Conectar-se
Últimos assuntos
Os membros mais ativos do mês
8 Mensagens - 25%
6 Mensagens - 19%
4 Mensagens - 13%
3 Mensagens - 9%
3 Mensagens - 9%
2 Mensagens - 6%
2 Mensagens - 6%
2 Mensagens - 6%
1 Mensagem - 3%
1 Mensagem - 3%
Votação
Qual a técnica que você utiliza para ficar lúcido?
Teste de Realidade
45% / 15
Totem
15% / 5
Incubação
12% / 4
Gatilho
6% / 2
Gravador de Voz ou Sons Binaurais
6% / 2
Outros
15% / 5
Parceiros
 sonhos=
 sonhos=
 animes=

Compartilhe
Ver o tópico anteriorIr em baixoVer o tópico seguinte
avatar
Mensagens : 234
Pontos : 1533
Honra : 91
Data de inscrição : 02/06/2014
Idade : 27
Localização : Pouso Alegre, mg
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Sonhos do Raiz de Prata

em Dom Dez 13, 2015 3:18 pm
Que sonho interessante.
avatar
Mensagens : 108
Pontos : 734
Honra : 59
Data de inscrição : 13/12/2015
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Sonhos do Raiz de Prata

em Dom Dez 13, 2015 7:20 pm
Se banhar nessa fonte deve ser bem relaxante pela sensação de alegria muito feliz
avatar
Mensagens : 100
Pontos : 855
Honra : 56
Data de inscrição : 13/08/2015
Idade : 24
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Sonhos do Raiz de Prata

em Dom Dez 13, 2015 10:39 pm
Na verdade a sensação não era relaxante, é como uma infusão de energia. Acho que era por isso que o velho estava a mil por hora Kkkk
avatar
Mensagens : 100
Pontos : 855
Honra : 56
Data de inscrição : 13/08/2015
Idade : 24
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Sonhos do Raiz de Prata

em Ter Dez 15, 2015 1:57 pm
Reputação da mensagem: 100% (2 votos)
SONHANDO NO SONHO
Eu estava em um ônibus que sempre pego para voltar para casa. O dia estava nublado, tinha acabado de chover. O caminho que o ônibus seguia era desconhecido para mim, seguíamos por uma estrada asfaltada e cercadas de casas comuns.
Sentado em frente a porta do meio, vi uma cratera enorme no meio da estrada, tomava mais da metade da pista e água cristalina escorria para o fundo do buraco de mais de três metros. O motorista faz uma manobra e bem devagar desvia da cratera. Apenas três pessoas ocupavam o ônibus além de mim. Passamos sem problemas pelo buraco, outros aparecem mas são bem menores e não oferecem perigo.
Agora seguimos por uma estrada de terra, ou melhor, lama. O ônibus segue a uma boa velocidade até que vejo um barranco de areia amarela no lado direito da estrada (por onde seguíamos) e do lado esquerdo outro buraco, mais raso que o último mas tão grande quanto. O motorista, ao invés de frear o veículo, pisa no acelerador e o ônibus acerta em cheio o barranco molhado. Com o impacto as portas se abrem e o veículo tomba para o mesmo lado delas, como estou bem na frente de uma delas, caio para fora e o ônibus tomabando me acompanha. Ele cai por cima de mim, só não sou esmagado por que estava alinhado com as portas e toneladas de aço cairam do meu lado. Estou dentro do ônibus virado de lado e eu deitado no chão. Tudo começa a escurecer.
Quando volto a ver estou sentado na calçada com os outros três passageiros do meu lado. Então percebo que tinha sonhado aquilo tudo. Me viro para esquerda e vejo o ônibus. Estava com a frente enfiada no barranco mas não estava tombado. O acidente realmente tinha acontecido mas de forma diferente.
avatar
Mensagens : 100
Pontos : 855
Honra : 56
Data de inscrição : 13/08/2015
Idade : 24
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Sonhos do Raiz de Prata

em Qua Dez 23, 2015 3:19 pm
Reputação da mensagem: 100% (2 votos)
Essa tarde tive um sonho que vou classifica-lo como quase lúcido.
 Eu fui dormir pensando em ficar lúcido em um sonho e imaginava constantemente olhando para minhas mãos enquanto caia no sono, é uma técnica que já funcionou comigo.
  O sonho começa e estou do lado de fora de um prédio, esperando alguém trazer alguma coisa. Dois amigos meus (no sonho) estão ao meu lado e esta chovendo muito, muito mesmo. Eles dois estão sentados  na beirada de um canteiro embaixo de um teto de acrílico que os protegia da chuva mas, eu estava em pé me molhando, não havia mais espaço pra mim na coberta. Eu queria pelo menos me sentar e fui para o outro lado do canteiro.
 Quando percebeu minha intenção um dos meus amigos falou:
  - Você vai molhar sua calça se sentar aí. suspeito  (Eu já estava encharcado, então que diferença fazia?)
 Eu olho pro lugar onde pretendia sentar e vejo os pingos enormes formando uma poça.
 "Que saco, onde esse cara tá?", penso já de meio irritado, olhando pro céu. "Eu meso vou busca-lo", e pensado isso eu saio voando.
 Não lembro pra onde eu voei, só lembro quando desci na rua da minha casa, já era noite e não chovia mais. Olho pro lado e encontro quem eu tanto esperava: um amigo de infância que a muito não vejo. Ele estava exatamente igual a quando éramos crianças. Fui até ele e falei:
 - Cara o que você ta fazendo? A gente tá te esperan...
 - Você tem que me ajudar a buscar, eu anida não consegui chegar lá - ele me interrompe com uma expressão aflita.
 Eu saio correndo e ele me segue, enquanto corria eu pensava em o que fazer para chegarmos a tempo. Quando chegamos em uma outra rua eu tive uma idéia que me pareceu obvia e simples no sonho: "vou criar uma nave". legal
 Eu pensei nela e ela apareceu estacionada entre dois carros perto da calçada. Ela era do comprimento de um carro mas era mais alta, tinha apenas dois acentos, um atrás e um na frente onde ia o piloto, parecia um pouco com aqueles helicópteros do Metal Slug só que bem realista e, em vez de hélices ela tinha dois foguetes atrás.
 Eu fui na frente e ele entrou na parte de trás. Eu liguei e controlei o veículo com a mente até que chegamos em uma esquina, tudo começou a escurecer e a nave perdeu velocidade até parar.
"Não! Por que isso ta acontecendo?" enojado
 Ainda pensei em sair correndo de novo mas eu acordei.

Obs:. Nesse sonho faltou pouco para eu ficar lúcido. No começo, enquanto estava no limiar entre desperto e dormindo, eu ficava constantemente me convencendo de que estava sonhando e olhava para minhas mãos, mas quando eu dormi realmente, não fiz mais o RC, tudo que eu sabia no sonho era que podia controla-lo mais não lembrava que era um sonho.
  Eu não sabia o que estava indo buscar, nas pela reação do meu velho amigo e a minha também, devia ser algo muito importante.
avatar
Mensagens : 57
Pontos : 688
Honra : 17
Data de inscrição : 11/11/2015
Idade : 24
Localização : Sao Luis - MA
Sonhos Lúcidos :
5 / 9995 / 999
Sonhos Comuns :
20 / 99920 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Sonhos do Raiz de Prata

em Qua Dez 23, 2015 3:32 pm
Que técnica interessante, ja fiz isso mais não fiquei insistindo ate pegar no sono como você, quem sabe tb da certo comigo. rsrs Apesar de não ter sido lúcido, foi um sonho e tanto.! feliz
avatar
Mensagens : 100
Pontos : 855
Honra : 56
Data de inscrição : 13/08/2015
Idade : 24
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Sonhos do Raiz de Prata

em Qua Dez 23, 2015 4:56 pm
Apliquei essa técnica durante um cochilo à tarde, ainda não tentei combina-la com o wbtb durante a noite, a preguiça não deixa. kkkkk
mas você pode tentar sim, se conseguir algum resultado (e eu tenho certeza de que vai) posta no seu diário e eu vou ter o prazer de ler ok?
avatar
Mensagens : 2531
Pontos : 5557
Honra : 1043
Data de inscrição : 12/06/2013
Localização : Bahia
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Sonhos do Raiz de Prata

em Qui Dez 24, 2015 2:18 am
Raiz de Prata escreveu:Já sim muito feliz . Já pilotei até nave alienígena em sonho, mas a sensação de voar sozinho é inigualável.
Voar no sonho é pura liberdade. E a visão panorâmica que você tem das paisagens, é de cair o queixo de tão impressionante que é. certo

Raiz de Prata escreveu:

Raiz de Prata escreveu:A minha casa estava no topo de um prédio realmente muito alto, não se via o chão só nuvens e o céu azul em todas as direções. Nós éramos reféns. Um grupo de sete terroristas do estado Islâmico apontavam suas Ak's para as quase vinte pessoas sentadas no chão, algumas choravam (não conhecia nehuma delas), não havia ninguém na casa todos estávamos do lado de fora. Os terroristas usavam aquela típica roupa deles e estavam todos de branco e com um pano cobrindo a boca e o nariz.
Um dos terroristas agarra uma mulher loira pelos braços e a leva aos puxões para a beirada do prédio e pede para que eu o siga, a mulher aos gritos chora pedindo socorro eu os acompanho anestesiado pela situação , não sentia medo ou raiva... nada.
Quando chegamos na beira o homem coloca a mulher na sua frente a um passo da borda do edifício, e se afasta dois passos já levantando o cano da arma, eu apenas observo. Três tiros. Vejo os buracos cuspindo sangue das costas da pobre mulher que cai dura para a imensa queda. Nesse momento eu saio do meu tranze e sinto raiva do terrorista, penso ainda em empurra-lo do prédio, seria fácil. Olhei para trás e vi as pessoas amedrotadas, estávamos um pouco afastados. "Se virem que eu matei um deles, eles vão atirar em todo mundo", pensei. Desisti da idéia. Eu não ligava se morresse ali mas não queria que aquelas pessoas perdessem a vida por minha causa. O assassino se virou para mim e disse:
 - A queda vai mata-la. - tinha um olhar calmo como se tivesse acabado de matar um animal qualquer.
Pensei que seria a minha vez, mas ele me levou de volta para o grupo, ele só queria que eu visse tudo bem de perto.

O resto está muito fragmentado, lembro de que alguém chagava ajudar e de eu estar lutando com um dos terroristas com uma vara de uns quatro metros.
A queda vai matá-la? perplexo  E os três tiros de AK nas costas da pobre mulher, foi só pra fazer fosquinha foi? gargalhada

Raiz de Prata escreveu:

Raiz de Prata escreveu:                                     A Fonte da Juventude
 Sonhei que estava no quintal de casa e ele estava bem maior e bem mais arborizado e nele havia uma fonte da juventude, na verdade era uma pequena poça de água cristalina azulada cercada por pedras brancas. Um senhor que aparentava uns 65 anos era o guardião da fonte e não deixava qualquer um toca-la. Uma mulher jovem e bonita, que me acompanhava, queria que o velho lhe ensinasse seus segredos, no começo ele recusou mas depois cedeu e nós permitiu dar um mergulho.
 O velho tirou suas roupas estranhas, pareciam roupas indianas mas um pouco diferentes e das suas costas ele tirou uma tira de pano grosso e um pouco de poeira subiu. Ele fica completamente nú e me envergonho pela moça que está ali, mas ela não se importa. O velho sobe em umas pedras enormes perto da fonte e fica a uns dois metros de altura, lá existe um pedaço de cerca de uns quarenta centímetros e ele sobe nela com os pés para cima (plantando bananeira), nesse momento pensei: "Nossa esse velho tá inteiro". Então o velho pede para que a moça faça o mesmo e então se lança na fonte. Não lembro de ter visto a moça jogar-se também, mas eu decido experimentar. Vou até o topo e o velho já está lá para me acompanhar ele me diz que a água está a uns cinqüenta graus. Me preparo e salto de qual que jeito, vejo a água azulada se aproximando... aproximando... até que splash! A sensação é ótima, senti meu corpo vibrar dentro da fonte, era realmente quente e eu me senti poderoso ali, dei um grito de euforia dentro da água e bolhas de ar saiam da minha boca em vez de som. Saí com os braços levantados me sentindo renovado.
 Depois o sonho se alterou aos poucos e o velho já estava de roupas de novo e em uma de subidas ele caiu da pedra e machucou o braço, ele me chamou e mostrou me o ferimento, que na verdade foi só um deslocamento do pulso, ele conseguia girar a mão 360° e se divertia com isso. Nessa parte do sonho ele parecia outra pessoa.
O velho pulou na fonte da juventude, e ao invés de sair mais jovem, saiu velho e com o braço quebrado? Que fonte da juventude é essa? gargalhada

Raiz de Prata escreveu :

Raiz de Prata escreveu:          SONHANDO NO SONHO
 Eu estava  em um ônibus que sempre pego para voltar para casa. O dia estava nublado, tinha acabado de chover. O caminho que o ônibus seguia era desconhecido para mim, seguíamos por uma estrada asfaltada e cercadas de casas comuns.
 Sentado em frente a porta do meio, vi uma cratera enorme no meio da estrada, tomava mais da metade da pista e água cristalina escorria para o fundo do buraco de mais de três metros. O motorista faz uma manobra e bem devagar desvia da cratera.     Apenas três pessoas ocupavam o ônibus além de mim. Passamos sem problemas pelo buraco, outros aparecem mas são bem menores e não oferecem perigo.
 Agora seguimos por uma estrada de terra, ou melhor, lama. O ônibus segue a uma boa velocidade até que vejo um barranco de areia amarela no lado direito da estrada (por onde seguíamos) e do lado esquerdo  outro buraco, mais raso que o último mas tão grande quanto. O motorista, ao invés de frear o veículo, pisa no acelerador e o ônibus acerta em cheio o barranco molhado. Com o impacto as portas se abrem e o veículo tomba para o mesmo lado delas, como estou bem na frente de uma delas, caio para fora e o ônibus tomabando me acompanha. Ele cai por cima de mim, só não sou esmagado por que estava alinhado com as portas e toneladas de aço cairam do meu lado. Estou dentro do ônibus virado de lado e eu deitado no chão. Tudo começa a escurecer.
 Quando volto a ver estou sentado na calçada com os outros três passageiros do meu lado. Então percebo que tinha sonhado aquilo tudo. Me viro para esquerda e vejo o ônibus. Estava com a frente enfiada no barranco mas não estava tombado. O acidente realmente tinha acontecido mas de forma diferente.
Se você percebeu que estava sonhando com aquilo tudo, então pode se dizer que técnicamente foi um sonho lúcido. certo

Raiz de Prata escreveu:
Raiz de Prata escreveu:Essa tarde tive um sonho que vou classifica-lo como quase lúcido.
 Eu fui dormir pensando em ficar lúcido em um sonho e imaginava constantemente olhando para minhas mãos enquanto caia no sono, é uma técnica que já funcionou comigo.
  O sonho começa e estou do lado de fora de um prédio, esperando alguém trazer alguma coisa. Dois amigos meus (no sonho) estão ao meu lado e esta chovendo muito, muito mesmo. Eles dois estão sentados  na beirada de um canteiro embaixo de um teto de acrílico que os protegia da chuva mas, eu estava em pé me molhando, não havia mais espaço pra mim na coberta. Eu queria pelo menos me sentar e fui para o outro lado do canteiro.
 Quando percebeu minha intenção um dos meus amigos falou:
  - Você vai molhar sua calça se sentar aí. suspeito  (Eu já estava encharcado, então que diferença fazia?)
 Eu olho pro lugar onde pretendia sentar e vejo os pingos enormes formando uma poça.
 "Que saco, onde esse cara tá?", penso já de meio irritado, olhando pro céu. "Eu meso vou busca-lo", e pensado isso eu saio voando.
 Não lembro pra onde eu voei, só lembro quando desci na rua da minha casa, já era noite e não chovia mais. Olho pro lado e encontro quem eu tanto esperava: um amigo de infância que a muito não vejo. Ele estava exatamente igual a quando éramos crianças. Fui até ele e falei:
 - Cara o que você ta fazendo? A gente tá te esperan...
 - Você tem que me ajudar a buscar, eu anida não consegui chegar lá - ele me interrompe com uma expressão aflita.
 Eu saio correndo e ele me segue, enquanto corria eu pensava em o que fazer para chegarmos a tempo. Quando chegamos em uma outra rua eu tive uma idéia que me pareceu obvia e simples no sonho: "vou criar uma nave". legal
 Eu pensei nela e ela apareceu estacionada entre dois carros perto da calçada. Ela era do comprimento de um carro mas era mais alta, tinha apenas dois acentos, um atrás e um na frente onde ia o piloto, parecia um pouco com aqueles helicópteros do Metal Slug só que bem realista e, em vez de hélices ela tinha dois foguetes atrás.
 Eu fui na frente e ele entrou na parte de trás. Eu liguei e controlei o veículo com a mente até que chegamos em uma esquina, tudo começou a escurecer e a nave perdeu velocidade até parar.
"Não! Por que isso ta acontecendo?" enojado
 Ainda pensei em sair correndo de novo mas eu acordei.

Obs:. Nesse sonho faltou pouco para eu ficar lúcido. No começo, enquanto estava no limiar entre desperto e dormindo, eu ficava constantemente me convencendo de que estava sonhando e olhava para minhas mãos, mas quando eu dormi realmente, não fiz mais o RC, tudo que eu sabia no sonho era que podia controla-lo mais não lembrava que era um sonho.
  Eu não sabia o que estava indo buscar, nas pela reação do meu velho amigo e a minha também, devia ser algo muito importante.
Você falou uma coisa interessante. Você viu seu amigo que você não o via a muito tempo, e você viu ele criança, porque essa é a lembrança que você tem dele. Isso já aconteceu comigo também. Tem sonhos que as vezes vejo amigos de infância, que perdi contato a muitos e muitos anos. E no sonho, eles estão do jeito que eu lembro da última vez que vi eles. E não do jeito que devem estar agora. Isso acontece porque não tenho ideia de como essas pessoas estão agora. Isso é bem curioso.
avatar
Mensagens : 100
Pontos : 855
Honra : 56
Data de inscrição : 13/08/2015
Idade : 24
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Sonhos do Raiz de Prata

em Qui Dez 24, 2015 8:11 am
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
É verdade Ramon, o cérebro não tem a memória da atualizada da pessoa então usa a que já tem. O curioso também é que ele estava no sonho como eu mais me lembro dele (a memória mais recorrente), era ele descalço e sem camisa no terreno que agente usava como campo de futebol.
avatar
Mensagens : 2531
Pontos : 5557
Honra : 1043
Data de inscrição : 12/06/2013
Localização : Bahia
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Sonhos do Raiz de Prata

em Qui Dez 24, 2015 8:18 pm
Raiz de Prata escreveu:É verdade Ramon, o cérebro não tem a memória da atualizada da pessoa então usa a que já tem. O curioso também é que ele estava no sonho como eu mais me lembro dele (a memória mais recorrente), era ele descalço e sem camisa no terreno que agente usava como campo de futebol.
A ciência diz que só sonhamos com pessoas e objetos que já vimos ao longo de nossa vida. Mas, eu acredito que é possível sonhar com pessoas e lugares que ainda não vimos nessa vida. Através da projeção da consciência. certo

avatar
Mensagens : 100
Pontos : 855
Honra : 56
Data de inscrição : 13/08/2015
Idade : 24
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Sonhos do Raiz de Prata

em Dom Dez 27, 2015 10:03 am
Reputação da mensagem: 100% (3 votos)
A Golpista da Loja 21
Eu estava na loja de roupas de uma prima, era pequena mas bem elegante ficava em um daqueles centros comerciais com várias lojas no mesmo lugar.
Uma mulher de uns 26 anos, cabelos pretos e pele clara, entrou. Ela era baixinha e toda delicada, parecia uma boneca. Ela fica conversando algo com a minha prima que está atras do balcão, não ouço bem o que dizem, é algo sobre um cartão de crédito que a "bonequinha" segura. O marido da minha prima está bem na minha frente fazendo algo no celular:
- Deu errado, vou ter que começar tudo de novo! - ele disse irritado vendo o celular dar erro.
"A memória esta cheia", pensei olhando a tela do celular mas não falei nada.
A conversa entre a minha prima e a bonequinha começa a ficar exaltada, elas falam mais alto e o marido larga o celular e se mete na confusão. Minha prima fala que tem algo errado com o cartão e que ela insiste em fazer compras com ele. A confusão só aumenta e entre o bate boca, a bonequinha grita aos prantos:
- Tá bom eu confesso, eu tentei da um golpe em vocês.
O marido simplesmente pega o telefone encima do balcão e diz:
- Alô segurança? Temos um problema na loja 21, uma golpista confessa. - ele desliga e manda um olhar irritado para a moça.
Vendo aquilo ela tenta fugir mas eu me ponho em frente a porta de vidro.
- Opa! Você vai ter que ficar aqui, foi mal.
Nesse momento chega o segurança que mais parecia um armário de tão grande, ele vestia um terno preto (ele parecia o Terry Crews).
Ele vai até a moça e fala um monte de coisas e levanta a mão fechada para ela, eu imediatamente coloco a minha mão espalmada na frente dele.
- Vai com calma cara, não precisa disso - eu falo imaginando o que seria daquela pequena mulher se apanhasse daquele gigante careca.
Ele para o movimento querendo apenas amedronta-la, o que não era necessário já que ela estava aos gritos se recusando a ir com o ele. Ela batia os braços enquanto o grandalhão tentava leva-la para fora, até que me intrometo de novo:
- Escuta, você fez besteira e agora vai ter que aguentar as conseqüências - enquanto eu falava ela parou e me olhou, o gigante aproveitou a chance para agarra-la pera cintura.
Ela voltou a se debater e a gritar enquanto o segurança a levava para fora. Eu ficava apenas observando a pequena moça sendo carregada para fora aos berros, e achando a atitude do careca muito exagerada.

avatar
Mensagens : 1273
Pontos : 3192
Honra : 657
Data de inscrição : 06/07/2015
Localização : Alemanha
Sonhos Lúcidos :
222 / 999222 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Sonhos do Raiz de Prata

em Dom Dez 27, 2015 5:39 pm

O segurança exagerou um pouco na atitude dele. Fiquei com pena da bonequinha.
Raiz de Prata escreveu:Nesse momento chega o segurança que mais parecia um armário de tão grande, ele vestia um terno preto (ele parecia o Terry Crews).
Hahahaha! O segurança devia ser "mó figura". Terry Crews é muito engraçado. gargalhada
avatar
Mensagens : 100
Pontos : 855
Honra : 56
Data de inscrição : 13/08/2015
Idade : 24
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Sonhos do Raiz de Prata

em Seg Dez 28, 2015 9:18 am
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
KKKK é mesmo Königin ele é muito engraçado, é um ótimo ator. Uma vez sonhei que era um dos Expendables (hahaha) e ele estava lá dando tiros de escopeta bem do meu lado (me senti uma formiga perto dele).
avatar
Mensagens : 2531
Pontos : 5557
Honra : 1043
Data de inscrição : 12/06/2013
Localização : Bahia
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Sonhos do Raiz de Prata

em Ter Dez 29, 2015 9:21 pm
Raiz de Prata escreveu :
Raiz de Prata escreveu:             A Golpista da Loja 21
  Eu estava na loja de roupas de uma prima, era pequena mas bem elegante ficava em um daqueles centros comerciais com várias lojas no mesmo lugar.
  Uma mulher de uns 26 anos, cabelos pretos e pele clara, entrou. Ela era baixinha e toda delicada, parecia uma boneca. Ela fica conversando algo com a minha prima que está atras do balcão, não ouço bem o que dizem, é algo sobre um cartão de crédito que a "bonequinha" segura. O marido da minha prima está bem na minha frente fazendo algo no celular:
   - Deu errado, vou ter que começar tudo de novo! - ele disse irritado vendo o celular dar erro.
  "A memória esta cheia", pensei olhando a tela do celular mas não falei nada.
  A conversa entre a minha prima e a bonequinha começa a ficar exaltada, elas falam mais alto e o marido larga o celular e se mete na confusão. Minha prima fala que tem algo errado com o cartão e que ela insiste em fazer compras com ele. A confusão só aumenta e entre o bate boca, a bonequinha grita aos prantos:
  - Tá bom eu confesso, eu tentei da um golpe em vocês.
  O marido simplesmente pega o telefone encima do balcão e diz:
  - Alô segurança? Temos um problema na loja 21, uma golpista confessa. - ele desliga e manda um olhar irritado para a moça.
   Vendo aquilo ela tenta fugir mas eu me ponho em frente a porta de vidro.
  - Opa! Você vai ter que ficar aqui, foi mal.
  Nesse momento chega o segurança que mais parecia um armário de tão grande, ele vestia um terno preto (ele parecia o Terry Crews).
Ele vai até a moça e fala um monte de coisas e levanta a mão fechada para ela, eu imediatamente coloco a minha mão espalmada na frente dele.
  - Vai com calma cara, não precisa disso - eu falo imaginando o que seria daquela pequena mulher se apanhasse daquele gigante careca.
  Ele para o movimento querendo apenas amedronta-la, o que não era necessário já que ela estava aos gritos se recusando a ir com o ele. Ela batia os braços enquanto o grandalhão tentava leva-la para fora, até que me intrometo de novo:
  - Escuta, você fez besteira e agora vai ter que aguentar as conseqüências - enquanto eu falava ela parou e me olhou, o gigante aproveitou a chance para agarra-la pera cintura.
  Ela voltou a se debater e a gritar enquanto o segurança a levava para fora. Eu ficava apenas observando a pequena moça sendo carregada para fora aos berros, e achando a atitude do careca muito exagerada.

A bonequinha deu trabalho pra ser presa hein. Kkkk E você ainda ficou com pena dela? Então porque você não perdoou ela e a deixou ir embora? Isso seria um milagre de natal. gargalhada

avatar
Mensagens : 100
Pontos : 855
Honra : 56
Data de inscrição : 13/08/2015
Idade : 24
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Sonhos do Raiz de Prata

em Qua Dez 30, 2015 9:05 am
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
Acho que fiquei com pena dela só por que ela era bonitinha legal, mas não a ponto de livra-la da cadeia gargalhada
avatar
Mensagens : 100
Pontos : 855
Honra : 56
Data de inscrição : 13/08/2015
Idade : 24
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Sonhos do Raiz de Prata

em Qui Jan 14, 2016 9:31 pm
Reputação da mensagem: 100% (2 votos)
Olá pessoal. Ultimamente não tenho tido muito tempo pra postar nada, estou com uma rotina louca de estudos e trabalho, mas hoje fiz um esforço para postar esse sonho que eu tive a duas noites atrás que foi bem curtinho mas que eu odiei. Acho que nunca comentei isso aqui, mas, eu tenho uma certa aversão a aranhas. Eu lutaria com um leão e um urso pardo apenas com uma faca de plástico só para não ter que encarar uma aranha. É realmente curioso a reação que elas me causam, o simples fato de alguém dizer: "Será que tem aranhas aqui?", já me deixa na defensiva e um milhão de pensamentos absurdos me assaltam a mente. Esse medo estranho é herança do filme Aracnofobia que eu assisti quando era mais novo no esquecido "Cinema em Casa" do sbt, e é o número um da minha lista de filmes que não vejo nem sob tortura.
MALDITA ARANHA
Eu estava no terraço da minha casa com meu pai. concertavamos uma janela e parte da parede estava quebrada. Em certo momento eu olho para o final da rua e vejo uma amiga que trabalhava comigo. Ela trajava um vestido com um vermelho chamativo, até suas sandálias eram vermelhas, o vestido era um pouco curto e deixava a mostra suas belas pernas morenas e a parte de cima era um "tomara que caia" bem decotado, mas os atributos físicos dela não são o foco aqui kkkkk. Ela caminhava na direção da minha casa, subindo a rua.
Por algum motivo, no sonho, eu não queria que ela me visse, então eu me deitei no chão, e nesse momento uma aranha preta de uns dez centímetros sai de um buraco na parede e meu pai joga ela na minha direção dando risadas. Ela cai a minha esquerda, perto do meu braço, eu fico paralizado e tudo o que consigo fazer é gritar para que meu pai me ajude, mas ele continua rindo. A aranha começa a andar por baixo das minhas pernas e em certo momento seu abdômen toca a minha pele, a sensação foi horrível, era áspero e frio enojado . Quando ela passou para o outro lado tinha se transformado em um inseto, uma mistura de barata com formiga mas continuava do mesmo tamanho e eu, tomado pela raiva, me levanto e tento pisotea-la mas a criatura era muito rápida e sempre se esquivava, parecia zombar de mim, até finalmente desaparecer num canto escuro.

É única conclusão que tiro desse sonho é que eu não quero que se repita NUNCA.

avatar
Mensagens : 234
Pontos : 1533
Honra : 91
Data de inscrição : 02/06/2014
Idade : 27
Localização : Pouso Alegre, mg
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Sonhos do Raiz de Prata

em Sex Jan 15, 2016 1:30 pm
Raiz de Prata, compreendo sua agonia, peguei medo de aranha com esse filme medo susto
E seu sonho foi muito agoniante, que afliação. Já a moça de vermelho deveria ser muito linda.
avatar
Mensagens : 1273
Pontos : 3192
Honra : 657
Data de inscrição : 06/07/2015
Localização : Alemanha
Sonhos Lúcidos :
222 / 999222 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Sonhos do Raiz de Prata

em Sex Jan 15, 2016 8:09 pm
Que pesadelo horripilante. Senti sua angústia ao ler seu relato. Também tenho pavor de aranhas, mas no meu caso foi depois que eu tive um pesadelo quando criança. medo medo medo
avatar
Mensagens : 100
Pontos : 855
Honra : 56
Data de inscrição : 13/08/2015
Idade : 24
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Sonhos do Raiz de Prata

em Sab Jan 16, 2016 12:00 am
Carol era ela linda mesmo, eu ainda estou tentando descobrir o motivo de estar toda de vermelho.

Foi horrível Königin, fazia muito tempo que eu não sabia o que era um pesadelo e quando tenho um, acaba sendo um dos piores.
avatar
Mensagens : 234
Pontos : 1533
Honra : 91
Data de inscrição : 02/06/2014
Idade : 27
Localização : Pouso Alegre, mg
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Sonhos do Raiz de Prata

em Sab Jan 16, 2016 12:28 pm
Raiz de Prata, no meu grupo de sl no whats tem uma pessoa que interpreta sonhos. Se vc quiser mando pra ele.
avatar
Mensagens : 100
Pontos : 855
Honra : 56
Data de inscrição : 13/08/2015
Idade : 24
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Sonhos do Raiz de Prata

em Sab Jan 16, 2016 10:37 pm
Quero sim, deve ser interessante. Quero desvendar esse mistério.
avatar
Mensagens : 1178
Pontos : 3874
Honra : 670
Data de inscrição : 25/03/2013
Idade : 22
Localização : Morretes/ PR
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuáriohttp://naturezaevolutiva.blogspot.com.br/

Re: Diário de Sonhos do Raiz de Prata

em Dom Jan 17, 2016 11:44 am

Minha intenção não é provocar medo algum... haha

O pior do que li é que o animal era espertinho e zombava de ti. Se fosse um simples animal, seria fácil pisar. Abraços.
avatar
Mensagens : 100
Pontos : 855
Honra : 56
Data de inscrição : 13/08/2015
Idade : 24
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Sonhos do Raiz de Prata

em Dom Jan 17, 2016 2:41 pm
Nossa que agonia que bicho é esse? Ele é parecido com o do sonho exceto pelas patas da frente e o corpo era mais próximo de uma barata. Ahh me deu até coceira agora kkkkkk.
avatar
Mensagens : 1273
Pontos : 3192
Honra : 657
Data de inscrição : 06/07/2015
Localização : Alemanha
Sonhos Lúcidos :
222 / 999222 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Sonhos do Raiz de Prata

em Seg Jan 18, 2016 8:16 pm
Que bicho mais feio!! Vou ter pesadelo hoje à noite. medo medo medo
avatar
Mensagens : 108
Pontos : 734
Honra : 59
Data de inscrição : 13/12/2015
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Sonhos do Raiz de Prata

em Ter Fev 16, 2016 4:31 pm
Nossa Raiz de Prata, seu pai te trolou nesse sonho da aranha, e ainda você acabou ficando paralisado, que agoniante:medo: medo
Conteúdo patrocinado

Re: Diário de Sonhos do Raiz de Prata

Ver o tópico anteriorVoltar ao TopoVer o tópico seguinte
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum