Conectar-se
Os membros mais ativos do mês
1 Mensagem - 50%
1 Mensagem - 50%
Votação
Qual a técnica que você utiliza para ficar lúcido?
Teste de Realidade
45% / 15
Totem
15% / 5
Incubação
12% / 4
Gatilho
6% / 2
Gravador de Voz ou Sons Binaurais
6% / 2
Outros
15% / 5
Parceiros
 sonhos=
 sonhos=
 animes=

Compartilhe
Ver o tópico anteriorIr em baixoVer o tópico seguinte
avatar
Mensagens : 20
Pontos : 722
Honra : 6
Data de inscrição : 26/11/2015
Idade : 22
Localização : Ponta Porã
Sonhos Lúcidos :
999 / 999999 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Diário dos Sonhos de Vinícius

em Qui Nov 26, 2015 8:43 pm
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
Olá pessoal meu nome é Vinícius, tenho 20 anos, esta é minha primeira postagem no fórum, e primeiramente queria contar um pouco de mim, para que vocês me conheçam e entendam meus relatos.

Pois bem, quando completei 12 anos sofri por 2 meses um distúrbio do sono que ataca na maioria crianças do sexo masculino, o terrível Terror do sono  medo (o irmão bastardo da paralisia do sono) e era horrível
( se vocês que ja tiveram paralisia do sono, ja acham insuportável, imagina uma coisa 20 vezes pior que acontecia todas as noites) terror do sono é mais ou menos uma situação que você tem pesadelos fortíssimos mas esta em um estado de semi-vigília no qual seu corpo reage( quase todas as vezes) com oque acontece na sua cabeça, os ataques eram tão fortes, que tinham noites que eu nem percebia que surtava, apenas tinha pesadelos indescriptíveis, enquanto meu corpo surtava gritando coisas aleatórias e meus pais não sabiam oque fazer  gargalhada  (mas ca entre nós, eu preferia assim, as vezes que eu ficava consciente, eu tinha aquelas ilusões Hipnagógicas mas muito fortes mesmo, demonios, vozes gritando e talz, e para uma criança de 12 anos era o fim do mundo), minhas tias achavam que eu estava possuído  sim maligno kkkkkkk cheguei a ser internado com suspeita de meningite, logo após isto nunca mais tive quaisquer sinais de terror do sono, tive que frequentar um psicologo por alguns meses, mas os estudos nesta área são muito escaços então resolvi abandonar, só estava perdendo meu tempo indo naquela psicóloga que sabia tanto quanto eu sobre minha situação, como vocês devem estar pensando eu me tornei um garoto meio estranho por algum tempo, foi um trauma muito forte, não me enturmava com outras crianças nem com qualquer outra pessoa, mas a medida que foi passando o tempo me recuperei, bem era oque eu tinha pensado, pois mais ou menos com 13 anos estava eu deitado na minha linda e xerosa caminha sono  quando tento chamar minha mãe e não sai voz nenhuma (que merda é essa? suspeito ), então eu pensei: caramba to morrendo susto  tentei me mexer e nada, e aquela sensação de medo era a pior coisa, bem todo mundo aqui creio eu, deve saber que isso é paralisia do sono, se não sabem podem dar uma olhada no site do fórum -> Paralisia do Sono <- , desde então quase todas as noites tenho paralisia do sono dança  transformei isto em uma coisa boa, adrenalina a mil na hora do pico de paralisia guitar  mas foi depois dos 18 anos que fui pesquisar, e descobri que tenho paralisia do sono cronica e venho sendo muito bom na tecnica WILD (muito bom mesmo) o único probleminha é que tenho muita ilusão auditiva e cara aquilo é muito, muito assustador, sabe aquela sensação (arrepio) de quando alguém sussurra no seu cangote? então as vozes vem acompanhada disso olha a cara , fora muitas ilusões que senti, dor(perfurando), derretendo, flutuando, entrando no colchão e talz, enfim, esta primeira parte foi apenas para vocês conhecerem minha historia de amor entre eu e minha querida paralisia do sono, obrigado se você leu até aqui brindar  se alguém ler eu posto meus relatos de paralisia e os pesadelos que me vejo dentro, tenho muitos sonhos lúcidos mas acho que esta sessão do fórum não é a certa, Obrigado certo .


Vinícius Nascimento, estudante de medicina e onironauta.


Última edição por Reizen Endler em Seg Jan 16, 2017 11:29 pm, editado 2 vez(es) (Razão : Pequeno erro de ortografia)
avatar
Mensagens : 20
Pontos : 722
Honra : 6
Data de inscrição : 26/11/2015
Idade : 22
Localização : Ponta Porã
Sonhos Lúcidos :
999 / 999999 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Vinícius

em Qui Nov 26, 2015 10:47 pm
Então la vai queridos. ( se preparem, meus sonhos normais são uma merda lingua )

Hoje de tarde chegando da faculdade fui tirar uma soneca depois do almoço apliquei a técnica WILD ( e não funfou desta vez olhos girando ), mas até aí tudo bem, comecei a sonhar, um sonho louco pra variar, vou até pegar meu diário dos sonhos aqui pra relembrar *reserve este tempo e me imagine indo buscar um caderno* opa gente voltei, desculpe a demora, neste sonho eu tinha ido para numa especie de retiro, um grande prédio no meio do nada onde as pessoas ficavam isoladas (ok confesso, era um hospício), eu estava com aqueles roupões de pacientes de hospital, aqueles que você fica com a bunda de fora dança  , tinha meus professores de faculdade la, eles eram meus médicos, eu estava em um quarto cheio de camas, aí de repente tudo fica escuro e luzes de discoteca começam a aparecer (lasers azuis, verdes, vermelhos, etc) 6  ai me deparo no meio de um circulo de pessoas batendo palma, uns com fantasias, pacientes e médicos de la, lembro que vi um individuo com uma fantasia de pato amarelo, então vejo minha namorada neste circulo de pessoas (ela veio me visitar) senti uma saudade dela no sonho parecia que havia anos que não via ela, ae comecei dançar valsa com ela 12  no meio daquela gente doida, conversei com ela perguntei como ela estava ela disse que estava bem, então fui puxado por uma professora da faculdade, asiatica e estava de jaleco como normalmente, ela começou a conversar comigo sobre minha nota de anatomia, ao do nada paáá!  49  música mexicana começa a tocar e uns caras malucos com chocalhos nas mãos começam a dançar também no circulo de pessoas ( lembrando que estava tudo muito barulhento e escuro e luzes piscando, essas coisas de baladas locas sabe ) ae passo a professora para um menino que aparentava ter uns 7 anos de idade e estava vestido com uma fantasia de gorila dourada que só mostrava seu rosto, nesta hora, quado fui procurar minha namorada 55  o cenário "muda" na verdade entro em paralisia, e estou deitado em uma das camas que mencionei no começo, estou em algum tipo de terapia experimental com meu colega de quarto logo na cama ao lado reclamando "essa nossa psicoterapia não vai ter ninguém supervisionando que p%#$@" aí como é de costume começo ouvir uma voz de um cara, devia ser o doutor dizendo "só vai sentir uma dor rápida na cabeça" ae sinto uma martelada bem na testa (sério gente eu senti mesmo '-') ae é claro que eu acordei né 13  não, fiquei la tentando me mexer depois da martelada, sempre acontece quando a tecnica não funciona 56
até que então consigo me livrar e escrever o sonho no diário.


FIIIMMM!!!
avatar
Mensagens : 220
Pontos : 1095
Honra : 90
Data de inscrição : 08/10/2015
Idade : 41
Localização : Brasil
Sonhos Lúcidos :
3 / 9993 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Vinícius

em Qui Nov 26, 2015 11:30 pm
Olá Vinicius, bem vindo ao fórum! viva
Nuss cara... já tive paralisia do sono acordado e tb dentro de um sonho! Me borrei tanto que consegui forçar meu corpo a acordar e abri os olhos kkk imagino então suas experiências!! medo medo medo

Vc já leu "Sonhos Lúcidos" de LaBerge? É muito interessante e tem algumas abordagens em relação a pesadelos. Esse seu sonho "comum" foi bem louco mesmo, aliás o mais louco que já li!


Uma força misteriosa que funciona apenas com gatos:
avatar
Mensagens : 20
Pontos : 722
Honra : 6
Data de inscrição : 26/11/2015
Idade : 22
Localização : Ponta Porã
Sonhos Lúcidos :
999 / 999999 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Vinícius

em Sex Nov 27, 2015 12:01 am
Obrigado Lynx.

KKK sim, as paralisias são tensas demais demais kkk, mas geralmente quando tenho paralisia "acordado" são bens legais, e o livro de LaBerge eu não tive tempo pra ler ainda, mas nas férias irei ler com certeza, estou me aprofundando em matéria de sonho lúcidos, ja que tenho com frequência, e meus sonhos geralmente são bem insanos mesmo kkkk
avatar
Mensagens : 235
Pontos : 1646
Honra : 91
Data de inscrição : 02/06/2014
Idade : 27
Localização : Pouso Alegre, mg
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Vinícius

em Sex Nov 27, 2015 1:55 am
Amei como vc relata seus sonhos, ri alto aqui shaushauhsauhs
Que sonho bizzaro e divertido.
Ah, imaginei vc indo pegar o diário. shauhsuahs
avatar
Mensagens : 20
Pontos : 722
Honra : 6
Data de inscrição : 26/11/2015
Idade : 22
Localização : Ponta Porã
Sonhos Lúcidos :
999 / 999999 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Vinícius

em Sex Nov 27, 2015 11:14 am
hsuahsuahsuah gargalhada
avatar
Mensagens : 20
Pontos : 722
Honra : 6
Data de inscrição : 26/11/2015
Idade : 22
Localização : Ponta Porã
Sonhos Lúcidos :
999 / 999999 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Vinícius

em Sex Nov 27, 2015 11:22 am
geralmente meus sonhos são assim seguidos de paralisia kkkk, eu gosto muito, não sei se eu deveria mesmo gostar da paralisia kk

mas obrigado, vou relatar sempre agora meus sonhos que terei, daqui pra frente, e seus sonhos são demais também aplausos
avatar
Mensagens : 1273
Pontos : 3304
Honra : 657
Data de inscrição : 06/07/2015
Localização : Alemanha
Sonhos Lúcidos :
222 / 999222 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Vinícius

em Sex Nov 27, 2015 12:40 pm
Olá Vinicius, bem-vindo ao fórum!

Gostei muito do seus relatos. Eu também sofri muito com a paralisia do sono na minha adolescência, pois eu não sabia lidar com ela. Hoje em dia, eu não me importo mais. Às vezes tenho umas alucinações aterrorizantes que me fazem acordar de medo, mas em geral, as minhas paralisias se tornaram mais brandas e eu consigo através delas entrar já lúcida nos sonhos. feliz
avatar
Mensagens : 20
Pontos : 722
Honra : 6
Data de inscrição : 26/11/2015
Idade : 22
Localização : Ponta Porã
Sonhos Lúcidos :
999 / 999999 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Vinícius

em Sex Nov 27, 2015 2:12 pm
Sim rsrs, com um tempo a paralisia se torna uma coisa boa, divertida as vezes. lingua
avatar
Mensagens : 57
Pontos : 800
Honra : 17
Data de inscrição : 11/11/2015
Idade : 24
Localização : Sao Luis - MA
Sonhos Lúcidos :
5 / 9995 / 999
Sonhos Comuns :
20 / 99920 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Vinícius

em Sex Nov 27, 2015 3:30 pm
Seja muito bem-vindo Vinicius! Ainda bem que diferente de vc, eu só fui me deparar com as PS já na fase adulta, com 20 anos kkk abril do ano passado. Depois de umas 10 elas enfim cessaram, o que não é ruim, eu nunca conseguir "gostar" delas, já que eu jamais conseguir SL a partir delas. Tb gosto da técnica Wild, o bom que eu nem percebo a danada da paralisia muito feliz E seu sonho foi show, vc com aqueles outros doidos! ressalto Espero pelas próximas aventuras!
avatar
Mensagens : 20
Pontos : 722
Honra : 6
Data de inscrição : 26/11/2015
Idade : 22
Localização : Ponta Porã
Sonhos Lúcidos :
999 / 999999 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Vinícius

em Sex Nov 27, 2015 8:47 pm
Obrigado Warrior. muito feliz

A paralisia é como uma mulher, com um tempo você aprende a lidar com ela gargalhada mas enfim, depois de tantas paralisias que tive, talvez mais de cem kkk nao sei ao certo, ela se tornou normal, o terror que se sente na paralisia é devido a gente ficar muito eufórico e assustado, então quando se acostuma ela se torna leve e até engraçada as vezes kkk, e sendo assim a tecnica WILD fica perfeita mesmo kkkk. acho que vo até contar um relato de uma paralisia loca que eu tive. extremamente feliz
avatar
Mensagens : 122
Pontos : 1777
Honra : 40
Data de inscrição : 29/08/2013
Idade : 22
Localização : belem - Para
Sonhos Lúcidos :
999 / 999999 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Vinícius

em Sex Nov 27, 2015 9:00 pm
Seja bem vindo Vinicius ao nosso humilde fórum querido viva
e pode contar sim que terei o prazer de ler o seu relato brindar


"Sonhar é a maior sensação de liberdade"

link do grupo de sonhos lúcidos no WhatsApp https://goo.gl/bWfvtc
avatar
Mensagens : 2531
Pontos : 5670
Honra : 1044
Data de inscrição : 12/06/2013
Localização : Bahia
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Vinícius

em Ter Dez 01, 2015 1:53 pm
Vinícius escreveu:

ViniciusNascimento escreveu:Olá pessoal meu nome é Vinícius, tenho 20 anos, esta é minha primeira postagem no fórum, e primeiramente queria contar um pouco de mim, para que vocês me conheçam e entendam meus relatos.

Pois bem, quando completei 12 anos sofri por 2 meses um distúrbio do sono que ataca na maioria crianças do sexo masculino, o terrível Terror do sono  medo (o irmão bastardo da paralisia do sono) e era horrível
( se vocês que ja tiveram paralisia do sono, ja acham insuportável, imagina uma coisa 20 vezes pior que acontecia todas as noites) terror do sono é mais ou menos uma situação que você tem pesadelos fortíssimos mas esta em um estado de semi-vigília no qual seu corpo reage( quase todas as vezes) com oque acontece na sua cabeça, os ataques eram tão fortes, que tinham noites que eu nem percebia que surtava, apenas tinha pesadelos indescriptíveis, enquanto meu corpo surtava gritando coisas aleatórias e meus pais não sabiam oque fazer  gargalhada  (mas ca entre nós, eu preferia assim, as vezes que eu ficava consciente, eu tinha aquelas ilusões Hipnagógicas mas muito fortes mesmo, demonios, vozes gritando e talz, e para uma criança de 12 anos era o fim do mundo), minhas tias achavam que eu estava possuído  sim maligno kkkkkkk cheguei a ser internado com suspeita de meningite, logo após isto nunca mais tive quaisquer sinais de terror do sono, tive que frequentar um psicologo por alguns meses, mas os estudos nesta área são muito escaços então resolvi abandonar, só estava perdendo meu tempo indo naquela psicóloga que sabia tanto quanto eu sobre minha situação, como vocês devem estar pensando eu me tornei um garoto meio estranho por algum tempo, foi um trauma muito forte, não me enturmava com outras crianças nem com qualquer outra pessoa, mas a medida que foi passando o tempo me recuperei, bem era oque eu tinha pensado, pois mais ou menos com 13 anos estava eu deitado na minha linda e xerosa caminha sono  quando tento chamar minha mãe e não sai voz nenhuma (que merda é essa? suspeito ), então eu pensei: caramba to morrendo susto  tentei me mexer e nada, e aquela sensação de medo era a pior coisa, bem todo mundo aqui creio eu, deve saber que isso é paralisia do sono, se não sabem podem dar uma olhada no site do fórum -> Paralisia do Sono <- , desde então quase todas as noites tenho paralisia do sono dança  transformei isto em uma coisa boa, adrenalina a mil na hora do pico de paralisia guitar  mas foi depois dos 18 anos que fui pesquisar, e descobri que tenho paralisia do sono cronica e venho sendo muito bom na tecnica WILD (muito bom mesmo) o único probleminha é que tenho muita ilusão auditiva e cara aquilo é muito, muito assustador, sabe aquela sensação (arrepio) de quando alguém sussurra no seu cangote? então as vozes vem acompanhada disso olha a cara , fora muitas ilusões que senti, dor(perfurando), derretendo, flutuando, entrando no colchão e talz, enfim, esta primeira parte foi apenas para vocês conhecerem minha historia de amor entre eu e minha querida paralisia do sono, obrigado se você leu até aqui brindar  se alguém ler eu posto meus relatos de paralisia e os pesadelos que me vejo dentro, tenho muitos sonhos lúcidos mas acho que esta sessão do fórum não é a certa, Obrigado certo .


Vinícius Nascimento, estudante de medicina e onironauta.
Vinícius, seja muito bem vindo ao fórum.  certo

Fiquei impressionado com seu relato. Esse tal de terror noturno, pela descrição que você deu, parece uma espécie de sonambulismo.

Agora deve ter sido muito traumatizante, pra você, ter que na época você só tinha 12 anos de idade, ter pesadelos todos os dias. Ter pesadelos é uma coisa que já assusta adultos, que dirás uma criança. Que bom que você conseguiu superar essa fase. Mas, a paralisa do sono também é muito assustadora. medo

Quando você tiver tempo, nos conte uma das suas experiências com a paralisia do sono. certo

Vinícius escreveu:
ViniciusNascimento escreveu:Então la vai queridos. ( se preparem, meus sonhos normais são uma merda lingua )

Hoje de tarde chegando da faculdade fui tirar uma soneca depois do almoço apliquei a técnica WILD ( e não funfou desta vez olhos girando ), mas até aí tudo bem, comecei a sonhar, um sonho louco pra variar, vou até pegar meu diário dos sonhos aqui pra relembrar *reserve este tempo e me imagine indo buscar um caderno* opa gente voltei, desculpe a demora, neste sonho eu tinha ido para numa especie de retiro, um grande prédio no meio do nada onde as pessoas ficavam isoladas (ok confesso, era um hospício), eu estava com aqueles roupões de pacientes de hospital, aqueles que você fica com a bunda de fora dança  , tinha meus professores de faculdade la, eles eram meus médicos, eu estava em um quarto cheio de camas, aí de repente tudo fica escuro e luzes de discoteca começam a aparecer (lasers azuis, verdes, vermelhos, etc) 6  ai me deparo no meio de um circulo de pessoas batendo palma, uns com fantasias, pacientes e médicos de la, lembro que vi um individuo com uma fantasia de pato amarelo, então vejo minha namorada neste circulo de pessoas (ela veio me visitar) senti uma saudade dela no sonho parecia que havia anos que não via ela, ae comecei dançar valsa com ela 12  no meio daquela gente doida, conversei com ela perguntei como ela estava ela disse que estava bem, então fui puxado por uma professora da faculdade, asiatica e estava de jaleco como normalmente, ela começou a conversar comigo sobre minha nota de anatomia, ao do nada paáá!  49  música mexicana começa a tocar e uns caras malucos com chocalhos nas mãos começam a dançar também no circulo de pessoas ( lembrando que estava tudo muito barulhento e escuro e luzes piscando, essas coisas de baladas locas sabe ) ae passo a professora para um menino que aparentava ter uns 7 anos de idade e estava vestido com uma fantasia de gorila dourada que só mostrava seu rosto, nesta hora, quado fui procurar minha namorada 55  o cenário "muda" na verdade entro em paralisia, e estou deitado em uma das camas que mencionei no começo, estou em algum tipo de terapia experimental com meu colega de quarto logo na cama ao lado reclamando "essa nossa psicoterapia não vai ter ninguém supervisionando que p%#$@" aí como é de costume começo ouvir uma voz de um cara, devia ser o doutor dizendo "só vai sentir uma dor rápida na cabeça" ae sinto uma martelada bem na testa (sério gente eu senti mesmo '-') ae é claro que eu acordei né 13  não, fiquei la tentando me mexer depois da martelada, sempre acontece quando a tecnica não funciona 56
até que então consigo me livrar e escrever o sonho no diário.


FIIIMMM!!!
Você sentiu dor quando levou uma martelada no sonho?

A dor física é algo que eu não costumo sentir muito nos meus sonhos.
avatar
Mensagens : 20
Pontos : 722
Honra : 6
Data de inscrição : 26/11/2015
Idade : 22
Localização : Ponta Porã
Sonhos Lúcidos :
999 / 999999 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Vinícius

em Sex Dez 18, 2015 6:05 pm
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
olha Ramon, prefiro passar por 1 milhão de paralisias do sono do que vivenciar mais um vez o terror do sono, nunca mais eu quero aquilo pra mim, foi horrível, eu não podia dormir em qualquer lugar, toda vez que eu dormia acontecia, é algo que eu não desejo a ninguém.

E a martelada, eu senti somente o impacto, mas eu sinto dor sim nas paralisias do sono, mas não sei por que mas comigo a dor somente vem quando é algum tipo de lesão cortante (facada, perfuração), e as paralisias, eu ja acostumei, eu gosto muito de paralisias do sono, é um momento de diversão para mim.

Perdão ao fórum, esses dias não estou tendo muito tempo.
avatar
Mensagens : 20
Pontos : 722
Honra : 6
Data de inscrição : 26/11/2015
Idade : 22
Localização : Ponta Porã
Sonhos Lúcidos :
999 / 999999 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Vinícius

em Sex Dez 18, 2015 6:18 pm
Bem vou aproveitar o pique e escrever um relato de paralisia do sono.

Certa vez eu fui dormir muiiiito cansado, toda vez que fechava os olhos sentia a paralisia do sono se aproximando *caramba que droga, não posso dormir em paz* (nesta época, eu ainda era novo, não estava acostumado com as paralisias), até que eu consegui adormecer, maaasss... no meio da madrugada quando os demonios correm solto (ta parei), bem no meio da noite eu acabo acordando, mas não consigo me mexer ae eu penso *o capiroto me pegou* começo a sentir uma presença maléfica ali perto de mim, é uma mulher, ta tudo escuro não vejo nada, mas eu sei que é uma mulher de 3 metro de altura com cabelos pretos e muito longos, ela para do lado da minha cama e inclina seu corpo em cima de mim, cara aquilo foi pior do que assistir o melhor filme de terror que existe, eu senti os cabelos dela no meu rosto, eu juro que senti! e a medida que ela olha para minhas pernas e ia subindo até meu rosto eu sentia os cabelos delas me pinicando, até que ela chegou no meu ouvido não triste , eu sabia que tava ferrado kkkk, ela gritou uma coisas no meu ouvido (eu ouvi mesmo) mas não entendi, mas foi tal macabro, um grito alto de uma bruxa sei la, que se eu não estivesse paralisado tinha me borrado todo, mas a parte mais legal vem agora não triste hehe sim maligno após ela gritar ela perfura o meu estomago com a unha de seu polegar direito, a unha dela parecia que tinha quase um metro, eu juro pra vocês cara, eu senti ela entrar cada centímetro, se alguem me perguntasse qual foi a pior dor que eu senti, eu diria que foi essa, bem depois disso após ela me "perfurar" a dor foi tanta que eu elevei meu tronco pra cima como se fosse um "u" virado pra baixo, fazendo isso eu claramente saio da paralisia, e vou direto pro interruptor ligar a luz, 56
avatar
Mensagens : 1273
Pontos : 3304
Honra : 657
Data de inscrição : 06/07/2015
Localização : Alemanha
Sonhos Lúcidos :
222 / 999222 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Vinícius

em Sex Dez 18, 2015 7:04 pm
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
Vinicius:

ViniciusNascimento escreveu:Bem vou aproveitar o pique e escrever um relato de paralisia do sono.

Certa vez eu fui dormir muiiiito cansado, toda vez que fechava os olhos sentia a paralisia do sono se aproximando *caramba que droga, não posso dormir em paz* (nesta época, eu ainda era novo, não estava acostumado com as paralisias), até que eu consegui adormecer, maaasss... no meio da madrugada quando os demonios correm solto (ta parei), bem no meio da noite eu acabo acordando, mas não consigo me mexer ae eu penso *o capiroto me pegou* começo a sentir uma presença maléfica ali perto de mim, é uma mulher, ta tudo escuro não vejo nada, mas eu sei que é uma mulher de 3 metro de altura com cabelos pretos e muito longos, ela para do lado da minha cama e inclina seu corpo em cima de mim, cara aquilo foi pior do que assistir o melhor filme de terror que existe, eu senti os cabelos dela no meu rosto, eu juro que senti! e a medida que ela olha para minhas pernas e ia subindo até meu rosto eu sentia os cabelos delas me pinicando, até que ela chegou no meu ouvido não triste , eu sabia que tava ferrado kkkk, ela gritou uma coisas no meu ouvido (eu ouvi mesmo) mas não entendi, mas foi tal macabro, um grito alto de uma bruxa sei la, que se eu não estivesse paralisado tinha me borrado todo, mas a parte mais legal vem agora não triste  hehe sim maligno  após ela gritar ela perfura o meu estomago com a unha de seu polegar direito, a unha dela parecia que tinha quase um metro, eu juro pra vocês cara, eu senti ela entrar cada centímetro, se alguem me perguntasse qual foi a pior dor que eu senti, eu diria que foi essa, bem depois disso após ela me "perfurar" a dor foi tanta que eu elevei meu tronco pra cima como se fosse um "u" virado pra baixo, fazendo isso eu claramente saio da paralisia, e vou direto pro interruptor ligar a luz, 56

Eu juro que acredito em cada palavra que você escreveu, Vinicius. Sabe por quê? Tudo o que voce descreveu no seu relato, já aconteceu comigo. medo medo medo
avatar
Mensagens : 2531
Pontos : 5670
Honra : 1044
Data de inscrição : 12/06/2013
Localização : Bahia
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Vinícius

em Sex Dez 18, 2015 8:06 pm
Vinicius escreveu:
ViniciusNascimento escreveu:olha Ramon, prefiro passar por 1 milhão de paralisias do sono do que vivenciar mais um vez o terror do sono, nunca mais eu quero aquilo pra mim, foi horrível, eu não podia dormir em qualquer lugar, toda vez que eu dormia acontecia, é algo que eu não desejo a ninguém.

E a martelada, eu senti somente o impacto, mas eu sinto dor sim nas paralisias do sono, mas não sei por que mas comigo a dor somente vem quando é algum tipo de lesão cortante (facada, perfuração), e as paralisias, eu ja acostumei, eu gosto muito de paralisias do sono, é um momento de diversão para mim.

Perdão ao fórum, esses dias não estou tendo muito tempo.
A paralisia do sono, apesar de ser assustadora as vezes, ajuda o onironauta a entrar lúcido num sonho. Mas, tem que ter sangue frio pra encarar a paralisia do sono, porque ele pode ser assustadora. gargalhada
avatar
Mensagens : 2531
Pontos : 5670
Honra : 1044
Data de inscrição : 12/06/2013
Localização : Bahia
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Vinícius

em Sex Dez 18, 2015 8:19 pm
Vinícius escreveu:
ViniciusNascimento escreveu:Bem vou aproveitar o pique e escrever um relato de paralisia do sono.

Certa vez eu fui dormir muiiiito cansado, toda vez que fechava os olhos sentia a paralisia do sono se aproximando *caramba que droga, não posso dormir em paz* (nesta época, eu ainda era novo, não estava acostumado com as paralisias), até que eu consegui adormecer, maaasss... no meio da madrugada quando os demonios correm solto (ta parei), bem no meio da noite eu acabo acordando, mas não consigo me mexer ae eu penso *o capiroto me pegou* começo a sentir uma presença maléfica ali perto de mim, é uma mulher, ta tudo escuro não vejo nada, mas eu sei que é uma mulher de 3 metro de altura com cabelos pretos e muito longos, ela para do lado da minha cama e inclina seu corpo em cima de mim, cara aquilo foi pior do que assistir o melhor filme de terror que existe, eu senti os cabelos dela no meu rosto, eu juro que senti! e a medida que ela olha para minhas pernas e ia subindo até meu rosto eu sentia os cabelos delas me pinicando, até que ela chegou no meu ouvido não triste , eu sabia que tava ferrado kkkk, ela gritou uma coisas no meu ouvido (eu ouvi mesmo) mas não entendi, mas foi tal macabro, um grito alto de uma bruxa sei la, que se eu não estivesse paralisado tinha me borrado todo, mas a parte mais legal vem agora não triste  hehe sim maligno  após ela gritar ela perfura o meu estomago com a unha de seu polegar direito, a unha dela parecia que tinha quase um metro, eu juro pra vocês cara, eu senti ela entrar cada centímetro, se alguem me perguntasse qual foi a pior dor que eu senti, eu diria que foi essa, bem depois disso após ela me "perfurar" a dor foi tanta que eu elevei meu tronco pra cima como se fosse um "u" virado pra baixo, fazendo isso eu claramente saio da paralisia, e vou direto pro interruptor ligar a luz, 56
Depois que li esse relato fiquei assim----> perplexo

Lembrei de uma experiência que tive com a paralisia do sono. Acho que seria mais fácil se acostumar com a PS se ela ocorresse com mais frequência. Mas, no meu caso, é muito raro dela acontecer. As vezes, levo meses sem ter paralisia do sono.
avatar
Mensagens : 20
Pontos : 722
Honra : 6
Data de inscrição : 26/11/2015
Idade : 22
Localização : Ponta Porã
Sonhos Lúcidos :
999 / 999999 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Vinícius

em Sab Dez 19, 2015 12:17 am
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
Sim Ramon, a paralisia fica bem mais "controlavel" quando vc se acostuma com ela, acredito que o desenrolar da PS seja diretamente proporcional a sua euforia e medo, por exemplo, quanto mais nos agitamos e entramos em pânico, mais alucinações apavorantes aparecem, eu tenho esta teoria pois as minhas PS sempre começam com um ar meio macabro, mas como ja estou acostumado, logo muda de "atmosfera" e fica tudo "zen"
avatar
Mensagens : 20
Pontos : 722
Honra : 6
Data de inscrição : 26/11/2015
Idade : 22
Localização : Ponta Porã
Sonhos Lúcidos :
999 / 999999 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Vinícius

em Sab Dez 19, 2015 12:20 am
sim Königin kkkkk, eu quis relatar essa logo de primeira, pois foi a segunda mais apavorante que eu tive, esperem só quando eu estiver com pique pra relatar a primeira mais medonha, foi coisa de louco.
avatar
Mensagens : 2531
Pontos : 5670
Honra : 1044
Data de inscrição : 12/06/2013
Localização : Bahia
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Vinícius

em Sab Dez 19, 2015 8:07 pm
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
ViniciusNascimento escreveu:Sim Ramon, a paralisia fica bem mais "controlavel" quando vc se acostuma com ela, acredito que o desenrolar da PS seja diretamente proporcional a sua euforia e medo, por exemplo, quanto mais nos agitamos e entramos em pânico, mais alucinações apavorantes aparecem, eu tenho esta teoria pois as minhas PS sempre começam com um ar meio macabro, mas como ja estou acostumado, logo muda de "atmosfera" e fica tudo "zen"
É por isso que a PS assusta tanto. Porque eu demoro muito pra ter a PS. E quando tenho uma, ela me pega sempre de surpresa. Esse ano acho que só tive umas 2 PS, com intervalos longos de uma pra outra. Crying or Very sad

O que me ajuda muito é o conhecimento que já tenho sobre ela. Então, não me assusto tanto quando a paralisia do sono acontece. Eu fico calmo e deixo ela rolar. certo

avatar
Mensagens : 20
Pontos : 722
Honra : 6
Data de inscrição : 26/11/2015
Idade : 22
Localização : Ponta Porã
Sonhos Lúcidos :
999 / 999999 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Vinícius

em Sab Dez 19, 2015 10:27 pm
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
É Ramon, conhecimento ajuda muito, no começo quando esta pessoa que vos fala não sabia de nada, achava que era o demônio atrás de mim rsrsrs, aí as coisas só pioravam, acho que o simples fato de você saber que aquilo não existe (por mais que as sensações sejam reais) ja ajuda muito apaziguar as coisas.
avatar
Mensagens : 20
Pontos : 722
Honra : 6
Data de inscrição : 26/11/2015
Idade : 22
Localização : Ponta Porã
Sonhos Lúcidos :
999 / 999999 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Vinícius

em Sab Dez 19, 2015 11:05 pm
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
Bem gente, hoje irei relatar uma paralisia meio diferente das clássicas, este único caso raro aconteceu comigo somente uma vez nos meus 7 anos de paralisias do sono, considero ele o mais macabro que ja tive até hoje, cheguei até a relacionar a um possível contato com o submundo, mas por mais que eu acredite gosto de levar as coisas pra um lado mais "realista" se assim podemos dizer.

Primeiramente quero deixar a informação de que algumas noites anteriores, 2 noites antes pra ser mais preciso, pouco antes de dormir, ouvi vozes gritando comigo, na antepenúltima noite antes da PS, ouvi um um cara filho da mãe gritar no pé do meu ouvido um pouco antes de eu adormecer, ele disse bem o seguinte: PARA COM ISSO VINÍCIUS! Eu quase me caguei de medo, fiquei intrigado demais mesmo, pois nem estava na PS e ouvi aquele individuo maravilhoso falar delicadamente isto pra mim, na noite seguinte, na mesma situação, ouvi uma mulher chorando e gemendo do lado da minha cama, cara aquilo foi assombroso demaaaaaaaiiis, quase me caguei, o pior que eu estava numa semi PS (aquele periodo que você sente que a PS vem e vai e você fica lutando contra ela) quando me livrei das alucinações, deitei-me de bruços *caraca agora eu quero dormir * (devo ressaltar que nesta hora ja tinha ligado a luz e estava cagado de medo) quando consigo dormir... adivinhem heuhuehue, PS! linda paralisia me pega, desta vez de bruços e bunitinho, sinto o frio na espinha, e ouço no meu ouvido (no nariz que não vai ser) aquele som de quando a gente volta (rebobina) uma fita antiga (aquelas fitas TAPE), depois disto caio diretamente no sono.

Obrigado gente é isso...

Gostaria de dizer que era só isso mesmo kkkkk

Pois bem, somado aos relatos acima, chegamos a cereja do bolo, a pior PS de uma pessoa que teve muitas em sua vida (eu, claro piscar *beijos me liga*), eu classifico esta a mais macabra, mas também mais rica em sensações das PS que ja tive até hoje, não me classifico um especialista em paralisias do sono, mas posso dizer com toda certeza que este tipo de paralisia que vou relatar agora, é simplesmente e assustadoramente incrível...
Na noite seguinte das paralisia que citei, fui eu, um menino inocente, dormir de boas, la como quem não quer nada, pá... desliguei-me do mundo real, quando que no meio da madrugada, sinto aquele calafrio gostoso (ironia) da paralisia do sono *cara de novo não*, então eu tive a brilhante ideia (nem tão brilhante assim) de tentar dormir no meio da PS, eu só sei que fiquei num estado metade PS e metade onírico, se é que existe essa classificação, eu senti uma pessoa me pegar pela cabeça, e me erguer segurando-me somente pela cabeça (suas duas mãos estavam apertando os lados da minha cabeça, na têmpora pros menos leigos), mas senti como se estivesse leve, só sentia essa pessoa me levar dum lado pro outro do meu quarto, como se isso ja não bastasse pra me deixar cagado de medo, eu estava ouvindo milhares de vozes, como se eu estivesse no meio de uma sala de aula das mais bagunceiras, então eu pensei *caramba pelo menos desta vez eu tenho que abrir os olhos* (esqueci de citar que estava com os olhos fechados olhos girando ) foi a pior ideia que eu tive na noite, na hora em que abri os olhos, eu estava de frente para uma das paredes do meu quarto, eu puder ver varias coisas escritas na parede, eram letras vermelhas, pareciam que estavam escritas de sangue, na hora que vi aquilo, como toda pessoa cagona, fechei os olhos na hora, nem queria sabe oque tava escrito, logo após um pouco menos de 1 minuto, essa tal pessoa me deixa deitado no chão, com apenas minha cabeça encostada na parede, eu fico pensando em voltar pra cama, não podia me mexer ainda, mas depois de alguns segundos consigo acordar, e como de costumo vou ligar a luz lingua

Bom gente devo admitir que eu até hoje não sei bem oque aconteceu, se eu for buscar a explicação mais lógica pro ocorrido, poderia falar que foi uma especie de paralisia do sono misturada com um "pesadelo lúcido", por que devo ressaltar que senti tudo como se estivesse acordado mas ao mesmo tempo sentindo o calafrio da PS e logicamente não conseguindo me mover, ja conversei até com amigos espiritas na época, por falta de explicação, mas respostas concretas nunca tive.
avatar
Mensagens : 2531
Pontos : 5670
Honra : 1044
Data de inscrição : 12/06/2013
Localização : Bahia
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Vinícius

em Dom Dez 20, 2015 4:32 pm
Vinícius escreveu:

ViniciusNascimento escreveu:É Ramon, conhecimento ajuda muito, no começo quando esta pessoa que vos fala não sabia de nada, achava que era o demônio atrás de mim rsrsrs, aí as coisas só pioravam, acho que o simples fato de você saber que aquilo não existe (por mais que as sensações sejam reais) ja ajuda muito apaziguar as coisas.
Acho que a pior sensação que guardo de uma das paralisias do sono que tive, foi a sensação de estar morrendo. Eu sufocava, todo imobilizado e tentava gritar por socorro, mas, a minha voz não saia. Foi uma experiência horrível. Pensei que ia morrer. medo

E a outra experiência traumática que tive foi a de estar fora do meu corpo, me vendo dormindo na cama. Quando vi meu corpo adormecido na cama, pensei que estava morto. Kkkkk Foi um choque tão grande, que eu acabei tendo uma série de falso despertares, toda vez que eu tentava sair daquele pesadelo. gargalhada

Faz tempo que não tenho esse tipo de experiência. Mas, também não estou com saudade te passar por outra experiência dessa não. gargalhada

Vinícius escreveu:
ViniciusNascimento escreveu:Bem gente, hoje irei relatar uma paralisia meio diferente das clássicas, este único caso raro aconteceu comigo somente uma vez nos meus 7 anos de paralisias do sono, considero ele o mais macabro que ja tive até hoje, cheguei até a relacionar a um possível contato com o submundo, mas por mais que eu acredite gosto de levar as coisas pra um lado mais "realista" se assim podemos dizer.

Primeiramente quero deixar a informação de que algumas noites anteriores, 2 noites antes pra ser mais preciso, pouco antes de dormir, ouvi vozes gritando comigo, na antepenúltima noite antes da PS, ouvi um um cara filho da mãe gritar no pé do meu ouvido um pouco antes de eu adormecer, ele disse bem o seguinte: PARA COM ISSO VINÍCIUS!  Eu quase me caguei de medo, fiquei intrigado demais mesmo, pois nem estava na PS e ouvi aquele individuo maravilhoso falar delicadamente isto pra mim, na noite seguinte, na mesma situação, ouvi uma mulher chorando e gemendo do lado da minha cama, cara aquilo foi assombroso demaaaaaaaiiis, quase me caguei, o pior que eu estava numa semi PS (aquele periodo que você sente que a PS vem e vai e você fica lutando contra ela) quando me livrei das alucinações, deitei-me de bruços *caraca agora eu quero dormir * (devo ressaltar que nesta hora ja tinha ligado a luz e estava cagado de medo) quando consigo dormir... adivinhem heuhuehue, PS! linda paralisia me pega, desta vez de bruços e bunitinho, sinto o frio na espinha, e ouço no meu ouvido (no nariz que não vai ser) aquele som de quando a gente volta (rebobina) uma fita antiga (aquelas fitas TAPE), depois disto caio diretamente no sono.

Obrigado gente é isso...

Gostaria de dizer que era só isso mesmo kkkkk

Pois bem, somado aos relatos acima, chegamos a cereja do bolo, a pior PS de uma pessoa que teve muitas em sua vida (eu, claro piscar *beijos me liga*), eu classifico esta a mais macabra, mas também  mais rica em sensações das PS que ja tive até hoje, não me classifico um especialista em paralisias do sono, mas posso dizer com toda certeza que este tipo de paralisia que vou relatar agora, é simplesmente e assustadoramente incrível...
Na noite seguinte das paralisia que citei, fui eu, um menino inocente, dormir de boas, la como quem não quer nada, pá... desliguei-me do mundo real, quando que no meio da madrugada, sinto aquele calafrio gostoso (ironia) da paralisia do sono *cara de novo não*, então eu tive a brilhante ideia (nem tão brilhante assim) de tentar dormir no meio da PS, eu só sei que fiquei num estado metade PS e metade onírico, se é que existe essa classificação, eu senti uma pessoa me pegar pela cabeça, e me erguer segurando-me somente pela cabeça (suas duas mãos estavam apertando os lados da minha cabeça, na têmpora pros menos leigos), mas senti como se estivesse leve, só sentia essa pessoa me levar dum lado pro outro do meu quarto, como se isso ja não bastasse pra me deixar cagado de medo, eu estava ouvindo milhares de vozes, como se eu estivesse no meio de uma sala de aula das mais bagunceiras, então eu pensei *caramba pelo menos desta vez eu tenho que abrir os olhos* (esqueci de citar que estava com os olhos fechados  olhos girando ) foi a pior ideia que eu tive na noite, na hora em que abri os olhos, eu estava de frente para uma das paredes do meu quarto, eu puder ver varias coisas escritas na parede, eram letras vermelhas, pareciam que estavam escritas de sangue, na hora que vi aquilo, como toda pessoa cagona, fechei os olhos na hora, nem queria sabe oque tava escrito, logo após um pouco menos de 1 minuto, essa tal pessoa me deixa deitado no chão, com apenas minha cabeça encostada na parede, eu fico pensando em voltar pra cama, não podia me mexer ainda, mas depois de alguns segundos consigo acordar, e como de costumo vou ligar a luz lingua

Bom gente devo admitir que eu até hoje não sei bem oque aconteceu, se eu for buscar a explicação mais lógica pro ocorrido, poderia falar que foi uma especie de paralisia do sono misturada com um "pesadelo lúcido", por que devo ressaltar que senti tudo como se estivesse acordado mas ao mesmo tempo sentindo o calafrio da PS e logicamente não conseguindo me mover, ja conversei até com amigos espiritas na época, por falta de explicação, mas respostas concretas nunca tive.
Essas experiências que você relatou foram assustadoras mesmo. A parte que você ouviu gritos medonhos, me lembrou de PS que tive há alguns anos atrás. Eu ouvi um grito tão medonho saindo da parede que eu só não me caguei todo, porque estava todo paralisado na PS. gargalhada

Mas, as alucinações na PS são tão realistas, que não dá pra segurar a onda sem sentir um pouquinho de medo. medo
avatar
Mensagens : 57
Pontos : 800
Honra : 17
Data de inscrição : 11/11/2015
Idade : 24
Localização : Sao Luis - MA
Sonhos Lúcidos :
5 / 9995 / 999
Sonhos Comuns :
20 / 99920 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Vinícius

em Dom Dez 20, 2015 6:45 pm
Nossa man suas PS sao puro nivel Hard rsrs, teve muita coragem em abrir seus olhos durante essa experiencia, eu sou puro medo, nao abro nem a pau kkkk Deve ter sido por nao abrir os olhos que o bixo ruim da minha PS nao me feriu... ao invez disso ele apenas insistia que eu abrisse os olhos. kkkk Cara eu ri muito das suas PS, a gente so ri disso depois pq na hora tamo sozinhos com essas coisas marotas ;D Mas se bem q da um pouco de saudade delas muito feliz
Conteúdo patrocinado

Re: Diário dos Sonhos de Vinícius

Ver o tópico anteriorVoltar ao TopoVer o tópico seguinte
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum