Conectar-se
Os membros mais ativos do mês
9 Mensagens - 36%
4 Mensagens - 16%
4 Mensagens - 16%
3 Mensagens - 12%
2 Mensagens - 8%
1 Mensagem - 4%
1 Mensagem - 4%
1 Mensagem - 4%
Votação
Qual a técnica que você utiliza para ficar lúcido?
Teste de Realidade
45% / 15
Totem
15% / 5
Incubação
12% / 4
Gatilho
6% / 2
Gravador de Voz ou Sons Binaurais
6% / 2
Outros
15% / 5
Parceiros
 sonhos=
 sonhos=
 animes=

Compartilhe
Ver o tópico anteriorIr em baixoVer o tópico seguinte
avatar
Mensagens : 100
Pontos : 911
Honra : 56
Data de inscrição : 13/08/2015
Idade : 24
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos da Königin

em Seg Ago 24, 2015 12:46 pm
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
Que piscina sinistra. As vezes eu faço uma análise de sonhos que eu tenho que me chamam a atenção, não são todos mas alguns realmente me passam uma mensagem. Será que não é o caso desse seu sonho?
avatar
Mensagens : 2531
Pontos : 5613
Honra : 1043
Data de inscrição : 12/06/2013
Localização : Bahia
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos da Königin

em Seg Ago 24, 2015 8:53 pm
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
Königin escreveu:

Königin escreveu:
Nao me lembro muito bem do sonho. Era noite e eu andava pela rua segurando um folha de papel em branco. Eu entrava em bares e restaurantes a procura de alguém. Quem? Não sei.
Às vezes eu olhava para a folha de papel e nela havia nomes e em outros momentos havia fotos de rostos. Lembro que uma das fotos era uma senhora loira. Ao entrar num bar, eu peguei uma caneta que estava no balcão eu comecei a fazer um mapa do meu trajeto no papel e alguém viu e perguntou se eu estava desenhando um labirinto. Olhei para meu mapa e realmente parecia um labirinto.
É engraçado como as vezes no sonho nos pegamos fazendo coisas sem sentido. Tipo, procurar por pessoas sem saber quem é estamos procurando e por quê. gargalhada

Lembrei de um sonho que eu caminhava numa rua estranha, mas não sabia de onde estava vindo e nem pra onde eu estava indo. gargalhada


Königin escreveu:

Königin escreveu:
Fui assistir um campeonato de natação. A piscina ficava num local estranho. Dentro de um estábulo (tinha cavalos para todos lados). Na verdade, no local havia duas piscinas: uma para treinar e a outra para competir. A piscina de treino era em forma de um trevo de quatro folhas e era bem rasa. A outra piscina, chamada de oficial, era bem estranha também. Ela era bem longa, profunda e mas era muito estreita. Parecia ter espaço para apenas uma raia. Na competição só havia dois nadadores. Os nadadores tinham que usar uma mascara de mergulho (aquelas com um canudo para respirar).
Antes de entrar na piscina oficial, eles foram se aquecer na piscina em forma de trevo, o que era muito engraçado de se ver. Dois marmanjões sentados dentro da piscina, com a mascara no rosto e batendo as mãos na água, feito crianças.  gargalhada .  Depois de espirrar muita água para todos os lados, os dois tinha que por o canudo da mascara na boca e mergulhar a cabeça para dentro da água.  
A partir daí a coisa ficou sinistra.
Ao deitarem no fundo da piscina um deles desapareceu. Ficou somente a mascara boiando na água. O mais estranho era que a mascara parecia respirar. Dava para ver as bolhas de ar saindo do canudo. 
Ninguém se importou com o desaparecimento do rapaz.
Eu parecia a única aflita com aquela situação. Perguntei para o treinador se ele não ia ajudar o rapaz e ele responde não e que o desaparecimento era muito comum e o rapaz sempre voltava. Realmente ele voltou. Do nada apareceu no fundo da piscina. Ele se levantou rapidamente e estava todo desesperado. A expressão de pânico no rosto dele dava dó. Ele pegou a mascara e saiu da piscina e falou que não queria mais competir. O treinador dele ficou bravo e não permitiu que o rapaz abandonasse o campeonato. O rapaz sentou num banco e ficou olhando para chão com uma cara de preocupação, enquanto aguardava a disputa oficial.
Fui para perto dele e perguntei se estava tudo bem. Ele disse que estava com medo, porque o que ele viu debaixo dágua era muito horrível e o seu maior medo era não voltar mais.
Tentei animar o rapaz, dizendo que tudo ia dar certo, mas não adiantou. Ele apenas segurou a minha mão e me pediu uma coisa. Ficar perto da piscina quando ele estivesse nadando e se ele sumisse, eu deveria retirar a mascara da água e assim ele voltaria. Concordei em fazer, porque do modo que ele apertou a minha mão, dava para sentir o medo dele. Ele quase quebrou meus dedos.
Os dois nadadores foram para a piscina oficial. A regra era o seguinte: Os dois tinham que pular, cair de barriga na água, dar uma braçada, virar e então nadar toda a extensão da piscina. Vence quem chegar primeiro.
Foi dada a largada e tchibum! Os dois pularam e deram aquela barrigada na água. Deram uma braçada e ao virar o rapaz desapareceu, ficando só a mascara (que respirava) e o outro saiu nadando em direção ao final.
Resolvi esperar um pouco para ver o rapaz voltava sozinho e nada. Então eu corri para beirada da piscina para pegar a mascara. O treinador e um dos organizadores me seguraram. Eles não me deixavam pegar a mascara. Fiquei desesperada. Eu queria salvar o rapaz de qualquer jeito. De repente apareceu a mão do rapaz. Ele começou arranhar o azulejo da piscina, como estivesse tentando escrever algo. Vi a mão dele afundando na água e desaparecendo.  A mascara entao parou "de respirar".
Acabou a competição, o outro nadador venceu e todos foram em direção dele para comemorar. Eu fiquei sozinha perto da borda da piscina. Olhei onde o rapaz havia arranhado algo e vi que ele escreveu "M...". "O que significa isso?", Pensei. Tudo estava tão estranho. Olho para a água e vejo no fundo uma moeda dourada. Ela me parecia familiar. Acho que era a minha moeda do Leonardo DaVinci. Nao conseguiu pegá-la porque o despertador tocou e eu acordei. 
Ver alguém se afogando é algo muito chocante de se ver.

Mas, no final do sonho seu subconsciente lhe mostrou sua moeda da sorte na piscina. Era o sinal te avisando que você estava num sonho. gargalhada
avatar
Mensagens : 1273
Pontos : 3248
Honra : 657
Data de inscrição : 06/07/2015
Localização : Alemanha
Sonhos Lúcidos :
222 / 999222 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos da Königin

em Ter Ago 25, 2015 4:37 pm
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
InexperientDreamer escreveu:Nossa , que aflição não poder ajudar o rapaz kkkk
Foi uma aflição mesmo. Nao entendi porque não me deixaram ajudar o rapaz. Ainda bem que foi só um sonho.
avatar
Mensagens : 1273
Pontos : 3248
Honra : 657
Data de inscrição : 06/07/2015
Localização : Alemanha
Sonhos Lúcidos :
222 / 999222 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos da Königin

em Ter Ago 25, 2015 5:00 pm
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
Raiz de Prata escreveu:Que piscina sinistra. As vezes eu faço uma análise de sonhos que eu tenho que me chamam a atenção, não são todos mas alguns realmente me passam uma mensagem. Será que não é o caso desse seu sonho?

Eu nem sei por onde começar analisar esse sonho. Se eu buscar minhas lembranças passadas, eu vou encontrar muitas coisas relacionadas ao sonho, como por exemplo, a piscina em forma de trevo. Eu me lembro de ter visto uma semelhante. Ficava num clube de uma cidade onde eu morei quando era criança. Assistir um campeonato de natação nunca do meu interesse. Eu nem sei nadar. Já vi uma pessoa morrer afogada. Foi horrível. Aconteceu um rapaz. No dia anterior da morte dele, ele veio conversar comigo. Ele era uma pessoa muito simpática, cheias de sonhos. Fiquei chocada na época. Será que essas lembranças têm alguma importância agora? Eu acho tudo tão complicado.
avatar
Mensagens : 1273
Pontos : 3248
Honra : 657
Data de inscrição : 06/07/2015
Localização : Alemanha
Sonhos Lúcidos :
222 / 999222 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos da Königin

em Ter Ago 25, 2015 5:04 pm
Reputação da mensagem: 100% (2 votos)
Ramon escreveu:
Königin escreveu:

Königin escreveu:
Nao me lembro muito bem do sonho. Era noite e eu andava pela rua segurando um folha de papel em branco. Eu entrava em bares e restaurantes a procura de alguém. Quem? Não sei.
Às vezes eu olhava para a folha de papel e nela havia nomes e em outros momentos havia fotos de rostos. Lembro que uma das fotos era uma senhora loira. Ao entrar num bar, eu peguei uma caneta que estava no balcão eu comecei a fazer um mapa do meu trajeto no papel e alguém viu e perguntou se eu estava desenhando um labirinto. Olhei para meu mapa e realmente parecia um labirinto.
É engraçado como as vezes no sonho nos pegamos fazendo coisas sem sentido. Tipo, procurar por pessoas sem saber quem é estamos procurando e por quê. gargalhada

Lembrei de um sonho que eu caminhava numa rua estranha, mas não sabia de onde estava vindo e nem pra onde eu estava indo. gargalhada


Königin escreveu:

Königin escreveu:
Fui assistir um campeonato de natação. A piscina ficava num local estranho. Dentro de um estábulo (tinha cavalos para todos lados). Na verdade, no local havia duas piscinas: uma para treinar e a outra para competir. A piscina de treino era em forma de um trevo de quatro folhas e era bem rasa. A outra piscina, chamada de oficial, era bem estranha também. Ela era bem longa, profunda e mas era muito estreita. Parecia ter espaço para apenas uma raia. Na competição só havia dois nadadores. Os nadadores tinham que usar uma mascara de mergulho (aquelas com um canudo para respirar).
Antes de entrar na piscina oficial, eles foram se aquecer na piscina em forma de trevo, o que era muito engraçado de se ver. Dois marmanjões sentados dentro da piscina, com a mascara no rosto e batendo as mãos na água, feito crianças.  gargalhada .  Depois de espirrar muita água para todos os lados, os dois tinha que por o canudo da mascara na boca e mergulhar a cabeça para dentro da água.  
A partir daí a coisa ficou sinistra.
Ao deitarem no fundo da piscina um deles desapareceu. Ficou somente a mascara boiando na água. O mais estranho era que a mascara parecia respirar. Dava para ver as bolhas de ar saindo do canudo. 
Ninguém se importou com o desaparecimento do rapaz.
Eu parecia a única aflita com aquela situação. Perguntei para o treinador se ele não ia ajudar o rapaz e ele responde não e que o desaparecimento era muito comum e o rapaz sempre voltava. Realmente ele voltou. Do nada apareceu no fundo da piscina. Ele se levantou rapidamente e estava todo desesperado. A expressão de pânico no rosto dele dava dó. Ele pegou a mascara e saiu da piscina e falou que não queria mais competir. O treinador dele ficou bravo e não permitiu que o rapaz abandonasse o campeonato. O rapaz sentou num banco e ficou olhando para chão com uma cara de preocupação, enquanto aguardava a disputa oficial.
Fui para perto dele e perguntei se estava tudo bem. Ele disse que estava com medo, porque o que ele viu debaixo dágua era muito horrível e o seu maior medo era não voltar mais.
Tentei animar o rapaz, dizendo que tudo ia dar certo, mas não adiantou. Ele apenas segurou a minha mão e me pediu uma coisa. Ficar perto da piscina quando ele estivesse nadando e se ele sumisse, eu deveria retirar a mascara da água e assim ele voltaria. Concordei em fazer, porque do modo que ele apertou a minha mão, dava para sentir o medo dele. Ele quase quebrou meus dedos.
Os dois nadadores foram para a piscina oficial. A regra era o seguinte: Os dois tinham que pular, cair de barriga na água, dar uma braçada, virar e então nadar toda a extensão da piscina. Vence quem chegar primeiro.
Foi dada a largada e tchibum! Os dois pularam e deram aquela barrigada na água. Deram uma braçada e ao virar o rapaz desapareceu, ficando só a mascara (que respirava) e o outro saiu nadando em direção ao final.
Resolvi esperar um pouco para ver o rapaz voltava sozinho e nada. Então eu corri para beirada da piscina para pegar a mascara. O treinador e um dos organizadores me seguraram. Eles não me deixavam pegar a mascara. Fiquei desesperada. Eu queria salvar o rapaz de qualquer jeito. De repente apareceu a mão do rapaz. Ele começou arranhar o azulejo da piscina, como estivesse tentando escrever algo. Vi a mão dele afundando na água e desaparecendo.  A mascara entao parou "de respirar".
Acabou a competição, o outro nadador venceu e todos foram em direção dele para comemorar. Eu fiquei sozinha perto da borda da piscina. Olhei onde o rapaz havia arranhado algo e vi que ele escreveu "M...". "O que significa isso?", Pensei. Tudo estava tão estranho. Olho para a água e vejo no fundo uma moeda dourada. Ela me parecia familiar. Acho que era a minha moeda do Leonardo DaVinci. Nao conseguiu pegá-la porque o despertador tocou e eu acordei. 
Ver alguém se afogando é algo muito chocante de se ver.

Mas, no final do sonho seu subconsciente lhe mostrou sua moeda da sorte na piscina. Era o sinal te avisando que você estava num sonho. gargalhada

Uma pena que eu acordei antes de pegar a moeda. Se eu ficasse lúcida, eu poderia vestir a máscara dele, entrar na água e ir para onde ele foi para resgatá-lo.
avatar
Mensagens : 1273
Pontos : 3248
Honra : 657
Data de inscrição : 06/07/2015
Localização : Alemanha
Sonhos Lúcidos :
222 / 999222 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

25.08.2015 - A Casa

em Ter Ago 25, 2015 5:08 pm
Reputação da mensagem: 100% (2 votos)
No meu sonho, meu marido e eu estávamos visitando uma casa que estava a venda. Nós nem havíamos entrado nela e meu marido decidiu compra-la. Assinou os papéis ali mesmo, na entrada da casa. Eu não acreditava que ele tinha feito aquilo. "Como você pode comprar uma casa sem antes de ver as condições que ela está? disse a ele. Ele respondeu: "O corretor falou que a casa tem um banheiro enorme, exatamente como você deseja. Você vai adorar a casa". Eu só pensei: "Meu Deus! Esse homem bebeu!". Estava furiosa. Ele estava ciente que fez um ótimo negócio. Então, tá! Como não tinha mais volta, era a hora de conhecer o grande pepino, digo, a grande casa.
Entramos pela porta da frente, passamos pelo corredor e a primeira porta que apareceu era do banheiro. Ele realmente era enorme como sempre sonhei. Tinha banheira, ducha, piso e azulejos modernos. Uma beleza. A minha fúria até diminuiu um pouco depois que vi o banheiro.
Então, fomos para o próximo cômodo. Era um outro banheiro. Enorme como o primeiro. Aliás, era idêntico ao anterior. "Nossa! Dois banheiros enormes na casa. Que chique!", Exclamei.
Vamos em direção da cozinha e lá encontramos mais um banheiro. "O que está acontecendo aqui?" - Estava ficando confusa. Nesse banheiro, que era idêntico ao outros dois, tinha uma outra porta que dava acesso a um outro banheiro. Gente, a casa inteira era só de banheiros. Lembro-me que subi a escada, fui em direção aos quartos e só entrava banheiros. Eu nem sabia o que dizer para o meu marido. De repente, alguém toca a campainha da casa. Abro a porta e tem um menino, todo tímido e me pergunta se ele pode usar o banheiro.
Lembro-me que depois disso eu sai da casa, dei uma volta no quarteirao, briguei com uma mulher mal-educada porque a filha dela jogou areia em cima de mim e depois acabei acordando.
avatar
Mensagens : 4
Pontos : 727
Honra : 1
Data de inscrição : 03/09/2015
Sonhos Lúcidos :
1 / 9991 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos da Königin

em Qui Set 03, 2015 10:43 pm
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
Pelo que vejo em seus relatos, você gosta mesmo de banheiros ahahhha
avatar
Mensagens : 2531
Pontos : 5613
Honra : 1043
Data de inscrição : 12/06/2013
Localização : Bahia
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos da Königin

em Qui Set 03, 2015 11:27 pm
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
Königin escreveu:

Königin escreveu:
No meu sonho, meu marido e eu estávamos visitando uma casa que estava a venda. Nós nem havíamos entrado nela e meu marido decidiu compra-la. Assinou os papéis ali mesmo, na entrada da casa. Eu não acreditava que ele tinha feito aquilo. "Como você pode comprar uma casa sem antes de ver as condições que ela está? disse a ele. Ele respondeu: "O corretor falou que a casa tem um banheiro enorme, exatamente como você deseja. Você vai adorar a casa". Eu só pensei: "Meu Deus! Esse homem bebeu!". Estava furiosa. Ele estava ciente que fez um ótimo negócio. Então, tá! Como não tinha mais volta, era a hora de conhecer o grande pepino, digo, a grande casa.
Entramos pela porta da frente, passamos pelo corredor e a primeira porta que apareceu era do banheiro. Ele realmente era enorme como sempre sonhei. Tinha banheira, ducha, piso e azulejos modernos. Uma beleza. A minha fúria até diminuiu um pouco depois que vi o banheiro.
Então, fomos para o próximo cômodo. Era um outro banheiro. Enorme como o primeiro. Aliás, era idêntico ao anterior. "Nossa! Dois banheiros enormes na casa. Que chique!", Exclamei.
Vamos em direção da cozinha e lá encontramos mais um banheiro. "O que está acontecendo aqui?" - Estava ficando confusa. Nesse banheiro, que era idêntico ao outros dois, tinha uma outra porta que dava acesso a um outro banheiro. Gente, a casa inteira era só de banheiros. Lembro-me que subi a escada, fui em direção aos quartos e só entrava banheiros. Eu nem sabia o que dizer para o meu marido. De repente, alguém toca a campainha da casa. Abro a porta e tem um menino, todo tímido e me pergunta se ele pode usar o banheiro.
Lembro-me que depois disso eu sai da casa, dei uma volta no quarteirao, briguei com uma mulher mal-educada porque a filha dela jogou areia em cima de mim e depois acabei acordando.
Você caiu numa espécie de looping dentro do sonho. Kkkk O looping acontece quando você ver uma cena no sonho, tenta sair dela, mas acaba sempre voltando pra mesma cena. Isso já aconteceu comigo num sonho também. É uma viagem quando isso acontece. Kkkk
avatar
Mensagens : 1273
Pontos : 3248
Honra : 657
Data de inscrição : 06/07/2015
Localização : Alemanha
Sonhos Lúcidos :
222 / 999222 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos da Königin

em Sex Set 04, 2015 6:45 am
Nervo escreveu:Pelo que vejo em seus relatos, você gosta mesmo de banheiros ahahhha

Eu tenho um certo trauma com o meu banheiro atual. Ele tão pequeno. Já falei para o meu marido: "A nossa futura casa ter um banheiro enorme". Talvez isso explique a casa de banheiros do sonho.
68
avatar
Mensagens : 1273
Pontos : 3248
Honra : 657
Data de inscrição : 06/07/2015
Localização : Alemanha
Sonhos Lúcidos :
222 / 999222 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos da Königin

em Sex Set 04, 2015 6:50 am
Ramon escreveu:
Königin escreveu:

Königin escreveu:
No meu sonho, meu marido e eu estávamos visitando uma casa que estava a venda. Nós nem havíamos entrado nela e meu marido decidiu compra-la. Assinou os papéis ali mesmo, na entrada da casa. Eu não acreditava que ele tinha feito aquilo. "Como você pode comprar uma casa sem antes de ver as condições que ela está? disse a ele. Ele respondeu: "O corretor falou que a casa tem um banheiro enorme, exatamente como você deseja. Você vai adorar a casa". Eu só pensei: "Meu Deus! Esse homem bebeu!". Estava furiosa. Ele estava ciente que fez um ótimo negócio. Então, tá! Como não tinha mais volta, era a hora de conhecer o grande pepino, digo, a grande casa.
Entramos pela porta da frente, passamos pelo corredor e a primeira porta que apareceu era do banheiro. Ele realmente era enorme como sempre sonhei. Tinha banheira, ducha, piso e azulejos modernos. Uma beleza. A minha fúria até diminuiu um pouco depois que vi o banheiro.
Então, fomos para o próximo cômodo. Era um outro banheiro. Enorme como o primeiro. Aliás, era idêntico ao anterior. "Nossa! Dois banheiros enormes na casa. Que chique!", Exclamei.
Vamos em direção da cozinha e lá encontramos mais um banheiro. "O que está acontecendo aqui?" - Estava ficando confusa. Nesse banheiro, que era idêntico ao outros dois, tinha uma outra porta que dava acesso a um outro banheiro. Gente, a casa inteira era só de banheiros. Lembro-me que subi a escada, fui em direção aos quartos e só entrava banheiros. Eu nem sabia o que dizer para o meu marido. De repente, alguém toca a campainha da casa. Abro a porta e tem um menino, todo tímido e me pergunta se ele pode usar o banheiro.
Lembro-me que depois disso eu sai da casa, dei uma volta no quarteirao, briguei com uma mulher mal-educada porque a filha dela jogou areia em cima de mim e depois acabei acordando.
Você caiu numa espécie de looping dentro do sonho. Kkkk O looping acontece quando você ver uma cena no sonho, tenta sair dela, mas acaba sempre voltando pra mesma cena. Isso já aconteceu comigo num sonho também. É uma viagem quando isso acontece. Kkkk
Foi esquisito encontrar somente banheiros na casa. gargalhada gargalhada
avatar
Mensagens : 382
Pontos : 1912
Honra : 169
Data de inscrição : 08/01/2014
Idade : 21
Localização : RJ
Sonhos Lúcidos :
11 / 99911 / 999
Sonhos Comuns :
179 / 999179 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos da Königin

em Sab Set 12, 2015 4:47 pm
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
Königin escreveu:
Königin escreveu:
No meu sonho, meu marido e eu estávamos visitando uma casa que estava a venda. Nós nem havíamos entrado nela e meu marido decidiu compra-la. Assinou os papéis ali mesmo, na entrada da casa. Eu não acreditava que ele tinha feito aquilo. "Como você pode comprar uma casa sem antes de ver as condições que ela está? disse a ele. Ele respondeu: "O corretor falou que a casa tem um banheiro enorme, exatamente como você deseja. Você vai adorar a casa". Eu só pensei: "Meu Deus! Esse homem bebeu!". Estava furiosa. Ele estava ciente que fez um ótimo negócio. Então, tá! Como não tinha mais volta, era a hora de conhecer o grande pepino, digo, a grande casa.
Entramos pela porta da frente, passamos pelo corredor e a primeira porta que apareceu era do banheiro. Ele realmente era enorme como sempre sonhei. Tinha banheira, ducha, piso e azulejos modernos. Uma beleza. A minha fúria até diminuiu um pouco depois que vi o banheiro.
Então, fomos para o próximo cômodo. Era um outro banheiro. Enorme como o primeiro. Aliás, era idêntico ao anterior. "Nossa! Dois banheiros enormes na casa. Que chique!", Exclamei.
Vamos em direção da cozinha e lá encontramos mais um banheiro. "O que está acontecendo aqui?" - Estava ficando confusa. Nesse banheiro, que era idêntico ao outros dois, tinha uma outra porta que dava acesso a um outro banheiro. Gente, a casa inteira era só de banheiros. Lembro-me que subi a escada, fui em direção aos quartos e só entrava banheiros. Eu nem sabia o que dizer para o meu marido. De repente, alguém toca a campainha da casa. Abro a porta e tem um menino, todo tímido e me pergunta se ele pode usar o banheiro.
Lembro-me que depois disso eu sai da casa, dei uma volta no quarteirao, briguei com uma mulher mal-educada porque a filha dela jogou areia em cima de mim e depois acabei acordando.

Numa casa dessa, meu subconsciente iria pirar, desde criança eu tenho uma certa tara por banheiros enormes dentro dos meus sonhos. Esse sonho me lembrou um sonho que eu tive, que é um pouco semelhante, mas que também era diferente. Diferentemente de você que sempre ia para o mesmo banheiro, no meu sonho, eu queria ficar no banheiro, mas do nada, o sonho me teletransportava para outro cômodo da casa. E esse final de sonho, que virada hein, do nada, tu sai da casa e vai brigar com uma mulher por causa da filha peste que ela tem.


[...]
— E como eu posso te chamar?
— Bom, você pode me chamar de Daniel, que era o meu nome quando eu era totalmente humano, pode também me chamar de Lobo, que era meu nome quando eu era totalmente uma entidade cósmica. Mas você também pode me chamar de Pai.
— Pai?
— Sim, todos os lobos e lobisomens são meus filhos, todos vieram de mim.
[...]

avatar
Mensagens : 1273
Pontos : 3248
Honra : 657
Data de inscrição : 06/07/2015
Localização : Alemanha
Sonhos Lúcidos :
222 / 999222 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

09.10.2015 - Arremesso de Pneus

em Sex Out 09, 2015 1:31 pm
Reputação da mensagem: 100% (2 votos)
Não me recordo muita coisa sobre este sonho. A única coisa que me lembro é eu e um grupo de motoqueiros estávamos num canteiro de uma rodovia, mais precisamente numa curva e fazíamos um campeonato de quem conseguia arremessar mais longe um pneu de carro.
O campeonato estava divertido até o momento que um dos motoqueiros mudou a regra. Ele começou a arremessar o pneu nos carros que vinham na curva.
Eu não gostei daquilo e comecei a discutir com ele. A partir daí nao me lembro de mais nada.  
avatar
Mensagens : 167
Pontos : 1031
Honra : 80
Data de inscrição : 29/07/2015
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos da Königin

em Sab Out 10, 2015 8:47 am
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
O motoqueiro em vez de tacar longe
começou a tacar nos carros que passavam?


"O sonho é a porta de entrada para o universo interior que existe dentro de nós."
Ramon
avatar
Mensagens : 1273
Pontos : 3248
Honra : 657
Data de inscrição : 06/07/2015
Localização : Alemanha
Sonhos Lúcidos :
222 / 999222 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos da Königin

em Sab Out 10, 2015 5:57 pm
InexperientDreamer escreveu:O motoqueiro em vez de tacar longe
começou a tacar nos carros que passavam?

Exatamente. Ele ficava esperando surgir um carro na curva e entao arremecava o pneu. Crying or Very sad
avatar
Mensagens : 1273
Pontos : 3248
Honra : 657
Data de inscrição : 06/07/2015
Localização : Alemanha
Sonhos Lúcidos :
222 / 999222 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

13.10.2105 - O Choque Elétrico

em Ter Out 13, 2015 10:44 am
Reputação da mensagem: 100% (2 votos)
Estava em meu quarto vestindo meu quimono, quando meu pai apareceu e reclamou do fato eu continuar a treinar judô. Minha mãe também apareceu e reforçou o coro "Judô é coisa de meninos". Aquilo me irritou e saí de casa com uma raiva. Já no estádio, sentada num banho eu assistia algumas lutas, quando aproximou de mim um homem. Ele era enorme (acho que tinha quase 2 metros de altura), era forte e estava nu. Ele sentou-se do meu lado e começou a conversar comigo. Eu não conseguia responder nada. O simples fato do cara estar nu ao me lado estava me incomodando demais.
De repente eu me levantei, tirei o meu quimono e dei para ele se vestir e fui embora. As pessoas me olhavam esquisito na rua. O motivo era claro: eu estava sem roupa.  maluco
Chegando em casa fui ao banheiro e vi que a banheira estava cheia e um menino se banhava nela. O garoto tinha na mão um fio decapado. Eu vi que o fio estava ligado na tomada. Na hora falei para ele largar o fio, pois ele corria o risco de tomar um belo choque.
Ele todo obdiente, largou o fio e continuou se banhando. SQN! Ele não largou o fio. A mulinha simplesmente enfiou o fio na água. Eu ainda corri para segurar o fio e tentar evitar a tragédia. lembro-me de ter enfiado a minha mao na água. Tarde de mais. Houve um clarão, faíscas pra tudo quanto é lado. Eu senti um choque tão forte e acordei.
avatar
Mensagens : 167
Pontos : 1031
Honra : 80
Data de inscrição : 29/07/2015
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos da Königin

em Ter Out 13, 2015 1:23 pm
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
Voce também sentiu o Choque Konigin ? :O


"O sonho é a porta de entrada para o universo interior que existe dentro de nós."
Ramon
avatar
Mensagens : 220
Pontos : 1039
Honra : 90
Data de inscrição : 08/10/2015
Idade : 41
Localização : Brasil
Sonhos Lúcidos :
3 / 9993 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos da Königin

em Ter Out 13, 2015 10:19 pm
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
Königin escreveu:Estava a procura de um imóvel para comprar e fui ver uma casa num local muito peculiar. No topo do Evereste.
A vantagem ali é que tem tudo pertinho, supermercado, drogaria, lanchonete, cinema... viva

Königin escreveu:Um gato preto totalmente inteligente domina o mundo levando a população da Terra a escravidão. As pessoas me odeiam, porque o tal gato era meu. Fui expulsa da minha cidade e a única maneira de voltar viver na sociedade era eu convencer o gato a deixar o poder. (Que sonho tosco... ainda que não durou muito).
Esse deve ser o sonho de todo gato que se preze! kkkk


Uma força misteriosa que funciona apenas com gatos:
avatar
Mensagens : 1273
Pontos : 3248
Honra : 657
Data de inscrição : 06/07/2015
Localização : Alemanha
Sonhos Lúcidos :
222 / 999222 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos da Königin

em Qua Out 14, 2015 2:56 pm
Reputação da mensagem: 100% (2 votos)
Lynx escreveu:
A vantagem ali é que tem tudo pertinho, supermercado, drogaria, lanchonete, cinema... viva
O lugar era perfeito... rsrsrs : lol


Lynx escreveu:Esse deve ser o sonho de todo gato que se preze! kkkk
Com certeza! gargalhada gargalhada gargalhada
avatar
Mensagens : 1273
Pontos : 3248
Honra : 657
Data de inscrição : 06/07/2015
Localização : Alemanha
Sonhos Lúcidos :
222 / 999222 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

14.10.2015 - A Gruta

em Qua Out 14, 2015 3:10 pm
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
Estava em uma trilha com amigos. Éramos 5 pessoas. O passeio estava chato. Estava e chovendo e fazia frio. Decidimos voltar para cidade. Enquanto voltávamos, observamos a trilha do alto e bem lá abaixo dava para ver a cidade. Lembro-me que tínhamos que descer um bocado numa trilha em forma de S para chegar ao nosso destino. Durante o trajeto alguém do grupo viu uma gruta com uma placa na entrada indicando um caminho alternativo para cidade. Fomos até a entrada dar uma olhada. A gruta era muito sombria. Tinha uma escada mal iluminada que dava medo. Aquela escada parecia dar acesso a entrada do Inferno.
Apesar do visual sombrio da gruta, a turma decidiu que devíamos usar o atalho. Eu fui contra. Eles ficaram bravos comigo, diziam que os atalhos eram seguro e blá-blá-blá. "Seguro, sei... Chapeuzinho vermelho também achou que o atalho era seguro e ela se ferrou" retruqeui. Meu argumento nao convenceu ninguém. Éramos quatro contra um. O pessoal decidiu que ia usar o atalho e eu acabei indo atrás, afinal eu não queria ficar lá sozinha.
Enquanto descíamos a escada, notei que num canto entre as pedras havia um cara tocando bateria. Ele era careca, usava uma roupa de metaleiro e batia no instrumento freneticamente, mas a bateria não produzia som algum. Achei aquilo bizarro. Parei até por alguns instantes, para tentar ouvir algo, mas tinha som.
Os outros continuaram descendo e se afastaram de mim. Acelerei a minha descida, para alcançá-los e conforme eu descia vi que e a escada e as paredes da gruta estava ficando brancas. Achei aquilo estranho de novo, mas nao desconfiei que era um sonho.
Comecei a ouvir uma discussão, e comecei a descer mais rápido ainda para ver o que estava acontecendo. Então, eu vejo um rapaz furioso e ele falava em alto berros que meus amigos haviam estragado a grafite dele. Ví que as paredes estavam grafitadas. Não vi um desenho específico. Era apenas um mix de cores, mas era interessante.
O grafiteiro ao perceber que eu olhava o grafite dele começou a ficar violento. Ele empurrou os outros que estavam perto dele e comecou a jogar as latas de spray no chão. De repente ouvi uma voz atrás de mim me dizendo "Cuidado com pé dele". Eu olhei para trás para ver quem era e não vi ninguém. Quando virei novamente, só vi um pé vindo em minha direção e por sorte consegui me desviar dele. Parecia que o cara estava dando uma voadora, mas ao me desviar, vi que a perna dele se esticava como se fosse um elástico.  susto
Pensei em subir a escada e sair daquele local, mas meus amigos estavam todos encurralados num canto e não tive coragem de deixá-los lá (apesar que eles mereciam. A idéia besta de usar o atalho partiu deles sim maligno ).
Para controlar a situação eu comecei a pedir calma e perguntei ao rapaz qual era o nome dele. Ele me disse, mas eu não entendi direito. Não sei se ele falou Ralf ou Wolf.
Então perguntou porque ele estava bravo. Ele começou a dizer que o grafite foi encomendado por alguém para homenagear sei lá quem e que era uma surpresa. Ninguém deveria ter visto o grafite antes de ficar pronto.
Pedi desculpas por ter estragado a surpresa e falei que voltaríamos por onde entramos e que ninguém falaria sobre o que aconteceu ali.
O cara se acalmou e deixou meus amigos saírem. Comecamos a subir a escada.
Então aconteceu uma coisa que embrulhou meu estômago. Não vou escrever aqui o que aconteceu porque foi muito nojento. Só de lembrar dá vontade de vomitar. Eca!
A parte nojenta me fez acordar.
avatar
Mensagens : 1273
Pontos : 3248
Honra : 657
Data de inscrição : 06/07/2015
Localização : Alemanha
Sonhos Lúcidos :
222 / 999222 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos da Königin

em Qua Out 14, 2015 3:14 pm
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
InexperientDreamer escreveu:Voce também sentiu o Choque Konigin ? :O
Sim, eu senti como se estivesse tomando um choque de verdade. perplexo
avatar
Mensagens : 220
Pontos : 1039
Honra : 90
Data de inscrição : 08/10/2015
Idade : 41
Localização : Brasil
Sonhos Lúcidos :
3 / 9993 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos da Königin

em Qua Out 14, 2015 4:15 pm
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
Acho que foi o Dhalsin que apareceu ali Königin

Caracas... os sonhos de vcs são bem completos! Eu tenho me lembrado dos meus mas são muito fragmentados, acho que estou precisando melhorar minha memória. Tomar Vitamina B12 é uma boa?! Não digo alimentos com essa vitamina, queria tomar em cápsulas.


Uma força misteriosa que funciona apenas com gatos:
avatar
Mensagens : 1273
Pontos : 3248
Honra : 657
Data de inscrição : 06/07/2015
Localização : Alemanha
Sonhos Lúcidos :
222 / 999222 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos da Königin

em Qua Out 14, 2015 5:15 pm
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
Lynx escreveu:Acho que foi o Dhalsin que apareceu ali Königin

Caracas... os sonhos de vcs são bem completos! Eu tenho me lembrado dos meus mas são muito fragmentados, acho que estou precisando melhorar minha memória. Tomar Vitamina B12 é uma boa?! Não digo alimentos com essa vitamina, queria tomar em cápsulas.

A perna do cara esticou como a do desenho...hahahaha

Eu nao tomo suplementos vitamínicos. Dizem que vitamina B6 ajuda muito. Parece que comer queijo também. Queijo ou outros alimentos que possui uma substância chamada triptofano.
avatar
Mensagens : 1273
Pontos : 3248
Honra : 657
Data de inscrição : 06/07/2015
Localização : Alemanha
Sonhos Lúcidos :
222 / 999222 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

15.10.2015 - O Peixe.

em Qui Out 15, 2015 12:44 pm
Reputação da mensagem: 100% (2 votos)
Eu estava num plantão numa UTI de um hospital, onde realmente trabalhei lá anos atrás. Um enfermeiro que também trabalhou comigo (éramos colegas de plantões), chegou até a mim e falou que tinha pescado um peixe enorme perguntou se eu queria ver. Eu disse que sim. O peixe estava em um dos leitos da UTI. Realmente ele era enorme. Achei estranho, mas não desconfiei que estava sonhando. O colega pega uma bandeja com bisturi, seringas e ataduras e me pergunta se eu o ajudaria a limpar o peixe.
"Cara, você vai querer limpar o peixe aqui na UTI?" - Falei.
"Sim."
"Mas, vai espalhar escamas para todos lados. Vai fazer muita sujeira. Isso não vai dar certo".
"Vai dar certo sim. Você só tem que abrir a barriga do peixe e eu faço o resto." - Disse ele me entregando o bisturi.
Peguei o bisturi e comecei a palpar a barriga do peixe. Percebi algo de estranho. As escamas eram feitas de lantejoulas. Olhei para cabeça do peixe e vi que não era um peixe e sim um homem dentro de uma fantasia. Larguei o bisturi e falei: "Cara, isso não é um peixe, é um homem."
O colega olhou e não acreditou. Para ele era um peixe. Ele continuou esperando que eu abrisse a barriga do homem.
Falei que não faria aquilo e me afastei. O meu colega então decidiu ele mesmo abrir a barriga do outro. Ele pegou o bisturi e e começou a abrir. Eu peguei a bandeja e bati na cabeça dele. Ele ficou furioso e veio para cima de mim.  O que aconteceu eu não me recordo. Lembro-me de outros enfermeiros me socorrendo. O resto não sei dizer.
avatar
Mensagens : 220
Pontos : 1039
Honra : 90
Data de inscrição : 08/10/2015
Idade : 41
Localização : Brasil
Sonhos Lúcidos :
3 / 9993 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos da Königin

em Qui Out 15, 2015 3:46 pm
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
Königin escreveu:peguei a bandeja e bati na cabeça dele. Ele ficou furioso e veio para cima de mim.
Eu tb ficaria furioso com vc kkkkkkkkkkkkkkkkkkk que sonho absurdo kkkk

Obrigado pelas dicas de vitaminas... vou continuar me esforçando com a memória, fazia mto tempo que eu não me lembrava do que havia sonhado mas nos últimos dias tenho me lembrado de partes dos meus sonhos. Já é alguma coisa né. olhos girando


Uma força misteriosa que funciona apenas com gatos:
avatar
Mensagens : 1273
Pontos : 3248
Honra : 657
Data de inscrição : 06/07/2015
Localização : Alemanha
Sonhos Lúcidos :
222 / 999222 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos da Königin

em Qui Out 15, 2015 6:15 pm
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
Lynx escreveu:Eu tb ficaria furioso com vc kkkkkkkkkkkkkkkkkkk que sonho absurdo kkkk
Eu tive que bater com a bandeja. O cara ia cortar a barriga do o pobre homem. superman

Lynx escreveu:Obrigado pelas dicas de vitaminas... vou continuar me esforçando com a memória, fazia mto tempo que eu não me lembrava do que havia sonhado mas nos últimos dias tenho me lembrado de partes dos meus sonhos. Já é alguma coisa né. olhos girando

Que tal experimentar o Método CAT? Eu estou pensando em testá-lo na semana que vem. Quem sabe poderiamos trocar nossas experiencias sobre este método.
Conteúdo patrocinado

Re: Diário dos Sonhos da Königin

Ver o tópico anteriorVoltar ao TopoVer o tópico seguinte
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum