçando mesmo, na realidade elas estavam todas enroladas pelo cobertor e estava fazendo muito calor e por algum motivo quando acordei fui logo olhar se nòa havia realmente formigas nelas. suspeito

Bom, este foi o meu sonhos lúcido.


Última edição por Pyros em Sex Out 28, 2016 2:23 pm, editado 3 vez(es)
avatar
Mensagens : 386
Pontos : 1479
Honra : 199
Data de inscrição : 04/03/2016
Idade : 20
Localização : Brasil
Sonhos Lúcidos :
29 / 99929 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

A ajuda do Rasengan

em Seg Abr 04, 2016 12:14 pm
Reputação da mensagem: 100% (3 votos)
Sonho Nº 2 - 04 de Abril de 2016

Acordei hoje bem cedo, levantei, bebi uma água e depois voltei a me deitar. Logo quando deitei comecei a ouvir uma voz, como a de um narrador contando uma história. Até aí nada anormal, eu estava com muito sono, quase dormindo e como costumo ficar criando histórias na minha cabeça, não foi nada a ponto de me despertar. Continuei ouvindo o narrador até um momento em que ele falou em tom de suspence:
“- até que de repente.....” daí ouvi o grito “raseeengan!!!”


Isso acima é o tal "Rasengan" pra quem não conhece entender mais ou menos. É mais ou menos como uma bola de ar que fica girando na sua mão.

Quando observei eu já estava de pé na área de serviço de casa acertando o bendito rasengan na parede. A parede desabou e fechei meus olhos.
Quando olhei novamente já estava na sala de casa, sentado no sofá, nessa situação a primeira coisa que me veio a mente foi:

“-Isso é um sonho?”  Olhei pra minhas mãos e elas estavam turvas, então conclui que estava sonhando, mas para confirmar tentei fazer outro Rasengan e consegui.

Olhei em volta da sala e tudo estava bem escuro, como se fosse noite e a maioria das coisas estava pouco nítida graças a escuridão. Resolvi tentar usar algumas das tecnicas que lí no fórum. Tentei esfregar as mãos, apertar a língua contra o céu da boca,  falar “claridade”, mas não importava  o que eu tentasse tudo continuava escuro. Olhei para trás, onde fica a janela e ví que estava chovendo muito, era como uma daquelas tempestades dos filmes de terror ou suspence, o céu estava bem negro e cheio de núvens. Pensei comigo:

“ -Tenho que saír daqui e dentro e ir para um lugar melhor”

Comecei a levitar e tentei atravessar o teto, bom primeiro passei pelo forro e senti certa dificuldade então pensei, vou acertar outro Rasengan ( imagino que vocês já devem estar cançados dele kkkk), vou acertar outro rasengan no teto e acho que dá pra destrui-lo e sair por ele. Preparei um em cada mão e acertei ambos no telhado, mas aí a minha brilhante ideia começou a dar errado. Acontece que o teto parecia ser feito com o mesmo material de uma cama elástica e as telhas de cerâmica na verdade eram pintadas nele. Então comecei a empurrar os ataques contra aquela lona elástica e senti o pesso daquilo em meus braços até que consegui parti-la.

Quando finalmente saí no telhado o céu já estava claro com um belo azul, também era possível ver o briho do sol incidindo, mas ainda chovia uma garoa fraquinha. Decidi voar mas enquanto eu fazia isso, me virei de costas e fiquei olhando pro céu, como se estivesse boiando numa piscina o calor do sol era amenizado pelas gotinhas refrescantes da garoa.sono  Quando me dei por conta já estava dormindo e o sonho foi de desfazendo eu acho.


Daí acordei novamente na área de serviço de minha casa, mas lembrando agora, nesse momento eu já não estava mais lúcido ou estava e decidi seguir o caminho do sonhos. (?) Bom, eu estava no meu corpo de quando tinha uns 10 anos e usava uma toalha amarrada no pescoço como uma capa. Apontei pro teto e gritei:
 “-Se escondam, o meteóro está vindo!!” depois disse também “-Eu vou para-lo”

E fiz aquela pose de super-herói voando (kkk). Quando ví isto fiquei lúcido novamente, pois era uma ideia de um sonho, tentar parar um meteoro ou um objeto pesado enquando vôo.


Mas ao perceber aquela cena ridícula de engraçada acabei  perdendo a concentração e acordando. neutro


Última edição por Pyros em Sex Out 28, 2016 2:32 pm, editado 2 vez(es)
avatar
Mensagens : 1273
Pontos : 3222
Honra : 657
Data de inscrição : 06/07/2015
Localização : Alemanha
Sonhos Lúcidos :
222 / 999222 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonho Lúcidos de Pyros

em Ter Abr 05, 2016 3:06 pm
Pyros, eu também gostava muito de contar meus sonhos para minha mãe e minhas amigas e esse hábito me ajudou a desenvolver uma boa memória. Antes de frequentar o fórum, eu nunca tinha anotado um sonho, mas eu sempre me lembrei deles. Aliás, eu tenho esse hábito até hoje. Meu marido é ouvinte da vez. hahaha! gargalhada

Você se saiu muito bem nos seus dois sonhos lúcidos. Manteve o controle, raciocinou bem, tentou resolver o problema da sua amiga e até gerou uma bola de energia poderosa "Rasengan". iori  

Bom, sobre as técnicas de aprofundamento, elas podem falhar mesmo. Às vezes acontece comigo também. Uma dica: ao ficar lúcido procure explorar o local onde você está. Toque em objetos, sinta a textura, tente sentir um odor ou comer algo. Use todos os sentidos. Isso te ajudará a se aprofundar mais no sonho.
É isso aí! certo
avatar
Mensagens : 386
Pontos : 1479
Honra : 199
Data de inscrição : 04/03/2016
Idade : 20
Localização : Brasil
Sonhos Lúcidos :
29 / 99929 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonho Lúcidos de Pyros

em Ter Abr 05, 2016 8:13 pm
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
Königin escreveu:
Pyros, eu também gostava muito de contar meus sonhos para minha mãe e minhas amigas e esse hábito me ajudou a desenvolver uma boa memória. Antes de frequentar o fórum, eu nunca tinha anotado um sonho, mas eu sempre me lembrei deles. Aliás, eu tenho esse hábito até hoje. Meu marido é ouvinte da vez. hahaha! gargalhada

Você se saiu muito bem nos seus dois sonhos lúcidos. Manteve o controle, raciocinou bem, tentou resolver o problema da sua amiga e até gerou uma bola de energia poderosa "Rasengan". iori  

Bom, sobre as técnicas de aprofundamento, elas podem falhar mesmo. Às vezes acontece comigo também. Uma dica: ao ficar lúcido procure explorar o local onde você está. Toque em objetos, sinta a textura, tente sentir um odor ou comer algo. Use todos os sentidos. Isso te ajudará a se aprofundar mais no sonho.
É isso aí! certo

Vlw pelas dicas  Mestra Königin. certo

Minha dificuldade é que eu sempre fico animado demais quando tenho um sonho lúcido, daí tento ficar calmo para que não acorde, só que fico tão preocupado em ficar calmo que acabo deixando de interagir com o sonho e me levando por ele. Mas me esforçarei da próxima vez.

A tem mais uma coisa, a história do Rasengan. Eu sempre li nos diários de vocês que é difícil criar coisas do nada nos sonhos, então fiquei pensando em algo simples para fazer surgir do nada quando ficasse lúcido, lembrei desse poder do desenho naruto que eu assistia no sbt quando era moleque e tive a ideia de em alguns momentos do dia ficar olhando para minha mão imaginando a esfera de energia girando em minha mão. Bom as coisas não saíram bem como eu planejei já que nunca sei qual o efeito que ele tem no sonho, mas percebi que sempre que eu o vejo em um sonho isso me deixa lúcido. lol
avatar
Mensagens : 1273
Pontos : 3222
Honra : 657
Data de inscrição : 06/07/2015
Localização : Alemanha
Sonhos Lúcidos :
222 / 999222 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonho Lúcidos de Pyros

em Qui Abr 07, 2016 12:49 pm
Mestra, eu? Hehehe... Ainda tenho muito que aprender sobre sonhos lúcidos. gargalhada leitura
Eu também ficava muito empolgada, quando estava num sonho lúcido e isso gerava um paradoxo: Eu tinha vontade de fazer tudo o que desejava e ao mesmo tempo não sabia o que fazer. Então, passei a seguir um ritual, primeira coisa explorar o ambiente e tento me lembrar da minha lista de desafios. Caso nao de certo da lista, eu deixo o sonho seguir seu curso e passo a improvisar, conforme os acontecimentos vão surgindo.
Se o Ragensan está te ajudando a ficar lúcido nos sonhos, continue usando. Por algum tempo eu usei uma moeda e ela me ajudou muito a ter sonhos lúcidos.
avatar
Mensagens : 386
Pontos : 1479
Honra : 199
Data de inscrição : 04/03/2016
Idade : 20
Localização : Brasil
Sonhos Lúcidos :
29 / 99929 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonho Lúcidos de Pyros

em Seg Abr 11, 2016 11:52 am
Königin escreveu:
Mestra, eu? Hehehe... Ainda tenho muito que aprender sobre sonhos lúcidos.  gargalhada  leitura
Eu também ficava muito empolgada, quando estava num sonho lúcido e isso gerava um paradoxo: Eu tinha vontade de fazer tudo o que desejava e ao mesmo tempo não sabia o que fazer. Então, passei a seguir um ritual, primeira coisa explorar o ambiente e tento me lembrar da minha lista de desafios. Caso nao de certo  da lista, eu deixo o sonho seguir seu curso e passo a improvisar, conforme os acontecimentos vão surgindo.
Se o Ragensan está te ajudando a ficar lúcido nos sonhos, continue usando. Por algum tempo eu usei uma moeda e ela me ajudou muito a ter sonhos lúcidos.

Desculpa a demora pra responder aqui Königin, é que comecei a ler os outros vários diários que tem no fórum e acabei por não visitar meu próprio diário kkkk. Eu comecei a criar uma lista do que quero fazer, mas ainda estou com dificuldade de ter sonhos por não ter iniciado uma técnica ainda, então meus sonhos lúcidos são meio espontâneos e rápidos ou eu deixo me levar sem controla-los melhor. Mas com as dicas que peguei vou tentar dar um up nisso. dança
avatar
Mensagens : 386
Pontos : 1479
Honra : 199
Data de inscrição : 04/03/2016
Idade : 20
Localização : Brasil
Sonhos Lúcidos :
29 / 99929 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Navegando em águas estranhas

em Seg Abr 11, 2016 12:01 pm
Reputação da mensagem: 100% (2 votos)
Sonho Nº 3 - 11 de Abril de 2016

Acordei depois de umas 6 horas de sono e resolvi voltar a dormir para tentar algum sonho lúcido, demorei um pouco e de repente eu já estava viajando para algum lugar nos sonhos, aliás eu fazia parte de um excursão. Estávamos em um hotel fazenda e eu percebi que o hotel estava bem cheio pois tinha pessoas pra todo o lado e de tudo que é tipo. Comecei a procurar onde estava o meu quarto de hotel até me deparar com um corredor cheio de quartos. Fui abrindo porta por porta até que em uma delas  encontrei um amigo que fiz em uma excursão a uns 2 anos, ele estava dormindo e o quarto dele estava cheio de pessoas, algumas eu conhecia já outras não e todas estavam caídas pelos cantos como se estivessem desmaiadas.  suspeito
Nesse momento fui tomado por um cansaço enorme e me escorei na parede, mas mesmo assim continuei a deslizar até cair no chão quase pegando no sono. sono
Daí pensei comigo: “Quando eu sonhar saberei que estou sonhando” pois pensava que aquilo estava realmente acontecendo e eu ia dormir de verdade.
Nesse momento, exatamente quando fechei os olhos no sonho, eu não sei explicar direito o que aconteceu, não sei dizer se tive um falso despertar ou despertei realmente. De qualquer forma, percebendo que já não estava mais naquele sonho, fiquei imóvel e de olhos fechado assim como a Königin havia me recomendado para eu tentar uma reentrada, mas desta vez lúcido, na minha cabeça só conseguia pensar em ficar lúcido quando voltasse ao sonho.
Enquanto eu estava assim comecei a sentir um forte vento vindo do meu lado mas ignorei-o, de repente começo a sentir a cama balançar como se eu estivesse em um barquinho no meio do mar e as ondas ficassem balançando ele. Comecei a pensar:
“-Será que estou em um barco!?”
De repente começo a ouvir algumas pessoas cantando :
“-Yô - Yô - Yô –Yô um pirata eu sou... Yô - Yô - Yô –Yô um pirata eu sou.”
Daí decidi abrir os olhos e percebo que eu estou em um barco pirata bem no estilo Piratas do Caribe. Mas ao olhar ao redor não consegui ver a tripulação, embora ainda os ouvisse cantar. O vento que havia sentido antes era o vento abrasador que impulsionava o barco e pelo visto uma tempestade estava chegando. Também vi que as velas deste barco eram sem cores ou descoradas, ao olhar em direção onde ficava o timão consegui ver o capitão, era um homem alto e sisudo e estava olhando seriamente a frente como se estivesse pronto para matar alguém. Decidi então olhar na mesma direção que ele para saber o que fazia ele ter aquele olhar matador.
Foi nesse momento que observei um evento que com certeza vai ficar marcado em minha memória. Eu vi uma onda colossal que tinha no mínimo 5-7 vezes o tamanho de nossa embarcação (e olha que o barco já era incrivelmente grande). Ainda mais, acima da onda, em sua crista havia três naus com velas vermelhas da mesma intensidade que o sangue.

Tudo isto vindo em nossa direção, admito que mesmo lúcido fiquei sem reação. Lembro de sentir o navio se inclinar para começar a subir aquela onda colossal mas depois daí não me lembro de mais nada.
Não lembro de ter acordado pois lembro de ter tido outros sonhos depois desses ou talvez tenha sido uma continuação deste mesmo.


Última edição por Pyros em Sex Out 28, 2016 2:36 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Mensagens : 233
Pontos : 1336
Honra : 72
Data de inscrição : 26/12/2015
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonho Lúcidos de Pyros

em Dom Abr 17, 2016 4:09 pm
Olá Pyros, gostei bastante dos seus relatos, principalmente do sonho em que a parede desabou quando você acertou o Rasengan.  gargalhada

Em relação ao sonho do hotel, também já fiz muito isso de não perceber que estou sonhando e acabo indo dormir no próprio sonho, mas na maioria das vezes eu acordo de verdade e desperdiço o sonho inteiro. Essa parte da onda no final do seu sonho deve ter sido desesperadora, acho que eu ia acabar pulando na água ou fechando os olhos pra tentar mudar de sonho. Achei engraçada a musiquinha dos piratas.
avatar
Mensagens : 386
Pontos : 1479
Honra : 199
Data de inscrição : 04/03/2016
Idade : 20
Localização : Brasil
Sonhos Lúcidos :
29 / 99929 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonho Lúcidos de Pyros

em Sab Abr 23, 2016 1:33 pm
Érika escreveu:Olá Pyros, gostei bastante dos seus relatos, principalmente do sonho em que a parede desabou quando você acertou o Rasengan.  gargalhada

Em relação ao sonho do hotel, também já fiz muito isso de não perceber que estou sonhando e acabo indo dormir no próprio sonho, mas na maioria das vezes eu acordo de verdade e desperdiço o sonho inteiro. Essa parte da onda no final do seu sonho deve ter sido desesperadora, acho que eu ia acabar pulando na água ou fechando os olhos pra tentar mudar de sonho. Achei engraçada a musiquinha dos piratas.

Yo Érika, maus por não ter respondido antes. A parte da onda foi realmente assustadora, eu tinha certeza que estava sonhando, mas sabe quando você não consegue ter reação nenhuma diante de algo, foi exatamente isso que aconteceu. A musica dos piratas foi engraçada mesmo, mas assustador foi ouvir ela sem ter ninguém lá pra cantar kkkk gargalhada
avatar
Mensagens : 2531
Pontos : 5587
Honra : 1043
Data de inscrição : 12/06/2013
Localização : Bahia
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonho Lúcidos de Pyros

em Dom Abr 24, 2016 3:13 pm
Pyros escreveu:
Pyros escreveu:     Acordei depois de umas 6 horas de sono e resolvi voltar a dormir para tentar algum sonho lúcido, demorei um pouco e de repente eu já estava viajando para algum lugar nos sonhos, aliás eu fazia parte de um excursão. Estávamos em um hotel fazenda e eu percebi que o hotel estava bem cheio pois tinha pessoas pra todo o lado e de tudo que é tipo. Comecei a procurar onde estava o meu quarto de hotel até me deparar com um corredor cheio de quartos. Fui abrindo porta por porta até que em uma delas  encontrei um amigo que fiz em uma excursão a uns 2 anos, ele estava dormindo e o quarto dele estava cheio de pessoas, algumas eu conhecia já outras não e todas estavam caídas pelos cantos como se estivessem desmaiadas.  suspeito
Nesse momento fui tomado por um cansaço enorme e me escorei na parede, mas mesmo assim continuei a deslizar até cair no chão quase pegando no sono. sono
Daí pensei comigo: “Quando eu sonhar saberei que estou sonhando” pois pensava que aquilo estava realmente acontecendo e eu ia dormir de verdade.
Nesse momento, exatamente quando fechei os olhos no sonho, eu não sei explicar direito o que aconteceu, não sei dizer se tive um falso despertar ou despertei realmente. De qualquer forma, percebendo que já não estava mais naquele sonho, fiquei imóvel e de olhos fechado assim como a Königin havia me recomendado para eu tentar uma reentrada, mas desta vez lúcido, na minha cabeça só conseguia pensar em ficar lúcido quando voltasse ao sonho.
Enquanto eu estava assim comecei a sentir um forte vento vindo do meu lado mas ignorei-o, de repente começo a sentir a cama balançar como se eu estivesse em um barquinho no meio do mar e as ondas ficassem balançando ele. Comecei a pensar:
“-Será que estou em um barco!?”
De repente começo a ouvir algumas pessoas cantando :
“-Yô - Yô - Yô –Yô um pirata eu sou... Yô - Yô - Yô –Yô um pirata eu sou.”
Daí decidi abrir os olhos e percebo que eu estou em um barco pirata bem no estilo Piratas do Caribe. Mas ao olhar ao redor não consegui ver a tripulação, embora ainda os ouvisse cantar. O vento que havia sentido antes era o vento abrasador que impulsionava o barco e pelo visto uma tempestade estava chegando. Também vi que as velas deste barco eram sem cores ou descoradas, ao olhar em direção onde ficava o timão consegui ver o capitão, era um homem alto e sisudo e estava olhando seriamente a frente como se estivesse pronto para matar alguém. Decidi então olhar na mesma direção que ele para saber o que fazia ele ter aquele olhar matador.
Foi nesse momento que observei um evento que com certeza vai ficar marcado em minha memória. Eu vi uma onda colossal que tinha no mínimo 5-7 vezes o tamanho de nossa embarcação (e olha que o barco já era incrivelmente grande). Ainda mais, acima da onda, em sua crista havia três naus com velas vermelhas da mesma intensidade que o sangue.

Tudo isto vindo em nossa direção, admito que mesmo lúcido fiquei sem reação. Lembro de sentir o navio se inclinar para começar a subir aquela onda colossal mas depois daí não me lembro de mais nada.
Não lembro de ter acordado pois lembro de ter tido outros sonhos depois desses ou talvez tenha sido uma continuação deste mesmo.
Rapaz, pela descrição que você deu, essa onda gigante deve ter sido assustadora. medo

Quando morei no litoral, há alguns anos atrás, de vez em quando eu sonhava com ondas gigantes invadindo as praias e destruindo as casas da vizinhança. Alguns sonhos era tão realísticos que, lá no sonho, eu chegava a chorar de tristeza quando via o mar a minha casa. Esse tipos de sonhos sempre foram meio traumatizastes pra mim. gargalhada
avatar
Mensagens : 386
Pontos : 1479
Honra : 199
Data de inscrição : 04/03/2016
Idade : 20
Localização : Brasil
Sonhos Lúcidos :
29 / 99929 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonho Lúcidos de Pyros

em Dom Abr 24, 2016 11:38 pm
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
Ramon escreveu:
Pyros escreveu:

Pyros escreveu:     Acordei depois de umas 6 horas de sono e resolvi voltar a dormir para tentar algum sonho lúcido, demorei um pouco e de repente eu já estava viajando para algum lugar nos sonhos, aliás eu fazia parte de um excursão. Estávamos em um hotel fazenda e eu percebi que o hotel estava bem cheio pois tinha pessoas pra todo o lado e de tudo que é tipo. Comecei a procurar onde estava o meu quarto de hotel até me deparar com um corredor cheio de quartos. Fui abrindo porta por porta até que em uma delas  encontrei um amigo que fiz em uma excursão a uns 2 anos, ele estava dormindo e o quarto dele estava cheio de pessoas, algumas eu conhecia já outras não e todas estavam caídas pelos cantos como se estivessem desmaiadas.  suspeito
Nesse momento fui tomado por um cansaço enorme e me escorei na parede, mas mesmo assim continuei a deslizar até cair no chão quase pegando no sono. sono
Daí pensei comigo: “Quando eu sonhar saberei que estou sonhando” pois pensava que aquilo estava realmente acontecendo e eu ia dormir de verdade.
Nesse momento, exatamente quando fechei os olhos no sonho, eu não sei explicar direito o que aconteceu, não sei dizer se tive um falso despertar ou despertei realmente. De qualquer forma, percebendo que já não estava mais naquele sonho, fiquei imóvel e de olhos fechado assim como a Königin havia me recomendado para eu tentar uma reentrada, mas desta vez lúcido, na minha cabeça só conseguia pensar em ficar lúcido quando voltasse ao sonho.
Enquanto eu estava assim comecei a sentir um forte vento vindo do meu lado mas ignorei-o, de repente começo a sentir a cama balançar como se eu estivesse em um barquinho no meio do mar e as ondas ficassem balançando ele. Comecei a pensar:
“-Será que estou em um barco!?”
De repente começo a ouvir algumas pessoas cantando :
“-Yô - Yô - Yô –Yô um pirata eu sou... Yô - Yô - Yô –Yô um pirata eu sou.”
Daí decidi abrir os olhos e percebo que eu estou em um barco pirata bem no estilo Piratas do Caribe. Mas ao olhar ao redor não consegui ver a tripulação, embora ainda os ouvisse cantar. O vento que havia sentido antes era o vento abrasador que impulsionava o barco e pelo visto uma tempestade estava chegando. Também vi que as velas deste barco eram sem cores ou descoradas, ao olhar em direção onde ficava o timão consegui ver o capitão, era um homem alto e sisudo e estava olhando seriamente a frente como se estivesse pronto para matar alguém. Decidi então olhar na mesma direção que ele para saber o que fazia ele ter aquele olhar matador.
Foi nesse momento que observei um evento que com certeza vai ficar marcado em minha memória. Eu vi uma onda colossal que tinha no mínimo 5-7 vezes o tamanho de nossa embarcação (e olha que o barco já era incrivelmente grande). Ainda mais, acima da onda, em sua crista havia três naus com velas vermelhas da mesma intensidade que o sangue.

Tudo isto vindo em nossa direção, admito que mesmo lúcido fiquei sem reação. Lembro de sentir o navio se inclinar para começar a subir aquela onda colossal mas depois daí não me lembro de mais nada.
Não lembro de ter acordado pois lembro de ter tido outros sonhos depois desses ou talvez tenha sido uma continuação deste mesmo.
Rapaz, pela descrição que você deu, essa onda gigante deve ter sido assustadora. medo

Quando morei no litoral, há alguns anos atrás, de vez em quando eu sonhava com ondas gigantes invadindo as praias e destruindo as casas da vizinhança. Alguns sonhos era tão realísticos que, lá no sonho, eu chegava a chorar de tristeza quando via o mar a minha casa. Esse tipos de sonhos sempre foram meio traumatizastes pra mim. gargalhada

Engraçado, eu não sou de sonhar com o mar... é bem verdade que eu tenha um pouco de receio com a ideia de ficar em alto mar, mas ainda assim não chega a ser nada que afete os meus sonhos. Mas vou te contar aquela vista que tive foi assustadoramente bela. Fiquei chateado de não ter feito nada para continuar no sonho, vai que eu poderia ter uma aventura pirata no maior estilo Piratas do Caribe? kkkkkk lol
avatar
Mensagens : 2531
Pontos : 5587
Honra : 1043
Data de inscrição : 12/06/2013
Localização : Bahia
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonho Lúcidos de Pyros

em Seg Abr 25, 2016 12:48 am
Pyros escreveu:
Engraçado, eu não sou de sonhar com o mar... é bem verdade que eu tenha um pouco de receio com a ideia de ficar em alto mar, mas ainda assim não chega a ser nada que afete os meus sonhos. Mas vou te contar aquela vista que tive foi assustadoramente bela. Fiquei chateado de não ter feito nada para continuar no sonho, vai que eu poderia ter uma aventura pirata no maior estilo Piratas do Caribe? kkkkkk
Você podia ter sobrevoado por cima da onda, igual o superman ou virar o Aquaman e mergulhar na onda. Mas aí o sonho não ia ser mais no estilo dos Piratas do Caribe, ia ser no estilo a Liga da Justiça.  gargalhada
avatar
Mensagens : 386
Pontos : 1479
Honra : 199
Data de inscrição : 04/03/2016
Idade : 20
Localização : Brasil
Sonhos Lúcidos :
29 / 99929 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonho Lúcidos de Pyros

em Seg Abr 25, 2016 11:30 am
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
Ramon escreveu:
Pyros escreveu:
Engraçado, eu não sou de sonhar com o mar... é bem verdade que eu tenha um pouco de receio com a ideia de ficar em alto mar, mas ainda assim não chega a ser nada que afete os meus sonhos. Mas vou te contar aquela vista que tive foi assustadoramente bela. Fiquei chateado de não ter feito nada para continuar no sonho, vai que eu poderia ter uma aventura pirata no maior estilo Piratas do Caribe? kkkkkk
Você podia ter sobrevoado por cima da onda, igual o superman ou virar o Aquaman e mergulhar na onda. Mas aí o sonho não ia ser mais no estilo dos Piratas do Caribe, ia ser no estilo a Liga da Justiça.  gargalhada

Verdade... eu ainda preciso melhorar muito. Mau consigo controlar os sonhos que eu tenho... o único que eu tive um real controle foi o primeiro, mas fui afetado pela preocupação em salvar minha amiga. Acho que por um lado foi bom que me motivou, mas por outro lado foi ruim porque eu não tirei tempo pra fazer mais coisas.

Ultimamente não estou tendo nenhum sonho lúcido, mas estou lembrando bastante dos vários sonhos não lúcidos que eu tenho durante a noite, acho que isso é graças a técnica que envolve meditação. Estou ansioso para ter algum sonho lúcido logo logo xD.
avatar
Mensagens : 1273
Pontos : 3222
Honra : 657
Data de inscrição : 06/07/2015
Localização : Alemanha
Sonhos Lúcidos :
222 / 999222 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonho Lúcidos de Pyros

em Seg Abr 25, 2016 1:29 pm

Ahoy, Pirata!
Você conseguiu fazer uma reentrada e foi direto para um sonho lúcido. ressalto Por um instante, achei que o capitão do barco estivesse encarando uma baleia gigante...hehehe, mas a onda enorme me surpreendeu. Ela é mais assustadora. Já sonhei com uma grande onda vindo em minha direção e assim como você, eu fiquei paralisada, só esperando ela me atingir. medo
avatar
Mensagens : 386
Pontos : 1479
Honra : 199
Data de inscrição : 04/03/2016
Idade : 20
Localização : Brasil
Sonhos Lúcidos :
29 / 99929 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonho Lúcidos de Pyros

em Qua Abr 27, 2016 8:29 am
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
Königin escreveu:

Ahoy, Pirata!
Você conseguiu fazer uma reentrada e foi direto para um sonho lúcido. ressalto Por um instante, achei que o capitão do barco estivesse encarando uma baleia gigante...hehehe, mas a onda enorme me surpreendeu. Ela é mais assustadora. Já sonhei com uma grande onda vindo em minha direção e assim como você, eu fiquei paralisada, só esperando ela me atingir.  medo  

Sim Königin lol , reentrada conseguida com sucesso. Eu peguei uma dica que você me deu e tratei de gravar ela. Fora isso... ondas são meu ponto fraco, quando vi aquela parede de água gigantesca nem o rasengan me ajudou, perdi a lucidez na hora...
avatar
Mensagens : 1273
Pontos : 3222
Honra : 657
Data de inscrição : 06/07/2015
Localização : Alemanha
Sonhos Lúcidos :
222 / 999222 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonho Lúcidos de Pyros

em Qui Abr 28, 2016 10:17 am
Às vezes o medo nos congela e não conseguimos pensar em mais nada. Da próxima vez, tente usar uma rota de fuga. Eu por exemplo, quando percebo que algo no sonho vai dar errado, eu me jogo de costas no chão e afundo nele e vou parar em um outro cenário. Rodar feito um píão também funciona. certo
avatar
Mensagens : 2531
Pontos : 5587
Honra : 1043
Data de inscrição : 12/06/2013
Localização : Bahia
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonho Lúcidos de Pyros

em Sex Abr 29, 2016 2:22 pm
Pyros escreveu escreveu:Verdade... eu ainda preciso melhorar muito. Mau consigo controlar os sonhos que eu tenho... o único que eu tive um real controle foi o primeiro, mas fui afetado pela preocupação em salvar minha amiga. Acho que por um lado foi bom que me motivou, mas por outro lado foi ruim porque eu não tirei tempo pra fazer mais coisas.

Ultimamente não estou tendo nenhum sonho lúcido, mas estou lembrando bastante dos vários sonhos não lúcidos que eu tenho durante a noite, acho que isso é graças a técnica que envolve meditação. Estou ansioso para ter algum sonho lúcido logo logo xD.
Todos nós passamos por essa dificuldade de controlar os sonhos. E sempre que acordamos de um sonho lúcido, acordamos com aquela sensação de que podíamos ter aproveitado pra fazer mais coisas no sonho. Mas, ter essa sensação é bom e nos ajuda, de pouquinho em pouquinho, a adquirir mais experiência em cada sonho lúcido.

Você está indo muito bem, Pyros. Está conseguindo lembrar cada vez mais dos seus sonhos e está instigado pra ter o próximo sonho lúcido logo logo. E vai conseguir, boto fé que vai. certo
avatar
Mensagens : 386
Pontos : 1479
Honra : 199
Data de inscrição : 04/03/2016
Idade : 20
Localização : Brasil
Sonhos Lúcidos :
29 / 99929 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Voltando ao passado

em Sab Maio 14, 2016 9:04 am
Reputação da mensagem: 100% (3 votos)
Sonho Nº 4 - 14 de Maio de 2016

Olá galera, bom, vou relatar este sonho lúcido um pouco bizarro que tive agora pela manhã.

Antes de tudo, estou fazendo uso do método Cat e hoje foi o meu primeiro dia. Acontece que eu sou acostumado a acordar muito tarde, salvo os dias que por algum motivo eu não durmo nada durante noite, então já devem imaginar que essa técnica se torna um pouco massiva nos primeiros dias. Então, hoje acordei espontaneamente as 6:35 e decidi permanecer acordado. Me alimentei e fui ler um livro mesmo me sentindo ainda sonolento. Às 7:20 eu decidi tirar um cochilo rápido e foi aí que começou o meu sonho.

Não lembro o começo dele, mas lembro de um momento em que estava no portão de minha casa esperando alguém responder a sirene que eu tinha tocado e abri-lo. Comigo estava uma amiga que já tinha aparecido em outros sonhos, ela se inclinou para perto de mim e falou algo em meu ouvido, não lembro o que foi, mas foi o bastante para eu ter um falso despertar.

Olhei para os lados pensando que tinha acordado, mas de repente bem na minha frente ouve uma mudança de cenário, mas esta ocorreu da seguinte forma que tentarei explicar do jeito mais simples possível: Sabe aquelas cenas de filme quando se queima um papel e por de baixo dele havia outro papel. Sendo assim enquanto o primeiro se queima você consegue ver o que tem por traz, que é o segundo.


Bom, foi esta a transição que ocorreu, eu pensava ter acordado, mas de repente o que via em minha frente começou a pegar fogo, como se todo aquele espaço que fazia parte do fundo de meu quarto fosse apenas uma tela. Enquanto isso ocorria eu conseguia visualizar outro local por de traz do primeiro, ele foi se expandindo até que apareci nele.

Estava então em meu quarto na minha infância, com a diferença que estava um pouco maior pensei pelo primeiro momento. Mas na verdade eu que estava menor, eu estava de volta aos meus 7-9 anos de idade, usava um pijama e havia acabado de acordar. Me levantei da cama e olhei para frente onde conseguia ver meus pais arrumando algumas malas, eles conversavam sobre alguns equipamentos que seria necessário levaram para algum lugar. Antes de ir falar com eles eu me lembrei que já havia acordado antes e não havia voltado a dormir então como poderia ter acordado novamente??? Foi nesse momento que fiquei lúcido e para testar olhei para minha mão e tentei fazer o Rasengan esperando não ter muito sucesso, mas consegui faze-lo, embora desta vez ele girasse numa velocidade bem menor que o de costume e tivesse uma cor mais escura. Desfiz ele e fiquei imaginando o que poderia fazer. Eu tinha duas ideias em mente, poderia testar a técnica do grande corredor ou tentar conversar com os personagens de meu sonho. Pensei em fazer a segunda ideia antes, pois imaginei que o corredor poderia desestabilizar o meu sonho.

Cheguei então perto de meus pais e vi que eu realmente estava menor em relação a eles. Ambos estavam muito distraídos fazendo as malas a ponto de não verem o filho deles enquanto fazia bolas de energia (rasengans). Cheguei perto de minha mãe e perguntei a ela:

"-Mãe,onde está o vovô?" Ela olhou diretamente para min como se desaprovasse a minha pergunta e logo depois fez que não tinha ouvido, me ignorou por completo e voltou a mexer na mala. Não muito contente com isso resolvi ir falar com meu pai, cheguei perto dele e falei a mesma coisa...
"-Pai, onde está o vovô?" Ele parou olhou para min, me pegou nos braço e sentou em algum lugar comigo no colo e respondeu de uma forma até muito paternal.
"-Não filho, não sei onde está o vovô". Senti um certo pesar na forma como ele falou, não consegui peguntar nada novamente já que alguns segundos depois tive outro falso despertar.

Chateado me preparei para me levantar e quando olhei para o lado vi meus pais arrumando as malas, só que desta vez no meu quarto atual. Estava tendo o mesmo sonho novamente só que não mais no corpo de criança. Daí um homem no monitor de meu computador começou a falar que a cobaia havia acordado e atrapalhado o teste e que ela deveria ser colocada para dormir novamente. Nesse momento fui tomado por um cansaço como se tivessem injetado um tranquilizante de animal em mim e caí na cama, quando acordei pela terceira vez, fiz um RC e desta vez havia acordado realmente.

Este foi o meu sonho, claro e óbvio ouve um motivo para eu fazer a pergunta que fiz, como a explicação pode ser um pouco chata achei melhor não explicar ele aqui, mas se quiserem saber só perguntarem aí que eu respondo assim como qualquer duvida. No mais boa leitura xD


Última edição por Pyros em Sex Out 28, 2016 2:51 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Mensagens : 1273
Pontos : 3222
Honra : 657
Data de inscrição : 06/07/2015
Localização : Alemanha
Sonhos Lúcidos :
222 / 999222 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonho Lúcidos de Pyros

em Ter Maio 24, 2016 6:20 pm
Seu sonho foi muito curioso, Pyros. Vou te perguntar, mas não precisa responder, caso falar sobre o assunto seja desconfortável. Seu avô faleceu quando você era criança? E esse diálogo com seus pais aconteceu de verdade, ou foi somente no sonho?
avatar
Mensagens : 386
Pontos : 1479
Honra : 199
Data de inscrição : 04/03/2016
Idade : 20
Localização : Brasil
Sonhos Lúcidos :
29 / 99929 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonho Lúcidos de Pyros

em Ter Maio 24, 2016 7:33 pm
Königin escreveu:
Seu sonho foi muito curioso, Pyros. Vou te perguntar, mas não precisa responder, caso falar sobre o assunto seja desconfortável. Seu avô faleceu quando você era criança? E esse diálogo com seus pais aconteceu de verdade, ou foi somente no sonho?

Tranquilo Königin, quando eu publiquei o tópico estava meio em duvida sobre falar sobre isso, até porque ainda estava um pouco confuso, mas agora que estou decidido posso falar mais abertamente.

Na vida real meu avô morreu quando eu era mais jovem, pode-se dizer que quando eu era criança ou pré-adolescente. Lembro que quando eu era mais novinho tinha pesadelos sobre ele morrer e tinha muito medo disso. Isso porque meu avô foi praticamente um mentor pra min, embora ele nunca percebeu isso, mas eu gostava demais de passar a maior parte do meu tempo aprendendo alguma coisa que ele me ensinava.

A alguns dias eu tive alguns sonhos não lúcidos relacionados a ele, fiquei curioso pois achava que esse "fantasma" já estava exorcizado, fora isso eu pessoalmente acho que uma das coisas que não se é bom sonhar é com as pessoas que morreram e que nos eram preciosas, acho que isso pode nos tirar do foco na vida real.

Então tomei uma decisão, vou me empenhar na minha cruzada nos meus sonhos para achar meu avô onírico e resolver de vez meus assuntos com eles. Claro que também estou curioso pra saber que tipo de pessoa ele pode ser no mundo onírico. Mas também isso me ajuda a ficar mais focado nos meus sonhos. E quem não gosta de um bom mistério né? lingua
avatar
Mensagens : 361
Pontos : 1807
Honra : 100
Data de inscrição : 18/12/2013
Idade : 21
Localização : ES
Sonhos Lúcidos :
35 / 99935 / 999
Sonhos Comuns :
62 / 99962 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonho Lúcidos de Pyros

em Qua Maio 25, 2016 12:38 pm
OI Pyros , decidi da uma passada no seu diario porque achei que como estava começando eu poderia ver o conteúdo bem rápido ja que tem muita gente nova agora no fórum , mas rapaz até que tem bastante conteudo ja aqui, no primeiro relatado fiquei um pouco surpreso por você conseguir voar numa boa , normalmente pessoas que estão começando ou recomeçando SL tem um pouco de dificuldades pra voar , muito legal você ter o rasengan como meio que um toten ja fiz muitos nos sonhos é sempre divertido , cara uma boa que acho que você deva tentar é dar uma de avatar e tentar controlar os elementos é muito divertido.
No outro você você correu como um felino , tambem sinto mais facilidade pra correr assim as vezes é até engraçado , uma boa aproveitar que ja corre assim talvez tentar descobrir com o seu animal interior subconsciente , sempre acho superlegal quando a cama ou corpo começa se comportar de maneira estranha , e sobre o ultimo , não sei se é porque não tenho muita pratica mas sempre acho impressionante como conversar com as pessoas nos sonhos podem tirar a lucidez não sei se é com todos , mas ja vi acontecer muito por aqui no forum talvez seja o sub tentando tomar controle de novo 'rs. bom SLs pra você, tamo junto.
avatar
Mensagens : 386
Pontos : 1479
Honra : 199
Data de inscrição : 04/03/2016
Idade : 20
Localização : Brasil
Sonhos Lúcidos :
29 / 99929 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonho Lúcidos de Pyros

em Qua Maio 25, 2016 4:57 pm
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
JOSHDS escreveu:OI Pyros , decidi da uma passada no seu diario porque achei que como estava começando eu poderia ver o conteúdo bem rápido ja que tem muita gente nova agora no fórum , mas rapaz até que tem bastante conteudo ja aqui, no primeiro relatado fiquei um pouco surpreso por você conseguir voar numa boa , normalmente pessoas que estão começando ou recomeçando SL tem um pouco de dificuldades pra voar , muito legal você ter o rasengan como meio que um toten ja fiz muitos nos sonhos é sempre divertido , cara uma boa que acho que você deva tentar é dar uma de avatar e tentar controlar os elementos é muito divertido.
No outro você você correu como um felino , tambem sinto mais facilidade pra correr assim as vezes é até engraçado , uma boa aproveitar que ja corre assim talvez tentar descobrir com o seu animal interior subconsciente , sempre acho superlegal quando a cama ou corpo começa se comportar de maneira estranha , e sobre o ultimo , não sei se é porque não tenho muita pratica mas sempre acho impressionante como conversar com as pessoas nos sonhos podem tirar a lucidez não sei se é com todos , mas ja vi acontecer muito por aqui no forum talvez seja o sub tentando tomar controle de novo 'rs.  bom SLs pra você, tamo junto.

Yo Josh, bem vindo ao meu diário maninho xD. Olha valeu pelos conselhos e pode deixar que algo que irei colocar em prática com certeza vai ser dar uma de avatar hahaha. Eu estava pensando em fazer isso, mas estou tendo poucos sonhos ultimamente. Mas espero logo logo ter bons sonhos para contar.
avatar
Mensagens : 1273
Pontos : 3222
Honra : 657
Data de inscrição : 06/07/2015
Localização : Alemanha
Sonhos Lúcidos :
222 / 999222 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonho Lúcidos de Pyros

em Qui Maio 26, 2016 11:04 am
Pyros:

Pyros escreveu:
Königin escreveu:
Seu sonho foi muito curioso, Pyros. Vou te perguntar, mas não precisa responder, caso falar sobre o assunto seja desconfortável. Seu avô faleceu quando você era criança? E esse diálogo com seus pais aconteceu de verdade, ou foi somente no sonho?

Tranquilo Königin, quando eu publiquei o tópico estava meio em duvida sobre falar sobre isso, até porque ainda estava um pouco confuso, mas agora que estou decidido posso falar mais abertamente.

Na vida real meu avô morreu quando eu era mais jovem, pode-se dizer que quando eu era criança ou pré-adolescente. Lembro que quando eu era mais novinho tinha pesadelos sobre ele morrer e tinha muito medo disso. Isso porque meu avô foi praticamente um mentor pra min, embora ele nunca percebeu isso, mas eu gostava demais de passar a maior parte do meu tempo aprendendo alguma coisa que ele me ensinava.

A alguns dias eu tive alguns sonhos não lúcidos relacionados a ele, fiquei curioso pois achava que esse "fantasma" já estava exorcizado, fora isso eu pessoalmente acho que uma das coisas que não se é bom sonhar é com as pessoas que morreram e que nos eram preciosas, acho que isso pode nos tirar do foco na vida real.

Então tomei uma decisão, vou me empenhar na minha cruzada nos meus sonhos para achar meu avô onírico e resolver de vez meus assuntos com eles. Claro que também estou curioso pra saber que tipo de pessoa ele pode ser no mundo onírico. Mas também isso me ajuda a ficar mais focado nos meus sonhos. E quem não gosta de um bom mistério né? lingua


Explicaram-me uma vez, que quando sonhamos com alguém que já faleceu, é porque estamos com algum conflito interno e conscientemente não nos empenhamos em resolver. Por isso, nosso subconsciente busca uma pessoa que muito significou na nossa vida, e trás ela para o sonho, para gerar um complexo de culpa e nos fazer tomar uma atitude para resolver o conflito.
Seu plano em procurar seu avô onírico parece muito bom. Encontros com ele, talvez te ajudará a descobrir mais sobre você mesmo.
Mantenha firme seu plano. certo
avatar
Mensagens : 386
Pontos : 1479
Honra : 199
Data de inscrição : 04/03/2016
Idade : 20
Localização : Brasil
Sonhos Lúcidos :
29 / 99929 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonho Lúcidos de Pyros

em Qui Maio 26, 2016 10:06 pm
Königin escreveu:
Pyros:

Pyros escreveu:
Königin escreveu:
Seu sonho foi muito curioso, Pyros. Vou te perguntar, mas não precisa responder, caso falar sobre o assunto seja desconfortável. Seu avô faleceu quando você era criança? E esse diálogo com seus pais aconteceu de verdade, ou foi somente no sonho?

Tranquilo Königin, quando eu publiquei o tópico estava meio em duvida sobre falar sobre isso, até porque ainda estava um pouco confuso, mas agora que estou decidido posso falar mais abertamente.

Na vida real meu avô morreu quando eu era mais jovem, pode-se dizer que quando eu era criança ou pré-adolescente. Lembro que quando eu era mais novinho tinha pesadelos sobre ele morrer e tinha muito medo disso. Isso porque meu avô foi praticamente um mentor pra min, embora ele nunca percebeu isso, mas eu gostava demais de passar a maior parte do meu tempo aprendendo alguma coisa que ele me ensinava.

A alguns dias eu tive alguns sonhos não lúcidos relacionados a ele, fiquei curioso pois achava que esse "fantasma" já estava exorcizado, fora isso eu pessoalmente acho que uma das coisas que não se é bom sonhar é com as pessoas que morreram e que nos eram preciosas, acho que isso pode nos tirar do foco na vida real.

Então tomei uma decisão, vou me empenhar na minha cruzada nos meus sonhos para achar meu avô onírico e resolver de vez meus assuntos com eles. Claro que também estou curioso pra saber que tipo de pessoa ele pode ser no mundo onírico. Mas também isso me ajuda a ficar mais focado nos meus sonhos. E quem não gosta de um bom mistério né? lingua


Explicaram-me uma vez, que quando sonhamos com alguém que já faleceu, é porque estamos com algum conflito interno e conscientemente não nos empenhamos em resolver. Por isso, nosso subconsciente busca uma pessoa que muito significou na nossa vida, e trás ela para o sonho, para gerar um complexo de culpa e nos fazer tomar uma atitude para resolver o conflito.
Seu plano em procurar seu avô onírico parece muito bom. Encontros com ele, talvez te ajudará a descobrir mais sobre você mesmo.
Mantenha firme seu plano. certo

Com toda certeza eu vou continuar. Além disso mistérios sempre são bons instigadores para nossa mente não é mesmo? xD
avatar
Mensagens : 233
Pontos : 1336
Honra : 72
Data de inscrição : 26/12/2015
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonho Lúcidos de Pyros

em Qui Maio 26, 2016 11:19 pm
Pyros:
Olá galera, bom, vou relatar este sonho lúcido um pouco bizarro que tive agora pela manhã.

Antes de tudo, estou fazendo uso do método Cat e hoje foi o meu primeiro dia. Acontece que eu sou acostumado a acordar muito tarde, salvo os dias que por algum motivo eu não durmo nada durante noite, então já devem imaginar que essa técnica se torna um pouco massiva nos primeiros dias. Então, hoje acordei espontaneamente as 6:35 e decidi permanecer acordado. Me alimentei e fui ler um livro mesmo me sentindo ainda sonolento. Às 7:20 eu decidi tirar um cochilo rápido e foi aí que começou o meu sonho.

Não lembro o começo dele, mas lembro de um momento em que estava no portão de minha casa esperando alguém responder a sirene que eu tinha tocado e abri-lo. Comigo estava uma amiga que já tinha aparecido em outros sonhos, ela se inclinou para perto de mim e falou algo em meu ouvido, não lembro o que foi, mas foi o bastante para eu ter um falso despertar.

Olhei para os lados pensando que tinha acordado, mas de repente bem na minha frente ouve uma mudança de cenário, mas esta ocorreu da seguinte forma que tentarei explicar do jeito mais simples possível: Sabe aquelas cenas de filme quando se queima um papel e por de baixo dele havia outro papel. Sendo assim enquanto o primeiro se queima você consegue ver o que tem por traz, que é o segundo.

Bom, foi esta a transição que ocorreu, eu pensava ter acordado, mas de repente o que via em minha frente começou a pegar fogo, como se todo aquele espaço que fazia parte do fundo de meu quarto fosse apenas uma tela. Enquanto isso ocorria eu conseguia visualizar outro local por de traz do primeiro, ele foi se expandindo até que apareci nele.

Estava então em meu quarto na minha infância, com a diferença que estava um pouco maior pensei pelo primeiro momento. Mas na verdade eu que estava menor, eu estava de volta aos meus 7-9 anos de idade, usava um pijama e havia acabado de acordar. Me levantei da cama e olhei para frente onde conseguia ver meus pais arrumando algumas malas, eles conversavam sobre alguns equipamentos que seria necessário levaram para algum lugar. Antes de ir falar com eles eu me lembrei que já havia acordado antes e não havia voltado a dormir então como poderia ter acordado novamente??? Foi nesse momento que fiquei lúcido e para testar olhei para minha mão e tentei fazer o Rasengan esperando não ter muito sucesso, mas consegui faze-lo, embora desta vez ele girasse numa velocidade bem menor que o de costume e tivesse uma cor mais escura. Desfiz ele e fiquei imaginando o que poderia fazer. Eu tinha duas ideias em mente, poderia testar a técnica do grande corredor ou tentar conversar com os personagens de meu sonho. Pensei em fazer a segunda ideia antes, pois imaginei que o corredor poderia desestabilizar o meu sonho.

Cheguei então perto de meus pais e vi que eu realmente estava menor em relação a eles. Ambos estavam muito distraídos fazendo as malas a ponto de não verem o filho deles enquanto fazia bolas de energia (rasengans). Cheguei perto de minha mãe e perguntei a ela:

"-Mãe,onde está o vovô?" Ela olhou diretamente para min como se desaprovasse a minha pergunta e logo depois fez que não tinha ouvido, me ignorou por completo e voltou a mexer na mala. Não muito contente com isso resolvi ir falar com meu pai, cheguei perto dele e falei a mesma coisa...
"-Pai, onde está o vovô?" Ele parou olhou para min, me pegou nos braço e sentou em algum lugar comigo no colo e respondeu de uma forma até muito paternal.
"-Não filho, não sei onde está o vovô". Senti um certo pesar na forma como ele falou, não consegui peguntar nada novamente já que alguns segundos depois tive outro falso despertar.

Chateado me preparei para me levantar e quando olhei para o lado vi meus pais arrumando as malas, só que desta vez no meu quarto atual. Estava tendo o mesmo sonho novamente só que não mais no corpo de criança. Daí um homem no monitor de meu computador começou a falar que a cobaia havia acordado e atrapalhado o teste e que ela deveria ser colocada para dormir novamente. Nesse momento fui tomado por um cansaço como se tivessem injetado um tranquilizante de animal em mim e caí na cama, quando acordei pela terceira vez, fiz um RC e desta vez havia acordado realmente.

Este foi o meu sonho, claro e óbvio ouve um motivo para eu fazer a pergunta que fiz, como a explicação pode ser um pouco chata achei melhor não explicar ele aqui, mas se quiserem saber só perguntarem aí que eu respondo assim como qualquer duvida. No mais boa leitura xD

Pyros, há um tempo atrás eu também tive alguns sonhos não lúcidos com um familiar que faleceu a pouco tempo, e com uma ajudinha da "mestra" eu consegui fazer ele aparecer em um sonho lúcido para perguntar se ele estava bem, foi uma experiência muito positiva para mim. Espero que você consiga desvendar esse mistério com o seu avô e se tiver bons resultados eu adoraria ler o seu relato.
Conteúdo patrocinado

Re: Diário dos Sonho Lúcidos de Pyros

Ver o tópico anteriorVoltar ao TopoVer o tópico seguinte
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum