Conectar-se
Últimos assuntos
Os membros mais ativos do mês
9 Mensagens - 60%
5 Mensagens - 33%
1 Mensagem - 7%
Votação
Qual a técnica que você utiliza para ficar lúcido?
Teste de Realidade
45% / 15
Totem
15% / 5
Incubação
12% / 4
Gatilho
6% / 2
Gravador de Voz ou Sons Binaurais
6% / 2
Outros
15% / 5
Parceiros
 sonhos=
 sonhos=
 animes=

Compartilhe
Ver o tópico anteriorIr em baixoVer o tópico seguinte
avatar
Mensagens : 2531
Pontos : 5724
Honra : 1044
Data de inscrição : 12/06/2013
Localização : Bahia
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Daniel PP

em Qui Abr 09, 2015 12:46 am
Daniel PP escreveu:    Ramon eu soube de uma época em que foram contratados "médiuns" para auxiliarem em  investigações, localizações de corpos, mas é mera especulação. Não tenho ciência de nada do tipo.

Isso é bem interessante. Mas, no meio de 100 pessoas que se dizem médiuns, se tira um ou dois que realmente é um médium de verdade. Acho que é por isso que é um pouco raro de encontrar médiuns trabalhando com a polícia.
avatar
Mensagens : 1191
Pontos : 4053
Honra : 670
Data de inscrição : 25/03/2013
Idade : 23
Localização : Morretes/ PR
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuáriohttp://naturezaevolutiva.blogspot.com.br/

Re: Diário dos Sonhos de Daniel PP

em Sex Abr 17, 2015 10:52 am
04/04

Isso já foi até usado sim como auxílio de um caso de assassinato. Mas uma equipe é algo novo em meus conhecimentos, bem curioso Daniel, o outro Daniel também sonhou com avião caindo. Porém enquanto o dele narrou mais os danos, o teu parece que explicou o porque. Imagina três aviões, é um impacto enorme. Abraços.
avatar
Mensagens : 41
Pontos : 1090
Honra : 24
Data de inscrição : 23/02/2015
Idade : 26
Localização : Mogi Guaçu/SP
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
9 / 9999 / 999
Ver perfil do usuário

Pesadelo 22/04/2015 - As três velhinhas satânicas

em Qua Abr 22, 2015 4:41 pm
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
22/04/2015 - As parcas diabólicas

   No sonho estava morando na casa atual de um dos meus tios, esta é uma casa grande e tem muitas histórias. Ela já pertenceu a uma tia avó que sofreu a tragédia de perder o marido e filho num acidente de avião, então ela ficou muito alterada e passou um tempo no manicômio. Mas ela melhorou aos poucos. Com idade avançada uma tia minha foi morar e cuidar dela e depois de falecer passou a casa para esta minha tia que por fim vendeu para o meu tio, o proprietário atual.
     É uma casa comprida com um quintal grande, fica próxima do cemitério da cidade e de um centro espírita. A casa tem um ar meio sinistro. Enfim estava morando nesta casa com minha noiva.
      Tínhamos um cachorro grande, não me recordo se era um Fila ou um São Bernardo, parece que o cachorro escapou e fomos atrás.
      Ocorre que enquanto tudo isto ocorria, três velhinhas decrépitas, muitíssimo estranhas pediram abrigo. E eu o cedi. Que cagada!

   

      As velhinhas montaram uma espécie de cabana no quintal da casa e de lá começaram a fazer alguns rituais satânicos contra minha pessoa, bem como meu cachorro.
     Os rituais faziam com que eu tivesse alucinações terríveis, como uma em que um javali negro com as costelas soltas subiu em mim e tentou me atacar. Faziam também com que meu cachorro ficasse muito doente.
     E eu simplesmente não as conseguia expulsar de minha casa, fazia parte dos rituais. Elas haviam envenenado minha mente e de certa forma eu sabia que se tratava do próprio "diabo" corporificado nas três velhas.


“Não me encerro nos limites de uma cidade: onde quer que me encontre, sou um estrangeiro”.
                                                                                   - Aristipo de Cirene
avatar
Mensagens : 1191
Pontos : 4053
Honra : 670
Data de inscrição : 25/03/2013
Idade : 23
Localização : Morretes/ PR
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuáriohttp://naturezaevolutiva.blogspot.com.br/

Re: Diário dos Sonhos de Daniel PP

em Qua Abr 22, 2015 4:49 pm
Hmm, não sei Daniel, mas, esse sonho foi simbólico. Veja, a casa seria teu espaço pessoal, o cão, a noiva, o cemitério, o centro espirita, são partes de você. Partes de quem você é, de sua memória. Pelo que vejo houve de alguma forma uma permissão que certas ações erradas (e já conhecidas, no significado de serem velhas) agirem dentro de você. Acho que é uma mensagem sobre "limpar velhas coisas do armário"...

Abraços.
avatar
Mensagens : 382
Pontos : 2022
Honra : 169
Data de inscrição : 08/01/2014
Idade : 21
Localização : RJ
Sonhos Lúcidos :
11 / 99911 / 999
Sonhos Comuns :
179 / 999179 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Daniel PP

em Sex Abr 24, 2015 1:23 am
Bem assustador essas velhas fazendo rituais pra te prejudicar, elas me lembraram as áuguras de um web-livro chamado A Caixa, as áuguras pareciam uma patente superior às bruxas. Você disse que essa casa fica perto do cemitério, vai que as velhas saíram de lá.


[...]
— E como eu posso te chamar?
— Bom, você pode me chamar de Daniel, que era o meu nome quando eu era totalmente humano, pode também me chamar de Lobo, que era meu nome quando eu era totalmente uma entidade cósmica. Mas você também pode me chamar de Pai.
— Pai?
— Sim, todos os lobos e lobisomens são meus filhos, todos vieram de mim.
[...]

avatar
Mensagens : 41
Pontos : 1090
Honra : 24
Data de inscrição : 23/02/2015
Idade : 26
Localização : Mogi Guaçu/SP
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
9 / 9999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Daniel PP

em Ter Maio 05, 2015 11:38 am
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
05/05/2015 - Charlie Sheen Onírico e os clones

Estava numa espécie de apresentação, um palco grande. Parecia que eu fazia alguns números de mágica.
Numa espécie de salto de cenas eu fui parar em uma casinha, estilo Faroeste, estava com um amigo e conversávamos, lembro-me que falei algo sobre "ganhar na mega-sena para poder ir pra Paris!".
Abri uma geladeira que estava nesta casinha e só tinha um pote de geleia de morango dentro.
Conversa vai conversa vem e chega no local um cara que eu tinha certeza que era o Charlie Sheen, apesar de ter aparência diferente, ele estava acompanhado de três clones da Scarlett Johansson, usando umas roupinhas ... enfim o cara estava se vangloriando por ter criado ele mesmo os clones.
Enquanto conversávamos ainda chegou uma bela mulher caucasiana que estava namorando Charlie e falava sobre ter aceitado dividir o teto com os clones numa boa.
Mentalmente aplaudi o cara!
Infelizmente ocorreu algo no meio da conversa e os clones teriam que se entregues para uma espécie de confederação científica e serem incinerados.


“Não me encerro nos limites de uma cidade: onde quer que me encontre, sou um estrangeiro”.
                                                                                   - Aristipo de Cirene
avatar
Mensagens : 96
Pontos : 1270
Honra : 18
Data de inscrição : 28/09/2014
Idade : 21
Sonhos Lúcidos :
1 / 9991 / 999
Sonhos Comuns :
160 / 999160 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Daniel PP

em Ter Maio 05, 2015 7:39 pm
bizarro perplexo ,mas deve ter sido uma experiencia interessante.
avatar
Mensagens : 382
Pontos : 2022
Honra : 169
Data de inscrição : 08/01/2014
Idade : 21
Localização : RJ
Sonhos Lúcidos :
11 / 99911 / 999
Sonhos Comuns :
179 / 999179 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Daniel PP

em Sab Maio 09, 2015 7:56 pm
Engraçado como elementos dos seus últimos 2 sonhos me fizeram lembrar uns contos de um blogueiro e escritor chamado Philipe Kling David (é brasileiro). Os três clones da Scarlett Johansson me lembraram os 3 clones de Splendor, uma personagem do conto A Cadeira Obscura.
Quanto a ganhar na mega-sena para poder ir à Paris, ótima escolha. É muito estranho quando vemos alguém no sonho e temos certeza de que é uma pessoa, mas não tem a mesma aparência, vira e mexe isso acontece comigo nos sonhos.


[...]
— E como eu posso te chamar?
— Bom, você pode me chamar de Daniel, que era o meu nome quando eu era totalmente humano, pode também me chamar de Lobo, que era meu nome quando eu era totalmente uma entidade cósmica. Mas você também pode me chamar de Pai.
— Pai?
— Sim, todos os lobos e lobisomens são meus filhos, todos vieram de mim.
[...]

avatar
Mensagens : 1191
Pontos : 4053
Honra : 670
Data de inscrição : 25/03/2013
Idade : 23
Localização : Morretes/ PR
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuáriohttp://naturezaevolutiva.blogspot.com.br/

Re: Diário dos Sonhos de Daniel PP

em Ter Maio 12, 2015 9:30 am
É assim mesmo, clonagem humana é crime e os clones devem ser incinerados. A ciência é clara quanto a isso. Mas bem bacana essas passagens de você ser mágico e dentro do sonho ter essa vontade de ir para outro local, isso indica que o sonho teve muito mais história não lembrada. Abraços.
avatar
Mensagens : 41
Pontos : 1090
Honra : 24
Data de inscrição : 23/02/2015
Idade : 26
Localização : Mogi Guaçu/SP
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
9 / 9999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Daniel PP

em Seg Maio 18, 2015 3:39 pm
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
Caseiro da praia e caçador de víboras - 18/05/2015

E lá estava eu, uma praia magnífica, vazia, paradisíaca, todavia o tempo estava se fechando, nuvens escuras e assombrosas dominavam o céu e anunciavam uma tempestade.
Era uma espécie de caseiro da ilha/praia e portanto vivia em uma casinha nesta. Fora incumbido de fazer uma "limpeza" nas víboras que viviam no local, pois poderia haver turistas ou outros visitantes.
Lembro-me de ter pego uma cobrinha muito pequena na água, mas que era deveras perigosa, bem parecida com esta:


Era minúscula do tamanho de uma minhoca. Levei-a para o interior de minha pequena residência onde havia inúmeros aquários cheios de outras cobras.
Algum tempo depois esta última cobrinha que eu havia capturado há pouco estava dando trabalho e quase escapava, talvez devido ao seu tamanho, arranquei-lhe a cabeça e observei seu corpo se movendo sem esta.


“Não me encerro nos limites de uma cidade: onde quer que me encontre, sou um estrangeiro”.
                                                                                   - Aristipo de Cirene
avatar
Mensagens : 41
Pontos : 1090
Honra : 24
Data de inscrição : 23/02/2015
Idade : 26
Localização : Mogi Guaçu/SP
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
9 / 9999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Daniel PP

em Seg Maio 25, 2015 10:39 pm
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
24/05/2015 - Escolhendo uma cabana & doce onírico

    Lembro me de estar caminhando com um grupo por uma bela planície, o céu estava como em "Vanilla Sky", uma mulher tomava a frente, como guia. Chegamos em uma espécie de complexos de cabanas de madeira, que ficava ali mesmo, num sítio extenso na planície, as cabanas eram mais ou menos assim:



Cada casa possuía uma piscina e uma banheira ao ar livre na sua parte traseira. Entrei em uma das casas e tinha uma vista linda pra uma represa. Havia muitos cachorros, de diversas raças correndo e se divertindo por todas as beiras da represa. Enquanto elencava os inúmeros benefícios de adquirir uma destas cabanas a vendedora me revelou o preço: R$ 10.000,00!!!! Era muito barato! Eu realmente queria muito comprar uma destas cabanas, mas pensei "oniricamente" (WTF!?) "Eu preciso juntar dinheiro pra comprar um carro (realmente), não posso gastar esses dez mil!"
Após a conversa decidi sair do local, peguei o carro de meu pai e saí do sítio para uma cidade a qual não conhecia, transitava pelas ruas totalmente perdido até pensar novamente no plano onírico "Acho que vou voltar e pegar o GPS que está com meus pais!".
Um colega de trabalho "brota" no banco do passageiro e a gente conversa sobre alguma coisa que não lembro. Após rodarmos um pouco de carro compramos um doce de leite em formato de paralelepípedo, muito bem embalado, o doce era branco e tinha umas manchas verdes, não sei do que era, antes de acordar me recordo de tentar abrir a embalagem muito rica em detalhes.

Nota: Desde que voltei a praticar introspecção e observação de meus pensamentos tenho tido esse "pensar dentro do sonho" e os sonhos estão mais vivos e ricos em detalhes


“Não me encerro nos limites de uma cidade: onde quer que me encontre, sou um estrangeiro”.
                                                                                   - Aristipo de Cirene
avatar
Mensagens : 1191
Pontos : 4053
Honra : 670
Data de inscrição : 25/03/2013
Idade : 23
Localização : Morretes/ PR
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuáriohttp://naturezaevolutiva.blogspot.com.br/

Re: Diário dos Sonhos de Daniel PP

em Sex Maio 29, 2015 9:29 am
18/05

Que interessante esse sonho das cobras. Todo o ambiente e trabalho narrados, parecem algo tão real. Parece até o final do sonho a dizer que tentou cortar o mal pela cabeça, ou por onde vem o veneno, mas, não combateu todo o mal (de determinado evento). Em minha cabeça é algo assim.

24/05

Meus parabéns pelo avanço Daniel, realmente a instrospecção no dia-a-dia auxilia em muito os oritonautas. É como uma chave que abre muito mais portas nas esferas da mente. Até eu achei barata a casa, pelo local, piscina e tudo... Mas quem sabe seja necessário ainda mais esforço, para atingir tamanha felicidade, agora a parte do doce foi uma das mais importantes. Você lembrou muito bem dele, mesmo sendo um objeto pequeno.
avatar
Mensagens : 41
Pontos : 1090
Honra : 24
Data de inscrição : 23/02/2015
Idade : 26
Localização : Mogi Guaçu/SP
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
9 / 9999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Daniel PP

em Seg Jun 29, 2015 10:02 pm
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
29/06/2015 - Trabalhando como psicólogo e arranjando um trabalho

       Lembro me de estar na delegacia, na qual trabalho, momento em que recebi por SEDEX algumas fotos que eu encomendara (o.O). Quando abri o envelope do SEDEX percebi que as fotos eram bem menores do que o pretendido e pensei algo sobre minha mãe não gostar.
       A primeira foto continha um brasão (desses brasões que simbolizam cidades, estados) e havia uma legenda abaixo que falava algo como "GOVERNAMENTAÇÃO" ou o ato de tornar alguma coisa governada (o.O Meu Deus que loucura!). Ainda na Delegacia fui incumbido de atender alguns pacientes no que dizia respeito a psicanálise. Indaguei-me se podia fazê-lo já que não possuo qualquer formação na área e as minhas colegas de trabalho o possuíam.
       
       Cheguei a conclusão de que eu poderia "enrolar" e cumpri a missão!
       Num salto de cenas, eu e meu pai "brotamos" na portaria de uma metalúrgica da cidade. Eu havia arranjado um trabalho pro meu pai no local. Conversamos com o porteiro, um senhor de cabelos longos e brancos, com aspecto de taberneiro da idade média. O senhor nos mostrou uma carabina de pressão velha que usava pra fazer a segurança do local.


“Não me encerro nos limites de uma cidade: onde quer que me encontre, sou um estrangeiro”.
                                                                                   - Aristipo de Cirene
avatar
Mensagens : 53
Pontos : 1034
Honra : 19
Data de inscrição : 02/05/2015
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Daniel PP

em Qua Jul 01, 2015 10:50 am
Daniel PP escreveu:05/05/2015 - Charlie Sheen Onírico e os clones

   Estava numa espécie de apresentação, um palco grande. Parecia que eu fazia alguns números de mágica.
    Numa espécie de salto de cenas eu fui parar em uma casinha, estilo Faroeste, estava com um amigo e conversávamos, lembro-me que falei algo sobre "ganhar na mega-sena para poder ir pra Paris!".
     Abri uma geladeira que estava nesta casinha e só tinha um pote de geleia de morango dentro.
      Conversa vai conversa vem e chega no local um cara que eu tinha certeza que era o Charlie Sheen, apesar de ter aparência diferente, ele estava acompanhado de três clones da Scarlett Johansson, usando umas roupinhas ... enfim o cara estava se vangloriando por ter criado ele mesmo os clones.
      Enquanto conversávamos ainda chegou uma bela mulher caucasiana que estava namorando Charlie e falava sobre ter aceitado dividir o teto com os clones numa boa.
       Mentalmente aplaudi o cara!
       Infelizmente ocorreu algo no meio da conversa e os clones teriam que se entregues para uma espécie de confederação científica e serem incinerados.
     

F-O-D-@ vc tem mais sonhos legais doq eu,inveja...
avatar
Mensagens : 2531
Pontos : 5724
Honra : 1044
Data de inscrição : 12/06/2013
Localização : Bahia
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Daniel PP

em Sab Jul 04, 2015 11:40 pm
Daniel PP:
Daniel PP escreveu:29/06/2015 - Trabalhando como psicólogo e arranjando um trabalho

       Lembro me de estar na delegacia, na qual trabalho, momento em que recebi por SEDEX algumas fotos que eu encomendara (o.O). Quando abri o envelope do SEDEX percebi que as fotos eram bem menores do que o pretendido e pensei algo sobre minha mãe não gostar.
       A primeira foto continha um brasão (desses brasões que simbolizam cidades, estados) e havia uma legenda abaixo que falava algo como "GOVERNAMENTAÇÃO" ou o ato de tornar alguma coisa governada (o.O Meu Deus que loucura!). Ainda na Delegacia fui incumbido de atender alguns pacientes no que dizia respeito a psicanálise. Indaguei-me se podia fazê-lo já que não possuo qualquer formação na área e as minhas colegas de trabalho o possuíam.
       
       Cheguei a conclusão de que eu poderia "enrolar" e cumpri a missão!
       Num salto de cenas, eu e meu pai "brotamos" na portaria de uma metalúrgica da cidade. Eu havia arranjado um trabalho pro meu pai no local. Conversamos com o porteiro, um senhor de cabelos longos e brancos, com aspecto de taberneiro da idade média. O senhor nos mostrou uma carabina de pressão velha que usava pra fazer a segurança do local.
Deve ser muito estressante trabalhar numa delegacia de Polícia. Né?
Imagino que mais estressante ainda deve ser pro policial que trabalha na rua. Correndo risco de vida todo dia. Sair de casa todo dia, sem saber se vai voltar pra casa, inteiro e vivo. Trabalhar na polícia não é brincadeira não. medo

avatar
Mensagens : 382
Pontos : 2022
Honra : 169
Data de inscrição : 08/01/2014
Idade : 21
Localização : RJ
Sonhos Lúcidos :
11 / 99911 / 999
Sonhos Comuns :
179 / 999179 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Daniel PP

em Qui Jul 09, 2015 3:15 pm
29/06/2015:
Daniel PP escreveu:29/06/2015 - Trabalhando como psicólogo e arranjando um trabalho

       Lembro me de estar na delegacia, na qual trabalho, momento em que recebi por SEDEX algumas fotos que eu encomendara (o.O). Quando abri o envelope do SEDEX percebi que as fotos eram bem menores do que o pretendido e pensei algo sobre minha mãe não gostar.
       A primeira foto continha um brasão (desses brasões que simbolizam cidades, estados) e havia uma legenda abaixo que falava algo como "GOVERNAMENTAÇÃO" ou o ato de tornar alguma coisa governada (o.O Meu Deus que loucura!). Ainda na Delegacia fui incumbido de atender alguns pacientes no que dizia respeito a psicanálise. Indaguei-me se podia fazê-lo já que não possuo qualquer formação na área e as minhas colegas de trabalho o possuíam.
       
       Cheguei a conclusão de que eu poderia "enrolar" e cumpri a missão!
       Num salto de cenas, eu e meu pai "brotamos" na portaria de uma metalúrgica da cidade. Eu havia arranjado um trabalho pro meu pai no local. Conversamos com o porteiro, um senhor de cabelos longos e brancos, com aspecto de taberneiro da idade média. O senhor nos mostrou uma carabina de pressão velha que usava pra fazer a segurança do local.

E aí xará, beleza? Passei um tempo fora, mas voltei.
Sempre tive curiosidade em saber como é trabalhar numa delegacia, é muito estressante? Essa coisa de nos sonhos exercer uma profissão que não temos formação para isso é muito estranha, à vezes tenho sonhos em que sou médico, mesmo que na realidade eu esteja cursando Arquitetura (e querendo prestar concurso para o CFOAV na AFA) e seja pedreiro. Normalmente, quando vejo homens de cabelos longos e brancos nos meus sonhos, meu primeiro pensamento é correr, pois não sei por quê meu subconsciente tem uma certa fobia de homens assim.


[...]
— E como eu posso te chamar?
— Bom, você pode me chamar de Daniel, que era o meu nome quando eu era totalmente humano, pode também me chamar de Lobo, que era meu nome quando eu era totalmente uma entidade cósmica. Mas você também pode me chamar de Pai.
— Pai?
— Sim, todos os lobos e lobisomens são meus filhos, todos vieram de mim.
[...]

avatar
Mensagens : 1191
Pontos : 4053
Honra : 670
Data de inscrição : 25/03/2013
Idade : 23
Localização : Morretes/ PR
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuáriohttp://naturezaevolutiva.blogspot.com.br/

Re: Diário dos Sonhos de Daniel PP

em Seg Jul 13, 2015 8:46 am
Não sabia que tu trabalhava na delegacia, vou até ter cuidado com o que falar de agora em diante. muito feliz
Bem bacana isso de várias profissões, para psicologia, segurança, parece que há um significado sobre as várias partes do teu "Eu".

Abraços.
Mensagens : 12
Pontos : 839
Honra : 3
Data de inscrição : 10/09/2015
Idade : 22
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuáriohttp://sonhosesimpatias.com

Re: Diário dos Sonhos de Daniel PP

em Sab Set 12, 2015 5:05 am
Muito bacana sua vontade e atitude! Quero ler alguns contos de sonhos divertidos e filosóficos leitura


Curioso aprendendo e vivendo. Meu blog http://www.sonhosesimpatias.com/
avatar
Mensagens : 41
Pontos : 1090
Honra : 24
Data de inscrição : 23/02/2015
Idade : 26
Localização : Mogi Guaçu/SP
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
9 / 9999 / 999
Ver perfil do usuário

Ramon

em Seg Nov 02, 2015 2:40 pm
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
Ramon escreveu:
Daniel PP:

Daniel PP escreveu:29/06/2015 - Trabalhando como psicólogo e arranjando um trabalho

       Lembro me de estar na delegacia, na qual trabalho, momento em que recebi por SEDEX algumas fotos que eu encomendara (o.O). Quando abri o envelope do SEDEX percebi que as fotos eram bem menores do que o pretendido e pensei algo sobre minha mãe não gostar.
       A primeira foto continha um brasão (desses brasões que simbolizam cidades, estados) e havia uma legenda abaixo que falava algo como "GOVERNAMENTAÇÃO" ou o ato de tornar alguma coisa governada (o.O Meu Deus que loucura!). Ainda na Delegacia fui incumbido de atender alguns pacientes no que dizia respeito a psicanálise. Indaguei-me se podia fazê-lo já que não possuo qualquer formação na área e as minhas colegas de trabalho o possuíam.
       
       Cheguei a conclusão de que eu poderia "enrolar" e cumpri a missão!
       Num salto de cenas, eu e meu pai "brotamos" na portaria de uma metalúrgica da cidade. Eu havia arranjado um trabalho pro meu pai no local. Conversamos com o porteiro, um senhor de cabelos longos e brancos, com aspecto de taberneiro da idade média. O senhor nos mostrou uma carabina de pressão velha que usava pra fazer a segurança do local.
Deve ser muito estressante trabalhar numa delegacia de Polícia. Né?
Imagino que mais estressante ainda deve ser pro policial que trabalha na rua. Correndo risco de vida todo dia. Sair de casa todo dia, sem saber se vai voltar pra casa, inteiro e vivo. Trabalhar na polícia não é brincadeira não. medo


Então Ramon, eu trabalho em uma delegacia de interior, não é tão intenso quando a capital ou cidades maiores. E sim o policial de rua passa maus bocados, e o brasileiro ainda é ingrato ao atacar tanto nossa polícia. Infelizmente alguns corruptos sujam a imagem da instituição o que enseja esses ataques do senso comum. Enfim é isto!


“Não me encerro nos limites de uma cidade: onde quer que me encontre, sou um estrangeiro”.
                                                                                   - Aristipo de Cirene
avatar
Mensagens : 41
Pontos : 1090
Honra : 24
Data de inscrição : 23/02/2015
Idade : 26
Localização : Mogi Guaçu/SP
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
9 / 9999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Daniel PP

em Seg Nov 02, 2015 2:46 pm
Licantropo escreveu:
29/06/2015:

Daniel PP escreveu:29/06/2015 - Trabalhando como psicólogo e arranjando um trabalho

       Lembro me de estar na delegacia, na qual trabalho, momento em que recebi por SEDEX algumas fotos que eu encomendara (o.O). Quando abri o envelope do SEDEX percebi que as fotos eram bem menores do que o pretendido e pensei algo sobre minha mãe não gostar.
       A primeira foto continha um brasão (desses brasões que simbolizam cidades, estados) e havia uma legenda abaixo que falava algo como "GOVERNAMENTAÇÃO" ou o ato de tornar alguma coisa governada (o.O Meu Deus que loucura!). Ainda na Delegacia fui incumbido de atender alguns pacientes no que dizia respeito a psicanálise. Indaguei-me se podia fazê-lo já que não possuo qualquer formação na área e as minhas colegas de trabalho o possuíam.
       
       Cheguei a conclusão de que eu poderia "enrolar" e cumpri a missão!
       Num salto de cenas, eu e meu pai "brotamos" na portaria de uma metalúrgica da cidade. Eu havia arranjado um trabalho pro meu pai no local. Conversamos com o porteiro, um senhor de cabelos longos e brancos, com aspecto de taberneiro da idade média. O senhor nos mostrou uma carabina de pressão velha que usava pra fazer a segurança do local.

E aí xará, beleza? Passei um tempo fora, mas voltei.
Sempre tive curiosidade em saber como é trabalhar numa delegacia, é muito estressante? Essa coisa de nos sonhos exercer uma profissão que não temos formação para isso é muito estranha, à vezes tenho sonhos em que sou médico, mesmo que na realidade eu esteja cursando Arquitetura (e querendo prestar concurso para o CFOAV na AFA) e seja pedreiro. Normalmente, quando vejo homens de cabelos longos e brancos nos meus sonhos, meu primeiro pensamento é correr, pois não sei por quê meu subconsciente tem uma certa fobia de homens assim.

Salveeeee xaráa! Tudo tranquilo meu irmão e contigo? To voltando agora também!
Eu sou papiloscopista policial, o cara que na teoria cuida de impressões digitais do povo, dos cadáveres, e cenas de crime. Mas estou atuando como escrivão devido a falta de funcionários! Não é estressante não, desde que se atenha aos prazos e os cumpra devidamente. KKKK Salada mista de profissões, mas o médico foge dos construtores. Medo de homens cabeludos foi fodah! kkkkkkk
Um abraço irmão!


“Não me encerro nos limites de uma cidade: onde quer que me encontre, sou um estrangeiro”.
                                                                                   - Aristipo de Cirene
avatar
Mensagens : 41
Pontos : 1090
Honra : 24
Data de inscrição : 23/02/2015
Idade : 26
Localização : Mogi Guaçu/SP
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
9 / 9999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Daniel PP

em Seg Nov 02, 2015 2:49 pm
EmersonPawoski escreveu:Não sabia que tu trabalhava na delegacia, vou até ter cuidado com o que falar de agora em diante. muito feliz
Bem bacana isso de várias profissões, para psicologia, segurança, parece que há um significado sobre as várias partes do teu "Eu".

Abraços.

E aí Emerson! Oloco irmão, o que acontece no fórum dos sonhos lúcidos fica no fórum dos sonhos lúcidos! kkkkkk
Imagino que sim!
Forte abraço!


“Não me encerro nos limites de uma cidade: onde quer que me encontre, sou um estrangeiro”.
                                                                                   - Aristipo de Cirene
avatar
Mensagens : 41
Pontos : 1090
Honra : 24
Data de inscrição : 23/02/2015
Idade : 26
Localização : Mogi Guaçu/SP
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
9 / 9999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Daniel PP

em Seg Nov 02, 2015 2:50 pm
guilhermeapt escreveu:Muito bacana sua vontade e atitude! Quero ler alguns contos de sonhos divertidos e filosóficos leitura

Muito obrigado irmão! Espero ler alguns sonhos teus tmb!
Abraço


“Não me encerro nos limites de uma cidade: onde quer que me encontre, sou um estrangeiro”.
                                                                                   - Aristipo de Cirene
avatar
Mensagens : 2531
Pontos : 5724
Honra : 1044
Data de inscrição : 12/06/2013
Localização : Bahia
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
0 / 9990 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Daniel PP

em Ter Nov 03, 2015 5:10 am
Daniel PP escreveu:
Daniel PP escreveu:
Ramon escreveu:
Daniel PP:

Daniel PP escreveu:29/06/2015 - Trabalhando como psicólogo e arranjando um trabalho

       Lembro me de estar na delegacia, na qual trabalho, momento em que recebi por SEDEX algumas fotos que eu encomendara (o.O). Quando abri o envelope do SEDEX percebi que as fotos eram bem menores do que o pretendido e pensei algo sobre minha mãe não gostar.
       A primeira foto continha um brasão (desses brasões que simbolizam cidades, estados) e havia uma legenda abaixo que falava algo como "GOVERNAMENTAÇÃO" ou o ato de tornar alguma coisa governada (o.O Meu Deus que loucura!). Ainda na Delegacia fui incumbido de atender alguns pacientes no que dizia respeito a psicanálise. Indaguei-me se podia fazê-lo já que não possuo qualquer formação na área e as minhas colegas de trabalho o possuíam.
       
       Cheguei a conclusão de que eu poderia "enrolar" e cumpri a missão!
       Num salto de cenas, eu e meu pai "brotamos" na portaria de uma metalúrgica da cidade. Eu havia arranjado um trabalho pro meu pai no local. Conversamos com o porteiro, um senhor de cabelos longos e brancos, com aspecto de taberneiro da idade média. O senhor nos mostrou uma carabina de pressão velha que usava pra fazer a segurança do local.
Deve ser muito estressante trabalhar numa delegacia de Polícia. Né?
Imagino que mais estressante ainda deve ser pro policial que trabalha na rua. Correndo risco de vida todo dia. Sair de casa todo dia, sem saber se vai voltar pra casa, inteiro e vivo. Trabalhar na polícia não é brincadeira não. medo


Então Ramon, eu trabalho em uma delegacia de interior, não é tão intenso quando a capital ou cidades maiores. E sim o policial de rua passa maus bocados, e o brasileiro ainda é ingrato ao atacar tanto nossa polícia. Infelizmente alguns corruptos sujam a imagem da instituição o que enseja esses ataques do senso comum. Enfim é isto!
Verdade, infelizmente por causa de alguns polícias corruptos, os policiais que são honestos também acabam pagando caro e as vezes com a própria vida, porque a bandidagem lá fora não perdoa nem um e nem outro. Infelizmente essa é a dura realidade.

Acho que a mídia devia fazer uma campanha para conscientizar a população de que nem todos os polícias são corruptos. Mas, também, para conscientizar a polícia a ser menos agressiva contra a população. Porque a população já sofre muito com a bandidagem que está solta.
avatar
Mensagens : 220
Pontos : 1149
Honra : 90
Data de inscrição : 08/10/2015
Idade : 41
Localização : Brasil
Sonhos Lúcidos :
3 / 9993 / 999
Sonhos Comuns :
999 / 999999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Daniel PP

em Ter Nov 03, 2015 3:22 pm
Olá Daniel! Um prazer poder comentar seu diário viva

Daniel PP escreveu:havia uma legenda abaixo que falava algo como "GOVERNAMENTAÇÃO" ou o ato de tornar alguma coisa governada
Vc pode detalhar, caso se lembre, como leu essa legenda? Eram letras todas maiúsculas? Vc conseguiu identificar cada letra da palavra ou viu a palavra escrita e soube seu significado?!


Uma força misteriosa que funciona apenas com gatos:
avatar
Mensagens : 41
Pontos : 1090
Honra : 24
Data de inscrição : 23/02/2015
Idade : 26
Localização : Mogi Guaçu/SP
Sonhos Lúcidos :
0 / 9990 / 999
Sonhos Comuns :
9 / 9999 / 999
Ver perfil do usuário

Re: Diário dos Sonhos de Daniel PP

em Ter Nov 03, 2015 7:51 pm
Lynx escreveu:Olá Daniel! Um prazer poder comentar seu diário viva

Daniel PP escreveu:havia uma legenda abaixo que falava algo como "GOVERNAMENTAÇÃO" ou o ato de tornar alguma coisa governada
Vc pode detalhar, caso se lembre, como leu essa legenda? Eram letras todas maiúsculas? Vc conseguiu identificar cada letra da palavra ou viu a palavra escrita e soube seu significado?!

Salve Lynx! Tudo tranquilo?
Lynx sinto muito mas devido ao tempo que se passou desde este sonho eu não posso lhe afirmar com certeza. Antes de participar do fórum eu passei por um período de diversos sonhos riquíssimos em detalhes e muitos destes lúcidos, mas infelizmente esta fase dourada não retornou, mas há de retornar. Em uma destas ocasiões recordo-me, em um dos sonhos, de estar na casa de um conhecido, até encontrar uma revista sobre games, em cima de uma bancada.
 No momento em que olhei para a capa da revista, foi como se toda minha consciência fosse transferida pra isso, era como se eu fosse só uma "visão" focando a capa. Lembro-me com perfeição de ter visto o valor da revista escrito em nossos caracteres, se eu não me engano era quatorze reais e alguns centavos (dividido por uma vírgula tudo certinho). O código de barras estava próximo ao valor monetário.
  Mas penso que por vezes pode ter ocorrido de eu ler um "embaralhado de coisas" e o entendimento ocorria.
  Lembro-me de uma ocasião também, que em um reality check, olhei para um relógio digital de pulso e o formato dos números era perfeito, porém eles eram todos embaralhados e se transformavam em letras.


“Não me encerro nos limites de uma cidade: onde quer que me encontre, sou um estrangeiro”.
                                                                                   - Aristipo de Cirene
Conteúdo patrocinado

Re: Diário dos Sonhos de Daniel PP

Ver o tópico anteriorVoltar ao TopoVer o tópico seguinte
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum